ExercíciosLiteratura

Os 15 Melhores Exercícios de Literatura Contemporânea com Gabarito

Exercícios-de-Literatura-Contemporânea-capaLista de Exercícios de Literatura Contemporânea com Gabarito

A Literatura contemporânea é uma escola literária brasileira formada por autores que começaram a se destacar a partir de 1960. Eles adaptaram a forma de fazer arte à realidade que viviam. Leia nosso resumo e faça os Exercícios de Literatura Contemporânea.

Quando você terminar os Exercícios de Literatura Contemporânea, coloque em prática todo seu conhecimento com O Melhor Simulado Enem do Brasil. 

Ao final do século XX, o Brasil mudou… 

Surgiu uma multiplicidade de tendência literárias que inovaram a poesia e a prosa, formando assim, a Escola de Literatura Brasileira Contemporânea

Ela foi fortemente influenciada pelas tendências criadas na segunda metade do século XX:

  • Metalinguagem
  • Experimentalismo Formal
  • Engajamento Social
  • Mistura de Tendências

A Poesia Concreta é um dos vários exemplos de movimentos que pertencem à Literatura Contemporânea.

Contexto Histórico (NO BRASIL)?

A partir de 1950, o Brasil passou por um grande processo de urbanização e industrialização. Isso trouxe algumas consequências.

A criminalidade aumentou, a participação política cresceu, as demandas políticas mudaram e os ambientes culturais passaram a ser cada vez mais efervescentes. 

As pessoas, agora habitando as cidades grandes, passaram a frequentar os museus, os parques, as bibliotecas, os jardins, os cinemas e muitos outros lugares de cultura. E tem mais!

O cenário global era de mudanças caóticas: Guerra Fria e as revoluções culturais que culminaram no Maio de 1968.

Protestos em Maio de 1968
Protestos em Maio de 1968

No Brasil também passamos a presenciar a Ditadura Militar Brasileira e as Guerrilhas Terroristas de Esquerda transformarem o território nacional em uma reprodução da Guerra Fria.

Confronto no Araguaia entre Guerrilha e Exército
Confronto no Araguaia entre as Guerrilhas e Exército Brasileiro

Todo esse cenário de alterações profundas promoveu também mudanças na Literatura, culminando na Literatura Contemporânea.

A Literatura Contemporânea no Brasil (Características mais importantes):

• Mistura de tendências estéticas (ecletismo);

• Junção da arte erudita e da arte popular;

• Prosa histórica, social e urbana;

• Poesia intimista, visual e marginal;

• Temas cotidianos e regionalistas;

• Engajamento social e literatura marginal;

• Experimentalismo formal;

• Técnicas inovadoras (recursos gráficos, montagens, colagens, etc.);

• Formas reduzidas (minicontos, mini crônicas, etc.);

• Intertextualidade e metalinguagem.

Observe bem essas características, elas serão essenciais para fazer os Exercícios de Literatura Contemporânea.

O que são Novelas? (Definições, características e exemplos)

Exemplos de autores (Os mais Importantes para o ENEM):

  • Ariano Suassuna;
  • Antônio Callado;
  • Adélia Prado;
  • Cacaso;
  • Caio Fernando Abreu;
  • Carlos Heitor Cony;
  • Cora Coralina;
  • Dalton Trevisan;
  • Lya Luft;
  • Millôr Fernandes;
  • Murilo Rubião;
  • Nélida Pinõn;
  • Paulo Leminski;
  • Rubem Braga;
  • Ferreira Gullar.

Leia também: O que são Contos? (RESUMO COMPLETO)

Exercícios de Literatura Contemporânea com Gabarito

Esperamos que, com esse resumo, tudo tenha ficado mais claro para você. 

Parabéns por ter lido até aqui!

Questão 1 – (ITA-2002) Leia os seguintes textos, observando que eles descrevem o ambiente natural de acordo com a época a que correspondem, fazendo predominar os aspectos bucólico, cotidiano e irônico, respectivamente: 

Texto 1 

Marília de Dirceu Enquanto pasta, alegre, o manso gado, minha bela Marília, nos sentemos À sombra deste cedro levantado. Um pouco meditemos Na regular beleza, Que em tudo quanto vive nos descobre A sábia Natureza. Atende como aquela vaca preta O novilhinho seu dos mais separa, E o lambe, enquanto chupa a lisa teta. Atende mais, ó cara, Como a ruiva cadela Suporta que lhe morda o filho o corpo, E salte em cima dela. 

(GONZAGA, Tomás Antônio. Marília de Dirceu. In: Proença Filho, Domício. Org. A poesia dos inconfidentes. Rio de Janeiro, Nova Aguilar, 1996, p. 605.) 

Texto 2 

Bucólica nostálgica Ao entardecer no mato, a casa entre bananeiras, pés de manjericão e cravo santo, aparece dourada. Dentro dela, agachados, na porta da rua, sentados no fogão, ou aí mesmo, rápidos como se fossem ao Êxodo, comem feijão com arroz, taioba, ora-pro-nobis, muitas vezes abóbora. Depois, café na canequinha e pito. O que um homem precisa pra falar, entre enxada e sono: Louvado seja Deus! 

(PRADO, Adélia. Poesia Reunida. 2ª- ed. São Paulo: Siciliano, 1992, p. 42.) 

Texto 3 

Cidadezinha qualquer Casas entre bananeiras Mulheres entre laranjeiras Pomar amor cantar Um homem vai devagar. Um cachorro vai devagar. Um burro vai devagar. Devagar… as janelas olham. Eta vida besta, meu Deus. 

(ANDRADE, Carlos Drummond. Obra Completa. Rio de Janeiro: José Aguilar Editora, 1967, p. 67.) 

Assinale a alternativa referente aos respectivos momentos literários a que correspondem os três textos: 

a) Romântico, contemporâneo, modernista. 

b) Barroco, romântico, modernista. 

c) Romântico, modernista, contemporâneo. 

d) Árcade, contemporâneo, modernista. 

e) Árcade, romântico, contemporâneo. 

Questão 2 –  (PUC – MG-2007) “… o que me interessa é um pouco exercitar o absurdo”, afirma José Eduardo Agualusa sobre sua produção literária. Em O vendedor de passados, esse “exercício do absurdo” só NÃO propicia: 

a) uma denúncia quanto à história e ao cenário político de Angola. 

b) uma crítica às concepções religiosas que negam a possibilidade de reencarnação. 

c) uma discussão acerca dos limites entre o real e o imaginário. 

d) uma problematização da narrativa histórica enquanto detentora da verdade dos fatos. 

Questão 3 – (PUC – MG-2007) Sobre o romance O vestido, de Carlos Herculano Lopes, é INCORRETO afirmar que: 

a) desenvolve-se como uma prosa narrativa com certa modulação poética, decorrente tanto do ritmo da narração quanto da incorporação de versos do poema no qual se baseia. 

b) defende, por meio do enredo, a idéia de que amar envolve sacrifícios que não valem a pena. 

c) situa as ações num momento e num ambiente ainda fortemente marcados pelo patriarcalismo, mas já abalados por algumas iniciativas de liberação feminina. 

d) retoma o mito grego de Penélope na figura de Ângela que, como a personagem mítica, espera pacientemente o retorno de Ulisses. 

Questão 4 – (UEMG-2007) Todas as alternativas abaixo apresentam comentários adequados à estrutura e à forma de organização do conto “Uma Carta” obra “O MONSTRO”, de Sérgio Sant’Anna., EXCETO:

a) Um narrador de primeira pessoa utiliza-se de uma carta para fazer um relato confessional que acaba por caracterizar a história de uma paixão, de um desejo. 

b) É possível observar no conto variações no registro lingüístico, quando se percebe a fusão de uma linguagem vulgar, chula, com um linguajar próximo ao padrão culto. 

c) A narrativa é dirigida por um narrador distanciado dos fatos, o que explica a sua postura onisciente, quando interpreta e dirige o ponto de vista das personagens. 

d) O texto se articula a partir do ponto de vista de um narrador de primeira pessoa que comparece na escrita com suas impressões, sentimentos e emoções. 

Questão 5 – (UEMG-2007) Considerando a narrativa “O Monstro”, que dá nome à obra de Sérgio Sant’Anna, assinale a alternativa cujo comentário esteja INCORRETO. 

a) O texto reúne gêneros diversos, tais como, dentre outros, reportagem, entrevista, além do próprio gênero conto. 

b) A narrativa mostra em seu conteúdo histórias envolvendo paixões exacerbadas que levam ao crime, ao uso de drogas, ao abuso e à depravação sexual. 

c) O conto apresenta um leque de temáticas que giram em torno da fragilidade e, ao mesmo tempo, da violência instintiva que há na condição humana. 

d) Antenor, um dos protagonistas do conto, é visto como o protótipo da maldade, ao induzir Frederica a ter um relacionamento homossexual com Marieta, sua amante.

  • Você está indo muito bem! Chegamos à metade dos Exercícios dos Literatura Contemporânea.

Questão 6 – (UEPB-2006) Considere as afirmações de três críticos literários brasileiros a respeito da poesia de Carlos Drummond de Andrade, de João Cabral de Melo Neto e do Concretismo: 

I. Partindo-se do dado histórico de que foi No meio do caminho da renovação da poesia brasileira que a obra de Drummond começou a aparecer como portadora de uma lição poética mais sólida, embora, inicialmente, na direção nacionalista de seus contemporâneos, é possível ver o conjunto de sua obra através de duas atitudes estilísticas. Na verdade, são atitudes complementares, dois estágios que se prolongam: da objetividade e da preocupação social. O poeta é realmente objetivo, mas no sentido de que se encontra mais próximo das coisas. A exibição de termos e construções do português brasileiro vai-se diluindo à medida que se aproxima de 1945, quando começam a predominar a contenção expressiva e a experiência técnica, quase desconhecida dos primeiros livros. Realmente, é com Sentimento do mundo e principalmente com A rosa do povo que os grandes temas sociais e populares atingem os mais altos arremessos da poesia social no Brasil, desde Castro Alves (Gilberto Mendonça Teles). 

II. É com O engenheiro (1945) e Psicologia da composição (1947) que o poeta atinge a maturidade criativa. João Cabral passará a se distinguir pelo combate sistemático ao sentimentalismo e ao irracionalismo em poesia, através de um processo de desmistificação dos mitos que a cercam. Ao mesmo tempo que desaliena a poesia, exibindo-lhe as entranhas, João Cabral procede a uma auto-análise da composição poética, chegando a dissociar a imagem física da palavra, do seu conceito. Além disso, o poeta-engenheiro fraciona os versos com uma técnica precisa de cortes que lhes confere uma estrutura, por assim dizer, arquitetônica, funcional. Não há, entretanto, em João Cabral, uma recusa ao “humano”; há, isto sim, uma recusa do poeta a se deixar transformar em joguete de sentimentalismos epidérmicos e a busca do verdadeiramente humano na linguagem, tomada em si mesma, como fonte de apreensão sensível da realidade (Augusto de Campos). 

III. A poesia concreta, ou Concretismo, impôs-se, a partir de 1956, como a expressão mais viva e atuante de nossa vanguarda estética. No contexto da poesia brasileira, o Concretismo afirmou-se como antítese à vertente intimista e estetizante dos anos 40 e repropôs temas, formas e, não raro, atitudes peculiares ao Modernismo de 22 em sua fase mais polêmica e mais aderente às vanguardas européias. Os poetas concretos entenderam levar às últimas conseqüências certos processos estruturais que marcaram o futurismo (italiano e russo), o dadaísmo e, em parte, o surrealismo. São processos que visam explorar as camadas materiais do significante. A poesia concreta quer-se abertamente antiexpressionista. Em termos mais genéricos: o Concretismo toma a sério, e de modo radical, a definição de arte como techné, isto é, como atividade produtora (Alfredo Bosi). Assinale a alternativa correta 

a) Apenas II e III estão corretas 

b) Apenas I e II estão corretas 

c) Todas as afirmações são corretas

d) Apenas III está correta 

e) Nenhuma afirmação está correta

Questão 7 – (UFG-2007) O romance O fantasma de Luis Buñuel, de Maria José Silveira, e a peça Calabar, de Chico Buarque e Ruy Guerra, apresentam direta e indiretamente as conseqüências do golpe militar de 1964 na realidade brasileira. Assim, o enfoque literário é semelhante no que se refere 

a) ao processo revisionista dos modos da violência de Estado em tempos históricos remotos. 

b) à captação realista dos modos de rebeldia da juventude formada num contexto ditatorial. 

c) à expressão multifacetada da tradição autoritária na sociedade brasileira. 

d) ao tratamento alegórico das formas de atuação política do poder militar. 

e) à recorrência temática da luta político-partidária contra o poder autoritário vigente.

Questão 8 – (PUC-SP-2006) Nelson Rodrigues escreveu Vestido de Noiva e este texto acabou sendo considerado a grande renovação da dramaturgia brasileira contemporânea. O que dá originalidade e peso ao texto deste autor e sustenta o interesse da peça é 

a) o esquema narrativo simples, ou seja, o desastre, a tentativa de salvar a protagonista Alaíde, conseqüente morte. 

b) o diagnóstico de uma realidade social terrível, protagonizada pela instituição familiar, cujas deformações são provocadas fundamentalmente por atitudes repressivas.

c) o uso de diferentes planos para narrar os acontecimentos que dão corpo ao texto, quais sejam o da memória, o da realidade e o da alucinação. 

d) o encontro imaginário entre Alaíde e Madame Clessi, simbolizado nos conflitos sexuais e nas fantasias românticas de um amor entre uma prostituta e um adolescente. 

e) a absoluta independência entre os vários planos da peça, justificada pela presença marcante da realidade que proporciona conclusão para a intriga.

Questão 9 – (UEMG-2006) Leia, a seguir, a epígrafe do conto O Edifício, que integra a obra “O Pirotécnico Zacarias”: “Chegará o dia em que os teus pardieiros se transformarão em edifícios; naquele dia ficarás fora da lei.” – Miquéias, VII, 11. – Indique, abaixo, a alternativa cujo trecho se associa diretamente a esta epígrafe. 

a) “Empolgado por um delirante contentamento, o engenheiro distribuía gratificações, desfazia-se em gentilezas com o pessoal, vagava pelas escadas, debruçava-se nas janelas, dava pulos (…)” 

b) “Inquietante expectativa marcou a aproximação do 800º. pavimento. (…) Homens e mulheres, indiscriminadamente, se atracaram com ferocidade, transformando o salão num amontoado de destroços. Enquanto cadeiras e garrafas cortavam o ar, o engenheiro, aflito, lutava para acalmar os ânimos. Um objeto pesado atingiu-o na cabeça(…)” 

c) “Para prolongar o sabor do triunfo, que o cansaço começava solapar, ocorreu-lhe redigir um circunstanciado relatório aos diretores da Fundação, contando os pormenores da vitória. Demonstraria também a impossibilidade de surgir, no futuro, outras profecias que pudessem embaraçar o prosseguimento das obras.” 

d) “A fim de estimular a camaradagem entre os que lidavam na construção, desenvolviam-se aos domingos alegres programas sociais. Devido a esse e outros fatores, tudo corria tranqüilamente, encaminhando-se a obra para as etapas previstas.” 

Questão 10 – (UEMG-2006) Todos os recursos narrativos da obra Hilda Furacão estão adequadamente apontados nas alternativas abaixo, EXCETO: 

a) Interação autor-leitor 

b) Uso da metalinguagem 

c) Ausência da verossimilhança 

d) Presença da intertextualidade

  • Ufa! Estamos quase no fim, continue e faça os 5 últimos Exercícios de Literatura Contemporânea.

Questão 11 – (UFMG-1997) O texto da obra Sargento Getúlio, de João Ubaldo Ribeiro, desvia-se do português padrão culto. Esteticamente esse procedimento se justifica porque: 

a) a geração a que pertence o autor utiliza “erros” de linguagem como provocação. 

b) a linguagem narrativa deve se ajustar o ponto de vista escolhido para a narração. 

c) a língua portuguesa falada no Brasil apresenta variações regionais. 

d) o romance se enquadra nas tendências regionalistas da literatura brasileira.

Questão 12 –  (UFMG-1998) O título do conto “O iniciado do vento”, de Aníbal Machado, refere-se a um personagem. Este personagem é: 

a) o juiz do processo. 

b) o escrivão da cidade. 

c) Zeca da Curva. 

d) José Roberto. 

Questão 13 – (UFMG-1997) Ao chamar de “Tragédia” sua peça Vestido de noiva, Nelson Rodrigues distinguiu-a do drama 

a) pela divisão do espaço cênico em três planos distintos. 

b) pela fatalidade cega que se abate sobre as personagens. 

c) pela influência do teatro grego na concepção de sua estrutura. 

d) pelo uso de uma linguagem nobre, de tom grandiloquente. 

Questão 14 – (UFMG-2003) Todas as alternativas apresentam fragmentos da série “OS PERSONAGENS”, de Cadernos de João, de Aníbal Machado, em que estão em jogo valores morais, EXCETO 

a) Era uma criatura tão sensível, crédula e exagerada, que a mais desprezível carta anônima assumia para ela as proporções de um coro grego. 

b) O temor de que a sociedade possa um dia transformarse fundamentalmente: Eu tenho defeitos próprios para vencer nesta. 

c) A moça, de tão magra e irreal, chegava às vezes a esvairse. Quando pressentia qualquer ameaça próxima, corria à rua para se oferecer aos reflexos e verificar se sua presença ainda repercutia. 

d) Era um tipo engraçado e maldizente, um virtuose da malícia. Apenas lhe faltava a dignidade do revoltado.

Questão 15 –  (UFMG-2005) Com base na leitura de A roda do mundo, de Edimilson de Almeida Pereira e Ricardo Aleixo, é CORRETO afirmar que 

a) a primeira parte da obra aborda a tradição religiosa do cristianismo, a partir de uma perspectiva bíblica. 

b) a segunda parte da obra reverencia a cultura iorubá por meio de cânticos de saudação e louvor a deuses africanos. 

c) as duas partes que compõem a obra apresentam os mesmos pontos de vista sobre a cultura afro-descendente do Brasil. 

d) todos os poemas da obra apresentam muitas críticas à exclusão cultural dos afro-descendentes.

Parabéns, chegou ao fim dos Exercícios de Literatura Contemporânea. Confira agora o Gabarito:

Gabarito dos Exercícios de Literatura Contemporânea

Exercício resolvido da questão 1 –

Alternativa correta: d) Árcade, contemporâneo, modernista.  

Exercício resolvido da questão 2 –

Alternativa correta: b) uma crítica às concepções religiosas que negam a possibilidade de reencarnação.

Exercício resolvido da questão 3 –

Alternativa correta: b) defende, por meio do enredo, a idéia de que amar envolve sacrifícios que não valem a pena. 

Exercício resolvido da questão 4 –

Alternativa correta: c) A narrativa é dirigida por um narrador distanciado dos fatos, o que explica a sua postura onisciente, quando interpreta e dirige o ponto de vista das personagens. 

Exercício resolvido da questão 5 –

Alternativa correta: d) Antenor, um dos protagonistas do conto, é visto como o protótipo da maldade, ao induzir Frederica a ter um relacionamento homossexual com Marieta, sua amante.

Exercício resolvido da questão 6 –

Alternativa correta: c) Todas as afirmações são corretas 

Exercício resolvido da questão 7 –

Alternativa correta: c) à expressão multifacetada da tradição autoritária na sociedade brasileira. 

Exercício resolvido da questão 8 –

Alternativa correta: c) o uso de diferentes planos para narrar os acontecimentos que dão corpo ao texto, quais sejam o da memória, o da realidade e o da alucinação. 

Exercício resolvido da questão 9 –

Alternativa correta: b) “Inquietante expectativa marcou a aproximação do 800º. pavimento. (…) Homens e mulheres, indiscriminadamente, se atracaram com ferocidade, transformando o salão num amontoado de destroços. Enquanto cadeiras e garrafas cortavam o ar, o engenheiro, aflito, lutava para acalmar os ânimos. Um objeto pesado atingiu-o na cabeça(…)” 

Exercício resolvido da questão 10 –

Alternativa correta: c) Ausência da verossimilhança 

Exercício resolvido da questão 11 –

Alternativa correta: b) a linguagem narrativa deve se ajustar o ponto de vista escolhido para a narração. 

Exercício resolvido da questão 12 –

Alternativa correta: c) Zeca da Curva.

Exercício resolvido da questão 13 –

Alternativa correta: b) pela fatalidade cega que se abate sobre as personagens. 

Exercício resolvido da questão 14 –

Alternativa correta: c) A moça, de tão magra e irreal, chegava às vezes a esvairse. Quando pressentia qualquer ameaça próxima, corria à rua para se oferecer aos reflexos e verificar se sua presença ainda repercutia. 

Exercício resolvido da questão 15 –

Alternativa correta: b) a segunda parte da obra reverencia a cultura iorubá por meio de cânticos de saudação e louvor a deuses africanos. 

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Gostou dos nossos Exercícios de Literatura Contemporânea? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre as áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por profissionais de várias formações (professores, jornalistas, filósofos), sempre prontos a oferecer os melhores conteúdos educacionais com foco no Enem e colaborar com a formação de todos os alunos. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador