X

O que foi o governo dos cem dias? Conheça a última fase da Era Napoleônica

O que foi o Governo dos Cem Dias?

O governo dos cem dias é uma das fases da Era Napoleônica, sendo a mais instável e crítica delas.

Foi durante este período que houve a queda de fato de Napoleão e a restauração da monarquia da França, que tinha sido substituída por uma república durante a Revolução de 1789.

Continue lendo para entender o que foi o governo dos cem dias e como o período napoleônico chegou ao fim.

Se você quiser ir diretamente para alguma parte do conteúdo, clique em um dos tópicos abaixo:

Depois de aprender o que foi o governo dos cem dias, treine com as questões de História  do Simulado Enem do Beduka. Ele é totalmente gratuito, personalizável e simula o método TRI de correção!

O que foi a Era Napoleônica?

Para entender o que foi o governo dos cem dias, é preciso compreender o período do qual ele fez parte: a Era Napoleônica.

A Era Napoleônica foi um período da história da França iniciado após o Golpe de 18 Brumário, do ano VIII do calendário revolucionário. No nosso calendário, ele aconteceu em 9 de novembro de 1799.

O intuito era consolidar o novo regime republicano e trazer estabilidade política, pois a França atravessava momentos muito críticos de sua história. Você pode entender melhor isso com nosso resumo sobre a Revolução Francesa.

Napoleão foi escolhido para governar por ser aclamado pela população e pelas inumeráveis vitórias que teve como general.

O período é dividido em três fases: o consulado, o império e o governo dos cem dias.

O que foi o consulado?

Durante o consulado, Napoleão governou a França com mais dois políticos. Contudo, como foi eleito pró-cônsul, era ele quem realmente conduzia o governo, nomeando membros da administração, propondo leis, comandando o exército e controlando a política externa.

O consulado durou até 1804, quando um plebiscito foi realizado e Napoleão foi escolhido como imperador. Surge assim a segunda fase, o império.

O que foi o Império Napoleônico?

Neste momento, Napoleão conduziu a França em diversas campanhas militares, expandindo seus domínios ao conquistar diversos países europeus, substituindo as famílias reais por parentes ou amigos seus.

Graças a isso sofreu resistência (principalmente dos ingleses), que formaram coligações para enfrentá-lo. Napoleão tentou enfraquecer a Inglaterra com o bloqueio continental que proibia os países do continente europeu de comercializar com ela. Caso desobedecem, seriam invadidos pelo exército francês.

No começo, obteve bons resultados. Contudo, em 1812 a Rússia voltou a ter relações comerciais com a Inglaterra. Napoleão cumpriu a promessa e invadiu, chegando a Moscou, mas sendo derrotado pelo frio do rigoroso inverno russo e por táticas de guerrilha, como o envenenamento de água e queima de comida.

Com isso ele foi enfraquecido e uma coligação entre austríacos, ingleses, russos e prussianos o enfrentou. Paris foi tomada em 6 de abril de 1814 e Napoleão foi preso na Ilha de Elba, na Toscana, região da atual Itália. Assim, o império chegou ao fim.

Está gostando da história? Continue lendo para conhecer o que foi o governo dos cem dias, a última fase da Era Napoleônica.

O que foi o governo dos cem dias?

O governo dos cem dias é o período entre o retorno de Napoleão à França e sua queda final após a Batalha de Waterloo.

Napoleão chegou a Paris em 20 de março de 1815, após fugir da prisão na Ilha de Elba e retomou o poder. Nesse momento, as potências europeias estavam reunidas no Congresso de Viena, definindo os novos rumos da Europa e estabelecendo os termos da paz no continente.

Uma das medidas definidas foi a restauração das dinastias que estavam no poder antes da Revolução Francesa e das campanhas militares de Napoleão. Tomando Napoleão como um risco para a manutenção dessa e outras medidas, os líderes do Congresso resolveram derrotá-lo de uma vez por todas e o declararam um fora da lei.

Assim, formou-se uma liga contra a França. Napoleão buscou destruir os ingleses em Waterloo, na atual Bélgica. Os franceses estavam em desvantagem numérica, pois o Reino da Prússia (atual Alemanha) também tinha enviado tropas.

Além disso, o campo de batalha estava cheio de lama, pois estava chovendo. A batalha durou 15h e os franceses saíram derrotados. Napoleão foi preso mais uma vez, mas agora na Ilha de Santa Helena, no Oceano Atlântico. Assim chegou ao fim o governo dos cem dias.

O que aconteceu após o governo dos cem dias?

Após o governo dos cem dias a Dinastia de Bourbon foi restaurada na França e o Congresso de Viena levou adiante suas pretensões, estabelecendo o Concerto da Europa. No caso, o equilíbrio de poder no continente.

Com isso, houve a tentativa de suprimir a disseminação das ideias liberais revolucionárias e de investir nos valores do monarquismo e da aristocracia.

Teste seus conhecimentos com nossa lista de exercícios sobre o Congresso de Viena assim que terminar de entender o que foi o governo dos cem dias.

O que Napoleão tem a ver com o Brasil?

A relação de Napoleão com o Brasil é muito profunda e tem a ver tanto com sua fase imperial quanto com o que foi o governo dos cem dias.

Ao decretar o bloqueio continental, Napoleão esperava que Portugal respeitasse seus termos. Mas o príncipe regente Dom João ficou numa situação difícil, pois a Inglaterra sempre foi muito próxima dos portugueses. Então ele manteve o comércio entre as duas nações.

Isso levou Napoleão a enviar suas tropas para Portugal em 1807 para derrubar a dinastia dos Bragança. Contudo, a corte portuguesa já não estava mais lá, pois havia estrategicamente vindo para o Brasil.

Esse fato mudou a vida brasileira, pois o Rio de Janeiro se tornou a capital do Império Português. Muitas reformas precisaram ser feitas para acolher a burocracia e dar unidade às capitanias que até então mal se comunicavam e faziam comércio.

Entenda mais sobre isso com nosso resumo sobre a chegada da família real ao Brasil.

Porém, em Pernambuco havia um foco republicano que via a corte no Rio com desconfiança. Em 1817 eles proclamaram uma república na capitania e alguns deles até mesmo queriam trazer Napoleão da Ilha de Santa Helena para liderá-los.

Esses eventos são muito importantes para a História do Brasil e caem que é uma beleza no Enem e outros vestibulares.

Você pode se preparar melhor para eles respondendo algumas questões de edições antigas, como as que temos no nosso Simulado Enem.

Inclusive, é possível personalizá-lo, para responder somente as questões de Ciências Humanas, que é onde esses temas aparecem. No final, você recebe sua nota TRI, assim você tem ideia de como seria seu rendimento caso o Enem fosse hoje.

Clique no link e comece a treinar agora mesmo.

Esperamos que este resumo sobre o que foi o governo dos cem dias tenha te ajudado. Obrigado por ter lido até aqui!

Categorias: História
Redação Beduka: