Literatura

O que é poesia concreta? Fique por dentro de todos os detalhes: definição, história, elementos e exemplos divertidos!

O que é poesia concretaO que é poesia concreta!

A poesia concretista pertence ao Concretismo, movimento que alimentou a ideia de ruptura com as produções formais. Bebendo das vanguardas, desenvolveu traços próprios: poemas que formam imagens, trocadilhos, geometrização e até abolição da estrutura verso-estrofe. Descubra conosco todos os detalhes sobre o que é poesia concreta!

Neste artigo sobre o que é poesia concreta, você encontrará:

  1. O que é poesia concreta: definição, origem e contexto histórico
  2. Tipos e características do poema concreto
  3. Exemplos e análises de poema concretista
  • Estudando para a prova? Simulado online e gratuito de qualidade é só no Beduka! Você pode até personalizar com as matérias que preferir!

O que é poesia concreta

A poesia concretista é o produto do movimento literário chamado Concretismo. Por isso, antes de compreender suas características, precisamos compreender o movimento: como surgiu, onde, porquê, como chegou aqui, etc.

Contexto histórico

O-que-é-poesia-concreta-exemplo-1

No período de 1914-1945, o mundo vivia os horrores das Guerras mundiais (Primeira e Segunda) e depois a Guerra Fria. Esse contexto conturbado gerou vários sentimentos: revolta, insegurança, patriotismo, crítica, esperança, raiva, desespero, sofrimento, etc. Assim, também refletiram na arte.

O Modernismo surgiu após as vanguardas europeias, movimentos que revolucionaram o modo de se fazer arte. Representavam o espírito de pluralidade, contestação do tradicional, e liberdade ilimitada. Foram pensados de forma a romper com os padrões formais das artes que já haviam sido produzidas.

Eles queriam que a arte fosse mais intensa ao expressar essas emoções e que cada um pudesse representá-la de forma livre.  Nesse contexto plural, várias correntes novas foram se formando na Europa, dentre elas, o Concretismo.

No Brasil, o presidente era Juscelino Kubitschek,que transferia a capital do Rio de Janeiro para Brasília, investia em maquinários, modernos eletrodomésticos, automóveis e tudo quanto simbolizava progresso. Seu famoso lema era “50 anos em 5”, mostrando sua pretensão em avançar com o país.

Contudo, esse progresso acelerado não abrangeu toda a população, fazendo com que os índices de desigualdade social crescessem. Era um perfeito cenário para propagação de ideais revolucionários, inclusive no âmbito cultural e artístico.

Origem do Concretismo brasileiro

o-que-é-poesia-concreta-exemplo-3

Em 1952, o grupo Noigrandes – liderado por Décio Pignatari e os irmãos Augusto e Haroldo Campos – publicou a primeira revista de ideias Concretistas no Brasil. 

Era um contraponto da nova produção poética proposta, porque a via como subjetiva demais, muito emotiva. Concordavam com a ausência de formalidades, pois a arte era toda revolucionária, mas queriam que refletisse o progresso e a crítica, de forma prática e objetiva.

Em 1956 houve a Exposição Nacional de Arte Concreta em São Paulo, na qual a poesia concretista foi consolidada como uma nova vertente da literatura brasileira. Em 1961, o poema concretista paulista assume sua postura revolucionária, citando poetas russos: “sem forma revolucionária não há arte revolucionária”

Aí surge a característica mais marcante do poema concreto, a desconstrução da estrutura. Vejamos quais são as outras no tópico a seguir!

Características

A distribuição gráfica das palavras são utilizadas para criar formas, fazer paronomásias (trocadilhos) e criar uma imagem visual da mensagem que se quer passar. Por este motivo, também é chamada de poema-objeto.

Veja outras características:

  • Uso da linguagem verbal e não-verbal
  • Experimentalismo poético
  • Poesia Visual (feitos gráficos, sonoros e semânticos)
  • Aspectos geométricos
  • Supressão da estrutura clássica de verso e estrofe
  • Desaparecimento do eu-lírico (símbolo da subjetividade)
  • Racionalismo
  • Uso de neologismos e termos estrangeiros
  • Decomposição das palavras
  • Possibilidade de múltiplas leituras.
  • Rejeição ao formalismo e academicismo
o-que-é-poesia-concreta-exemplo-4

Tipos e tendências de poemas concretos

A expressão por meio dos aspectos visuais era comum a todas as poesias concretas. No entanto, houve particularidades que diferenciam as intenções e temáticas:

  • Poesia social: Tinham como foco a inclusão de uma linguagem simples e de temas direcionados à realidade social. Artistas como Ferreira Gullar e Thiago de Mello foram exemplos dessa tendência.
  • Tropicalismo: movimento influenciado pela música modernista da década de 60, que retomava as propostas de Oswald de Andrade com o Manifesto Antropófago e adotou o pensamento de aproveitar qualquer cultura.
  • Poesia Marginal: surgiu na década de 70 e tem esse nome porque não possuía vínculos com editoras ou distribuidoras para edição e/ou publicação. Era uma  produção independente, à margem da grande mídia e das classes altas.
  • Poesia-Práxis: adotava a palavra como um organismo vivo, capaz de gerar novos organismos vivos, ou seja, novas palavras. O principal representante era Mário Chamie.

Análises dos poemas concretistas e autores famosos

No Brasil, os principais autores de poesias concretistas foram Arnaldo Antunes, Ferreira Gullar, Haroldo e Augusto de Campos e Décio Pignatari. Suas obras são as mais comuns de serem cobradas nas provas.

Muitas vezes essas artistas utilizavam de suas obras para tecer críticas, denunciar situações. Existe um infinidade de intenções por trás de quem escreve. Vejamos:

1)

o-que-é-poesia-concreta-exemplo-5

Esta poesia utiliza da palavra “luxo” para escrever “lixo”, ou seja, pode ser interpretada como crítica ao excesso de consumo por parte de pessoas que buscam luxo e não se dão conta de que tudo virará lixo ao final.

2)

o-que-é-poesia-concreta-exemplo-6

Nesta época, houve uma explosão de vendas da bebida norte americana, no Brasil. Símbolo do capitalismo norte americano e muitas vezes comprada pelo excesso de publicidade, é um ponto de partida perfeita para crítica.

Neste poema, uma possível interpretação é que Décio descreve o caminho que a bebida faz ao ser ingerida (babe remete à boca e cloaca é a parte final do trato digestório de aves), mostrando que é uma como qualquer outra. 

3)

o-que-é-poesia-concreta-exemplo-7

É possível observar algumas influências de diferentes vanguardas, como a geometrização das formas (cubismo), valorização do progresso e movimento (futurismo), afronta aos padrões tradicionais e livre expressão do autor, ainda que não faça sentido (surrealismo), dentre outros.

Uma possível interpretação é que o autor retrata a intensidade dos avanços industriais que ocorriam no país, de forma objetiva e incomum.

  • Visite páginas nas redes sociais (como o Pinterest) para ver mais poemas! 

Gostou do nosso artigo sobre o que é poesia concreta? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador