Literatura

Questões sobre Machado de Assis com gabarito

questões sobre machado de assisQuestões sobre Machado de Assis

Machado de Assis foi um escritor que muitos estudiosos afirmam ser o maior da história do Brasil. Ele é conhecido por obras famosas com personagens marcantes e considerado o pai do Realismo no Brasil. Leia o artigo e faça as questões sobre Machado de Assis que separamos para você.

Faça também o Simulado Enem do Beduka. Com ele você pode estudar com foco especial nas matérias que possui mais dificuldade.

Qual foi a origem de Machado de Assis?

Nascido no Rio de Janeiro, Machado perdeu seus pais quando ainda era pequeno e foi adotado por sua madrinha. Ele não tinha acesso ao estudo necessário, mas superou isso com sua criatividade e motivação. Estudou de forma autônoma e chegou a aprender línguas estrangeiras sozinho. 

Em 1856, Machado virou aprendiz de tipógrafo* na Tipografia Nacional, onde conheceu o escritor Manuel Antônio de Almeida. Dois anos depois ele virou revisor na livraria de Francisco de Paula Brito. Ele também começou no mundo boêmio dos artistas e chegou a colaborar e publicar alguns trabalhos em diversos jornais

*Ele redigia com os tipos, as letras, caracteres do jornal da época. Posicionadas as pecinhas com as letras, os jornais podiam ser impressos em massa.

Conhecidas as raízes do escritor, vamos agora entender mais sobre a sua carreira. Leia com atenção para fazer as questões sobre Machado de Assis. 

Quem foi Machado de Assis?

Machado de Assis ganhou o apelido de “O Bruxo do Cosme Velho” devido a um de seus poemas. Em 1861 ele lançou seu primeiro livro: Queda que as mulheres têm para os tolos. No ano seguinte ele se tornou censor teatral, um cargo que lhe dava acesso a todos os teatros. Dois anos mais tarde publicou seu segundo livro: Crisálidas. 

Três anos depois disso é nomeado ajudante do diretor de publicação do Diário Oficial e um pouco mais tarde casa-se com a mulher que seria sua esposa pelos próximos 35 anos: Carolina Augusta Xavier de Novais. Machado passou por várias áreas dos jornais ao longo dos anos e isso o ajudou nas publicações de suas obras em forma de folhetins

Folhetim é a parte do jornal onde se escrevem críticas, romances, novelas. Machado escreveu obras assim, cada dia saia um capítulo.

Também foi funcionário público e primeiro oficial do Ministério da Agricultura. Tornou-se chefe em 3 meses. O Imperador o nomeou um Cavaleiro da Ordem da Rosa

Machado de Assis ainda foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras em 1896 e ocupou a 23ª cadeira quando foi aclamado para presidente. O local ganhou o apelido de “Casa de Machado de Assis”

História impressionante, certo? Infelizmente toda história boa precisa de um fim, então vejamos como ela acabou antes que você faça as questões sobre Machado de Assis.

O fim de Machado de Assis

Em outubro de 1904 a esposa de Machado que era revisora de suas obras e sua enfermeira faleceu O escritor ficou arrasado e quase não saía mais de casa. Ele a dedicou o poema “A Carolina” e quatro anos depois o próprio Machado nos deixava.

principais obras de machado de assis

Foi enterrado no cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro. Suas principais obras foram:

  • Do romantismo com Crisálidas (1864)
  • O Indianismo presente em Americanas (1875)
  • O parnasianismo em Ocidentais (1901)
  • As coletâneas de Contos fluminenses (1870) e Histórias da meia-noite (1873)
  • Além, é claro, dos romances Ressurreição (1872), A mão e a luva (1874), Helena (1876), Iaiá Garcia (1878) e Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881)

Questões sobre Machado de Assis

Pois bem! Está na hora de fazer as questões sobre Machado de Assis. Depois que terminar baixe nosso Planos de Estudos. Ele será muito útil para você. Boa sorte!

1. (Faap-1997) “Queria dizer aqui o fim do Quincas Borba, que adoeceu também, ganiu infinitamente, fugiu desvairado em busca do dono, e amanheceu morto na rua, três dias depois. Mas, vendo a morte do cão narrada em capítulo especial, é provável que me perguntes se ele, se o seu defunto homônimo é que dá o título ao livro, e por que antes um que outro, – questão prenhe de questões, que nos levariam longe… Eia! chora os dous recentes mortos, se tens lágrimas. Se só tens riso, ri-te! É a mesma cousa. O Cruzeiro, que a linda Sofia não quis fitar, como lhe pedia Rubião, está assaz alto para não discernir os risos e as lágrimas dos homens.”

Machado de Assis

Machado de Assis filia-se (e o trecho é exemplo disso) ao estilo de época do:

a) arcadismo

b) romantismo

c) realismo

d) simbolismo

e) modernismo.

2. (ENEM-2001) No trecho abaixo, o narrador, ao descrever a personagem, critica sutilmente um outro estilo de época: o romantismo.

“Naquele tempo contava apenas uns quinze ou dezesseis anos; era talvez a mais atrevida criatura da nossa raça, e, com certeza, a mais voluntariosa. Não digo que já lhe coubesse a primazia da beleza, entre as mocinhas do tempo, porque isto não é romance, em que o autor sobredoura a realidade e fecha os olhos às sardas e espinhas; mas também não digo que lhe maculasse o rosto nenhuma sarda ou espinha, não. Era bonita, fresca, saía das mãos da natureza, cheia daquele feitiço, precário e eterno, que o indivíduo passa a outro indivíduo, para os fins secretos da criação.”

ASSIS, Machado de. Memórias Póstumas de Brás Cubas. Rio de Janeiro: Jackson,1957.

A frase do texto em que se percebe a crítica do narrador ao romantismo está transcrita na alternativa:

a) … o autor sobredoura a realidade e fecha os olhos às sardas e espinhas …

b) … era talvez a mais atrevida criatura da nossa raça …

c) Era bonita, fresca, saía das mãos da natureza, cheia daquele feitiço, precário e eterno, …

d) Naquele tempo contava apenas uns quinze ou dezesseis anos …

e) … o indivíduo passa a outro indivíduo, para os fins secretos da criação.

(UNIFESP-2007) Texto comum às questões: 3, 4, 5 e 6

O trecho do conto Uns braços, de Machado de Assis

Havia cinco semanas que ali morava, e a vida era sempre a mesma, sair de manhã com o Borges, andar por audiências e cartórios, correndo, levando papéis ao selo, ao distribuidor, aos escrivães, aos oficiais de justiça. (…) Cinco semanas de solidão, de trabalho sem gosto, longe da mãe e das irmãs; cinco semanas de silêncio, porque ele só falava uma ou outra vez na rua; em casa, nada.

“Deixe estar, — pensou ele um dia — fujo daqui e não volto mais.”

Não foi; sentiu-se agarrado e acorrentado pelos braços de D. Severina. Nunca vira outros tão bonitos e tão frescos. A educação que tivera não lhe permitira encará-los logo abertamente, parece até que a princípio afastava os olhos, vexado. Encarou-os pouco a pouco, ao ver que eles não tinham outras mangas, e assim os foi descobrindo, mirando e amando. No fim de três semanas eram eles, moralmente falando, as suas tendas de repouso.

Aguentava toda a trabalheira de fora, toda a melancolia da solidão e do silêncio, toda a grosseria do patrão, pela única paga de ver, três vezes por dia, o famoso par de braços.

Naquele dia, enquanto a noite ia caindo e Inácio estirava-se na rede (não tinha ali outra cama), D. Severina, na sala da frente, recapitulava o episódio do jantar e, pela primeira vez, desconfiou alguma cousa. Rejeitou a ideia logo, uma criança! Mas há ideais que são da família das moscas teimosas: por mais que a gente as sacuda, elas tornam e pousam. Criança? Tinha quinze anos; e ela advertiu que entre o nariz e a boca do rapaz havia um princípio de rascunho de buço. Que admira que começasse a amar? E não era ela bonita? Esta outra ideia não foi rejeitada, antes afagada e beijada.

E recordou então os modos dele, os esquecimentos, as distrações, e mais um incidente, e mais outro, tudo eram sintomas, e concluiu que sim.

3. Quando se diz, ao final do texto, que D. Severina concluiu que sim, significa que ela reconheceu que

a) deveria contar tudo a Borges.

b) Inácio era um desastrado, de fato.

c) estava enganada sobre o amor de Inácio.

d) Inácio deveria ser advertido.

e) Inácio começava a amá-la.

4. Ao conceber-se bonita, D. Severina entendeu que

a) era possível Inácio estar apaixonado por ela.

b) sua beleza não era para ser desfrutada por uma criança.

c) a traição a Borges seria um grande equívoco.

d) Inácio, de fato, desejava vingar-se de Borges.

e) o marido não a via assim, ao contrário de Inácio.

5. Analise as duas ocorrências:

… uma criança!

Criança?

Essas duas passagens mostram que

a) tanto os sentimentos de D. Severina como a sua razão mostravam-lhe que Inácio era ainda muito jovem para se dar às questões do amor.

b) havia duas vozes na consciência de D. Severina: uma lhe proibia o desejo; outra o mostrava como possibilidade.

c) D. Severina via Inácio como uma criança apenas, o que a perturbava muito, por sentir-se atraída por ele.

d) D. Severina rejeitava qualquer possibilidade de uma relação com Inácio, já que não nutria nenhum sentimento pelo rapaz.

e) havia um embate entre a consciência e a educação de D. Severina, o qual a impedia de aceitar o amor do rapaz.

6. De início, morar na casa de Borges era solitário e tedioso, o que levou Inácio a pensar em ir embora. Todavia, isso não aconteceu, sobretudo porque o rapaz

a) passou a ser mais bem tratado pelo casal após três semanas.

b) teve uma educação que não lhe permitiria tal rebeldia.

c) se pegou atraído por D. Severina, com o passar do tempo.

d) gostava, na realidade, do trabalho que realizava com Borges.

e) sentia que D. Severina se mostrava mais atenciosa com ele.

Respostas das Questões sobre Machado de Assis

Exercício resolvido da questão 1 –

c) realismo

Exercício resolvido da questão 2 –

a) … o autor sobredoura a realidade e fecha os olhos às sardas e espinhas …

Exercício resolvido da questão 3 –

e) Inácio começava a amá-la.

Exercício resolvido da questão 4 –

a) era possível Inácio estar apaixonado por ela.

Exercício resolvido da questão 5 –

b) havia duas vozes na consciência de D. Severina: uma lhe proibia o desejo; outra o mostrava como possibilidade

Exercício resolvido da questão 6 –

c) se pegou atraído por D. Severina, com o passar do tempo.

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Gostou das nossas Questões sobre Machado de Assis? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por profissionais de várias formações (professores, jornalistas, filósofos), sempre prontos a oferecer os melhores conteúdos educacionais com foco no Enem e colaborar com a formação de todos os alunos. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador