Literatura

Exercícios sobre Naturalismo e Realismo

Exercícios sobre Naturalismo e RealismoExercícios sobre Naturalismo e Realismo

O Naturalismo e o Realismo foram movimentos literários que surgiram na Europa no século XIX. Leia o resumo e faça os exercícios sobre Naturalismo e Realismo para testar os seus conhecimentos.

Na prova do ENEM, no caderno de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, os exercícios sobre Naturalismo e Realismo podem ser cobrados! Então não deixe de conferir nosso artigo e praticar com as questões a seguir.

Naturalismo e Realismo

O Realismo foi iniciado com a obra de Gustave Faubert, “Madame Bovary” em 1857 e o Naturalismo só se inicou no ano de 1867, com a publicação do romance “Thérèse Raquin”, de Émilie Zola.

Os dois movimentos literários tinham em comum a oposição ao Romantismo, a volta do objetivismo e a admiração do que é especificado. 

O Romantismo tem como característica principal o romântico a fuga do real, a presença dos heróis, porém o Naturalismo e o Realismo são marcados pela representação fiel da realidade.

Principais características do Naturalismo

naturalismo - Exercícios sobre Naturalismo e Realismo
  • Percepção da realidade;
  • Realismo exagerado;
  • Retratação problemas sociais, como a miséria, violência, crimes;
  • Outras temas abordados são a sexualidade, adultério, patologias humanas, etc;
  • No Brasil, o naturalismo teve início no século XIX, com a publicação do romance “O Mulato” de Aluísio Azevedo, que retratava o preconceito racial;
  • Oposição aos ideais românticos;
  • Cientificismo e Determinismo;
  • Linguagem coloquial e objetiva;
  • Impessoalidade e engajamento;
  • Sensualismo e erotismo.

Leia o resumo completo sobre o Quinhentismo

Principais características do Realismo

realismo - Exercícios sobre Naturalismo e Realismo
  • Oposição aos ideais românticos;
  • Objetivismo;
  • Linguagem culta e direta;
  • Narrativa mais devagar;
  • Adjetivos e descrições objetivas;
  • Captação do real;
  • Universalismo;
  • Sentimentalismo;
  • Herói problemático;
  • Não há idealização da mulher, mas mostram os defeitos e detalhes femininos;
  • Linguagem subjetiva e individual;
  • Crítica às instituições sociais.

As principais diferenças entre esses dois movimentos literários é que o Realismo tenta descrever o mundo, os acontecimentos da sociedade de maneira realista, para que assim tenha uma construção dos personagens que são originados do seu meio. 

Confira o Resumo completo do Parnasianismo

Já o Naturalismo tenta mostrar os seres humanos de maneira realista, contando com os aspectos sexuais, como por exemplo os fatores biológicos específicos.

Além disso, o Realismo utiliza personagens reais para criticar a sociedade burguesa e o Naturalismo usa a patologia para compreender a natureza humana e a sociedade em geral.

Baixe o melhor plano de estudos gratuito que você encontrará na internet.

Faça os Exercícios sobre Naturalismo e Realismo para testar os seus conhecimentos!

Exercícios sobre Naturalismo e Realismo

1 – (Unifesp-2003) 

O cortiço

Fechou-se um entra-e-sai de marimbondos defronte daquelas cem casinhas ameaçadas pelo fogo. Homens e mulheres corriam de cá para lá com os tarecos ao ombro, numa balbúrdia de doidos. O pátio e a rua enchiam-se agora de camas velhas e colchões espocados. Ninguém se conhecia naquela zumba de gritos sem nexo, e choro de crianças esmagadas, e pragas arrancadas pela dor e pelo desespero. Da casa do Barão saíam clamores apopléticos; ouviam-se os guinchos de Zulmira que se espolinhava com um ataque. E começou a aparecer água. Quem a trouxe? Ninguém sabia dizê-lo; mas viam-se baldes e baldes que se despejavam sobre as chamas.

Os sinos da vizinhança começaram a badalar.

E tudo era um clamor.

A Bruxa surgiu à janela da sua casa, como à boca de uma fornalha acesa. Estava horrível; nunca fora tão bruxa. O seu moreno trigueiro, de cabocla velha, reluzia que nem metal em brasa; a sua crina preta, desgrenhada, escorrida e abundante como as das éguas selvagens, dava-lhe um caráter fantástico de fúria saída do inferno. E ela ria-se, ébria de satisfação, sem sentir as queimaduras e as feridas, vitoriosa no meio daquela orgia de fogo, com que ultimamente vivia a sonhar em segredo a sua alma extravagante de maluca.

Ia atirar-se cá para fora, quando se ouviu estalar o madeiramento da casa incendiada, que abateu rapidamente, sepultando a louca num montão de brasas.

(Aluísio Azevedo. O cortiço)

O caráter naturalista nessa obra de Aluísio Azevedo oferece, de maneira figurada, um retrato de nosso país, no final do século XIX. Põe em evidência a competição dos mais fortes, entre si, e estes, esmagando as camadas de baixo, compostas de brancos pobres, mestiços e escravos africanos. No ambiente de degradação de um cortiço, o autor expõe um quadro tenso de misérias materiais e humanas. No fragmento, há várias outras características do Naturalismo. Aponte a alternativa em que as duas características apresentadas são corretas.

a) Exploração do comportamento anormal e dos instintos baixos; enfoque da vida e dos fatos sociais contemporâneos ao escritor.

b) Visão subjetivista dada pelo foco narrativo; tensão conflitiva entre o ser humano e o meio ambiente.

c) Preferência pelos temas do passado, propiciando uma visão objetiva dos fatos; crítica aos valores burgueses e predileção pelos mais pobres.

d) A onisciência do narrador imprime-lhe o papel de criador, e se confunde com a ideia de Deus; utilização de preciosismos vocabulares, para enfatizar o distanciamento entre a enunciação e os fatos enunciados.

e) Exploração de um tema em que o ser humano é aviltado pelo mais forte; predominância de elementos anticientíficos, para ajustar a narração ao ambiente degradante dos personagens.

2 – (PUC – PR/2007)Assinale a alternativa que contém a afirmação correta sobre o Naturalismo no Brasil.

a) O Naturalismo, por seus princípios científicos, considerava as narrativas literárias exemplos de demonstração de teses e ideias sobre a sociedade e o homem.

b) O Naturalismo usou elementos da natureza selvagem do Brasil do século XIX para defender teses sobre os defeitos da cultura primitiva.

c) A valorização da natureza rude verificada nos poetas árcades se prolonga na visão naturalista do século XIX, que toma a natureza decadente dos cortiços para provar os malefícios da mestiçagem.

d) O Naturalismo no Brasil esteve sempre ligado à beleza das paisagens das cidades e do interior do Brasil.

e) O Naturalismo do século XIX no Brasil difundiu na literatura uma linguagem científica e hermética, fazendo com que os textos literários fossem lidos apenas por intelectuais.

3 – (ENEM 2001)No trecho abaixo, o narrador, ao descrever a personagem, critica sutilmente um outro estilo de época: o romantismo.

“Naquele tempo contava apenas uns quinze ou dezesseis anos; era talvez a mais atrevida criatura da nossa raça, e, com certeza, a mais voluntariosa. Não digo que já lhe coubesse a primazia da beleza, entre as mocinhas do tempo, porque isto não é romance, em que o autor sobredoura a realidade e fecha os olhos às sardas e espinhas; mas também não digo que lhe maculasse o rosto nenhuma sarda ou espinha, não. Era bonita, fresca, saía das mãos da natureza, cheia daquele feitiço, precário e eterno, que o indivíduo passa a outro indivíduo, para os fins secretos da criação.”

ASSIS, Machado de. Memórias Póstumas de Brás Cubas.

Rio de Janeiro: Jackson, 1957.

A frase do texto em que se percebe a crítica do narrador ao romantismo está transcrita na alternativa:

a) … o autor sobredoura a realidade e fecha os olhos às sardas e espinhas…

b) … era talvez a mais atrevida criatura da nossa raça…

c) Era bonita, fresca, saía das mãos da natureza, cheia daquele feitiço, precário e eterno, …

d) Naquele tempo contava apenas uns quinze ou dezesseis anos…

e) … o indivíduo passa a outro indivíduo, para os fins secretos da criação.

4 – (PUC-PR 2007)Sobre o Realismo, assinale a alternativa INCORRETA.

a) O Realismo surgiu na Europa, como reação ao Naturalismo.

b) O Realismo e o Naturalismo têm as mesmas bases, embora sejam movimentos diferentes.

c) O Realismo surgiu como consequência do cientificismo do século XIX.

d) Gustave Flaubert foi um dos precursores do Realismo. Escreveu Madame Bovary.

e) Emile Zola escreveu romances de tese e influenciou escritores brasileiros.

5 – (UFPR)Eça de Queirós afirmava:

“O Realismo é a anatomia do caráter. É a crítica do homem. É a arte que nos pinta a nossos próprios olhos – para nos conhecermos, para que saibamos se somos verdadeiros ou falsos, para condenar o que houver de mau na nossa sociedade.”

Para realizar essa proposta literária, quais os recursos utilizados no discurso realista? 

Selecione-os na relação abaixo e depois assinale a alternativa que os contém:

1. Preocupação revolucionária, atitude de crítica e de combate;

2. imaginação criadora;

3. personagens fruto da observação; tipos concretos e vivos;

4. linguagem natural, sem rebuscamentos;

5. preocupação com mensagem que revela concepção materialista do homem;

6. senso de mistério;

7. retorno ao passado;

8. determinismo biológico ou social.

a) 1, 2, 3, 5, 7, 8.

b) 1, 3, 4, 5, 8.

c) 2, 3, 4, 6, 7,

d) 3, 4, 5, 6, 8.

e) 2, 3, 4, 5, 8.

6 – (FGV-SP)Há, no romance brasileiro do século XIX, um filão que se caracteriza por criar quadros da sociedade carioca, com visão crítica dessa sociedade, e “perfis femininos”, que foram inicialmente esboços de análise psicológica. Nele podemos incluir autores de momentos diferentes como:

a) Joaquim Manuel de Macedo, José de Alencar e Machado de Assis.

b) Joaquim Manuel de Macedo, Martins Pena e Manuel Antônio de Almeida.

c) José de Alencar, Machado de Assis e Álvares de Azevedo.

d) Martins Pena, Machado de Assis e Álvares de Azevedo.

e) Manuel Antônio de Almeida, Martins Pena e José de Alencar.

7 – (UFPR) – 

“Marcas de lona suspensas em varais de ferro, umas sobre as outras, encardidas com panos de cozinha, oscilavam à luz moribunda e macilenta das lanternas. Imagine-se o porão do navio mercante carregado de miséria. No intervalo das peças, na meia escuridão dos recôncavos moviam-se corpos seminus, indistintos. Respirava-se um odor nauseabundo de cárcere, um cheiro acre de suor humano diluído em urina e alcatrão. Negros, de boca aberta, roncavam profundamente, contorcendo-se na inconsciência do sono.”

Com relação a esse fragmento da obra Bom-Crioulo, de Adolfo Caminha, é correto afirmar que apresenta a(s) seguinte(s) característica(s) naturalista(s):

I. Tentativa de impessoalidade em relação à voz narrativa.

II. Despreocupação com pormenores descritivos, o que torna o ritmo narrativo extremamente rápido.

III. Subjetividade na descrição do espaço.

IV. Valorização de ambientes exóticos, objetivando a recuperação estética das figuras marginalizadas socialmente.

V. Preferência por espaços miseráveis e socialmente inferiores.

Está correta a seqüência:

a) I, II e V.

b) I, IV e V.

c) II, III e IV.

d) I, II, III, IV. e V.

e) II, III e V.

8 – (FUVEST-SP)

“E naquela terra encharcada e fumegante, naquela umidade quente e lodosa, começou a minhocar, e esfervilhar, a crescer, um mundo, uma coisa viva, uma geração, que parecia brotar espontânea, ali mesmo, daquele lameiro, a multiplicar-se como larvas no esterco.”

O fragmento de O cortiço, romance de Aluísio Azevedo, apresenta uma característica fundamental do Naturalismo. Qual?

a) Uma compreensão psicológica do Homem.

b) Uma compreensão biológica do Mundo.

c) Uma concepção idealista do Universo.

d) Uma concepção religiosa da Vida.

e) Uma visão sentimental da Natureza.

9 – (FEI-SP) – 

“Desnudam-se as mazelas da vida pública e os contrastes da vida íntima; e buscam-se para ambas causas naturais (raça, clima, temperamento) ou culturais (meio e educação), que lhes reduzem de muito a área de liberdade. O escritor tomará a sério as suas personagens e se sentirá no dever de descobrir-lhes a verdade, no sentido positivista de dissecar os móveis do seu comportamento.” (Alfredo Bosi)

O texto refere-se ao:

a) Romantismo

b) Realismo.

c) Simbolismo.

d) Parnasianismo.

e) Modernismo.

10 –  (USF-SP) Pode-se entender o Naturalismo como uma particularização do Realismo que:

a) se volta para a Natureza a fim de analisar-lhe os processos cíclicos de renovação.

b) pretende expressar com naturalidade a vida simples dos homens rústicos nas comunidades primitivas.

c) defende a arte pela arte, isto é, desvinculada de compromissos com a realidade social.

d) analisa as perversões sexuais, condenando-as em nome da moral religiosa.

e) estabelece um nexo de causa e efeito entre alguns fatores sociológicos e biológicos e a conduta das personagens.

11 – (MACK-SP)Assinale a alternativa incorreta sobre a prosa naturalista:

a) As personagens expressam a dependência do homem às leis naturais.

b) O estilo caracteriza-se por um descritivismo intenso, capaz de refletir a visualização pictórica dos ambientes.

c) Os tipos são muito bem delimitados, física e moralmente, compondo verdadeiras representações caricaturais.

d) Tem como objetivo maior aprofundar a dimensão psicológica das personagens.

e) Comportamento das personagens e sua movimentação no espaço determinam-lhe a condição narrativa.

12 – (FAAP)“Queria dizer aqui o fim do Quincas Borba, que adoeceu também, ganiu infinitamente, fugiu desvairado em busca do dono, e amanheceu morto na rua, três dias depois. Mas, vendo a morte do cão narrada em capítulo especial, é provável que me perguntes se ele, se o seu defunto homônimo é que dá o título ao livro, e por que antes um que outro, – questão prenhe de questões, que nos levariam longe… Eia! chora os dous recentes mortos, se tens lágrimas. Se só tens riso, ri-te! É a mesma cousa. O Cruzeiro, que a linda Sofia não quis fitar, como lhe pedia Rubião, está assaz alto para não discernir os risos e as lágrimas dos homens.” 

Machado de Assis Machado de Assis filia-se (e o trecho é exemplo disso) ao estilo de época do: 

a) arcadismo 

b) romantismo 

c) realismo 

d) simbolismo 

e) modernismo. 

13 – (MACK-SP)  Várias características do Realismo estão intimamente ligadas ao momento histórico, refletindo, dessa forma, as posturas:

a) nacionalista e positivista.

b) positivista e evolucionista.

c) evolucionista e sentimentalista.

d) neoclassicista e socialista.

e) bucólica e antropocêntrica.

14 – (FESP)Identifique o movimento literário, o autor e a obra que traz como dedicatória a seguinte frase:

“Ao verme que primeiro roeu as frias carnes do meu cadáver dedico como lembrança estas…”

a) Realismo, Machado de Assis, Memórias póstumas de Brás Cubas

b) Naturalismo, Aluísio Azevedo, O mulato.

c) Naturalismo, Júlio Ribeiro, A carne.

d) Pré-Modernismo, Lima Barreto, Triste fim de Policarpo Quaresma.

e) Romantismo, Álvares de Azevedo, Lembrança de morrer.

15 – (F. Objetivo-SP)Analise o seguinte fragmento e responda:

“A primeira que se pôs a lavar foi a Leandra, por alcunha a Machona, portuguesa feroz, berradora, pulsos cabeludos e grossos…” (Aluísio Azevedo)

 Descrição de personagens pela acentuação de caracteres biológicos e raciais é característica do:

a) Romantismo.

b) Realismo.

c) Modernismo.

d) Impressionismo.

e) Naturalismo.

16 – (FEI-SP)Leia atentamente:

I. “Segunda Revolução Industrial, o cientificismo, o progresso tecnológico, o socialismo utópico, a filosofia positivista de Auguste Comte, o evolucionismo formam o contexto sociopolítico-econômico-filosófico-científico em que se desenvolveu a estética realista.”

II. “O escritor realista acerca-se dos objetos e das pessoas de um modo pessoal, apoiando-se na intuição e nos sentimentos.”

III. “Os maiores representantes da estética realista/naturalista no Brasil foram: Machado de Assis, Aluísio Azevedo e Raul Pompéia.”

IV. “Poderíamos citar como característica da estética realista: o individualismo, a linguagem erudita e a visão fantasiosa da sociedade.”

Verificamos que em relação ao Realismo/naturalismo está (estão) correta (corretas):

a) apenas I e II.

b) apenas I e III.

c) apenas II e IV.

d) apenas II e III.

e) apenas III e IV.

17 – (EU-BA) – A respeito da ficção de Machado de Assis, pode-se afirmar que

a) se desenvolveu do Romantismo para o Naturalismo, consagrando-se sobretudo nas crônicas políticas e nos contos satíricos.

b) amadureceu sob a influência de José de Alencar, de quem tomou os temas e o estilo, tal como se vê em Quincas Borba.

c) é exemplo típico da literatura naturalista, sendo apenas superada pela obra-prima O Cortiço, de seu mestre Aluísio Azevedo.

d) representa a conquista da maturidade da literatura nacional a partir de Memórias Póstumas de Brás Cubas.

e) atingiu com Ressurreição e A mão e a luva o plano mais alto de nossa literatura de expressão realista.

18 – (CEFET-PR)Assinale a alternativa que melhor caracteriza o Realismo:

a) Preocupação em justificar, à luz da razão, as reações das personagens, seus procedimentos e os problemas sentimentais e metafísicos apresentados.

b) A apresentação do homem como um ser dominado pelos instintos, taras, pela carga hereditária, em detrimento da razão.

c) A preocupação em retratar a realidade como ela é, sem transformá-la. O autor, ao relatar, deverá estar baseado na documentação e observação da realidade.

d) amor é visto unicamente sob o aspecto da sexualidade e apresentado como uma mera satisfação de instintos animais.

e) Aspectos descritivos e minuciosos, sempre que possível, baseados na observação da realidade e do subjetivismo e sentimentalismo do autor.

19 – (CEFET-PR) Assinale a alternativa que não diz respeito ao Realismo:

a) Finalidade subjetiva da emoção na prosa.

b) Causa e efeito é preocupação do autor.

c) As causas e circunstâncias são importantes.

d) Atitude mais contida que a do Romantismo.

e) empenho na defesa de opiniões.

20 – (Mack) Vocês mulheres têm isso de comum com as flores, que umas são filhas da sombra e abrem com a noite, e outras são filhas da luz e carecem do Sol. Aurélia é como estas; nasceu para a riqueza. Quando admirava a sua formosura naquela salinha térrea de Santa Tereza, parecia-me que ela vivia ali exilada. Faltava o diadema, o trono, as galas, a multidão submissa; mas a rainha ali estava em todo o seu esplendor. Deus a destinara à opulência. Do texto depreende-se que

a) romances românticos regionalistas, como Senhora, exaltam a beleza natural feminina. 

b) os romances realistas de Aluísio Azevedo denunciam o artificialismo da beleza feminina.

c) as obras modernistas têm, entre outros, o objetivo de criticar a submissão da mulher à riqueza material. 

d) a linguagem descritiva dos escritores naturalistas caracteriza a sensualidade e a espiritualidade da mulher. 

e) a personagem feminina foi caracterizada sob a perspectiva idealizadora típica dos autores românticos. 

21 – (UFRGS-RS)No romance O cortiço, de Aluísio Azevedo, a sintonia com os ideais naturalistas é acentuada pela seguinte característica básica da história.

a) personagem sobrepõe-se ao ambiente.

b) coletivo sobrepõe-se ao individual.

c) psicológico sobrepõe-se ao social.

d) trabalho sobrepõe-se ao capital

e) A força sobrepõe-se à razão.

Respostas dos Exercícios sobre Naturalismo e Realismo

Exercício resolvido da questão 1 –

a) Exploração do comportamento anormal e dos instintos baixos; enfoque da vida e dos fatos sociais contemporâneos ao escritor.

Exercício resolvido da questão 2 –

a) O Naturalismo, por seus princípios científicos, considerava as narrativas literárias exemplos de demonstração de teses e ideias sobre a sociedade e o homem.

Exercício resolvido da questão 3 –

a) … o autor sobredoura a realidade e fecha os olhos às sardas e espinhas…

Exercício resolvido da questão 4 –

a) O Realismo surgiu na Europa, como reação ao Naturalismo.

Exercício resolvido da questão 5 –

b) 1, 3, 4, 5, 8.

Exercício resolvido da questão 6 –

a) Joaquim Manuel de Macedo, José de Alencar e Machado de Assis.

Exercício resolvido da questão 7 –

b) I, IV e V.

Exercício resolvido da questão 8 –

b) Uma compreensão biológica do Mundo.

Exercício resolvido da questão 9 –

b) Realismo.

Exercício resolvido da questão 10 –

e) estabelece um nexo de causa e efeito entre alguns fatores sociológicos e biológicos e a conduta das personagens.

Exercício resolvido da questão 11 –

d) Tem como objetivo maior aprofundar a dimensão psicológica das personagens.

Exercício resolvido da questão 12 –

c) realismo 

Exercício resolvido da questão 13 –

b) positivista e evolucionista.

Exercício resolvido da questão 14 –

a) Realismo, Machado de Assis, Memórias póstumas de Brás Cubas

Exercício resolvido da questão 15 –

e) Naturalismo.

Exercício resolvido da questão 16 –

b) apenas I e III.

Exercício resolvido da questão 17 –

d) representa a conquista da maturidade da literatura nacional a partir de Memórias Póstumas de Brás Cubas.

Exercício resolvido da questão 18 –

c) A preocupação em retratar a realidade como ela é, sem transformá-la. O autor, ao relatar, deverá estar baseado na documentação e observação da realidade.

Exercício resolvido da questão 19 –

a) Finalidade subjetiva da emoção na prosa.

Exercício resolvido da questão 20 –

a) romances românticos regionalistas, como Senhora, exaltam a beleza natural feminina. 

Exercício resolvido da questão 21 –

b) coletivo sobrepõe-se ao individual.

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Gostou dos nossos exercícios sobre Naturalismo e Realismo? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre áreas que você deseja mais explicações.
Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender.

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por pessoas de várias formações, sempre prontas a aprender sobre tudo para publicar os melhores textos e colaborar com a formação de todos os leitores. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador