ExercíciosGeografia

As 10 Melhores Questões Sobre Teoria Malthusiana com Gabarito

questões sobre teoria malthusianaquestões sobre teoria malthusiana

Devido ao grande crescimento populacional que aconteceu em todo o mundo a partir do século XVIII, diversos autores passaram a elaborar teorias com o intuito de compreender a dinâmica de variação demográfica. Um destes autores foi Thomas Robert Malthus. Leia abaixo nosso resumo sobre este tema e em seguida responda as questões sobre teoria malthusiana.

Quer seguir diretamente para alguma parte específica? Clique em algum dos tópicos abaixo

Quando você terminar as questões sobre teoria malthusiana, que tal testar seus conhecimentos no Melhor Simulado Enem do Brasil?

Quem foi Thomas Robert Malthus?

Thomas Robert Malthus (1766 – 1834) foi um economista britânico e padre da Igreja Anglicana. Ele viveu durante os primeiros anos da Revolução Industrial, e acompanhou as mudanças sociais que surgiram a partir dela.

A revolução industrial trouxe o aumento da produção de alimentos, o melhoramento das condições sanitárias e o aperfeiçoamento do combate de doenças. Tudo isto fez a taxa de mortalidade cair, ao mesmo tempo que elevou a taxa de natalidade.

Em decorrência da revolução industrial, a quantidade de pessoas dobrou entre 1750 e 1850. Malthus publicou estudos sobre suas ideias e projeções acerca do crescimento acelerado da população inglesa.   

Seu primeiro livro sobre este tema foi Ensaio Sobre o Princípio da População, publicado em 1798.

O que diz a teoria malthusiana?

A teoria malthusiana ou malthusianismo diz que a produção de alimentos cresce em progressão aritmética, enquanto a população cresce em progressão geométrica

Desta forma, a população dobraria a cada 25 anos. Em decorrência disso, o destino da humanidade seria a miséria, posto que não haveria possibilidade de alimentar a todos.

Devido ao pessimismo quanto ao futuro, Malthus entendia que o controle do crescimento populacional era necessário. Assim se evitariam os desdobramentos catastróficos de um crescimento demográfico sem limites.

Malthus propôs três medidas para fazer o controle populacional:

  • Adiamento dos casamentos;
  • Observância da castidade antes do matrimônio;
  • Ter uma quantidade de filhos de acordo com as condições materiais

Estas medidas foram propostas principalmente para os mais pobres. Ao lado delas, Malthus propunha o fim do assistencialismo, pois ele entendia que esta ajuda atenuaria as dificuldades dos pobres, o que levaria ao aumento da taxa de natalidade entre eles.

Quais as críticas à teoria malthusiana?

As principais críticas à teoria de Malthus se referem ao fato de ele ter partido de uma realidade rural, na qual vivia, aplicando suas observações a todo o mundo

Ele também não levou em consideração o aperfeiçoamento técnico, como a mecanização e a produção de insumos agrícolas.

A interpretação de Malthus é vista como ultrapassada por muitos estudiosos. Segundo eles, não se evita a pobreza impedindo nascimentos, mas distribuindo a riqueza concentrada em alguns países e setores sociais entre a população.

Além disso, também devemos lembrar que menos pessoas nascendo, significa menos pessoas produzindo. As pessoas que já estão vivas, com o tempo, irão envelhecer e sua produtividade irá decair.  

Involuntariamente, temos exemplos empíricos da teoria malthusiana na atualidade: Brasil e Japão. 

O Brasil, apesar de sempre ter tido uma taxa de natalidade maior que a de mortalidade, tem visto suas famílias terem cada vez menos filhos. Um dos resultados disso, é uma população envelhecida, pouco produtiva e um sistema de previdência deficitário

O Japão, por sua vez, é um país com sérios problemas de taxa de natalidade muito baixa e população extremamente envelhecida

O próprio governo japonês já foi forçado a tomar medidas para resolver esse problema, porque as previsões para o futuro não são boas. 

Ou seja, esses dois países (ainda que não intencionalmente) seguiram a teoria de Malthus

Eles apenas chegaram a um ponto que a População Economicamente Ativa (PEA) não consegue suprir os déficits da população aposentada. Dessa forma, resultando no mesmo problema que Malthus tentava resolver. 

Se houver 7 bilhões de pessoas no mundo, todos os 7 bilhões de pessoas buscarão formas de sustentar toda a população. É daí que surge o verdadeiro progresso.

Retardar o aumento da população, não passa de retardar os nascimentos dos próximos gênios que tentarão resolver esses problemas.  

O que é Neomalthusianismo?

Apesar das críticas ao malthusianismo, após a segunda guerra mundial ele foi revisitado, fazendo surgir o neomalthusianismo

Esta teoria se firmou após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), quando houve um aumento demográfico nos países subdesenvolvidos.

Preocupados de que isso levaria à escassez dos recursos do planeta, propuseram a intervenção do Estado para o controle populacional. Este seria feito através do uso de métodos contraceptivos, como o dispositivo intrauterino (DIU) e as pílulas.

Estes métodos foram adotados por entidades internacionais, como a Organização das Nações Unidas (ONU), nas suas interferências em países subdesenvolvidos.

O que é a Teoria Reformista?

A teoria reformista inverte a lógica da teoria malthusiana. Segundo ela, não é a taxa de natalidade que gera a pobreza, mas a pobreza que gera a taxa de natalidade. Por isso, seria necessário atacar a fonte da pobreza.

A pobreza, para os reformistas, é fruto da má divisão de renda. Não só isso, ainda é a raiz da baixa qualidade de educação, saúde e saneamento das populações dos países subdesenvolvidos.

Se a pobreza fosse reduzida, o acesso à educação, à saúde e à higiene seria garantido, o que faria a população regular-se a si mesma, de modo espontâneo.

Agora que você já revisou este tema com nosso resumo, teste seu conhecimento respondendo às questões sobre teoria malthusiana abaixo.

Exercícios sobre teoria malthusiana

Questão 1- (FGV) “Os países ricos, em função de sua renda mais elevada e consequente nível de consumo, são responsáveis por mais da metade do aumento da utilização de recursos naturais. A população dos países mais pobres do mundo paga, proporcionalmente, o preço mais elevado pela poluição e degradação das terras, das florestas, dos rios e dos oceanos, que constituem o seu sustento. Uma criança que nascer hoje em Nova lorque, Paris ou Londres vai consumir, gastar e poluir mais durante a sua vida do que 50 crianças em um país ‘em desenvolvimento’.”

(Adapt.) Relatório do Desenvolvimento Humano/ PNUD, 1998.

Baseando-se nos princípios explicativos das teorias demográficas, o texto acima:

a) Concorda com a teoria Reformista, que atribui ao excesso populacional a causa da miséria no mundo, constituindo uma ameaça aos recursos naturais necessários à sobrevivência humana.

b) Comprova a teoria Neomalthusiana, que defende a necessidade de controlar a natalidade nos países pobres para que eles possam atingir os níveis de desenvolvimento e consumo dos países ricos.

c) Nega a teoria Malthusiana, que defende a elevação do padrão de vida e de consumo nos países pobres, entendendo a fecundidade como uma variável independente a ser controlada.

d) Nega a teoria Neomalthusiana, que identifica uma população numerosa como principal causa do desemprego, pobreza e esgotamento dos recursos naturais.

e) Comprova a teoria Malthusiana, que associa crescimento populacional e esgotamento dos recursos naturais, defendendo a necessidade de reformas socioeconômicas para preservá-los.

Questão 2- (FATEC) No final do século XVIII, o economista inglês Thomas Malthus escreveu um livro, no qual trabalhou a ideia de que a fome e a miséria são decorrentes do descompasso entre o crescimento populacional e a produção de alimentos. Segundo Malthus,

a) o ritmo do crescimento populacional tende a diminuir à medida que os investimentos em educação aumentam.

b) o crescimento demográfico acelera a retirada dos recursos naturais, causando danos irreversíveis ao meio ambiente.

c) o crescimento acelerado da população nos países subdesenvolvidos é consequência e não a causa da miséria e da pobreza.

d) o aumento da população ocorre em progressão geométrica e a produção de alimentos aumenta em progressão aritmética.

e) o aumento da população faz com que os governos invistam cada vez mais em saúde, deixando de lado os investimentos produtivos.

Questão 3- (CESGRANRIO) A obra de Malthus, Ensaio sobre a população, publicada em 1798, é considerada importante contribuição para o debate a respeito da dinâmica populacional e a utilização dos recursos naturais. Qual dos argumentos abaixo pode ser classificado como tipicamente malthusiano?

a) A questão da população mundial é preocupante, mais pelos desníveis entre os diversos grupos sociais do que pelo seu tamanho absoluto.

b) Apenas erradicar a pobreza não basta para desarmar a bomba populacional, pois diversos países desenvolvidos estão entre os que mais degradam o meio ambiente.

c) Os problemas ambientais são gerados pela utilização intensiva de recursos para manter o alto padrão de consumo das populações afluentes.

d) O futuro do planeta tende a ser nebuloso, em função da dificuldade de se conter o crescimento populacional, principalmente das populações pobres. 

e) Qualquer problema de escassez, no presente ou no futuro, será solucionado, mais adiante, pela substituição de insumos e incremento dos processos produtivos.

Questão 4-  (UFPE) Leia atentamente o texto a seguir.

A população, sem limitações, aumenta em proporção geométrica. Os meios de subsistência aumentam em proporção aritmética. Um pequeno conhecimento dos números mostrará a imensidade do primeiro poder em comparação com o segundo. Pela lei de nossa natureza que torna o alimento necessário à vida do homem, os efeitos dessas forças desiguais devem ser mantidos em pé de igualdade. O texto acima refere-se a uma concepção:

a) neoliberal.

d) marxista-leninista.

b) neomarxista.

c) possibilista.

e) malthusiana. 

Questão 5- (IFES 2011) Leia o texto a seguir:

“O PLANETA DOS HUMANOS”

“O mundo chegará a 7 bilhões de pessoas neste ano. Nossa espécie já ocupa tanto espaço, com plantações, cidades, estradas, poluição e lixo, que, para os cientistas, entramos em um novo período geológico: o Antropoceno. Agora, as atividades humanas são a força mais relevante para moldar a superfície da Terra. Alimentar, vestir e dar conforto a toda essa gente pode exaurir os recursos naturais. Um dos principais desafios é produzir uma nova revolução agrícola, que atenda não só às necessidades básicas, mas também ao paladar mais exigente da população emergente. Gerar energia para produzir bens e serviços sem sentir gases poluentes que agravam as mudanças climáticas exigirá decisões difíceis, em alguns casos impopulares. Mas uma população maior também significa mais cérebros criativos no mundo, capazes de nutrir uma revolução tecnológica verde. Essas pessoas viverão em megalópoles, onde se multiplicarão os problemas atuais de trânsito, lixo e falta de espaço. Esses centros urbanos também são um terreno fértil para uma nova classe de pessoas, mais conectadas, dinâmica – e talvez mais inteligentes. Segundo alguns pesquisadores, à medida que a população cresce, também aumenta a velocidade de nossa evolução. E, de certa forma, da própria evolução do planeta”. (Fonte: Época. 6 jun 2011. Edição Especial).

O texto acima reflete algumas concepções sobre o crescimento demográfico global, concepções que buscaram (e buscam) explicar e entender o crescimento populacional mundial e sua consequência para o planeta Terra e para a sociedade. Interpretando de maneira mais apurada e com base na reportagem acima intitulada “O PLANETA DOS HUMANOS”, destaca-se uma corrente demográfica muito importante dentro dos estudos populacionais.

Marque a opção que define essa corrente demográfica.

a) Neomalthusiana.

b) Ecomalthusiana.

c) Marxista.

d) Reformista.

e) Malthusiana.

  • Muito bem! Você chegou à metade das questões sobre teoria malthusiana. Continue fazendo o restante.

Questão 6- (UNIFAL 2008) “O crescimento demográfico não é a causa primeira do subdesenvolvimento, mas contribui poderosamente para o desenvolvimento das contradições econômicas, sociais e políticas. O número de camponeses sem-terra e dos desempregados não cessa de crescer, certamente para o maior lucro, a curto prazo, dos industriais e proprietários fundiários, mas as tensões sociais não param de se ampliar. O aumento da população não é excessivo senão em relação a um crescimento econômico restrito, e o impulso demográfico não teria tomado tal velocidade e engendrado tais dificuldades se a natalidade tivesse progressivamente sido reduzida pelos efeitos de um desenvolvimento econômico e social.”

Adaptado de Lacoste, Ives. Geografia do subdesenvolvimento. 7 ªed. São Paulo: Difel, 1985. p.119-126.

A partir desse fragmento e das teorias sobre esse assunto, considere as afirmativas abaixo.

I – O autor retrata as ideias da Teoria Neomalthusiana, que se caracteriza pela explícita oposição às ideias malthusianas.

II – O autor propõe a adoção de uma política antinatalista rigorosa, sem a qual não seria possível o desenvolvimento socioeconômico.

III – A solução para os problemas sociais e econômicos não pode basear-se unicamente na limitação dos nascimentos, e sim em uma melhor distribuição de renda, o que melhoraria a qualidade de vida da população.

Marque a alternativa correta.

a) Apenas I e II estão corretas

b) Apenas II está correta

c) Apenas III está correta

d) Apenas I e III estão corretas

Questão 7- (UVA) “Enquanto a produção de recursos de subsistência cresce numa progressão aritmética, a população cresce numa progressão geométrica.” A frase refere-se à teoria de:

a) Thomas Hobbes

b) Thomas Edson

c) Thomas Morus

d) Thomas Robert Malthus

Questão 8- (FUNDEP) O reverendo Thomas R. Malthus ganhou fama pelo que chamou de “o princípio da população”. Assinale a alternativa que NÃO se enquadra na teoria de Malthus.

a) A oferta de alimentos poderia apenas expandir-se geometricamente, ao passo que a população tenderia a se expandir-se aritmeticamente. 

b) Existiria um determinado nível da população que garantiria a renda per capita máxima, de sorte que qualquer aumento no número de habitantes baixaria a eficiência econômica do país.

c) A natureza da expansão de alimentos baseia-se na premissa dos retornos decrescentes da mão de obra sobre uma oferta fixa de terra.

d) A fome seria o resultado inevitável para a população.

Questão 9- (AMAUC) Sua Teoria Demográfica era radical. Ele propunha a sujeição moral, em que os mais pobres deveriam limitar-se a um determinado número de filhos, por meio da abstenção sexual, e que só fosse permitida a procriação àqueles que tivessem condições financeiras para alimentar sua prole. As perspectivas para o futuro da humanidade eram sombrias. Ele defendia que em determinado momento a produção de alimentos seria insuficiente considerando-se o crescimento acelerado da população.

Qual dos estudiosos a seguir formulou uma Teoria Demográfica sobre a situação representada no texto. Assinale a alternativa correta.

a) Charles Darwin

b) Thomas Robert Malthus

c) Karl Marx

d) Friedrich Engels

e) Max Weber

Questão 10- (Unimontes) O livro intitulado “Ensaio sobre o Princípio da População”, de Thomas Robert Malthus, mostra uma teoria demográfica que:

a) defende que o avanço tecnológico provoca a fome e o desemprego estrutural.

b) explica que o crescimento populacional será reduzido com a urbanização.

c) afirma que a fome é provocada pela desigualdade socioeconômica entre as pessoas.

d) relaciona crescimento populacional com a fome.

  • Parabéns, você fez todas as questões sobre teoria malthusiana. Confira agora o Gabarito:

Gabarito dos exercícios sobre teoria malthusiana.

Exercício resolvido da questão 1 –

Alternativa correta: letra d) Nega a teoria Neomalthusiana, que identifica uma população numerosa como principal causa do desemprego, pobreza e esgotamento dos recursos naturais.

Exercício resolvido da questão 2 –

alternativa correta: letra d) o aumento da população ocorre em progressão geométrica e a produção de alimentos aumenta em progressão aritmética.

Exercício resolvido da questão 3 –

Alternativa correta: letra d) O futuro do planeta tende a ser nebuloso, em função da dificuldade de se conter o crescimento populacional, principalmente das populações pobres. 

Exercício resolvido da questão 4 –

Alternativa correta: letra e) malthusiana. 

Exercício resolvido da questão 5 –

Alternativa correta: letra e) Malthusiana.

Exercício resolvido da questão 6 –

Alternativa correta: letra c) Apenas III está correta

Exercício resolvido da questão 7 –

Alternativa correta: letra d) Thomas Robert Malthus

Exercício resolvido da questão 8 –

Alternativa correta: letra a) A oferta de alimentos poderia apenas expandir-se geometricamente, ao passo que a população tenderia a se expandir-se aritmeticamente. 

Exercício resolvido da questão 9 –

Alternativa correta: letra b) Thomas Robert Malthus

Exercício resolvido da questão 10 –

Alternativa correta: letra d) relaciona crescimento populacional com a fome.

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Gostou das nossas questões sobre teoria malthusiana? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre as áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador