ExercíciosPortuguês

Exercícios sobre Pronome Interrogativo COM GABARITO

Exercícios_sobre_Pronome_InterrogativoExercícios sobre Pronome Interrogativo
Domine Sisu Prouni e Fies

Pronomes Interrogativos são os utilizados para realizar perguntas diretas ou indiretas. Faça os exercícios sobre Pronome Interrogativo e Simulado Beduka para entender melhor o assunto e se dar bem nos vestibulares.

O que são Pronomes Interrogativos? 

Vamos começar entendendo o que são esses pronomes. Leia atentamente para entender e fazer os exercícios sobre Pronome Interrogativo. 

Pra começar, os pronomes interrogativos são os seguintes: 

Tabela de Pronome Interrogativo
Tabela de Pronome Interrogativo

O “qual” pode variar quanto ao número, tornando-se “quais”. O “quanto” pode variar quanto ao número e gênero, tornando-se “quanto, quanta, quantos e quantas”. “Que e Quem” são invariáveis. Os pronomes interrogativos podem ter valor de:

  • Pronome Interrogativo substantivo: É o que pergunta sobre um sujeito. 

Exemplo: 

Quem foi à reunião? 

  • Pronome Interrogativo Adjetivo: É o que pergunta sobre uma característica. 

Exemplo: 

Qual é a cor da sua gravata? 

Os pronomes interrogativos são usados para fazer frases interrogativas. Elas podem ser: 

  • Frases Interrogativas Diretas: Possuem pronome interrogativo no começo da frase e ponto de interrogação no final

Exemplo: 

Quem fará o café

  • Frases Interrogativas Indiretas: Não possuem pronome interrogativo no começo e terminam com ponto final. 

Exemplo: 

Queria saber quem fará o café. 

Eles sempre se referem à 3ª pessoa e nunca se referem a algo já mencionado como são os pronomes relativos, por exemplo. Isso porque, como se está fazendo uma pergunta supõe-se que você não sabe a resposta. 

Logo, você faz a pergunta a respeito de algo ou alguém (3ª pessoa) e o seu pronome interrogativo se referirá à resposta que você receber. Por isso, originalmente ele não se refere a nada. 

Especificações dos pronomes interrogativos

Alguns pronomes interrogativos têm características específicas. Vamos vê-las para você não se perder quando fizer os exercícios sobre pronome interrogativo. 

Pronome Interrogativo “que”

Normalmente, o pronome “que” se refere a coisas. Nesse caso ele é um pronome interrogativo substantivo. 

Exemplos: 

Que viagem é essa? 

O pronome “que” também pode ser adjetivo quando ele tem sentido de “que espécie de”. 

Exemplo: 

Que tipo de couro é esse? 

Pronome interrogativo “quem” 

Esse pronome está mais ligado a personificação. Normalmente ele pergunta sobre pessoas ou coisa personificadas. Nesse caso ele é um pronome substantivo. 

Exemplo: 

Quem vai tocar esse projeto. 

Ele pode ser um predicativo do sujeito se esse estiver no plural e se a oração conter o verbo “ser”

Exemplo: 

Você sabe quem eram?

Pronome interrogativo “qual”

Esse pronome tem a ver com seleção. Deixando a entender a presença de várias pessoas ou coisas. Geralmente usado como pronome adjetivo. 

Exemplo: 

Já escolheu quais vai levar? 

Pronome interrogativo “quanto”

Esse pronome também passa uma ideia de quantidade de coisas ou pessoas. Normalmente usado como pronome adjetivo. 

Exemplo: 

Quantos têm com você? 

Exclamação com pronomes interrogativos

Os pronomes interrogativos também podem ser usados para demonstrar exclamação. 

Exemplos: 

Que coisa chata!

Quem diria! 

Qual é cara! 

Quanta chiquesa.  

Exercícios sobre Pronomes Interrogativos 

Ok, hora dos exercícios sobre pronomes interrogativos. Faça com atenção. Faça também o Simulado Beduka e depois baixe nosso Plano de Estudos

1. (MACK) “Este inferno de amar – como eu amo! – / Quem mo pôs aqui n’alma … quem foi? / Esta chama que alenta e consome, / Que é a vida – e que a vida destrói – / Como é que se veio a atear, / Quando – ai quando se há-de apagar?” (Almeida Garret)

No texto, os pronomes eu – quem – este, são, respectivamente:

a) indefinido – pessoal – indefinido

b) pessoal – interrogativo – demonstrativo

c) pessoal – indefinido – demonstrativo

Aprenda a usar a nota do Enem

d) interrogativo – pessoal – indefinido

e) indefinido – pessoal – interrogativo

2. (TRE-AM) Assinale a alternativa que preenche corretamenteas lacunas da frase apresentada.

O funcionário ___ o chefe se dirigiu era a pessoa ___ todos confiavam.

a) para quem – em que

b) em que – com quem

c) por quem – de que

d) a quem – em quem

e) de quem – a quem

3. (EPCAR) O que é pronome interrogativo na frase:

a) Os que chegaram atrasados farão a prova?

b) Se não precisas de nós, que vieste fazer aqui?

c) Quem pode afiançar que seja ele o criminoso?

d) Teria sido o livro que me prometeste?

e) Conseguirias tudo que desejas?

4-(CONSULPLAN) 

Trapezista

      Querida, eu juro que não era eu. Que coisa ridícula! Se você estivesse aqui – Alô? Alô? – olha, se você estivesse aqui ia ver a minha cara, inocente como o Diabo. O quê? Mas como, ironia? “Como o Diabo” é força de expressão, que diabo. Você acha que eu ia brincar numa hora desta? Alô! Eu juro, pelo que há de mais sagrado, pelo túmulo de minha mãe, pela nossa conta no banco, pela cabeça dos nossos filhos que não era eu naquela foto de carnaval no Cascalho que saiu na Folha da Manhã. O quê? Alô! Alô! Como é que eu sei qual é a foto? Mas você não acaba de dizer… Ah, você não chegou a dizer… ah, você não chegou a dizer qual era o jornal. Bom, bem. Você não vai acreditar mas acontece que eu também vi a foto. Não desliga! Eu também vi a foto e tive a mesma reação. Que sujeito parecido comigo, pensei. Podia ser gêmeo. Agora, querida, nunca, em nenhum momento, está ouvindo? Em nenhum momento me passou pela cabeça a ideia de que você fosse pensar — querida, eu estou até começando a achar graça —, que você fosse pensar que aquele era eu. Por amor de Deus. Pra começo de conversa você pode me imaginar de pareô vermelho e colar havaiano, pulando no Cascalho com uma bandida em cada braço? Não, faça-me o favor. E a cara das bandidas! Francamente, já que você não confia na minha fidelidade, que confiasse no meu bom gosto, poxa! O quê? Querida, eu não disse “pareô vermelho”. Tenho a mais absoluta, a mais tranquila, a mais inabalável certeza que eu disse apenas “pareô”. Como é que eu podia saber que era vermelho se a fotografia não era em cores, certo? Alô? Alô? Não desliga! Não… Olha, se você desligar está tudo acabado. Tudo acabado. Você não precisa nem voltar da praia. Fica aí com as crianças e funda uma colônia de pescadores. Não, estou falando sério.

      Perdi a paciência. Afinal, se você não confia em mim não adianta nada a gente continuar. Um casamento deve se… se… como é mesmo a palavra?… se alicerçar na confiança mútua. O casamento é como um número de trapézio, um precisa confiar no outro até de olhos fechados. É isso mesmo. E sabe de outra coisa? Eu não precisava ficar na cidade durante o carnaval. Foi tudo mentira. Eu não tinha trabalho acumulado no escritório coisíssima nenhuma. Eu fiquei sabe para quê? Para testar você. Ficar na cidade foi como dar um salto mortal, sem rede, só para saber se você me pegaria no ar. Um teste do nosso amor. E você falhou. Você me decepcionou. Não vou nem gritar por socorro. Não, não me interrompa.

      Desculpas não adiantam mais. O próximo som que você ouvir será do meu corpo se estatelando, com o baque surdo da desilusão, no duro chão da realidade. Alô? Eu disse que o próximo som… que… O quê? Você não estava ouvindo nada? Qual foi a última coisa que você ouviu, coração?

      Pois sim, eu não falei — tenho certeza absoluta que não falei — em “pareô vermelho”. Sei lá que cor era o pareô daquele cretino na foto. Você precisa acreditar em mim, querida. O casamento é como um número de…

      Sim. Não. Claro. Como? Não. Certo. Quando você voltar pode perguntar para o… Você quer que eu jure? De novo? Pois eu juro. Passei sábado, domingo, segunda e terça no escritório. Não vi carnaval nem pela janela. Só vim em casa tomar um banho e comer um sanduíche e vou logo voltar para lá. Como? Você telefonou para o escritório. Meu bem, é claro que a telefonista não estava trabalhando, não é, bem. Ha, ha, você é demais. Olha, querida? Alô? Sábado eu estou aí. beijo nas crianças. Socorro. Eu disse, um beijo.

(In: Veríssimo, L. F. As mentiras que os homens contam. São Paulo, Objetiva: ????.)

Assinale a alternativa que classifica corretamente a função da palavra destacada na frase recortada.

a) É isso mesmo.” (2º§) – pronome demonstrativo.

b) “[…] como é mesmo a palavra?” (2º§) – pronome interrogativo.

c) “Você telefonou para o escritório.” (5º§) – pronome pessoal do caso reto.

d) “Afinal, se você não confia em mim não adianta nada a gente continuar.” (2º§) – conjunção coordenativa.

5-(CESGRANRIO) Na sentença “Sabe por quê?” (L. 5, Texto I), a palavra destacada é um pronome interrogativo. Em qual das sentenças há também pronome interrogativo?

a) O portão por que você passou quebrou.

b) O porquê da escola é ensinar.

c) O motivo por que não vou à cidade é particular.

d) Eu vou à cidade porque me pediram.

e) Gostaria de saber por que você não quer ir ao cinema.

Respostas dos Exercícios sobre Pronome Interrogativo 

Exercício resolvido da questão 1 –

b) pessoal – interrogativo – demonstrativo

Exercício resolvido da questão 2 –

d) a quem – em quem

Exercício resolvido da questão 3 –

b) Se não precisas de nós, que vieste fazer aqui?

Exercício resolvido da questão 4 –

a) “É isso mesmo.” (2º§) – pronome demonstrativo.

Exercício resolvido da questão 5 –

e) Gostaria de saber por que você não quer ir ao cinema.

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Gostou dos nossos Exercícios sobre Pronome Interrogativo? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Faça sua nota trabalhar

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador