Biologia

O que são Vírus?

O que são VírusO que são Vírus?

Vírus são estruturas que são constituídos por material genético (DNA ou RNA), por um capsídeo que envolve esse material, e pode possuir envelope revestindo todo o capsídeo ou não.

O Beduka preparou esse artigo explicando o que são Vírus para te ajudar a se preparar para a prova do ENEM ou de outros vestibulares.

Não deixe de conferir nossos exercícios sobre Vírus!

Nesse artigo vamos falar sobre: 

  • O que são Vírus;
  • Estrutura dos Vírus;
  • Ciclo Lítico e Lisogênico.

O que são Vírus?

Os vírus são estruturas muito simples e pequenas. Há toda uma discussão se os vírus são seres vivos ou não, devido a eles não se encaixarem em nenhum dos cinco Reinos. Os vírus são formados basicamente por uma cápsula de proteína que envolve seu material genético. Eles disseminam diversas doenças a várias células.

Os vírus são parasitas intracelulares obrigatórios e não possuem a capacidade de gerar energia, substratos e nem de produzir suas próprias proteínas.

Os vírus também não conseguem replicar seu genoma de forma independente, eles fazem isso somente dentro da célula hospedeira. Isso significa que os vírus se reproduzem somente através da invasão e possessão do controle da maquinaria de reprodução da célula que está parasitando.

O termo vírus geralmente diz respeito às partículas que parasitam eucariontes (organismos cujas células têm carioteca), enquanto o termo bacteriófago ou fago é utilizado para indicar os vírus que infectam procariontes (bactérias).

Não deixe de conferir o artigo completo sobre Citologia.

Os Vírus são seres vivos?

Como dissemos, existe toda uma discussão na comunidade científica sobre os vírus serem seres vivos ou não. Esse debate acontece, principalmente, por conta dos diferentes conceitos de vida. Segundo alguns estudiosos, para que um ser seja considerado vivo ele necessita ter algumas características como:

  • Capacidade de importar nutrientes e energia do ambiente; 
  • Ter metabolismo (conjunto de reações químicas em que os seres vivos constroem e mantêm seus corpos, crescem e executam várias tarefas como locomoção, reprodução, etc);
  • Fazer parte de uma linhagem contínua, sendo necessariamente originados de seres semelhantes e, através da reprodução, gerar outros seres semelhantes (descendência ou prole), etc.

O vírus se encaixam em alguns desses critérios. Eles realmente fazem parte de linhagens contínuas e se reproduzem. No entanto, eles não possuem metabolismo próprio, por isso, eles são considerados partículas infecciosas e não seres vivos.

Aprenda também quais são as Teorias da Origem da Vida.

Estrutura dos Vírus

estrutura virus
  • Ácido Nucleico: pode ser DNA ou RNA;
  • Capsídeo: revestimento proteico que envolve o ácido nucleico, sendo rígido e capaz de resistir ao ambiente;
  • Envelope: consiste principalmente em duas camadas de lipídios derivadas da membrana plasmática da célula hospedeira e em moléculas de proteínas virais, específicas para cada tipo de vírus, imersas nas camadas de lipídios.

Alguns vírus são constituídos somente pelo capsídeos, mas outros possuem o envelope externo a ele. O nome dos vírus que possuem envelope é “vírus envelopado” ou “vírus encapsulado”.

capsideo-envelopado-e-descoberto

Tipos de Vírus

Os vírus podem ser classificados em dois tipos:

  • Adenovírus: formados por DNA.
  • Retrovírus: formados por RNA.

Aprenda mais sobre DNA e RNA no artigo completo sobre Ácidos Nucleicos.

Multiplicação Viral – Reprodução

A ausência de citoplasma e de ribossomos impossibilita os vírus de possuírem metabolismo próprio. Para dar continuidade ao seu ciclo de vida, os vírus precisam do interior da célula hospedeira que, com seus ribossomos e outras substâncias, irá sintetizar as proteínas dos vírus, permitindo a multiplicação do material genético viral.

A multiplicação viral ocorrem em seis etapas:

  • Adsorção: o vírus se adere à célula hospedeira;
  • Penetração: o vírus entra total ou parcialmente na célula hospedeira;
  • Desnudamento: o material genético do vírus é liberado no interior da célula;
  • Biossíntese: o material genético é duplicado e as proteínas necessárias para formar o capsídeo são sintetizadas;
  • Morfogênese: as estruturas formadoras do capsídeo e do material genético se organizam dentro da célula;
  • Liberação: ocorre a lise da célula e os novos vírus são liberados.

Aprenda também sobre as Organelas e suas Funções.

Ciclo Lítico e Lisogênico

ciclo litico e lisogenico

Ciclo Lítico

No ciclo lítico, o vírus penetra na célula e injeta o seu material genético. Dentro da célula, ocorre a formação de novos vírus que citamos acima. No momento em que os novos vírus são liberados, a célula hospedeira é lisada.

Ciclo Lisogênico

No ciclo lisogênico, após o material genético ser injetado na célula, este se integra ao cromossomo da célula hospedeira por recombinação e se torna um prófago – fica em estado latente. A célula hospedeira se reproduz e se multiplica normalmente, com o vírus em seu cromossomo, se disseminando em todas as novas células.

Ocasionalmente, o prófago é removido do cromossomo através de outro evento de recombinação, dando início a um ciclo lítico.

Aprenda mais sobre Divisão Celular.

Além de aprender sobre o que são Vírus, você pode testar seus conhecimentos de outras matérias respondendo algumas questões que caíram em edições antigas do Exame em nosso simulado gratuito.

Queremos te ajudar também a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por pessoas de várias formações, sempre prontas a aprender sobre tudo para publicar os melhores textos e colaborar com a formação de todos os leitores. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador