ExercíciosHistória

Exercícios sobre a Terceira Revolução Industrial RESOLVIDOS

Exeercicios_sobre_a_Terceira_Revoluçao_IndustrialExercícios sobre a Terceira Revolução Industrial

A Terceira Revolução Industrial começou após a Segunda Guerra Mundial e integrou ao sistema produtivo a informática, a mecânica robótica e todo o campo da ciência e informação como um todo. Separamos alguns exercícios sobre a Terceira Revolução Industrial no final desse texto. Faça-os quando acabar de ler.

Também temos o nosso Simulado Enem te esperando. Nele você pode focar exatamente nas matérias que têm mais dificuldade. Recomendamos que faça. 

Quando começou a Terceira Revolução Industrial   

A Terceira Revolução Industrial, também chamada de Revolução Técnico-Científica-Informacional começou em 1950. Nesse período os avanços tecnológicos começaram a gerar grandes mudanças nos campos de conhecimento

Indústrias de alta tecnologia começaram a sobressair sobre as que lideraram as duas revoluções anteriores. A metalurgia e siderurgia começaram a dar lugar à robótica, genética, eletrônica, informática e telecomunicações. Tudo com o objetivo de aumentar ainda mais a produção e qualificar a mão-de-obra

Também foram aprimoradas máquinas que tinham sido inventadas anteriormente, de forma a torná-las muito mais eficientes. Além disso, houve introdução de robôs nas linhas de montagem. Isso reduziu os custos e aumentou a produção (e consequentemente os lucros) de maneira massiva.  

Ademais, ocorreu o desenvolvimento das relações entre o homem e o meio. As tecnologias de comunicação e informação avançaram de tal forma que as barreiras entre pessoas de diferentes lugares e culturas passassem a ser demolidas. Tudo graças ao alcance e velocidade das informações. Chegava a globalização.  

Vejamos algumas consequências do progresso para que você acerte os exercícios sobre a Terceira Revolução Industrial.

Consequências

As principais consequências da Terceira Revolução foram no campo tecnológico e informacional. Graças a ela, ocorreu um super desenvolvimento das ciências, principalmente a medicinal. Foram desenvolvidos remédios que erradicaram doenças inteiras. Também tivemos a genética que modificou o mundo com a biotecnologia.

No campo da espacialização foram construídos foguetes e satélites. No das relações sociais, os telefones foram incrementados a ponto de se tornarem aparelhos portáteis de divulgação de informações instantâneas conectados a todo momento

As indústrias voltadas às novas tecnologias desenvolveram computadores e softwares associados à internet. Além de chips que permitiam às máquinas ficarem mais eficientes e mais compactas a cada novo avanço.

A economia também foi extremamente afetada a ponto de criar uma nova fase do capitalismo: o Capitalismo Financeiro. Nessa Terceira Revolução surgiram várias multinacionais ativas no mercado de finanças e várias indústrias se espalharam por países periféricos em busca das riquezas econômicas que possuíam. 

Capitalismo financeiro na Terceira Revoluçao Industrial
Capitalismo financeiro na Terceira Revolução Industrial

Um ponto negativo a ser notado na Terceira Revolução é o uso extremo dos recursos naturais em busca de maior produtividade. Infelizmente, maior produção também significa maior poluição. Para resolver esse problema, a solução não é travar o desenvolvimento, mas sim acelerá-lo ainda mais através da liberdade econômica

Isso porque assim como o desenvolvimento tecnológico causou problemas ambientais ele também pode consertá-los. Novas tecnologias de desenvolvimento sustentável podem ser inventadas, integrando a proteção do meio ambiente ao desenvolvimento industrial

Países da Terceira Revolução

Cidade após a Terceira Revoluçao Industrial
Cidade após a Terceira Revolução Industrial

Apesar de oficialmente ter começado no Estados Unidos, a Terceira Revolução foi um fenômeno global. Ela ocorreu em diversos países ao mesmo tempo. Claro, ainda com o protagonismo do hemisfério norte, mas não se pode comparar com as dimensões que teve a Primeira Revolução com essa Terceira.  

A Terceira Revolução Industrial nunca teve um fim oficial, ela perdura até os dias atuais. Apesar disso, alguns economistas de renome acreditam que a Quarta Revolução Industrial já começou. Essa Quarta seria chamada de Indústria 4.0 e seria uma transição a novos sistemas. Isso porque ela estaria ocorrendo virtualmente

Características da Quarta Revolução seriam indústrias 100% automatizadas , grande desenvolvimento da nano e neurotecnologias, robôs e inteligências artificiais. 

Também haveriam impressoras 3D, drones, uma biotecnologia muito mais avançada. E isso não é um sonho, porque acredita-se que EUA, Suécia, Noruega, Finlândia, Holanda e Israel já iniciaram esse novo ciclo.   

Exercícios sobre a Terceira Revolução Industrial

Pois bem, chegou a hora de fazer os exercícios sobre a Terceira Revolução Industrial. Baixe também nosso Plano de Estudos e boa sorte nas suas provas.

1. (UEFS BA/2014) A primeira Revolução Industrial, apesar de não se basear em ciência, apoiava-se em um amplo uso de informações, aplicando e desenvolvendo os conhecimentos preexistentes. E a segunda Revolução Industrial, depois de 1850, foi caracterizada pelo papel decisivo da ciência ao promover a inovação. De fato, laboratórios de P&D [Pesquisa e Desenvolvimento] apareceram pela primeira vez na indústria química alemã nas últimas décadas do século XIX. (CASTELLS, 1999, p. 50).

CASTELLS, M. Tradução de Roneide V. Majer. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra S.A., v. 1, 1999.

Segundo o que preconiza o texto, é possível reconhecer uma Terceira Revolução Industrial, a partir da segunda metade do século XX, caracterizada por

a) ser de baixo custo, facilitando a rápida substituição de equipamentos e o reaproveitamento dos produtos usados.

b) estar diretamente associada à concentração da riqueza por aqueles que dispõem de recursos para dominá-la.

c) garantir o controle do meio ambiente, evitando o desperdício e a contaminação da natureza por produtos descartados.

d) assegurar o acesso a todos, independentemente do nível de renda ou de instrução, promovendo a distribuição igualitária de seus benefícios.

e) aplicar conhecimentos científicos e tecnológicos que beneficiam a rapidez da informação, o armazenamento e o cruzamento de dados e a criação de novas tecnologias.

2. (Fac. Santa Marcelina SP/2013) O modus operandi é o seguinte: a Boeing contrata diversas companhias de aviação russas, que lhe fornecem engenheiros. Usando um software francês especializado, os engenheiros russos colaboram com seus colegas da Boeing América – localizados em Seattle, Kansas – em projetos de aeronaves auxiliados por computador. A combinação de cabos de fibra óptica, tecnologias avançadas de compressão e software de fluxo de trabalho lhes permite transmitir os desenhos de um lado para o outro, entre Moscou e os Estados Unidos.

(Thomas Friedman. O Mundo é Plano, 2005. Adaptado.)

O conteúdo do texto sintetiza algumas das principais forças que produziram a globalização atual. São elas:

a) o movimento ambientalista global e a conferência ECO 92.

b) o nacionalismo e a abundância de mão de obra desqualificada.

c) a industrialização por substituição de importações e o protecionismo.

d) a ONU e a formação dos blocos econômicos regionais.

e) o fim da Guerra Fria e a Terceira Revolução Industrial.

3. (PUCCamp SP/2012) A Revolução Industrial teve início no século XVIII e, hoje, pode-se afirmar com segurança que o mundo vive a Terceira Revolução Industrial que

a) acelerou o aumento da produtividade ao mesmo tempo que reduziu o emprego de mão de obra, além de fortalecer o processo de expansão das grandes corporações transnacionais.

b) ampliou os impactos ambientais porque permaneceu privilegiando a matriz energética baseada em combustíveis fósseis e manteve a siderúrgica como indústria-chave.

c) modernizou a linha de montagem através da revalorização da divisão técnica do trabalho e reduziu sensivelmente o desemprego estrutural.

d) aprofundou a divisão internacional do trabalho porque, os países que foram impossibilitados de avançar com a industrialização retomaram as exportações de matérias-primas.

e) desenvolveu um modelo de crescimento urbano industrial que, após atingir os países ricos chegou aos países emergentes e, provavelmente, atinja os países pobres nas próximas décadas.

4. (UEFS BA/2014) A primeira Revolução Industrial, apesar de não se basear em ciência, apoiava-se em um amplo uso de informações, aplicando e desenvolvendo os conhecimentos preexistentes. E a segunda Revolução Industrial, depois de 1850, foi caracterizada pelo papel decisivo da ciência ao promover a inovação. De fato, laboratórios de P&D [Pesquisa e Desenvolvimento] apareceram pela primeira vez na indústria química alemã nas últimas décadas do século XIX. (CASTELLS, 1999, p. 50).

CASTELLS, M. Tradução de Roneide V. Majer. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra S.A., v. 1, 1999.

Segundo o que preconiza o texto, é possível reconhecer uma Terceira Revolução Industrial, a partir da segunda metade do século XX, caracterizada por

a) ser de baixo custo, facilitando a rápida substituição de equipamentos e o reaproveitamento dos produtos usados.

b) estar diretamente associada à concentração da riqueza por aqueles que dispõem de recursos para dominá-la.

c) garantir o controle do meio ambiente, evitando o desperdício e a contaminação da natureza por produtos descartados.

d) assegurar o acesso a todos, independentemente do nível de renda ou de instrução, promovendo a distribuição igualitária de seus benefícios.

e) aplicar conhecimentos científicos e tecnológicos que beneficiam a rapidez da informação, o armazenamento e o cruzamento de dados e a criação de novas tecnologias.

5. (PUC-Rio) A Terceira Revolução Industrial, que vem se realizando nas últimas décadas do século XX, introduziu importantes alterações no sistema produtivo. Assinale a alternativa que NÃO indica corretamente uma dessas mudanças.

a) Transmissão instantânea das informações e formação de redes – telecomunicações.

b) Realização de cálculos complexos em tempo cada vez menor – informática.

c) Mudança no padrão energético – energia nuclear.

d) Aceleração do tempo e aumento da capacidade de deslocamento de carga – transportes mais eficientes.

e) Surgimento de novos materiais e adoção de novas técnicas – siderurgia.

Respostas dos Exercícios sobre a Terceira Revolução Industrial

Exercício resolvido da questão 1 –

e) aplicar conhecimentos científicos e tecnológicos que beneficiam a rapidez da informação, o armazenamento e o cruzamento de dados e a criação de novas tecnologias.

Exercício resolvido da questão 2 –

e) o fim da Guerra Fria e a Terceira Revolução Industrial.

Exercício resolvido da questão 3 –

a) acelerou o aumento da produtividade ao mesmo tempo que reduziu o emprego de mão de obra, além de fortalecer o processo de expansão das grandes corporações transnacionais.

Exercício resolvido da questão 4 –

e) aplicar conhecimentos científicos e tecnológicos que beneficiam a rapidez da informação, o armazenamento e o cruzamento de dados e a criação de novas tecnologias.

Exercício resolvido da questão 5 –

e) Surgimento de novos materiais e adoção de novas técnicas – siderurgia.

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Gostou dos nossos Exercícios sobre a Terceira Revolução Industrial? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador