Geografia

O que são latifúndios? Entenda a origem e a definição dessa estrutura fundiária

o que são latifúndiosO que são latifúndios?
Mude de vida com Beduka Bolsas

As propriedades agrárias são classificadas de diversas maneiras: pequena, grande, familiar, comunitária. Uma das formas mais conhecidas é a categoria dos latifúndios.

O conceito de latifúndio se refere principalmente às propriedades com uma extensão muito grande, ao ponto de muitas vezes não ser possível ver o final delas. Mas o tamanho é só um dos aspectos.

Continue lendo para descobrir o que são latifúndios e todos os aspectos que definem este conceito.

Se você quiser ir diretamente para alguma parte do conteúdo, clique em um dos tópicos abaixo:

Você sabia que é possível entrar na faculdade dos seus sonhos sem precisar da nota do ENEM? Com o Beduka Bolsas você garante desconto de até 65% na mensalidade + matrícula gratuita. Acesse agora mesmo!

O que é estrutura fundiária?

No campo, o espaço é dividido em diversos tipos de propriedade. Umas são enormes, tão grandes que muitas vezes nem conseguimos ver sua real extensão, enquanto outras são bem pequenas. Além disso, o objetivo e o uso delas também são diferentes, podendo haver uma agricultura intensiva ou extensiva, para o mercado externo ou de subsistência.

A estrutura fundiária é o conjunto dessas características, de tamanho, formas de usar e função da terra. As duas formas principais de estrutura fundiária são o minifúndio e o latifúndio.

O minifúndio é uma pequena propriedade, com até 100 hectares de área e sob a posse de uma família, que a utiliza para subsistência e para alimentar o mercado interno.

Ele é contraposto ao latifúndio, que tem uma definição diferente e não leva em consideração somente a extensão da propriedade. Continue lendo para descobrir o que são latifúndios.

O que são latifúndios?

A palavra latifúndio deriva de duas outras palavras latinas: latus, que significa grande, e fundus, que quer dizer fazenda. Assim, latifúndio é a fazenda grande, a propriedade com áreas enormes que chegam a se perder de vista.

Mas o tamanho da propriedade não é a única forma de avaliar se ela é um latifúndio ou não. Em 1964 foi criado o Estatuto da Terra, que caracterizou as propriedades no campo. Os conceitos usados foram: latifúndio, minifúndio, imóvel rural, propriedade familiar e módulo rural.

Os latifúndios, de acordo com essa lei, são definidos pela área e pelo uso da terra. Assim:

  • Latifúndio de exploração: é o imóvel que possui de 1 a 600 módulos rurais e com baixo ou nenhum aproveitamento de suas capacidades físicas, econômicas e sociais. O objetivo é muitas vezes especulativo, em que o proprietário mantém a terra à espera da valorização para vendê-la.
  • Latifúndio de dimensão: propriedade com extensão maior do que 600 módulos rurais, com ou sem uso da terra.

O módulo rural é a área de terra, medida em hectares, suficiente para garantir estabilidade econômica para o produtor.

Em geral, os latifúndios de exploração são acusados de não cumprir sua função social, recebendo muitas críticas por isso. Vamos saber melhor o que significa esse conceito.

Para entender bem o que são latifúndios, conheça o contexto da agricultura brasileira.

O que é a função social da terra?

A função social da terra é definida pelo artigo 186 da Constituição Federal de 1988. Ela é cumprida quando a propriedade atende simultaneamente aos seguintes critérios:

I – aproveitamento racional e adequado;

II – utilização adequada dos recursos naturais disponíveis e preservação do meio ambiente;

III – observância das disposições que regulam as relações de trabalho;

IV – exploração que favoreça o bem-estar dos proprietários e dos trabalhadores.

Assim, como os latifúndios de exploração são terras improdutivas, eles não cumprem sua função social.

Na verdade, ao serem utilizados para a especulação e elevação de preços, tornam a propriedade ainda mais concentrada na mão de poucas pessoas, pois a maioria não tem condições de comprá-las.

Isso é um reflexo da origem desses latifúndios, em que muitas vezes se deu já no período colonial brasileiro.

Bdeuka Bolsas de Ano Novo

Agora que você já sabe o que são latifúndios, teste seus conhecimentos com nossa lista de exercícios sobre a agricultura brasileira.

Qual é a origem dos latifúndios no Brasil?

Agora que já conhecemos o que são latifúndios, vamos entender a sua origem histórica no nosso país.

A colonização portuguesa no Brasil foi um processo feito por particulares, que receberam grandes extensões de terras do rei, em cartas de doação. Elas ficaram conhecidas como Capitanias Hereditárias e os seus donos, capitães-donatários.

Os capitães tinham o poder de distribuir propriedades, em doações chamadas de sesmarias. Algumas dessas propriedades eram muito extensas e alguns sesmeiros chegavam a acumular algumas delas.

Deste modo, a colonização no Brasil foi feita com base nos latifúndios, exceto em algumas regiões como o Rio Grande do Sul, onde vigorou a pequena propriedade familiar.

O regime de sesmaria permaneceu até 1850, quando foi aprovada a Lei de Terras. Ela legalizou a posse das ocupações existentes e estabeleceu a aquisição de terras apenas por compra.

Isso manteve a concentração da propriedade na mão de poucos. Mas vale ressaltar que o maior proprietário de terras improdutivas é o Estado Brasileiro, que mantém milhões de hectares de terras devolutas, ou seja, terras públicas em que o poder não dá destinação.

Quais são as consequências dos latifúndios no Brasil?

Para entendermos bem o que são latifúndios, precisamos compreender quais são as consequências que eles trazem. Entre elas estão:

  • Êxodo rural: com a concentração da propriedade, muitas famílias não têm condições de se manter no campo e acabam migrando para os grandes centros em busca de melhoria de vida.
  • Conflitos pela terra: alguns latifúndios não foram construídos de maneira lícita, como a aquisição de terrenos. Pelo contrário, sua existência se deve a conflitos e disputas pela terra entre grandes proprietários e lideranças indígenas, quilombolas e pequenos camponeses.

Como forma de solucionar esses problemas, aposta-se sempre em reformas agrárias. Para isso existe o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), que atua desde o regime militar.

Esses temas aparecem com frequência no Enem. E você pode se preparar estudando com nosso Simulado Enem gratuito, que serve para ajudar os estudantes a praticar com questões do próprio Enem e nota calculada via TRI. 

Assim você fica craque no assunto e ainda por cima pode ver qual seria sua nota caso a prova fosse hoje.

Se quiser testar os conhecimentos que aprendeu nesse artigo, você pode montar um simulado personalizado só com questões de história. Será um ótimo treino!

Esperamos que tenha entendido o que são latifúndios. Bons estudos!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador