ExercíciosSociologia

Os 5 Melhores Exercícios sobre Diversidade Cultural Brasileira com GABARITO

Exercícios_sobre_Cultural_BrasileiraExercícios sobre Diversidade Cultura Brasileira

Diversidade cultural são os costumes de uma sociedade. Eles podem refletir nas roupas, culinária, religiões, entre outras formas de expressão. Os responsáveis pela construção dessa cultura foram os colonizadores europeus, escravos africanos e indígenas. Nesse artigo, separamos alguns exercícios sobre Diversidade Cultural Brasileira para você.

  • O que é Diversidade Cultural
  • Globalização e Diversidade Cultural
  • Diversidade Cultural Brasileira
  • Exercícios sobre Diversidade Cultural Brasileira
  • Respostas dos Exercícios sobre Diversidade Cultural Brasileira

No Simulado Beduka você encontrará ainda mais exercícios de sociologia e de outras matérias.

O que é Diversidade Cultural?

Diversidade cultural é o conjunto de diferentes práticas tradicionais que ocorrem entre grandes grupos de pessoas que ocupam o mesmo território. A diversidade cultural é praticamente uma característica da sociedade humana, já que o ser-humano tem a capacidade de se recriar conforme sofre diferentes influências

O ENEM sempre cobra diversidade cultural, e não apenas na prova de Ciências Humanas. Então, os exercícios sobre Diversidade Cultural Brasileira são muito importantes pra você. Faça com atenção. 

Globalização e Diversidade Cultural

Globalização consiste em intensificar as relações entre países, seja através de aspectos econômicos, políticos ou culturais. O principal fator que relaciona à globalização sem dúvida é o mercado

A globalização permitiu aos países relacionarem-se uns com os outros para trocar produtos, e é claro que por conseguinte, isso acaba fazendo pessoas de diferentes países trocarem experiências. Isso foi o que permitiu produtos de uma cultura muito particular de um país se espalharem por todo o mundo.

Assim, começou-se a discutir os efeitos da globalização para a cultura e identidade dos indivíduos, considerando que identidade é tudo que o indivíduo conhece. 

A globalização permite às pessoas olharem além de suas fronteiras e enxergarem mais opções do que teriam quando presas a um só território. Podemos dizer então, que a globalização é uma forma de expressão do que é a verdadeira liberdade

O Brasil é tratado como um exemplo de diversidade cultural pelo mundo. Ele tem essa característica baseado no fato de que colonizadores, escravos, nativos e imigrantes já viveram juntos no país. 

O resultado de tantos povos diferentes vivendo no mesmo lugar foi a divisão do território em cinco regiões com características culturais únicas de cada uma. Em alguns casos, até mesmo estados tem uma diferença cultural gritante entre si.  

Os fatores considerados primordiais para essa diversidade aguda no Brasil são:

  • Colonizações europeias a partir dos anos 1500;
  • Migração européia ocorrida no final do século XIX e início do século XX;
  • Escravos oriundos da África;
  • População indígena nativa.

Vamos ver um pouco da cultura de cada região antes que você faça os exercícios sobre diversidade cultural brasileira. 

Diversidade Cultural Brasileira

Cultura do Norte

Diversidade Cultural Brasileira da Região Norte
Diversidade Cultural Brasileira da Região Norte

A cultura da Região Norte é diversificada. Ela é conhecida por suas festas como Círio de Nazaré que ocorre em Belém do Pará e a festa do Boi-Bumbá do Amazonas. Outras festas são:

  • Carimbó, 
  • Congo ou congada,
  • Folia de reis.

A culinária também é conhecida por suas características indígenas, principalmente a mandioca e peixes. As comidas mais típicas são:

  • Carne de sol, 
  • Tucupi (caldo da mandioca cozida), 
  • Tacacá (espécie de sopa quente feita com tucupi), 
  • Jambu (um tipo de erva), 
  • Camarão seco, 
  • Pimenta-de-cheiro.

Cultura do Nordeste

Diversidade Cultural Brasileira da Região Nordeste
Diversidade Cultural Brasileira da Região Nordeste

Os primeiros colonizadores portugueses desembarcaram no Nordeste. Por isso, essa região ainda mantém um estilo da época colonial e atraem diversos turistas. Um bom exemplo da cultura Nordestina é a Literatura de Cordel, que são histórias contadas por meio de poemas pendurados em uma espécie de varal. 

Ela disse assim (A teus pés)

Ela disse assim

É porque é

É porque é

Não há desespero em vão

Se ela quer voar

É porque tem asas

É porque tem asas

Não não não

Quando a gente voa

Distante e só

Tão distante e só

O sol não vem e a luz que cai

Nunca mais voltou

Nunca mais voltou

Não não não

Cordel do fogo encantado

Alguns alimentos típicos da região são: 

  • Acarajé, 
  • Vatapá, 
  • Caruru, 
  • Broa de milho. 

Essa região ainda mantém elementos culturais do Brasil Colônia, como: 

  • Religiões afro-brasileiras, 
  • Capoeira, 
  • Festas juninas.

Cultura do Centro-Oeste

Cultura da Região Centro-Oeste
Diversidade Cultural Brasileira da Região Centro-Oeste

A cultura da região Centro-Oeste também é diversificada com influências de várias regiões do Brasil e do mundo. As culturas mais típicas da região são Cavalhada e o Fogaréu, no estado de Goiás; e o Cururu, em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. 

A culinária regional típica contém: 

  • Arroz com pequi, 
  • Sopa paraguaia, 
  • Arroz carreteiro, 
  • Arroz boliviano, 
  • Maria-isabel, 
  • Empadão goiano, 
  • Pamonha, 
  • Angu, 
  • Cural e 
  • Peixes do Pantanal.

Cultura do Sudeste

Diversidade Cultural Brasileira da Região Sudeste
Diversidade Cultural Brasileira da Região Sudeste

Os principais aspectos da cultura região Sudeste são: 

  • Festa do divino, 
  • Festejos da páscoa e dos santos padroeiros, 
  • Congada, 
  • Cavalhadas, 
  • Bumba meu boi, 
  • Carnaval, 
  • Peão de boiadeiro, 
  • Dança de velhos, 
  • Batuque, 
  • Samba de lenço, 
  • Caiapó.

A culinária é muito diversificada e com forte influência indígena, escrava e dos diversos imigrantes europeus e asiáticos. Alguns pratos típicos são: 

  • Moqueca capixaba, 
  • Pão de queijo, 
  • Feijão-tropeiro, 
  • Carne de porco, 
  • Feijoada, 
  • Aipim frito, 
  • Bolinho de bacalhau, 
  • Picadinho, 
  • Virado à paulista, 
  • Cuscuz paulista, 
  • Farofa.

Cultura do Sul

Cultura da Região Sul
Diversidade Cultural Brasileira da Região Sul

A região Sul é caracterizada por seus eventos culturais ligados aos imigrantes Europeus. A região era habitada por índios e, posteriormente, pelos colonizadores portugueses e espanhóis e escravos africanos.

O Sul apresenta uma manifestação cultural com muitas tradições alemãs, italianas, japonesas e outros povos. O frio mais intenso propiciou a estadia destes grupos, por isso a região apresenta arquitetura similar a dos países da Europa. 

As festas típicas da região são: 

  • Festa da Uva, 
  • Oktoberfest, 
  • Fandango, 
  • Tirana, 
  • Anuo, 
  • Festa de Nossa Senhora dos Navegantes,
  • Congada, 
  • Boi-de-mamão, 
  • Dança de fitas, 
  • Boi na vara. 

Os principais elementos da culinária são: 

  • Churrasco, 
  • Chimarrão, 
  • Camarão, 
  • Pirão de peixe, 
  • Marreco assado, 
  • Barreado (cozido de carne em uma panela de barro), 
  • Vinho.

Exercícios sobre Diversidade Cultural Brasileira

Chegou o momento de fazer os exercícios sobre diversidade cultural brasileira. Agradecemos por ter lido até aqui e esperamos que baixe nosso Plano de Estudos. Será muito útil para você. 

1. (Enem 2018) Outra importante manifestação das crenças e tradições africanas na Colônia eram os objetos conhecidos como “bolsas de mandinga”. A insegurança tanto física como espiritual gerava uma necessidade generalizada de proteção: das catástrofes da natureza, das doenças, da má sorte, da violência dos núcleos urbanos, dos roubos, das brigas, dos malefícios de feiticeiros etc. Também para trazer sorte, dinheiro e até atrair mulheres, o costume era corrente nas primeiras décadas do século XVIII, envolvendo não apenas escravos, mas também homens brancos.

CALAINHO, D. B. Feitiços e feiticeiros. In: FIGUEIREDO, L. História do Brasil para ocupados. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2013 (adaptado).

A prática histórico-cultural de matriz africana descrita no texto representava um(a)

a) expressão do valor das festividades da população pobre.   

b) ferramenta para submeter os cativos ao trabalho forçado.    

c) estratégia de subversão do poder da monarquia portuguesa.    

d) elemento de conversão dos escravos ao catolicismo romano.    

e) instrumento para minimizar o sentimento de desamparo social.    

2. (Enem (Libras) 2017) Na segunda metade do século XIX, a capoeira era uma marca da tradição rebelde da população trabalhadora urbana na maior cidade do Império do Brasil, que reunia escravos e livres, brasileiros e imigrantes, jovens e adultos, negros e brancos. O que mais os unia era pertencer aos porões da sociedade, e na última escala do piso social estavam os escravos africanos.

SOARES, C. E. L. Capoeira mata um. In: FIGUEIREDO, L. História do Brasil para ocupados. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2013.

De acordo com o texto, um fator que contribuiu para a construção da tradição mencionada foi a

a) elitização de ritos católicos.    

b) desorganização da vida rural.    

c) redução da desigualdade racial.    

d) mercantilização da cultura popular.    

e) diversificação dos grupos participantes.    

3. (Unesp 2018) Texto 1

Victor Frankl descrevia o fanático por dois traços essenciais: a absorção da própria individualidade na ideologia coletiva e o desprezo pela individualidade alheia. “Individualidade” é a combinação singular de fatores que faz de cada ser humano um exemplar único e insubstituível. O que o fanático nega aos demais seres humanos é o direito de definir-se nos seus próprios termos. Só valem os termos dele. Para ele, em suma, você não existe como indivíduo real e independente. Só existe como tipo: “amigo” ou “inimigo”. Uma vez definido como “inimigo”, você se torna, para todos os fins, idêntico e indiscernível de todos os demais “inimigos”, por mais estranhos e repelentes que você próprio os julgue.

(Olavo de Carvalho. O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota, 2013. Adaptado.)

Texto 2

É necessário questionar a função de amparo identitário de todas as formas de organização de massas – partidos, igrejas, sindicatos – independente de seu objetivo político manifesto, de esquerda ou de direita. Não é descabido supor que qualquer organização de massas tenha o potencial de favorecer em seus membros a adesão à identidade de vítimas, sendo um sério obstáculo à luta pela autonomia e pela liberdade de seus membros.

(Maria Rita Kehl. Ressentimento, 2015. Adaptado.)

Os dois textos

a) apresentam argumentos favoráveis a ideias e comportamentos totalitários no campo da política.   

b) defendem a importância de diferenças claras entre amigos e inimigos no campo da política.

c) sustentam que a união dos oprimidos em organizações de massa é mais importante que a individualidade.   

d) utilizam os conceitos de fanatismo e de identidade coletiva para questionar o irracionalismo.   

e) concordam que o pertencimento ideológico de direita é critério exclusivo para definir o fanatismo político.   

4. (Unisc 2017) “O grupo do ‘eu’ faz, então, de sua visão a única possível, ou mais discretamente se for o caso, a melhor, a natural, a superior, a certa. O grupo do ‘outro’ fica, nessa lógica, como sendo engraçado, absurdo, anormal ou inteligível”.

ROCHA, Everardo P. Guimarães. O que é etnocentrismo. 1. ed. São Paulo: Brasiliense, 1984, p. 9.

A citação explicita o fenômeno social denominado etnocentrismo. Assinale entre as alternativas abaixo aquela que explica o conceito.

a) O etnocentrismo demonstra como convivemos em harmonia com grupos e indivíduos que pertencem a uma cultura diversa ou são reconhecidos como “diferentes” por não seguirem os padrões de comportamento socialmente aceitos na sociedade em que vivemos.   

b) O etnocentrismo é uma visão de mundo (que pode compreender ideias e ideologias) em que nosso próprio grupo é tomado como centro de referência e todos os outros são pensados e avaliados através de nossos valores, nossos modelos e nossas definições do que é a existência.   

c) O etnocentrismo é uma visão de mundo (que pode compreender ideias e ideologias) em que buscamos não julgar e não avaliar as diferenças e sim compreender as especificidades culturais de cada grupo ou cultura.   

d) O etnocentrismo demonstra a luta de classe nas sociedades capitalistas a partir da teoria marxista.   

e) O etnocentrismo é uma teoria que explica por que não devemos interferir nas outras culturas.   

5. (Enem 2017) Muitos países se caracterizam por terem populações multiétnicas. Com frequência, evoluíram desse modo ao longo de séculos. Outras sociedades se tornaram multiétnicas mais rapidamente, como resultado de políticas incentivando a migração, ou por conta de legados coloniais e imperiais.

GIDDENS. A. Sociologia. Porto Alegre: Penso, 2012 (adaptado).

Do ponto de vista do funcionamento das democracias contemporâneas, o modelo de sociedade descrito demanda, simultaneamente,

a) defesa do patriotismo e rejeição ao hibridismo.    

b) universalização de direitos e respeito à diversidade.    

c) segregação do território e estímulo ao autogoverno.    

d) políticas de compensação e homogeneização do idioma.    

e) padronização da cultura e repressão aos particularismos.    

Respostas dos Exercícios sobre Diversidade Cultural Brasileira

Exercício resolvido da questão 1 –

e) instrumento para minimizar o sentimento de desamparo social.    

Exercício resolvido da questão 2 –

e) diversificação dos grupos participantes.   

Exercício resolvido da questão 3 –

d) utilizam os conceitos de fanatismo e de identidade coletiva para questionar o irracionalismo.

Exercício resolvido da questão 4 –

b) O etnocentrismo é uma visão de mundo (que pode compreender ideias e ideologias) em que nosso próprio grupo é tomado como centro de referência e todos os outros são pensados e avaliados através de nossos valores, nossos modelos e nossas definições do que é a existência.   

Exercício resolvido da questão 5 –

b) universalização de direitos e respeito à diversidade.    

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Gostou dos nossos Exercícios sobre Diversidade Cultural Brasileira? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador