X

O que é Poema Visual? Definição, tipos e exemplos!

O que é Poema Visual? Entenda tudo o que é importante sobre o assunto!

Poesia visual é uma expressão poética informal que valoriza os efeitos visuais, ou seja, sua estrutura forma imagens. Essa imagens completam o sentido do poema, dando maior expressividade e podendo combinar-se com outras linguagens artísticas. Descubra todos os detalhes e tipos sobre o que é Poema Visual!

Neste artigo sobre o que é Poema Visual, você encontrará todos os tópicos abaixo, com explicações e exemplos detalhados. 

Se quiser, clique em um tema para ir diretamente ao conteúdo:

  1. O que é Poema Visual? (definição e explicação).
  2. Origem e história da Poesia Visual.
  3. Tipos de poemas visuais.
  4. Poesia Concreta.
  5. Poema Cinético.
  6. Poesia Fônica.

O que é Poema Visual?

Os Poemas Visuais, como o próprio nome diz, são produções literárias em que as imagens, formas e tudo o que é capaz de ser captado pela visão; ganham destaque.

Como se fala em percepções visuais, muitas coisas podem ser incluídas e não se proíbe a mistura com outras linguagens. 

Quando pensamos em poesia, comumente vem à cabeça um texto todo modelado, formal e perfeitinho. De fato isso é um estilo de poesia, mas não é o único que existe.

Um dos principais intuitos da poesia é a expressão humana, independente do formato com que é apresentado. Por isso mesmo, a poesia visual utiliza de recursos não-formais para expressar as mais diversas situações.

Assim, pode haver poemas com efeitos de sonoridade, movimento ou até ausência de linguagem verbal. Mas não existe uma estrutura padrão, o autor é livre para escolher quais recursos quer utilizar.

Origem e história da Poesia Visual

A poesia visual ganhou destaque internacional apenas na época do Modernismo, ou seja, foi algo bem recente.

Este movimento literário surgiu após as vanguardas europeias, que revolucionaram o modo de se fazer arte, seja na música, pintura ou literatura. 

Esses movimentos foram pensados de forma a romper com os padrões formais das artes que já haviam sido produzidas. Assim, logo após o Modernismo, as formas de poesia visual ganharam força, pois são uma forma de expressão livre.

Surpreendentemente, o Poema Visual mais antigo que se tem conhecimento é anterior ao ano 0: A obra “ O ovo” de Simmias de Rodes (300 a.C.) é uma forma de poema em que discorre sobre o ovo e que o poema foi feito no formato de um ovo.

Este poema era uma espécie de caligrama (poema em que o formato corresponde ao objeto-tema).

Não se sabe o motivo dessa forma literária não ter sido reproduzida por outros artistas de sua época. Sabe-se que ela foi esquecida e retomada relevantemente apenas no Modernismo.

Tipos de Poemas Visuais

Como foi dito, o Poema Visual é a forma de se expressar em que os elementos visuais são destaque, mas pode-se misturar com diversas outras linguagens.

Sendo assim, pode-se agrupar tipos de poesias visuais que apresentam características em comum. Esses agrupamentos não são os únicos existentes, mas os mais comuns, veja:

Poesia Concreta

Esse tipo de poesia surgiu junto com o resgate da poesia visual, por isso, muitas vezes são confundidas ou tidas como sinônimo. Contudo, a poesia concreta originalmente é um tipo de poesia visual em que o uso da linguagem verbal é essencial. 

Surgiu inicialmente na Europa e chegou ao Brasil em 1956, durante um evento arranjado que se chamava “Exposição Nacional de Arte Concreta”, no Museu de Arte Moderna de São Paulo.

O uso da linguagem verbal e não-verbal, ausência de verso e estrofe, ausência do eu lírico e os aspectos geométricos são uma de suas principais características.

Poesia Cinética

A palavra “cinética” significa movimento. Portanto, este tipo de poesia visual, valoriza a criação e efeitos de movimento. Assim, os elementos gráficos são dispostos de uma forma que causem impressão de ação e velocidade.

Os poemas costumam ser criados para serem lidos e, a partir da leitura, criam na mente do leitor uma cena. A poesia cinética vai além disso, sua própria estrutura já é um efeito físico e palpável, ela não serve apenas para ser lida, mas para ser vista em si.

Entre os tempos 2:10 e 4:30 , há um belo exemplo de poesia cinética. Assista o vídeo inteiro para completar seu conhecimento sobre o que é Poesia Visual!

Poesia Fônica

Na França, a partir de 1962, o poeta Pierre Garnier cria um movimento chamado “Espacialismo”, que valorizava os aspectos visuais e sonoros como centrais. Ou seja, ele propunha uma poesia “para ver-se” e outra para “ouvir-se”.

Esta “poesia sonora” tem suas raízes nas vanguardas históricas, no dadaísmo (arte nonsense).

  • Se você gostou de conhecer sobre os poemas visuais, saiba que você mesmo pode criar um da forma que quiser, basta deixar a criatividade fluir!
  • Se gostou da leitura, visite páginas nas redes sociais (como o Pinterest) para mais leituras divertidas!

Gostou do nosso artigo sobre o que é Poema Visual? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Categorias: Literatura
Redação Beduka: