MatériasPortuguês

Descubra como e quais são os Processos de Formação de Palavras!

Descubra como e quais são os Processos de Formação das PalavrasDescubra-como-e-quais-sao-os-Processos-de-Formacao-das-Palavras.

A formação de palavras ocorre por meio de dois processos fundamentais: a derivação e a composição. Com menos frequência, ocorrem outros processos que corroboram com a formação de novas palavras. Neste artigo, vamos te mostrar todos os processos que formam as palavras com exemplos!

Neste texto sobre todos os processos de formação de palavras, você encontrará os tópicos abaixo. Clique em um deles para ir diretamente ao conteúdo:

  1. O que é Derivação?
  2. O que é Derivação Prefixal?
  3. O que é Derivação Sufixal?
  4. O que é Derivação Parassintética?
  5. O que é Derivação Regressiva?
  6. O que é Derivação Imprópria?
  7. O que é Composição?
  8. O que é Composição por Aglutinação?
  9. O que é Composição por justaposição?
  10. O que é Abreviação?
  11. O que é Reduplicação?
  12. O que é Hibridismo?
  13. O que é Combinação?
  14. O que é Intensificação?

O que é Derivação?

Derivação é o tipo de processo no qual irá surgir uma nova palavra (a derivada) por meio de uma já existente (a primitiva). Segue abaixo os exemplos:

  • Palavra primitiva: mar.
  • Palavra Derivada: Marinheiro, marujo, marítimo.

Podemos observar que o substantivo “mar” dá origem a novas palavras por meio de acréscimo de um sufixo ou prefixo.

O que é Derivação Prefixal?

Nesse tipo de derivação, acrescenta-se um prefixo à palavra já existente. Exemplo:

  • Infeliz – prefixo in
  • Desfazer – prefixo des
  • Refazer – prefixo re
  • Enraizar – prefixo en
  • Refazer – prefixo re 

Para facilitar o entendimento, é importante sabermos que os prefixos da língua portuguesa originam-se do grego e do latim

Nessas línguas eles funcionavam de forma independente, como advérbio ou preposição. Sabendo disso, fica mais fácil entender como funciona a derivação prefixal.

Incrível, não? Mas isso só é possível se conhecermos todos os detalhes do processo de formação das palavras e sabermos como e onde usá-los.

O que é Derivação Sufixal?

A Derivação Sufixal resulta do acréscimo de um sufixo à palavra primitiva. Esse acréscimo pode resultar em alteração do significado ou mudança de classe gramatical. Exemplo:

  • Alfabetização – sufixo –ção.

Através deste exemplo, é possível verificar que esse acréscimo transforma um verbo, alfabetizar, em substantivo. Sendo este, já resultado de uma derivação do substantivo alfabeto acrescido do sufixo -izar.

É importante salientar, que ao contrário dos prefixos, os sufixos aglutinam-se ao fim da palavra e não ao início.

O que é Derivação Parassintética?

Essa derivação ocorre quando a palavra tem um acréscimo tanto do prefixo, quanto do sufixo. Exemplo:

  • Desalmado

Através desta palavra, será possível compreendermos como ocorre a Derivação Parassintética. A palavra primitiva que deu origem ao exemplo citado é “alma”, acrescentou-se a ela o prefixo -des e o sufixo -ado, sendo que seu radical é -alm.

Para não se confundir entre esses tipos de derivação, basta tirar o prefixo e sufixo da palavra. Se a palavra que sobrou existe, problema resolvido, a derivação é parassintética. Veja abaixo mais exemplos:

  • Entristecer: prefixo -en; radical – trist; sufixo – ecer.
  • Entardecer: prefixo – en; radical – tard; sufixo – ecer.

O que é Derivação Regressiva?

Ocorre quando há redução da palavra derivada por meio de parte da palavra primitiva. Para simplificar, é só lembrar que essa regressão geralmente resulta em substantivos derivados de verbos.

Vamos ver exemplos de como isso ocorre:

  • Beijar – beijo
  • Debater – debate
  • Perder – perda

O que é Derivação Imprópria? 

Ocorre quando uma palavra tem sua classe gramatical alterada, sem que resulte na alteração da palavra primitiva. Exemplos:

  • O infeliz não quis me contar aquele segredo.

Observe que a palavra infeliz, geralmente usada como adjetivo, tornou-se um substantivo. Sua grafia, contudo, permaneceu a mesma.

O que é Composição?

Para que ocorra uma composição, deve haver a junção de dois ou mais radicais. Exemplo:

  • Guarda-roupa
  • Segunda Feira

Há dois tipos de composição. Veremos ambas a seguir:

O que é Composição por Aglutinação?

Ocorre quando há a junção de palavras. Nessa aglutinação uma das palavras perderá sua unidade sonora, ou seja, o fonema.

  • Água + ardente = aguardente ( nesse processo o fonema “a” deixou de ser uma unidade sonora)
  • Plano + alto = planalto ( nesse processo o fonema “o” deixou de ser uma unidade sonora)

O que é Composição por Justaposição?

Ocorre quando há uma junção de palavras sem perda fonética. Exemplos:

  • Girassol: gira + sol.
  • Passatempo: passa + tempo.
  • Madrepérola: madre + pérola
  • Pontapé: ponta + pé.

Observe que as palavras acima são compostas por duas palavras que permanecem inalteradas foneticamente.

O que é Abreviação?

A abreviação ocorre quando apenas parte da palavra é utilizada. Para que isso aconteça essa “parte” funciona de forma autônoma, sem mudança de significado ou classe gramatical. 

Podemos dizer que é a forma reduzida de uma palavra. As siglas também são as formas mais famosas, mas não únicas, de abreviação. Exemplos:

  • Foto (fotografia)
  • ONU (Organização das Nações Unidas)
  • PUC (Pontifícia Universidade Católica)
  • Moto (motocicleta)

O que é Reduplicação?

Na reduplicação, há uma repetição de vogais ou consoantes na formação de uma palavra similar. As palavras onomatopaicas também estão incluídas nesse processo.  Por repetir sílabas, pode ser chamada de duplicação silábica.

  • pingue – pongue
  • bombom

O que é Hibridismo?

No processo de hibridismo ocorre a junção de palavras simples ou radicais oriundos de línguas diferentes. Exemplos:

  • Sociologia ( latim socio + grego logia)
  • Nonacosaedro ( latim nona + grego cosa e edro)

O que é Combinação?

A combinação é bem característica do processo linguístico, dos quais as pessoas e a sociedade acabam por originar novas palavras através da junção de palavras já existentes.

  • aborrecente ( aborrecer + adolescente)
  • portunhol (portugês + espanhol)
  • showmício (show + comício) 

O que é Intensificação?

A intensificação ocorre quando uma nova palavra é criada através do alargamento de uma palavra existente. Na maioria das vezes acontece com a utilização do sufixo verbal – izar.

  • Culpabilizar ( ao invés de culpar)

Conheça o nosso Guia da Redação para se sair bem nas provas!

Gostou do nosso artigo sobre processos de formação de palavras? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador