GeografiaMatérias

O que é política econômica?

o que é política econômicaO que é política econômica?

A política é o meio por excelência de conduzir a sociedade. Por isso, está presente em diversas áreas da vida comunitária, inclusive na economia. Abaixo, explicamos como é esta relação entre as duas áreas para você entender direitinho o que é política econômica.

Para ir direto à parte que você deseja, clique em algum dos tópicos:

Quando você terminar a leitura sobre o que é política econômica, que tal testar seus conhecimentos no Melhor Simulado Enem do Brasil?

O que é política econômica? (DEFINIÇÃO)

Política econômica é o conjunto de medidas tomadas pelo governo com o objetivo de produzir impacto na situação econômica de uma localidade. Ou seja, é a forma de se conduzir economicamente uma região.

Essas medidas podem ser comunitárias, estaduais, nacionais ou internacionais. E os seus atores serão os agentes de governo, o Banco Central, os bancos e entidades multinacionais, visto que a maioria das economias atuais se encontram globalizadas.

No caso do Brasil, duas figuras-chave para determinar a política econômica são o ministro da economia e o presidente do Banco Central, para as políticas econômicas nacionais.

Quais são os principais objetivos da política econômica?

Os principais objetivos da política econômica são manter o equilíbrio da economia e promover o seu crescimento sustentável, a fim de garantir o bem-estar da sociedade.

Eles podem ser atingidos por meio do controle da inflação, da geração de empregos, da estabilização da moeda ou da taxa de juros.

Essas ações dependerão do tipo de governo, pois os governantes podem divergir no que seria mais apropriado de fazer durante seu mandato. Assim, um governo pode ter foco em controlar a inflação, mas o posterior entender que a geração de emprego é mais urgente.

São mais de 200 resumos gratuitos no Instagram do Beduka. Aproveite!

Como as políticas econômicas são classificadas?

As políticas econômicas podem ser classificadas seja pela forma de aplicação, seja pela modalidade.

Aplicação 

  • Política Alocativa: por meio dessa política se busca melhorar a alocação dos recursos para aumentar a eficiência da economia.
  • Política distributiva: por meio dessa política se busca diminuir a desigualdade social a partir do melhoramento da distribuição de renda.
  • Política estabilizadora: por meio dessa política, se busca controlar alguns indicadores, como da hiperinflação, para estabilizar a economia.

Modalidade

  • Expansionista: esta modalidade se refere à contribuição do governo no crescimento econômico, por meio de incentivos para a produção e o consumo. 
  • Estrutural: esta modalidade se refere à modificação da estrutura econômica a longo prazo. 
  • Conjuntural: esta modalidade se refere à administração de situações de curto prazo.

Conheça as 10 melhores faculdades de economia do Brasil.

Quais são os instrumentos da política econômica?

Os instrumentos das políticas econômicas são três: 

  • política monetária; 
  • política fiscal;
  • política cambial.

Política monetária

Por meio desta política se controla a quantidade de dinheiro em circulação na região. O objetivo é controlar a inflação, ou seja, provocar ou impedir o aumento generalizado dos preços dos produtos.

Assim, essa política pode ser feita de duas maneiras:

  • Expansionista: ocorre quando o governo injeta dinheiro na economia, para estimular o consumo. Assim, as demandas crescem acima das ofertas, elevando os preços.
  • Contracionista: ocorre quando o governo busca desestimular o consumo para que os preços baixem. Geralmente são feitas com a elevação das taxas de juros.

Política Fiscal

Esse instrumento visa equilibrar as receitas e os gastos do governo, já que não se pode gastar mais do que se arrecada.

No entanto, mesmo com receitas enormes, o déficit na balança é algo muito comum. Isso leva o governo a criar mais impostos ou a aumentar a alíquota dos que já existem.

Há também a possibilidade de se estabelecer certas medidas de austeridade e cortes de gastos. Isso aconteceu no Brasil por meio da emenda constitucional que instituiu o teto de gastos com educação e saúde em 2016.

Política Cambial

Com esse instrumento se procura regular as taxas de câmbio de uma região a fim de equilibrar o funcionamento da economia.

Isso se realiza por uma série de medidas. No Brasil, onde a taxa de câmbio é flutuante, geralmente se faz a compra e a venda de dólares para garantir que a nossa moeda não se desvalorize.

Quando o câmbio é flutuante, a taxa é definida pelo mercado. Este, por meio de compra e venda de qualquer moeda internacional, regula o seu valor. Para evitar a desvalorização acentuada do real, o Banco Central participa neste mecanismo.

O dólar se tornou a moeda de maior importância internacional, desde que a compra de petróleo passou a ser realizada somente com ele. Assim, ele é a principal moeda de transações no mundo.

Quando a moeda nacional está muito desvalorizada e o dólar alto, os produtores tendem a exportar seus produtos. Isso faz a inflação aumentar devido à escassez.

Por isso, o Banco Central compra e vende dólares diariamente garantindo que o real não desvalorize ao ponto de a nação sofrer os efeitos inflacionários.

Gostou do nosso artigo sobre o que é política econômica? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador