ExercíciosPortuguês

Os 9 melhores exercícios sobre Radicais de Origem Grega com Gabarito!

Os 9 melhores exercícios sobre Radicais de Origem GregaOs 9 melhores exercícios sobre Radicais de Origem Grega

Você sabia que muitas palavras da língua portuguesa tem origem grega? Radical é a parte responsável por perpetuar essa origem. É a base estrutural da palavra, com função específica de manter o seu significado. O radical contém a raiz e na maioria das vezes um sufixo. Leia nosso resumo e teste seus conhecimentos com os 9 melhores exercícios sobre Radicais de Origem Grega. Não esqueça que o Gabarito está no final do texto!

Quer seguir diretamente para alguma parte? Clique em um dos tópicos abaixo:

Quando você terminar as questões sobre o pré-modernismo, coloque em prática todo seu conhecimento com O Melhor Simulado Enem do Brasil!

O que são Radicais de Origem Grega?

O que vem a sua mente quando você escuta a palavra Radical?

Grupos políticos extremistas? Religiosos fanáticos?

A língua passa por um processo constante de evolução. Isso perpassa pelas necessidades e acontecimentos sociais. Naturalmente, acabam surgindo novas famílias de vocábulos. Significados também vão sendo agregados às palavras já existentes.

À medida que os séculos transcorreram, a palavra radical foi sendo agregada a novos contextos. O mais atual, refere-se a variados grupos extremistas.

Mas mudemos o foco. Você sabe o que é Radical, gramaticalmente falando?

A palavra Radical originou-se do latim “radicalis” que significa “raiz”. Primeiramente, é importante entender que uma palavra não é simplesmente um aglomerado de letras. Há um sistema complexo que envolve a sua formação.

É dividida em partes, cada qual com uma função e explicação específica. O radical é uma dessas partes, um morfema (unidades de significação que ao se unirem formam uma palavra) que carrega consigo uma significância principal. 

Ou seja, o significado capaz de originar novas palavras de uma mesma família.

Essas novas palavras perpetuam a base, isto é, o radical. Assim, os novos enredos das palavras que vão surgindo por meio desse radical, permanecerão ligados ao enredo principal.

O radical também é responsável por carregar consigo a parte mais irredutível da palavra, a raiz. Essa, por sua vez, é responsável pelo aspecto Diacrônico de um vocábulo.

Diacrônico é sua história, origem, sua evolução através do tempo. Você carrega um sobrenome, herança de seus antepassados. Assim como você não pode alterar a carga genética que carrega, o radical não pode se desvincular da raiz.

Mas o radical em si, como já foi dito, funciona como base estrutural. As palavras originadas por essa base, juntas, representam uma sincronia.

Essa sincronia é como uma ciranda, todos dançam os mesmos passos, mas em um espaço e posições diferentes. Os passos são os radicais, o espaço e as posições são os outros elementos mórficos que se unem aos radicais.

Dando assim, origem a essas novas palavras com a mesma base de significância.

Nesse artigo abordaremos especificamente os radicais de origem Grega!

Veja uma lista de Radicais de origem Grega que aparecem no início das palavras.

Lista de Radicais de origem Grega que aparecem no fim das palavras.

Agora que você já leu nosso texto, é hora de colocar em prática os seus conhecimentos!

Faça os nossos exercícios sobre radicais de origem grega e depois confira o resultado. 

Os 9 exercícios sobre  radicais de origem grega!

Esperamos que, com esse resumo, tudo tenha ficado mais claro para você. 

Obrigado por ter lido até aqui!

Baixe gratuitamente o Plano de Estudos do Beduka e tenha uma preparação perfeita para o ENEM.

Questão 1- (IBGP) 

Autobiografia: narração sobre a vida de um indivíduo, escrita pelo próprio, sob forma documental, ou seja, é uma prosa que uma pessoa real faz de sua própria existência, acentuando a vida individual, em particular, sobre a história de sua personalidade. Como as “propriedades discursivas” definem um gênero discursivo, seja ele literário, seja ele não literário, a autobiografia se distingue do romance pelo fato de o autor pretender contar fatos e não ficções. Outra propriedade discursiva importante é a coincidência entre “autor e narrador e do autor com a personagem principal”. A identidade autor-narrador distingue todos os gêneros ficcionais”. A verdade ou testemunho do sujeito histórico não se aplica à ficção que joga com o critério da verossimilhança em contraposição ao critério da verdade aplicado aos gêneros referenciais. Assim, como no diário, há uma identidade entre autor, narrador e personagem na autobiografia, havendo uma fusão entre autor e narrador (o sujeito da enunciação é o mesmo sujeito do enunciado). Contudo, outros elementos que caracterizam o diário, discursivamente, acabam por diferenciá-lo da autobiografia. COSTA, S. R. Dicionário de gêneros textuais. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

A palavra “autobiografia” é formada pela união de dois radicais (raízes) de origem grega (“auto” e “bio”), mais um terceiro elemento, também de origem grega (“grafia”). “Auto” significa “de si mesmo”, “bio” significa vida e “grafia”, de acordo com a explicação do verbete, significa:

a) Discurso.

b) Linguagem.

c) Escrita.

d) Livro.

Questão 2 – (UNIFOR)  A série em que todas as palavras têm o mesmo radical é:

a) idoso – idôneo – ídolo

b) doméstico – domicílio – domesticar

c) popular – pluvioso – público

d) senil – semelhante – senhor

Questão 3 – (UniFEISP) Assinale a alternativa em que o significado do radical esteja errado: 

a) hidro: água (exemplo: hidráulico) 

b) pisci: peixe (exemplo: piscicultura) 

c) bio: vida (exemplo biologia) 

d) agri: campo (exemplo: agricultura) 

e) antropo: antigo (exemplo: antropologia)

Questão 4 – (UFC

Assinale a alternativa em que a forma está destacada e classificada corretamente.

a) IN-venção: prefixo.

b) ESTUDIOSO-s: radical.

c) cifrad- A: vogal temática.

d) rapaziad- A: desinência de gênero.

e) pode- MOS: desinência número-pessoal.

  • Nossa! Você já fez metade das questões sobre os radicais de origem grega. Vamos lá!

Questão 5- (FGV-SP) Assinale a alternativa em que sejam usados radicais ou prefixos – gregos ou latinos – correspondentes, respectivamente, aos seguintes sentidos: dentro, duplicidade, em torno de, contra, metade, movimento para dentro, livro, vida. 

a) Endoscópio, anfíbio, circunlóquio, antibiótico, hemiciclo, introspecção, bibliografia, biografia. 

b) Intramuscular, anfibologia, circum-navegação, contraprova, semicírculo, internato, biblioteca, biosfera. 

c) Endoscópio, cosmopolita, circundar, anti-higiênico, semidespido, introspecção, bibliografia, biografia. 

d) Interface, ambidestro, circundar, antônimo, semiólogo, biblioteca, biografia. 

e) Endoscópio, ambivalente, circum-navegar, antepasto, seminal, introspecção, bibliografia, biografia.

Questão 6- (PUC-PR

O No final do ano passado, a campanha #MeuAmigoSecreto tomou conta das redes sociais com milhares de histórias relatadas por mulheres sobre casos de machismo e violência de gênero envolvendo pessoas próximas, como amigos, companheiros, chefes, parentes etc.

Para dar continuidade aos debates do mundo virtual, o coletivo feminista Não Me Kahlo vai lançar em abril o livro #MeuAmigoSecreto: Feminismo além das redes (Edições de Janeiro). A obra reúne artigos das cinco integrantes do coletivo sobre assuntos ligados a um objetivo em comum: a desconstrução do machismo.  

“Não é um livro com relatos; é um livro que fala dos problemas que levam a misoginia a ser naturalizada na sociedade. Debruçamo-nos em pesquisas para criar um material consistente que sirva de apoio para aqueles que quiserem compreender melhor as raízes do machismo e quais são as pautas feministas”, afirmam as autoras e participantes do Não Me Kahlo ao Catraca Livre. 

Disponível em: https://catracalivre.com.br/geral/cidadania/indicacao/coletivo-feminista-lanca-livro-sobre-temas-discutidos-nacampanha-meuamigosecreto/. Acesso em: 04/05/2016.

O conhecimento de certas unidades menores das palavras pode nos favorecer quando encontramos um vocábulo que não fazia parte do nosso inventário lexical até o momento. Normalmente oriundos de línguas como o latim ou o grego, esses elementos são muito comuns na formação de palavras que usamos modernamente. No texto, em

a) machismo, o sufixo indica movimento religioso. 

b) integrantes, o sufixo indica agente. 

c) desconstrução, o prefixo indica intensidade. 

d) misoginia, o elemento miso– significa mulher.

e) Debruçamo-nos, o radical origina-se de braço.

  • Ufa! Agora só faltam mais três exercícios sobre radicais de origem grega!

Questão 7- (IBADE-ES) Indique a alternativa que apresenta palavras derivadas de um mesmo radical:

a) carteiro, carta, cartomante, cartilaginoso e cartilha.

b) data, datação, pré-datado, datilografia e dativo.

c) cidade, citadino, civilizado, cidadão e homicida.

d) organograma, organismo, orgulho, órgão e organização.

e) cinema, telecinese, cinética, cineasta e cinesalgia.

Questão 8 – (Amoesc-Sc)

“Analise as proposições a seguir:

I. O Morfema Lexical é tradicionalmente chamado de radical;

II. Os Afixos são elementos que modificam geralmente de maneira precisa o sentido do radical a que eles se agregam;

III. Os Sufixos, como as desinências, unem-se à parte inicial do radical.

Dos itens acima:

a) Apenas o item I está correto.

b) Apenas o item II está incorreto.

c) Apenas o item III está incorreto.

d) Apenas os itens I e III estão corretos.

Questão 9- (FUNDATEC) Sobre estrutura e formação de palavras, segundo Cegalla, considere as seguintes afirmações:

I. Raiz, radical, tema são considerados elementos mórficos ou estruturais das palavras. 

II. Afixos, desinências, vogal temática são elementos modificadores da significação do radical. 

III. Radical é o elemento originário e irredutível em que se concentra a significação das palavras, consideradas do ângulo histórico. Geralmente monossilábico, o radical encerra o sentido lato e geral, comum às palavras da mesma família etimológica. 

IV. Raiz é o elemento básico e significativo das palavras, consideradas sob o aspecto gramatical e prático, dentro da língua portuguesa atual. 

V. Na língua Portuguesa, há três processos gerais para a formação de palavras: a derivação, a composição e a formatação; essa última decorrente do avanço tecnológico.

Quais estão corretas?

a) Apenas I e II.

b) Apenas III e IV.

c) Apenas II, III e IV.

d) Apenas III, IV e V.

e) I, II, III, IV e V.

  • Parabéns, você fez todos os exercícios sobre radicais de origem grega. Confira agora o Gabarito:

Gabarito das questões sobre radicais de origem grega.

Exercício resolvido da questão 1 –

Alternativa correta: c)  Escrita.

Exercício resolvido da questão 2 –

Alternativa correta: b)  doméstico – domicílio – domesticar

Exercício resolvido da questão 3 –

Alternativa correta: e)  antropo: antigo (exemplo: antropologia)

Exercício resolvido da questão 4 –

Alternativa correta: e)  pode- MOS: desinência número-pessoal.

Exercício resolvido da questão 5 –

Alternativa correta: a)Endoscópio, anfíbio, circunlóquio, antibiótico, hemiciclo, introspecção, bibliografia, biografia. 

Exercício resolvido da questão 6 –

Alternativa correta: b)  integrantes, o sufixo indica agente. 

Exercício resolvido da questão 7 –

Alternativa correta: e) cinema, telecinese, cinética, cineasta e cinesalgia.

 Exercício resolvido da questão 8 – 

Alternativa correta:  c) Apenas o item III está incorreto.

 Exercício resolvido da questão 9 – 

Alternativa correta: a) Apenas I e II.

Gostou dos nossos exercícios sobre radicais de origem grega? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre as áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador