Sociologia

Sociologia

Questões sobre Movimentos Sociais com gabarito

movimentos sociaisMovimentos Sociais

Os movimentos sociais podem ser definidos como grupos de pessoas com o mesmo interesse que defendem, lutam ou se manifestam por alguma causa social e política baseados em necessidades reais, ideologias, manipulações, partidos ou interesses particulares. Podem ter conquistas sociais ou causar prejuízos. Faça as questões sobre movimentos sociais com gabarito.

Os movimentos sociais costumam ser discutidos em alguns vestibulares. Entender essa matéria é essencial para não perder nada do caderno de Ciências Humanas e suas tecnologias da prova do ENEM. É importante que você compreenda todo esse período, por isso leia o resumo e faça as questões sobre movimentos sociais!

O que são movimentos sociais?

Os movimentos sociais podem ser definidos como grupos de pessoas que defendem, lutam ou se manifestam por alguma causa social e política. Normalmente são juvenis e envolvem grupos que se consideram excluídos ou minoritários.

Tais manifestações raramente são espontâneas. Normalmente algum grupo que segue uma ideologia organiza e planeja os manifestos. Eles são organizadas com o objetivo de expressar as vontades, necessidades e direitos de uma parcela da população que se considera em desvantagem em relação a algo. 

Sociologia também é cobrada no Enem. Prepare-se:

Movimentos sociais são essencialmente bons?

Nem todo movimento social é bom, uma vez que há o risco de tais movimentos tornarem-se sectários e provocarem o ódio, a discussão e o discurso de separação em geral. Um movimento que luta por direitos pode vir a ser ruim dependendo dos danos causados.

Vários movimentos não respeitam a propriedade privada, não toleram outros grupos que pensem diferentemente ou que não queiram ajudar na causa defendida, roubam e até mesmo assassinam.

Normalmente estes movimentos já se tornaram manipulados politicamente e por isso deixam de cumprir sua finalidade originária.

Sobre o direito à manifestação

O direito de manifestação foi permitido pelo artigo 5º, XVI, da Constituição Federal de 1988, a partir de então vários movimentos sociais surgiram e assim muitas pessoas foram às ruas se manifestar.

Muitos movimentos sociais revolucionaram e criaram história, uns para bem com vitórias cujos frutos se colhem até hoje e outros para o mal, prejudicando a vida social alegando estarem no direito de manifestar.

Vale lembrar que a manifestação tem de cumprir regras. Depredar patrimônio alheio, por exemplo, não está entre as permissões para manifestações que devem sempre ser pacíficas.

Normalmente, os movimentos sociais são realizados por meio de passeatas, greves, marchas e outras manifestações.

Há uma divisão dos movimentos sociais:

  • Conjuntural: Esse movimento surge para manifestar sobre uma causa específica e que possui um curto prazo de duração, como por exemplo as manifestações da copa do mundo em 2014 e as manifestações sobre o preço da passagem;
  • Estrutural: Já esse movimento surge com a intenção de manifestar sobre coisas que possuem um longo período de duração, como por exemplo o movimento social feminista e do MST.

Alguns autores consideram o MST uma organização criminosa e não um movimento social, tendo em vista as leis quebradas pelos participantes desse movimento.

Movimentos Sociais no Brasil

Os movimentos sociais brasileiros tomaram uma grande proporção principalmente na década de 70, por ir contra ao regime militar implantado na época.

Um dos principais movimentos desse período foi o movimento estudantil, que organizou diversas manifestações, como a Passeata dos Cem Mil, ou a fase das Diretas Já. Outro evento bastante marcante foi o impeachment do então presidente Fernando Collor de Mello nos anos 80 e 90.

Em 2013 ocorreu o Movimento Passe Livre (MPL), que tinha como objetivo protestar contra o aumento das tarifas dos transportes públicos, levando milhares de pessoas às ruas. Essa manifestação ficou conhecida como “Jornadas de Junho”.

Exemplos de movimentos sociais contemporâneos

O exemplo mais claro visto nos últimos tempos foi o da última eleição.

Conjuntos de pessoas saíram de suas casas para manifestarem-se em favor de seu representante ao governo ou de algum partido específico. Outros ainda resolveram não defender nenhum partido, mas o Brasil mesmo, a Nação.

Grupos estudantis, trabalhadores, famílias inteiras, vários grupos sociais manifestaram-se, cada um com suas cores, suas expectativas e exigências.

Principalmente por meio das redes sociais os dias e locais para manifestações eram marcados e aconteciam simultaneamente em mais de um estado brasileiro. 

Questões sobre Movimentos Sociais 

Baixe o melhor plano de estudos gratuito que você encontrará na internet.

1 – (Unicentro) – Os novos movimentos sociais são diferentes das ações coletivas de antes por eles politizarem a esfera privada e tornarem públicas as problemáticas das minorias sociais. Assim, dentre esses movimentos, destacam-se aqueles que:

a) envolvem negros, indígenas, sem-terra e sem-teto.

b) determinam a opinião pública sobre as questões ecológicas.

c) produzem discussões locais e regionais, não abarcando questões globais.

d) desenvolvem-se a partir do controle do Estado e dos partidos políticos.

e) realizam pressão política, apoiando contestação da política econômica, e lutam por melhores salários.

2 – ENEM 2015 – Não nos resta a menor dúvida de que a principal contribuição dos diferentes tipos de movimentos sociais brasileiros nos últimos vinte anos foi no plano da reconstrução do processo de democratização do país. E não se trata apenas da reconstrução do regime político, da retomada da democracia e do fim do Regime Militar. Trata-se da reconstrução ou construção de novos rumos para a cultura do país, do preenchimento de vazios na condução da luta pela redemocratização, constituindo-se como agentes interlocutores que dialogam diretamente com a população e com o Estado.

GOHN, M. G. M. Os sem-terras, ONGs e cidadania. São Paulo: Cortez, 2003 (adaptado).

No processo da redemocratização brasileira, os novos movimentos sociais contribuíram para

a) diminuir a legitimidade dos novos partidos políticos então criados.

b) tornar a democracia um valor social que ultrapassa os momentos eleitorais.

c) difundir a democracia representativa como objetivo fundamental da luta política.

d) ampliar as disputas pela hegemonia das entidades de trabalhadores com os sindicatos.

e) fragmentar as lutas políticas dos diversos atores sociais frente ao Estado.

3 – (UERJ/2016) – “As comunidades quilombolas, que são predominantemente constituídas por população negra, se autodefinem a partir das relações com a terra, do parentesco, do território, da ancestralidade, das tradições e das práticas culturais próprias.

Estima-se que em todo o país existam mais de três mil comunidades quilombolas. O Decreto Federal nº 4.887, de 20 de novembro de 2003, regulamenta o procedimento para identificação, reconhecimento, delimitação, demarcação e titulação das terras ocupadas por remanescentes das comunidades dos quilombos.” (Adaptado de incra.gov.br)

A demarcação de terras de comunidades quilombolas é fato recente nas práticas governamentais brasileiras.

Um dos principais objetivos dessa política pública é viabilizar a promoção de:

a) aceleração da reforma agrária.

b) reparação de grupos excluídos.

c) absorção de trabalhadores urbanos.

d) reconhecimento da diversidade étnica.

4 – (UFPA/2013) – As novas tecnologias da informação e comunicação tornaram-se uma realidade nas relações sociais contemporâneas e contribuem para a maior integração das pessoas neste início do século XXI. Sobre as alterações nas práticas culturais decorrentes dessas novas tecnologias informacionais, é correto afirmar:

a) As pessoas deixaram de contatar as redes sociais já consolidadas e as substituíram por encontros presenciais realizados por meio da rede mundial de computadores.

b) As dinâmicas das culturas vinculadas à virtualidade dos meios de comunicação consolidam a cultura popular em detrimento da cultura de massa e da indústria cultural.

c) A violência urbana impede que sejam ampliadas as redes e grupos sociais tradicionalmente vinculados ao capitalismo, o que intensifica o uso convencional dos serviços dos correios.

d) A educação e a religião estão apartadas do processo de utilização de mídias eletrônicas, e isso causou o afastamento das pessoas das lutas por causas sociais mais amplas.

e)  As novas tecnologias de informação e comunicação têm sido utilizadas nas ações coletivas de pessoas envolvidas com as demandas dos movimentos sociais.

Respostas dos Questões sobre Movimentos Sociais 

Exercício resolvido da questão 1 –

c) produzem discussões locais e regionais, não abarcando questões globais.

Exercício resolvido da questão 2 –

b) tornar a democracia um valor social que ultrapassa os momentos eleitorais.

Exercício resolvido da questão 3 –

b) reparação de grupos excluídos.

Exercício resolvido da questão 4 –

e)  As novas tecnologias de informação e comunicação têm sido utilizadas nas ações coletivas de pessoas envolvidas com as demandas dos movimentos sociais.

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Gostou das nossas Questões sobre Movimentos Sociais? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador