MatériasSociologia

Resumo sobre Marx Weber: principais ideias, biografia e obras

principais ideias de max weberPrincipais ideias de Max Weber

Max Weber é um dos mais importantes nomes da Sociologia, sendo considerado um dos fundadores clássicos dessa ciência. Seus trabalhos tratam de política, economia e coisas afins, buscando compreender as sociedades, principalmente as de tipo capitalista. Neste artigo você ficará sabendo quais são as principais ideias de Max Weber, o assunto de Sociologia que mais cai no Enem.

Se quiser ir diretamente para alguma parte do texto, clique em algum dos tópicos abaixo:

Quando você terminar de ler este artigo sobre as principais ideias de Max Weber, que tal colocar seus conhecimentos em prática no Melhor Simulado Enem do Brasil?

Quem foi Max Weber?

Maximilian Karl Emil Weber nasceu em Efurt, cidade do antigo reino da Prússia, em 21 de abril de 1864. Seu pai era um importante advogado da região, vindo de uma família tradicional na cidade.

A educação de Max Weber foi realizada sob a rigidez da religião protestante, na qual foi criado. Sua mãe era uma imigrante francesa huguenote, isto é, adepta de uma variação do Calvinismo.

Seus pais estimularam os estudos dos filhos desde cedo. Além de Max, Alfred Weber, seu irmão mais novo, se tornaria sociólogo e economista com influência sobre a cultura.

O contexto histórico em que Max Weber cresceu foi marcado por fortes turbulências e transformações políticas. A começar pela Guerra Franco-Prussiana, travada em 1870, com a vitória da Prússia e a anexação dos territórios franceses da Alsácia e da Lorena, cultural e linguisticamente alemãs.

Após a guerra, os estados alemães se unificaram sob a influência da Prússia, formando o Império Alemão. Até então, eles estavam divididos em reinos e principados, conectados por uma aliança aduaneira, ou seja, uma zona de livre comércio, conhecida como Zollverein.

O reino da Prússia era composto majoritariamente de protestantes luteranos, inclusive a casa Hohenzollern, a família real, era adepta desta religião. Isso levou à promoção de uma guerra cultural contra o Catolicismo no território alemão.

Neste ambiente de conflitos, Weber iniciou seus estudos no curso de Direito da Universidade de Heidelberg, em 1882. Foi nesta mesma universidade que seu pai estudou. Além de Direito, ele estudou Teologia, História, Política e Economia.

Entender o contexto e a vida de Max Weber é muito importante para a compreensão sobre as suas principais ideias.

Weber transferiu-se para a Universidade de Berlim em 1884, onde obteve doutorado em 1889 e também a tese de habilitação, em 1891. Ambos foram obtidos com escritos acerca da história do Direito e da Economia.

Um dos traços mais salientes da personalidade de Weber era a sua rigidez consigo mesmo, principalmente com relação ao sucesso financeiro. Ele entendia que tal sucesso era a realização da vida de um homem honrado.

Ele se sentia envergonhado de depender de seu pai, com quem tinha problemas. E postergou seu casamento com Marianne Schnitger por anos, até que conseguisse um emprego. Isso só veio a acontecer em 1893, quando se tornou professor da Universidade de Freiburg. O casamento foi realizado um ano depois.

Weber também tentou uma carreira política, mas sem muito sucesso. Sua atuação política era como liberal e democrata reformista, contribuindo para fundar o Partido Democrata Alemão.

Entre 1897 (ano em que seu pai morreu) e 1901 ele teve depressão aguda. Neste intervalo de tempo, esteve de licença dos trabalhos, pois não conseguia lecionar. Sua vida se tornou um resumo de frequência em sanatórios e viagens, das quais Roma era o destino predileto.

Como ele sentia-se envergonhado de receber a pensão de licenciado, tentou voltar ao trabalho, mas não conseguiu manter regularidade.. Em 1903, curado, renunciou ao cargo de professor, o que foi negado devido às suas capacidades intelectuais. Para resolver a situação, o governo o aposentou, mas o manteve trabalhando como professor honorário da Universidade de Heidelberg com carga horária mínima.

Recuperada a sua saúde mental, Weber voltou a escrever. Deste retorno surgiram obras como “A ética protestante e o espírito do capitalismo”, “A Política Como Vocação” entre outras.

Weber vivenciou a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), servindo como diretor de hospitais militares em Heidelberg. Ele foi um dos delegados da Alemanha nas negociações ao fim do conflito que firmaram o Tratado de Versalhes. Também participou da elaboração da constituição de 1919 da República Alemã.

Em 1920, contraiu a gripe espanhola e morreu em decorrência de uma grave pneumonia ocasionada por ela.

Agora que você já sabe um pouco da vida de Max Weber, vamos conhecer suas principais ideias.

Quais são as principais ideias de Max Weber?

As principais ideias de Max Weber procuram conectar a ação individual livre com o conjunto de crenças, valores e ideias tidos por ele como os catalisadores mais importantes das transformações sociais.

É a partir desta perspectiva que ele traçou sua sociologia da teologia, analisando profundamente o capitalismo e o protestantismo. O encontro entre esta religião e o sistema econômico estudado foi descrito no livro “A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo”.

O que é a Ação Social para Max Weber?

Weber acreditava que o tema mais importante da Sociologia era o da ação social. Para ele, esta seria a ação que possui sentido e finalidade determinados pelo autor. 

Diferente de Marx e Engels, que tinham a economia como fator determinante para a ação das pessoas e de Durkheim, que entendia que é a sociedade quem impõe os costumes, Weber procurou aspectos mais próximos dos indivíduos para compreender suas realizações.

Assim é que ele chegou às ideias, crenças e valores como meios de aceleração das mudanças sociais.

Para Weber, as ações sociais são individuais e temporárias, por isso não existem fatos sociais, que fazem coação e se impõem sobre os sujeitos. O que há é o resultado da interação entre as ações sociais.

O trabalho do sociólogo será o de observar as ações, organizá-las e classificá-las. Para isso, é necessário afastar-se do objeto de análise, buscando a neutralidade.

Além do mais, como é possível agir de diversas maneiras, o observador precisa estabelecer um padrão de correção conhecido como tipo ideal. Ele será a baliza do comportamento padrão, por isso é imutável e perfeito, mas também inexistente na prática.

A ação social é analisada a partir de um padrão abstrato. Por exemplo, espera-se que as eleições sejam livres de fraudes. Esse é um tipo ideal de mecanismo político para escolha de representantes. Contudo, é possível que um candidato compre votos ou impeça os eleitores do adversário de irem votar para vencer a disputa.

Os 4 tipos de ações sociais segundo Max Weber:

  • Ação social racional com relação a fins: é a ação calculada racionalmente, com o objetivo de atingir algum fim. Weber põe o matrimônio como exemplo, no qual a finalidade é a constituição de uma família tendo o casamento como ação para isso.
  • Ação social racional com relação a valores: tem como finalidade calculada o cumprimento de algum valor moral.
  • Ação social tradicional: Tem como objetivo cumprir com o que manda a tradição da sociedade em que se vive. Por exemplo, no Brasil, pela influência católica, muitos pais batizam seus filhos, mesmo sem terem a prática religiosa.
  • Ação social afetiva: tem como base os afetos e as paixões, ou seja, os sentimentos como o medo e o amor.

O que é a Teoria da dominação de Max Weber?

Outra das principais ideias de Max Weber é sua teoria sobre os tipos de poder exercidos na política e suas formas de legitimação. Eles são divididos em 3:

  • Dominação legal: é o poder exercido através do aparato estatal por meio das leis.
  • Dominação tradicional: tem base na tradição e nos costumes.
  • Dominação carismática: tem fundamento no carisma do líder.

Esses poderes são puros, mas no seio da sociedade é possível notar que existem mesclas entre eles, com relativo predomínio de algum deles.

O que é racionalização do mundo social segundo Max Weber?

Outro ponto importante dos trabalhos de Max Weber é o fenômeno da racionalização do mundo social moderno. No caso, Weber procurava analisar como a racionalidade impactou as instituições modernas, a exemplo do Estado e do governo, além da cultura.

A racionalidade é dividida em dois tipos:

  • Racionalidade formal: está relacionada às formas metódicas do sistema jurídico e econômico das sociedades modernas e se liga aos aparatos institucionais que se estruturam burocraticamente, em uma hierarquia com regras fixas.
  • Racionalidade substantiva: tem proximidade com a racionalidade formal, com a diferença de que não é voltada para fins. No caso, leva-se em consideração o contexto em que se insere com racionalidade dada quanto à disposição dos valores que orientam os mundos sociais específicos.

Quais são as principais obras de Max Weber?

Weber foi um profícuo escritor, que nos deixou obras importantes nas quais explorou suas principais ideias.

A mais conhecida entre elas é “A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo”, escrita em 1904. Originalmente, Weber escreveu dois ensaios separados: um sobre os modos de vida dos protestantes e outro sobre a origem do capitalismo.

A primeira parte foi escrita como um artigo com título “O Problema”. A segunda parte surgiu após uma viagem que Weber fez aos Estados Unidos, onde percebeu a ligação entre religião e vida econômica.

Os textos foram reunidos e só tiveram seu acabamento em 1920, quando da publicação sob o título “As seitas protestantes e o espírito do capitalismo”.

Neste trabalho, Weber destacou como o protestantismo ascético se envolveu com o surgimento do capitalismo no Ocidente. Segundo ele, esta vertente do cristianismo, com especial projeção do calvinismo, possibilitou a criação do capitalismo industrial.

Isso se deveu à crença partilhada pelos protestantes de que a riqueza é sinal de bênção divina, além do que, eles eram dados à poupança e evitavam gastar com o supérfluo.

Os protestantes são vistos por Weber também como agentes da secularização do pensamento monástico em torno do trabalho. O que implicou no comportamento metódico, disciplinado e racional.

Além deste livro, são muito conhecidos também:

  • A Ciência como Vocação;
  • A Política como Vocação;
  • Estudos sobre a Sociologia e a Religião;
  • Estudos de Metodologia.

As principais ideias de Max Weber influenciaram um dos nossos sociólogos mais importantes, Sérgio Buarque de Holanda.

Quais são as principais influências de Max Weber?

Muitos foram os filósofos e estudiosos que influenciaram Weber, ajudando-o assim a formular suas principais ideias. Dentre eles podemos destacar:

  • Friedrich Nietzsche: a influência deste filósofo sobre Weber se dá na compreensão sobre a análise dos fatos. Diferentemente dos positivistas, Nietzsche entendia que a interpretação tinha um valor muito importante na observação dos eventos, coisa que Weber tomou de empréstimo.
  • Immanuel Kant: influenciou Weber acerca da existência de ideias que se situam em um campo imutável. É daí que surgem os chamados tipos ideais.
  • John Stuart Mill: Weber pegou a teoria sobre a ética utilitarista de Mill para descrever o Capitalismo. Segundo este último, as pessoas agem a partir da utilidade, causando maior benefício à sociedade. O capitalismo, para Weber, promoveria benefícios por meio do trabalho e da multiplicação de riquezas.
  • Alexis de Tocqueville: este autor era defensor do liberalismo econômico, do qual Weber colheu algumas noções para fazer sua análise sobre o capitalismo.

3 frases famosas de Max Weber para entender seu pensamento!

1- “O Estado é considerado como a única fonte do “direito” de usar violência. Daí política, para nós, significar a participação no poder ou a luta para influir na distribuição do poder, seja entre Estados ou entre grupos dentro de um Estado.” (A Política como Vocação)

2- “Há duas maneiras de fazer política. Ou se vive ‘para’ a política ou se vive ‘da’ política. Nessa oposição não há nada de exclusivo. Muito ao contrário, em geral se fazem uma e outra coisa ao mesmo tempo, tanto idealmente quanto na prática”. (Ciência e Política: Duas Vocações)

3- “Basta uma vista de olhos pelas estatísticas ocupacionais de um país pluriconfessional para constatar a notável freqüência de um fenômeno por diversas vezes vivamente discutido na imprensa e na literatura católicas bem como nos congressos católicos da Alemanha: o caráter predominantemente protestantes dos proprietários do capital e empresários, assim como das camadas superiores da mão-de-obra qualificada, notadamente do pessoal de mais alta qualificação técnica ou comercial das empresas modernas”. (A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo)

  • Está com dificuldades para descobrir qual profissão se encaixa melhor na sua personalidade? Resolva isso com o Raio-X Beduka, o melhor teste vocacional da internet!

Gostou do nosso artigo sobre as principais ideias de Max Weber? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre as áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador