Biologia

O que é Meningite? Fique por dentro de todos os detalhes: das causas até o tratamento!

Tudo sobre o que é Meningite e seus tipos!Tudo sobre o que é Meningite e seus tipos!

A meningite é uma doença infecciosa que atinge as meninges, três tecidos que revestem o Sistema Nervoso Central Humano. Ela possui diversos tipos, transmissão e sintomas dependendo de qual o agente que a causou (bactérias, vírus, etc). É uma doença que pode gerar graves consequências e sua prevenção deve ser posta em prática!

Neste artigo sobre o que é Meningite, você encontrará:

  1. O que é Meningite e seu tipos 
  2. Grupos de Risco
  3. Sintomas e transmissão de cada tipo de Meningite 
  4. Prevenção, diagnóstico e tratamento da Meningite

O que é Meningite?

A Meningite é uma doença infecciosa que atinge diretamente as meninges, um conjunto de três tecidos que revestem o Sistema Nervoso Central (Cérebro, cerebelo, medula, etc). Por afetar uma parte tão sensível e decisiva do Corpo Humano, suas consequências podem ser bem graves.

No Brasil, a meningite é considerada uma doença endêmica, mas alguns casos da doença são esperados ao longo de todo o ano, com a ocorrência de surtos e epidemias ocasionais. O risco de contrair a doença é maior entre crianças menores de cinco anos, no entanto pode acontecer em qualquer idade.

Causas da Meningite

A Meningite é causada quando algum ser microscópico infecta a meninge, como vírus ou bactérias, ou ainda quando alguma outra enfermidade as atinge (câncer, traumatismo craniano, etc).

Dependendo do que causou, ela pode ser classificada em tipos: Meningite meningocócica, meningite eosinofílica e por aí vai… O mais comum é ser causado por bactérias e as demais formas de infecção são genericamente chamadas de Assépticas, como vírus, fungos e parasitas.

Grupos de risco para a Meningite

  • Idade: cada tipo de Meningite atinge mais uma faixa etária do que outras. O tipo viral, por exemplo, costuma afetar crianças de até cinco anos, já a forma bacteriana da doença geralmente atinge adultos a partir dos 20 anos.
  • Locais de aglomeração: frequentar ambientes fechados e cheios de pessoas também podem aumentar os riscos de contrair a doença por meio das vias respiratórias.
  • Gravidez: gestantes possuem maiores chances de contrair Listeriose, intoxicação alimentar causada pela ingestão de alimentos bactéria Listeria Monocytogenes, causadoras da Meningite. Além de possuir um Sistema Imunológico que supre 2 pessoas, portanto, está mais vulnerável.
  • Sistema imunológico vulnerável: pessoas com baixa imunidade correm maiores riscos de apresentar a doença, a exemplo de portadores de AIDS ou Diabetes e usuários de drogas injetáveis.

Sintomas e Transmissão da Meningite

Pessoa-internada-numa-cama-de-hospital-por-conter-sintomas-de-meningite

Os sintomas comuns em quaisquer tipos são rigidez da nuca e dor de cabeça, mas nos próximos tópicos, vamos entender um pouco sobre os sintomas e a transmissão de cada tipo.

Observe que elas estão na ordem decrescente de ocorrência, ou seja, iniciamos falando da mais comum até a menos comum:

Meningite Bacteriana e Meningocócica

A Meningite Bacteriana, como o próprio nome aponta, é causada por bactérias e é o tipo mais comum de ocorrência, principalmente na época de outono-inverno.

Contudo, as bactérias são muito variáveis, o que gera infecções com diferentes graus de gravidade. Dessa forma, a Meningite Meningocócica é uma das formas mais graves da meningite bacteriana e pode levar à morte em menos de um dia.

Principais bactérias capazes de transmitir e modos de contágio:

  • Streptococcus Pneumoniae (Pneumococo)

A mais comum entre todas e a responsável por causar desde infecções de ouvido até pneumonia. Se essa bactéria cair na corrente sanguínea e chegar ao cérebro, desencadeará Meningite. 

  • Neisseria Meningitidis

Possui um alto grau de contágio e se espalha pela corrente sanguínea após algum contato com as vias respiratórias e suas secreções. As principais vítimas geralmente são adolescentes e jovens adultos.

  • Haemophilus influenzae

Esta bactéria também se espalha pelas vias respiratórias e era a principal causa em crianças, contudo, a sua ocorrência foi controlada e reduzida por meio de vacinas.

  • Listeria Monocytogenes

De modo geral, as pessoas contaminadas por essa bactérias podem ser assintomáticas, contudo, pessoas com Sistema Imunológico vulnerável estão mais suscetíveis a se contaminar. Exemplo disso são grávidas, idosos e recém-nascidos.

  • Bacilo de Koch

Esta bactéria é a causadora da Tuberculose e alguns casos já foi registrado que ela pode causar Meningite. Contudo, ainda são considerados casos raros. 

  • Leptospira

Esta bactéria é a causadora da Leptospirose e alguns casos já foi registrado que ela pode causar Meningite. Contudo, ainda são considerados casos raros. 

Podemos concluir que geralmente esse tipo é transmitido de pessoa para pessoa; ou seja, por meio do contato com a saliva (tosse, espirro, fala, beijo) do portador da bactéria. Além disso, pode acontecer de ser desencadeada após uma infecção no ouvido, fratura ou após alguma cirurgia em que não houve assepsia.

Sintomas da Meningite Bacteriana:

Bebês com menos de 1 ano de idade apresentam sintomas como

  • Moleira tensa ou elevada
  • Irritabilidade
  • Inquietação
  • Choro agudo e persistente
  • Rigidez corporal com ou sem convulsões

Crianças com mais de 1 ano e adultos apresentam sintomas como

  • Febre alta com início súbito
  • Dor de cabeça intensa e contínua
  • Vômitos em jato
  • Náuseas
  • Rigidez de nuca
  • Pequenas manchas vermelhas na pele (Meningite Meningocócica)

Meningite Viral

A Meningite Viral, como o nome aponta, é causada por diversos tipos de vírus, além de ser considerada um tipo menos perigoso porque a pessoa infectada melhora sem a necessidade de um tratamento específico. Não por isso a doença deve ser subestimada.

Este tipo atinge principalmente crianças com menos de 5 anos e, devido ao seu modo de transmissão, é mais comum de ocorrer entre o fim do verão e o começo do outono.

Principais vírus capazes de transmitir e modos de contágio:

Diz-se que esse tipo é comumente transmitido por meio da saliva (fala, tosse, espirro, beijo), fezes, via alimentos, água e objetos contaminados. Veja os vírus causadores mais comuns:

  • Enterovírus 

Geralmente residem no trato digestivo, como o Echovirus e o Coxsackievírus e sua contaminação se dá pelas fezes.

  • Vírus do Herpes simples (HSV)

Geralmente se refere ao tipo 2 (HSV-2), e é transmitido pelo contato com a saliva de infectados.

  • Arbovírus

Os arbovírus são caracterizados por serem transmitidos por mosquitos, exemplo disso é o Aedes Aegypti. Se um mosquito desses pica uma pessoa infectada com meningite viral e depois uma outra saudável, pode transmitir a doença.

  • Arenavírus 

Esses vírus costumam ser transmitido por camundongos cinzentos domésticos ou hamsters que abrigam o vírus e o secretam de diversas formas (urina, fezes, sêmen e em secreções nasais). A esse tipo de Meningite dá-se o nome de Coriomeningite Linfocítica (Mal de Armstrong).

De modo geral, os principais sintomas da Meningite Viral são:

  • Dor de cabeça
  • Fotofobia (sensibilidade à luz)
  • Rigidez de nuca
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Febre

Meningite Fúngica

Este tipo é causado pelos fungos e é bastante raro, quando atinge a corrente sanguínea pode desencadear a Meningite. Em alguns casos, os sintomas podem ser similares aos da Bacteriana. Os fungos costuma causar um quadro crônico, o que origina sérias complicações como hidrocefalia e interrupção do fluxo sanguíneo.

Fungos causadores e transmissão:

Esse tipo de doença não é contagioso, ou seja, não transmite de pessoa para pessoa. Contudo, raramente tem cura e a taxa de mortalidade é bastante alta, atingindo 90% dos casos dependendo do fungo contaminador.

Sua principal causa são os fungos do tipo Cryptococcus Coccidioides, que costumam viver no solo e causar micoses. Existem outros fungos que também podem causar a doença, como os da Candidíase e os Aspergillus (decompositores de cor branca-amarelada).

  • As pessoas que possuem enfermidades como Diabetes ou são portadoras do vírus HIV ou de algum câncer, têm maiores chances de desenvolver esse tipo da doença.

Os principais sintomas da Meningite Fúngica são:

  • Febre
  • Dor de cabeça
  • Torcicolo
  • Náusea
  • Vômito
  • Fotofobia
  • Confusão mental

Meningite Eosinofílica

Este tipo é caracterizado por ser causado através da contaminação por parasitas. É mais comum em países tropicais ou com típico consumo de moluscos terrestres, mas ainda sim possui uma baixa ocorrência, podendo ser considerado como raro.

Parasita causador e modo de transmissão:

A contaminação se dá após o consumo da carne de animais contaminados com o parasita Angiostrongylus Cantonensis, identificado no Brasil pela primeira vez em 2006. 

Esse parasita infesta o caracol, a lesma, o caranguejo ou o caramujo gigante africano, utilizado no preparado de Escargot. Além disso, o consumo de alimentos contaminados com a secreção liberada pelos caramujos também pode causar a doença.

As larvas do parasita se alojam no intestino dos ratos e, ao serem eliminadas nas fezes, servem de alimento para os caramujos. Eles ingerem o parasita e contaminam outros alimentos na sua locomoção ou ao ser preparado como iguaria.

Sintomas da Meningite Eosinofílica:

  • Dor de cabeça forte
  • Rigidez na nuca, dor e dificuldade em mexer o pescoço
  • Náuseas e vômitos
  • Febre baixa
  • Formigamento no tronco, braços e pernas
  • Confusão mental

Diagnóstico, tratamento e prevenção da Meningite

O diagnóstico baseia-se na avaliação clínica do paciente, ressonâncias, raios-x e exame do líquor, um líquido que envolve o sistema nervoso. Assim, identifica-se está infectado e por qual micróbio. É importante lembrar que todos os tipos de meningite são de comunicação obrigatória às autoridades sanitárias. 

Se houver suspeita de meningite bacteriana, O MÉDICO já pode introduzir os medicamentos antes mesmo de saírem os resultados do exame. Isso por causa do risco de sequelas graves, que cresce à medida que se retarda o diagnóstico

As lesões neurológicas que a doença provoca nesses casos podem ser irreversíveis e causar paralisia ou morte.

Tratamento de Meningite

O tratamento das meningites bacterianas tem de ser introduzido sem perda de tempo e é feito com antibióticos aplicados na veia. Meningites causadas por fungos ou pelo bacilo da tuberculose exigem tratamento prolongado e quimioterápicos por via oral ou endovenosa.

Assim como para as outras enfermidades causadas por vírus, não existe tratamento específico para as meningites virais. Os medicamentos antitérmicos e analgésicos são úteis para aliviar os sintomas. E não se conhece nenhum medicamento eficaz contra a meningite eosinofílica. O objetivo do tratamento é aliviar os sintomas e evitar complicações e sequelas.

Prevenção de Meningite

A prevenção para as Meningites, de modo geral, se dá por meio da vacina. E para os tipos específicos, como as dos parasitas e fungos, é por meio da higienização pessoal e condições adequadas de saneamento.

A partir de 2011, a vacina conjugada contra meningite por meningococo C faz parte do Calendário Básico de Imunização do nosso país. Nos critérios de:uma dose deve ser aplicada aos três meses; outra, aos cinco meses e a dose de reforço, aos doze meses.

A vacina contra o Haemophilus influenzae tipo B também protege contra a meningite e faz parte do calendário oficial de vacinação. E a contra a meningite por pneumococo, embora tenha sido lançada na Europa e nos Estados Unidos, fornece boa proteção também no nosso País.

Não existem vacinas contra a meningite eosinofílica e a única possibilidade de prevenção é evitar o contato com os vetores ou com as secreções que eles eliminam.

Gostou do nosso artigo sobre o que é Meningite? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador