Dicas

O Novo Ensino Médio explicado de forma simples e completa!

O novo ensino médio explicado de forma completa e simples tire as principais duvidas quando oque muda materiasO Novo Ensino Médio explicado de forma completa e simples: respostas paras 9 principais dúvidas!
Simulado Beduka

Você é aluno, irmão, mãe, professor ou um antenado às novidades? Bem, todos nós ouvimos discussões sobre o Novo Ensino Médio já faz algum tempo… Pensando em te ajudar, nós consultamos as publicações do governo e as notícias de diferentes páginas. Agora, você pode ler um artigo completo sobre o tema, ver a resposta para as 9 dúvidas mais comuns e formar suas próprias conclusões!

Neste resumo, você encontrará todos os tópicos abaixo. Se quiser, clique em um deles para ir diretamente ao conteúdo:

  1. O que é o Novo Ensino Médio?
  2. O que vai mudar com a Reforma do Ensino Médio?
  3. Como será a carga horária?
  4. Como ficará a estrutura do currículo escolar?
  5. Então o Novo Ensino Médio exclui algumas matérias?
  6. A partir de quando essa reforma passa a valer? Cronograma!
  7. Como ficará o Enem depois da Reforma do Ensino Médio?
  8. O que é o Sistema de Crédito do Novo Ensino Médio?
  9. Vantagens, desvantagens, críticas e posicionamentos!

#1 O que é o Novo Ensino Médio?

O Novo Ensino Médio é simplesmente uma reforma que acontecerá nessa etapa escolar. Isso significa que os alunos que cursam do 1° ao 3° ano do Ensino Médio irão perceber algumas mudanças acontecendo nos próximos anos.

Calma! Já sabemos que estão surgindo milhares de perguntas na sua cabeça. No próximo tópico nós te contamos quais são essas mudanças, quando acontecerão e tudo o mais.

Vamos só entender mais um ponto importante: 

O Novo Ensino Médio irá acontecer em todo o nosso país, porque foi uma decisão do Governo Federal. 

Lá em 2017, o então presidente do Brasil instituiu uma medida provisória sobre isso, por isso, essa discussão é tão antiga. Agora, essa medida foi analisada, votada e aceita. Então passou a valer como a Lei nº 13.415/2017.

Por isso, essa discussão foi reacesa com tanto vigor bem agora: tudo ficou oficial e é definitivo! 

Entendido até aqui? Ok, vamos continuar!

  • O Beduka também está no Instagram. Lá, nós te avisamos sobre as principais datas de cada programa universitário, postamos mais de 200 resumos e ainda tem os stories para conferir. Segue a gente lá!

#2 O que vai mudar com a Reforma do Ensino Médio?

As principais mudanças do Novo Ensino Médio estão relacionadas à quantidade de horas na escola e à disposição das matérias. Isso significa que os alunos passarão um tempo a mais, mas terão flexibilidade para escolher como os assuntos se organizarão.

Pode parecer pouca coisa, mas isso muda tudo! A nova lei que citamos acima, alterou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB). Essa segunda lei é a que rege a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Ou seja, a base da educação em todo o país será regida por novos princípios. Então, mesmo que pareça ter mudado “só duas coisas”, essa dupla de mudanças influencia em todos os detalhes da vida escolar.

  • Até agora parece tudo muito teórico e abstrato né? Chega de papo, vamos te mostrar exatamente quais serão as mudanças, com exemplos práticos:

#3 Como será a carga horária do Novo Ensino Médio?

O nome pode ser feio, mas a definição é simples: carga horária é a quantidade de tempo que os alunos devem estar fazendo alguma atividade computada pela instituição de ensino.

Antes de toda essa novidade, a carga horária normal para o Ensino Médio era de 2.400 horas totais. Isso equivale a 800 horas em cada um dos três anos.

Parece muito né? Com a reforma fica um pouco maior…

Agora serão 3.000 horas totais, ou seja, 1.000 h para cada ano.

Pode ficar tranquilo, uma coisa continua a mesma: esses valores serão divididos em 200 dias letivos, como já era antes. 

Isso significa que suas férias e fins de semana estão salvos! Só os seus dias letivos que serão um pouco maiores. A ideia é que, aos poucos, todas as escolas de Ensino Médio tenham um ensino em tempo integral.

#4 Como ficará a estrutura do currículo com a reforma?

Bem, já te dissemos que os três anos do Ensino Médio devem totalizar 3.000 horas. É com base nisso que a estrutura do currículo será formada, assim:

Dessas três mil horas, deve haver até 1.800h que serão usadas para estudar as matérias da BNCC. Ou seja, tudo aquilo que já é comum ser cobrado nas 4 áreas do conhecimento (Linguagens, Humanas, Natureza e Matemática).

Se você fizer as contas, restam 1.200h, que serão usadas segundo a escolha do aluno. Sim, eles poderão escolher um itinerário formativo para se aprofundar e se dedicar!

Opa, você deve estar se perguntando:

O que são os itinerários formativos?

Itinerários formativos são um conjunto de habilidades, competência, disciplinas, projetos, oficinas e núcleos de estudo relacionados a um tema. Essa é a parte flexível, que o aluno escolherá para se aprofundar.

Há cinco opções disponíveis:

  • Linguagens e suas Tecnologias;
  • Matemática e suas Tecnologias;
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias;
  • Ciências Humanas e Sociais Aplicadas;
  • Formação Técnica e Profissional (FTP).

(esse vídeo é apenas para você ver um exemplo concreto de como será, mas não temos nenhuma parceria com essas instituições!)

#5 Então o Novo Ensino Médio exclui matérias?

Não, muito pelo contrário! 

Segundo a proposta atual da BNCC, aprovada pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), a ideia é que todos os conteúdos tradicionais permaneçam sendo vistos, mas com outra perspectiva.

Não haverá mais aquele modelo de provas complexas para todas as matérias. Haverá o estudo da parte básica de todas elas e o desenvolvimento de suas habilidades e competências. Além disso, o aluno escolherá em qual se aprofundar. 

Também tem um acréscimo: agora há a possibilidade de se graduar em um técnico ao mesmo tempo em que se estuda no Ensino Médio. Assim, o estudante já sai com algumas habilidades profissionais.

Como ficará a oferta de educação física, arte, sociologia e filosofia? E língua portuguesa e matemática?

Segundo a LDB, será obrigatório o ensino de Matemática e Português durante todos os três anos. 

Já as práticas de educação física, arte, sociologia e filosofia serão incluídos naquelas 1.800 horas dedicadas à BNCC.

Tudo isso independente das áreas de escolha dos alunos, que estão dentro da outra faixa de 1.200h.

  • Você já conhece o nosso Simulado Enem Gratuito? Ele pode ser personalizado com as matérias que você quiser!

#6 Quando a Reforma do Ensino Médio entra em vigor?

Algumas escolas já vêm adaptando suas matrizes escolares, mas essa foi uma opção própria. 

A Lei é clara: a partir do ano de 2022, todas as redes de ensino (públicas e privadas) deverão acatar obrigatoriamente essas mudanças.

É importante ressaltar: segundo o governo, essa implementação será feita de forma progressiva. Eles reconhecem que nem todas as instituições têm os mesmos recursos para fazer tudo ao mesmo tempo. 

Tem até uma agenda com anos e metas:

Cronograma de implementação da Reforma do Ensino Médio

  • No ano de 2021: aprovação do plano de reforma, circulação dos documentos e início da formação dos professores e profissionais da educação;
  • No ano de 2022: colocar o plano em prática no 1º ano do ensino médio;
  • No ano de 2023: colocar o plano em prática no 2º ano do ensino médio;
  • No ano de 2024: colocar o plano em prática no 3º ano do ensino médio;
  • Nos anos de 2022 a 2024: monitoramento das mudanças e continuar aplicando formações aos professores e profissionais da educação.

Você pode ler tudo na íntegra por meio da portaria publicada pelo Diário Oficial da União.

#7 Como ficará o ENEM com a implementação do Novo Ensino Médio?

A Lei do Novo Ensino Médio não trata especificamente do ENEM, então não tem uma resposta oficial. 

O mais provável é o seguinte: o MEC sabe que o Enem deve estar de acordo com a BNCC. Então, se houver mudanças, elas devem acontecer nos próximos anos e feitas também de forma gradual.

Alguns dizem que não mudará drasticamente, porque o Enem já é uma prova dividida por áreas de conhecimento e que avalia competências e habilidades. Então já há uma semelhança com as mudanças que serão feitas. Vai saber!

O que nós podemos dizer com certeza é que vem aí uma nova modalidade de vestibular: o Enem Seriado.

#8 O que é o sistema de crédito?

Por fim, muitas pessoas se perguntaram o que eram aqueles créditos que estão escritos nos documentos, junto a carga horária.

Pouco se falou sobre isso, mas a idéia é a seguinte:

Quando o aluno escolhe um itinerário formativo técnico e profissionalizante, ele terá acesso a conteúdos mais profundos. Dependendo da pontuação que tiver, ele ganhará créditos que podem ser usados para reduzir algumas matérias da faculdade (se o curso tiver a ver)!

#9 Vantagens, desvantagens, críticas e posicionamentos!

A proposta do Novo Ensino Médio surgiu depois que muitos estudiosos perceberam que a maioria dos índices educacionais brasileiros só caem. Quando não caem, permanecem estagnados lá embaixo. 

Além disso, os índices de evasão escolar (gente saindo da escola), desinteresse e desmotivação tem crescido muito. Fora os dados que o Anuário Brasileiro da Educação Básica 2020 trazem sobre os poucos pobres que concluem essa etapa educacional.

Tudo isso tem ocorrido significativamente nos últimos 10 anos!

Um último fato curioso é que, segundo a OCDE, o Brasil é o 3° país que mais investe o PIB (dinheiro) na educação. Então essa não poderia ser a causa.

O diagnóstico dado foi que o problema estaria no modelo de ensino.

Sendo assim, as novas mudanças apostam na autonomia das instituições e dos alunos. O ideal é que elas adaptem o conteúdo oferecido de acordo com as disponibilidades locais e os interesses dos seus alunos.

A intenção é promover um ensino alinhado aos desafios de um mercado de trabalho dinâmico. O estudante não terá pressa em sair do Ensino Médio para trabalhar, já que poderá optar por sair de lá com uma formação profissionalizante.

Outro benefício seria focar mais nas aulas práticas, oficinas, cursos e menos naquela coisa só teórica.

Porém, surgem também as críticas:

Alguns rejeitam a proposta alegando que o ideal é até bom, mas que na prática seria prejudicial. Isso porque o Brasil possui uma desigualdade social enorme e um território de dimensões continentais para ser transformado.

Assim, dar autonomia às instituições e alunos faria com que a maioria ficasse desamparada. A tendência seria que grande parte usaria suas escolhas para perpetuar a realidade em que vivem, já que estão habituados a ela e não há ninguém para mostrar além.

  • E você, o que pensa sobre isso? Conta pra gente nos comentários!

Gostou de conhecer mais sobre o Novo Ensino Médio? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o vestibular da melhor maneira!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Simulado Beduka

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador