ExercíciosFilosofia

Questões sobre Adam Smith com GABARITO

Questoes_sobre_Adam_SmithQuestões sobre Adam Smith

Adam Smith foi um economista e filósofo social do iluminismo escocês. Ele é visto como pai do liberalismo econômico por defender o livre mercado e a divisão do trabalho, além de outros aspectos e práticas capitalistas. Separamos algumas questões sobre Adam Smith no final do texto, então leia com atenção.  

Quando terminar faça nosso Simulado Enem. Nele você pode focar nas matérias que tem mais mais dificuldade e elas são corrigidas na hora por sistema TRI. 

Biografia de Adam Smith

Adam Smith nasceu em 16 de julho de 1723 na cidade escocesa portuária de Kirkcaldy. Era filho de um advogado de quem herdava o mesmo nome e sua mãe se chamava Margaret Douglas. Smith começou a se familiarizar com as formas de produção observando uma fábrica de alfinetes, a única atividade industrial que havia na cidade. 

Seu pai morreu quando tinha dois meses. Estudou no Colégio “Burgh School of Kirkcaldy” e com 14 anos, começou a cursar filosofia na Universidade de Glasgow. A essa altura já sabia matemática, história, latim e escrita. Graduou-se em 1740 e ganhou uma bolsa de estudos no “Balliol College”, em Oxford.

Virou professor da Cátedra de Lógica da mesma Universidade de Glasgow em que estudou. Dava as matérias de retórica e filosofia. Mais tarde, foi eleito reitor e virou amigo do homem que mais inspiraria suas teorias: David Hume.  

Também foi tutor do duque de Buccleuch. O acompanhava nas viagens para Toulouse e Paris na França e Genebra, na Suíça. Smith ainda foi inspetor da alfândega em Edimburgo, cidade onde faleceu

Pouco se sabe de sua vida íntima, apenas que era bem próximo de sua mãe, que nunca se casou e que foi raptado por ciganos com 4 anos. Porém, rapidamente resgatado.

Alguns detalhes sobre David Hume, filósofo que inspirou suas principais ideias antes que você faça as questões sobre Adam Smith. 

Principal influência 

A principal influência de Adam Smith foi filósofo escocês David Hume. Hume defendia a moral natural. Ela se sustentava sobre as morais de egoísmo e altruísmo

Essa teoria dizia que a sobrevivência era um motivador melhor para o ser humano do que a própria bondade. Isso era bom porque ao pensar no melhor para si,o homem acaba fazendo o melhor para o seu entorno também. Isso seria uma consequência natural.   

Baseado nessa teoria, Adam Smith lança sua primeira grande obra: “Teoria dos sentimentos morais”. Nessa obra, ela analisa o comportamento humano e sua moral para entender as principais motivações das pessoas.

Filosofia de Adam Smith

Lembrando que Adam Smith era um economista, sua filosofia era muito voltada para o padrão econômico. Vamos ver algumas de suas teorias para você acertar as questões sobre Adam Smith.

A Riqueza das Nações de Adam Smith

A Riqueza das Naçoes de Adam Smith
A Riqueza das Nações de Adam Smith

Adam Smith precisou de 40 anos para reunir conhecimento suficiente para bolar sua obra “Riqueza das Nações” que tem como nome completo “Uma Investigação sobre a Natureza e as Causas da Riqueza das Nações”. 

Nela, ele tenta explicar a natureza do sistema econômico e as mudanças que estavam acontecendo devido à Revolução Industrial do século XVIII

Natureza Econômica de Adam Smith

Smith dizia que a economia era movimentada pelos interesses individuais. Isso era uma coisa boa, pois quando você faz uma coisa buscando o melhor para si, consequentemente todos perto de você acabam beneficiados

Por exemplo, imagine que você quer abrir uma padaria em seu bairro para ganhar dinheiro vendendo pães e bolos. Você trabalha, acumula capital e abre a padaria visando uma satisfação e um lucro individual. Em última análise você está pensando apenas em si mesmo.

Contudo, ao abrir a sua padaria você automaticamente melhora o padrão de vida de todas as pessoas na sua região, porque você estará disponibilizando um produto importante para alimentação delas. Ou seja, o seu serviço com intenções puramente individualistas, por consequência ajuda as outras pessoas.  

Veja a citação de Smith que dizia isso:

Todo indivíduo necessariamente trabalha no sentido de fazer com que o rendimento anual da sociedade seja o maior possível. Na verdade, ele geralmente não tem intenção de promover o interesse público, nem sabe o quanto o promove. Ao preferir dar sustento mais à atividade doméstica que à exterior, ele tem em vista apenas sua própria segurança; e, ao dirigir essa atividade de maneira que sua produção seja de maior valor possível, ele tem em vista apenas seu próprio lucro, e neste caso, como em muitos outros, ele é guiado por uma mão invisível a promover um fim que não fazia parte de sua intenção. E o fato de este fim não fazer parte de sua intenção nem sempre é o pior para a sociedade. Ao buscar seu próprio interesse, frequentemente ele promove o da sociedade de maneira mais eficiente do que quando realmente tem a intenção de promovê-lo.

Mão Invisível de Adam Smith

A “mão invisível” se tornaria um lema do liberalismo dentro da economia. Smith a usa para explicar a preferência das pessoas por produtos nacionais do que estrangeiros. Ele também é usado para explicar as leis de mercado e as leis de oferta e demanda

Veja essa passagem de Adam sobre a mão invisível:

“O indivíduo, ao preferir dar apoio à indústria de seu país, mais do que à estrangeira, se propõe unicamente buscar sua própria segurança (…) em este como em muitos outros casos, uma mão invisível o leva a fomentar uma atividade que não entrava nos seus propósitos”.

Divisão do trabalho para Adam Smith

Adam Smith defendia fortemente a divisão do trabalho. Ele acreditava que se cada trabalhador fosse responsável por uma parte específica da produção, isso criaria uma mão-de-obra com uma qualidade difícil de superar

Ele estendia essa teoria dizendo que cada país devia se especializar em desenvolver produtos específicos e então vendê-los no mercado.

Mercantilismo para Adam Smith

Mercantilismo para Adam Smith
Mercantilismo para Adam Smith

Mercantilismo era um conjunto de práticas que envolviam intervenção estatal, pois no século XVIII vigorava a ideia de que riqueza era a quantidade de ouro e prata residentes nos cofres públicos.     

Adam Smith odiava o mercantilismo por causa disso. Ele detestava a ideia de um Estado interventor na economia. Defendia a relação contratual apenas entre patrão e empregado e também a propriedade privada

Além disso, ele falava que dinheiro não é riqueza. Riqueza é a sua capacidade de produzir. Se você consegue produzir bastante, aí sim você é rico.

Fisiocracia

Empresario observando o sucesso
Empresário observando o sucesso

Entre 1764 e 1766, Adam Smith viajou à França e lá conheceu François Quesnay e Anne Robert Jacques Turgot, os homens que o fariam se interessar por economia. Eles se baseavam no poder da terra e dos proprietários, nos direitos naturais e na liberdade de vender e comprar.  

Eles defendiam que a melhor forma de governo era deixar as coisas se resolverem por si mesmas. Sem intervenção. Daí surgiu a expressão francesa “laissez-faire” (deixai fazer).

No ano seguinte Adam voltou à Escócia para escrever sua obra mestra, mas por a Escócia estar ligada à Inglaterra (onde começava a Revolução Industrial) ela era mais desenvolvida que a França. 

Nessa época, um amigo de Adam chamado James Watt desenvolveu uma máquina a vapor que iria revolucionar toda a economia e estrutura social da época. Adam Smith, infelizmente morreu antes de ver as grandes fábricas, mas previu com precisão as mudanças que elas fariam na sociedade

Veja agora as principais obras desse filósofo economista e algumas de suas frases, antes de fazer as questões sobre Adam Smith. 

Obras de Adam

  • Teoria dos Sentimentos Morais (1759)
  • Uma investigação sobre a natureza e as causas da riqueza das nações (1776)
  • Ensaio sobre Temas Filosóficos (1795).

Frases de Adam

O que vai gerar a riqueza das nações é o fato de cada indivíduo procurar o seu desenvolvimento e crescimento econômico pessoal.

Onde há grande propriedade, há grande desigualdade. Para um muito rico, há no mínimo quinhentos pobres, e a riqueza de poucos presume da indigência de muitos.

A ciência é o grande antídoto contra o veneno do entusiasmo e da superstição.

É injusto que toda a sociedade contribua para custear uma despesa cujo benefício vai a apenas uma parte dessa sociedade.

É o medo de perder seu emprego que restringe suas fraudes e corrige sua negligência.

A ambição universal dos homens é viver colhendo o que nunca plantaram.

A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes.

O verdadeiro valor das coisas é o esforço e o problema de as adquirir.

Nenhuma nação pode florescer e ser feliz enquanto grande parte de seus membros for formada de pobres e miseráveis. 

Questões sobre Adam Smith

Agora que você leu todo o texto pode fazer as questões sobre Adam Smith sem medo. Baixe também nosso Plano de Estudos, ele será muito útil para você. Boa sorte nas suas provas!

1. (UEL PR/2001) “[O indivíduo], orientando sua atividade de tal maneira que sua produção possa ser de maior valor, visa apenas o seu próprio ganho e, neste, como em muitos outros casos, é levado como que por uma mão invisível a promover um objetivo que não fazia parte de suas intenções. (…) Ao perseguir seus próprios interesses, o indivíduo muitas vezes promove o interesse da sociedade muito mais eficazmente do que quando tenciona realmente promovê-lo.”

(SMITH, A. A riqueza das nações. São Paulo: Abril Cultural, 1983, p. 379-380).

Sobre o liberalismo, considere as seguintes afirmativas:

I – O liberalismo econômico, cujos princípios, como o livre comércio, a propriedade privada e a lei de mercado, favoreceram o desenvolvimento do capitalismo, teve em Adam Smith um de seus principais fundadores.

II – A sistematização das análises econômicas no livro História da riqueza das nações contribuiu para a definição da economia como ciência.

III – No trecho acima, Adam Smith denunciou os males do individualismo e do egoísmo econômico.

IV – A “mão invisível” citada por Adam Smith é uma metáfora que pode ser substituída pela definição liberal de mercado.

Assinale a alternativa correta.

a) Apenas as afirmativas I, II e III são verdadeiras.

b) Apenas as afirmativas I, II e IV são verdadeiras.

c) Apenas as afirmativas II e III são verdadeiras.

d) Apenas as afirmativas I e IV são verdadeiras.

e) Todas as afirmativas são verdadeiras.

2. (UFTM MG/2005) No livro A Riqueza das Nações, Adam Smith (1723-1790) lançou as bases do liberalismo econômico, cujas características são

a) a agricultura como fonte de riqueza do país e a livre empresa.

b) o livre mercado e as restrições à propriedade privada.

c) a intervenção do Estado na economia e o livre comércio.

d) o trabalho como fonte de riqueza e a liberdade de concorrência.

e) a liberdade de produção e o protecionismo alfandegário.

3. (UFRRJ/2005) O texto a seguir se refere ao liberalismo econômico.

“A Escola de Manchester, conhecida também como Escola Clássica, desenvolveu o pensamento econômico dominante na época do capitalismo industrial e liberal. Coube a Adam Smith formular em “A Riqueza das Nações”, que foi publicado em 1776, as ideias iniciais do Liberalismo Econômico, igualmente defendido por Davi Ricardo” em “Princípios da Economia Política e do Imposto”, Thomas Robert Malthus em “Ensaio Sobre o Princípio da População” e Jean Baptiste Say em “Tratado de Economia Política”.

AQUINO, S. L. de A.; et alii. História das sociedades modernas às atuais. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1995, p. 1281.

A obra Riqueza das Nações (1776), fundamental na evolução do pensamento econômico, defendia, entre outras, a ideia de que

a) a grandeza de um Estado exige a planificação e o dirigismo econômico.

b) o trabalho é a fonte de riqueza, baseando-se no valor da lei da oferta e da procura.

c) a riqueza deve basear-se, fundamentalmente, na exploração dos recursos da natureza.

d) a “mais-valia” resultado da exploração do trabalhador deve ser suprimida.

e) a socialização dos meios de produção e distribuição aumentam a eficiência da economia.

4. (UEM PR/2006) A respeito do Liberalismo Econômico, assinale o que for incorreto:

a) O livro de Adam Smith, A Riqueza das Nações (1776), é a base teórica principal do capitalismo liberal.

b) O Liberalismo opõe-se teoricamente ao Mercantilismo.

c) Mesmo tendo algumas diferenças teóricas, a visão de Adam Smith se somava à Fisiocracia na defesa do livre comércio.

d) A frase Laissez paire, laissez passer, le monde va de lui-même (Deixai fazer, deixai passar, que o mundo anda por si mesmo) expressa o pensamento do Liberalismo.

e) As teses liberais de Adam Smith serviram de inspiração, inclusive, para os regimes fascistas que floresceram na Europa no século XX.

5. (FATEC SP/2006) Adam Smith, teórico do liberalismo econômico, cuja obra, Riqueza das Nações, constitui o baluarte, a cartilha do capitalismo liberal, considerava

a) a política protecionista e manufatureira como elemento básico para desenvolver a riqueza da nação.

b) necessária a abolição das aduanas internas, das regulamentações e das corporações então existentes nos países.

c) a propriedade privada como a raiz das infelicidades humanas, daí toda a economia ter de ser controlada pelo Estado.

d) a terra como fonte de toda a riqueza, enquanto a indústria e o comércio apenas transformavam ou faziam circular a riqueza natural.

e) o trabalho como fonte de toda a riqueza, dizendo que, com a concorrência, a divisão do trabalho e o livre comércio, a harmonia e a justiça social seriam alcançadas. 

Respostas das Questões sobre Adam Smith

Exercício resolvido da questão 1 –

b) Apenas as afirmativas I, II e IV são verdadeiras.

Exercício resolvido da questão 2 –

d) o trabalho como fonte de riqueza e a liberdade de concorrência.

Exercício resolvido da questão 3 –

b) o trabalho é a fonte de riqueza, baseando-se no valor da lei da oferta e da procura.

Exercício resolvido da questão 4 –

e) As teses liberais de Adam Smith serviram de inspiração, inclusive, para os regimes fascistas que floresceram na Europa no século XX.

Exercício resolvido da questão 5 –

e) o trabalho como fonte de toda a riqueza, dizendo que, com a concorrência, a divisão do trabalho e o livre comércio, a harmonia e a justiça social seriam alcançadas.

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Gostou das nossas Questões sobre Adam Smith? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador