Blog do Beduka | Matérias resumidas, Dicas e Exercícios Enem
BiologiaExercícios

Os 5 melhores Exercícios Sobre Crise Hídrica com Gabarito

Os 5 melhores Exercícios Sobre Crise Hídrica com GabaritoOs 5 melhores Exercícios Sobre Crise Hídrica com Gabarito

O tema Crise Hídrica envolve vários campos do saber e por isso é considerado um tema interdisciplinar. Você sabe quem adora cobrar temas interdisciplinares? O ENEM e demais vestibulares! Por isso, leia o resumo, teste seus conhecimentos com os exercícios sobre Crise Hídrica e confira suas respostas com o gabarito!

Quer seguir diretamente para alguma parte do texto? Clique em um dos tópicos abaixo:

Você precisa de ajuda para organizar seus estudos? Acesse o plano de estudos Beduka e se planeje da melhor maneira possível!

O que é a Crise Hídrica?

A Crise Hídrica é um fenômeno relacionado à falta de água nos centros de abastecimento e reservatórios. Instalações essas, que são utilizadas para distribuir os recursos para a população. 

Este é um tema interdisciplinar, abordando conceitos das Ciências Humanas e das Ciências Naturais, em especial de Geografia e Biologia.

Para entender a Crise Hídrica é necessário estar ligado aos seguintes tópicos:

  • Disponibilidade de água por região
  • Infraestrutura de abastecimento e reutilização
  • Aumento da população e, consequentemente, aumento da demanda
  • Degradação ambiental

Todos esses pontos estão interligados de uma certa maneira, fazendo com que as medidas para solucionar o problema sejam extremamente complexas. Iremos explicar cada um desses pontos nos próximos tópicos, fique ligado!  

Quais as causas da Crise Hídrica?

Existem várias razões para que uma região passe por uma situação de Crise Hídrica. Por incrível que pareça, essa situação vai além da falta de chuvas e de cursos de água doce próximos às populações, e você vai entender o porquê disso agora! 

Vamos aprofundar em cada um dos pontos a seguir:

Disponibilidade de água por região:

Vamos pensar no clima e nas condições climáticas de cada região. Vocês sabem que existem regiões mais secas e regiões mais úmidas, isso se deve às condições hidrográficas daquele lugar. Vamos fazer uma comparação!

Pense comigo:

 A Região Amazônica possui uma vasta quantidade de rios e regiões alagadas, enquanto o clima semiárido da Região Nordeste possui uma quantidade inferior desses recursos. Logo, a disponibilidade de água nessas regiões é diferente, o que afeta a distribuição.

Mas não é só isso!

Se pensarmos no ciclo da água, lembraremos de um ponto muito importante: a chuva. É necessário calcular o índice pluviométrico (quantidade de chuva) daquela região e se ela possui capacidade de captar essa água.

Pensando nessa capacidade de captar água, entramos no ponto da importância da infraestrutura da região. Não adianta ter muita água disponível e não ter capacidade de distribuí-la para a população.

Por outro lado, em regiões mais secas, ter uma boa infraestrutura pode auxiliar na melhor utilização do recurso e diminuir o desperdício. Gestão de recursos, lembre-se disso!

  • Para saber mais sobre esse tema é importante entrarmos em alguns conceitos da Geografia, acesse nosso resumo sobre Hidrografia!

Aumento da População:

Existem mais pessoas no mundo hoje do que existia a 100 anos atrás! Se ocorreu aumento da população, ocorreu aumento da demanda. Isso faz com que a gestão dos recursos hídricos seja ainda mais essencial para evitar as crises hídricas.

Sobre o aumento da demanda, para quais atividades utilizamos os recursos hídricos? Apenas atividades domésticas? Com certeza não!

A água é utilizada tanto em atividades domésticas, quanto em atividades industriais e do ramo da agropecuária. E aqui entramos em um conceito interessante que pode aparecer para você nos vestibulares: Pegada Hídrica.

Pegada Hídrica é o volume de água utilizado na fabricação de determinado produto. Essa quantidade é a soma do que foi gasto ao longo de toda a produção, considerando tanto a produção, quanto o que é gasto nos demais processos relacionados. Por exemplo:

Para medir a pegada hídrica de 1kg de carne bovina, você considera quanto o boi bebeu de água ao longo da vida. Some isso à quantidade de água que foi utilizada na produção do pasto e da ração, além de outros serviços durante a criação do animal.

Recapitulando:

O aumento da população faz com que se gaste mais água e isso também aumenta a importância de uma boa gestão desses recursos. Contudo, como está o meio ambiente no meio dessa confusão toda e com o aumento da população?

Degradação ambiental:

Chegamos na parte mais próxima ao conteúdo de Biologia! De todo modo, iremos abordar como as ações antrópicas (ações humanas) degradam o meio ambiente e provocam/agravam a crise hídrica de determinada região. 

Vamos puxar um gancho a partir das questões climáticas que já comentamos. Em todas as regiões, existe um ecossistema com uma relação muito íntima com as condições climáticas. Tanto que se afetarmos um, também afetamos o outro.

Alterações no ecossistema podem provocar grandes alterações no índice pluviométrico, no escoamento superficial, na absorção de água pelo solo e nas taxas de evapotranspiração. 

Não entendeu essas palavras complicadas? Vamos tentar resumir em uma frase:Todo o ciclo hidrológico pode ser comprometido!

Quais as consequências da Crise Hídrica?

Como você deve imaginar, são várias as consequências de uma crise hídrica. Por estar relacionada a diversas atividades humanas, vários setores são afetados pela falta de água em diversas regiões. São elas:

  • Falta de água para as atividades domésticas: às vezes, chega a ser necessário adotar medidas de racionamento de água para equilibrar o consumo da população.

Uma curiosidade sobre esse item. Um exemplo dessas medidas é a forma como os cariocas economizam água. A distribuição de água potável no Rio de Janeiro é tão precária que os moradores precisam estocar água em garrafinhas de plástico.  

  • Dificuldade na produção de alimentos: seja devido a falta de chuvas ou ausência de água para a irrigação adequada.
  • Comprometimento da produção de energia elétrica: grande parte da energia produzida no Brasil vem de usinas hidroelétricas. Caso a falta de água prejudique o funcionamento da usina, essa consequência pode acontecer.

Esperamos que o resumo tenha te ajudado! Teste agora seus conhecimentos e confira as respostas no Gabarito. Lembre-se: o Beduka está aqui para te ajudar a alcançar o sonho da vaga no Ensino Superior!

Exercícios sobre Crise Hídrica

Questão 1- (Enem) Segundo uma organização mundial de estudos ambientais, em 2025, duas de cada três pessoas viverão situações de carência de água, caso não haja mudanças no padrão atual de consumo do produto.

Uma alternativa adequada e viável para prevenir a escassez, considerando-se a disponibilidade global, seria:

a) desenvolver processos de reutilização da água.

b) explorar leitos de água subterrânea.

c) ampliar a oferta de água, captando-a em outros rios.

d) captar águas pluviais.

e) importar água doce de outros estados.

Questão 2- (Enem) A possível escassez de água é uma das maiores preocupações da atualidade, considerada por alguns especialistas como o desafio maior do novo século. No entanto, tão importante quanto aumentar a oferta é investir na preservação da qualidade e no reaproveitamento da água de que dispomos hoje.

A ação humana tem provocado algumas alterações quantitativas e qualitativas da água:

I. Contaminação de lençóis freáticos.

II. Diminuição da umidade do solo.

III. Enchentes e inundações.

Pode-se afirmar que as principais ações humanas associadas às alterações I, II e III são, respectivamente:

a) uso de fertilizantes e aterros sanitários / lançamento de gases poluentes / canalização

de córregos e rios.

b) lançamento de gases poluentes / lançamento de lixo nas ruas / construção de aterros sanitários.

c) uso de fertilizantes e aterros sanitários / desmatamento / impermeabilização do solo urbano.

d) lançamento de lixo nas ruas / uso de fertilizantes / construção de aterros sanitários.

e) construção de barragens / uso de fertilizantes / construção de aterros sanitários.

Questão 3- (Enem) Considerando a riqueza dos recursos hídricos brasileiros, uma grave crise de água em nosso país poderia ser motivada por:

a) reduzida área de solos agricultáveis.

b) ausência de reservas de águas subterrâneas.

c) escassez de rios e de grandes bacias hidrográficas.

d) falta de tecnologia para retirar o sal da água do mar.

e) degradação dos mananciais e desperdício no consumo.

Questão 4- (FUVEST) “As perspectivas ficaram mais pessimistas porque a seca atual do Sistema Cantareira é mais crítica que a de 1953, até então a pior da história e que servia de parâmetro para os técnicos dos governos estadual e federal.”

Acerca da crise hídrica apontada no texto acima e vivida pela cidade de São Paulo e pela Região Metropolitana, é correto afirmar que a situação apresentada é de natureza, entre outras,

a) a região levou à importação de água de outros estados, assim como de países do Cone Sul.

b) social e demográfica, já que políticas públicas de incentivo às migrações, na última década, promoveram o crescimento desordenado da população em áreas que seriam destinadas a represas e outros reservatórios de água.

c) climática e pedológica, pois as altas temperaturas durante o ano provocaram a formação de chuva ácida e a consequente laterização dos solos.

d) econômica e jurídica, levando-se em conta a flexibilidade da legislação vigente em relação a desmatamentos em áreas de nascente para implantação de atividades industriais e agrícolas.

e) ecológica e política, posto que a reposição de água dos reservatórios depende de fatores naturais, assim como do planejamento governamental sobre o uso desse recurso.

Questão 5- (PUC-MG) O ciclo hidrológico é a circulação contínua da água entre a terra, o mar e a atmosfera. Nesse ciclo, inclui-se a água potável, essencial à vida. Entre os condicionantes e as interferências da existência de água potável no planeta, é incorreto afirmar que:

a) a água potável é cada vez mais escassa no globo, devido ao seu uso crescente para irrigação, atividade industrial e abastecimento urbano;

b) as águas subterrâneas constituem os lençóis que alimentam os cursos d’água, impedindo o escoamento superficial;

c) a contaminação da água por substâncias tóxicas, como resíduos industriais ou agrotóxicos, agrava o quadro de escassez de água continental na superfície;

d) a emissão de resíduos poluentes é prejudicial à capacidade de regeneração da água, interferindo no controle de qualidade ambiental.

  • Parabéns, você fez todos os exercícios sobre Crise Hídrica. Confira agora o Gabarito:

Gabarito dos Exercícios sobre Crise Hídrica

Exercício resolvido da questão 1 –

Alternativa correta: a) desenvolver processos de reutilização da água.

Exercício resolvido da questão 2 –

Alternativa correta: c) uso de fertilizantes e aterros sanitários / desmatamento / impermeabilização do solo urbano.

Exercício resolvido da questão 3 –

Alternativa correta: e) degradação dos mananciais e desperdício no consumo.

Exercício resolvido da questão 4 –

Alternativa correta: e) ecológica e política, posto que a reposição de água dos reservatórios depende de fatores naturais, assim como do planejamento governamental sobre o uso desse recurso.

Exercício resolvido da questão 5 –

Alternativa correta: b) as águas subterrâneas constituem os lençóis que alimentam os cursos d’água, impedindo o escoamento superficial;

Gostou dos nossos exercícios sobre Crise Hídrica? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre as áreas que você deseja mais explicações.
Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador