Inglês

Como estudar inglês sozinho? 10 Segredos que vão te mostrar que é simples e lúdico, basta ter foco!

Como estudar inglês sozinhoComo estudar inglês sozinho

Não sabe como estudar inglês sozinho? Então não perca este artigo! Desvendamos as técnicas que os estudantes mais sucedidos utilizaram quando ainda eram aprendizes! E não se preocupe, são dicas que qualquer pessoa pode testar, não importa a idade ou como seja sua rotina, e o custo é zero!

Neste artigo sobre como estudar inglês sozinho, você encontrará 10 dicas descritas com sugestões de links, aplicativos, listas, filmes e séries. 

Como aprender uma língua nova?

Quando vamos aprender uma língua nova é importante ter em mente alguns fatores bem claros, que vamos abordar na primeira dica. Porém, antes disso, há de se atentar para a metodologia do estudo. 

Cada pessoa tem facilidade em uma área, uma forma de aprendizagem que tem mais afinidade e uma motivação para aprender. Por isso, preparamos uma abordagem bem leve e com exemplos do cotidiano, para que qualquer um possa ter acesso à aprendizagem!

É importante ressaltar que a língua não é um objeto de estudo comum, como as coisas materiais ou leis da física. A língua é o resultado de um processo cultural, carregado de informações sobre os seus falantes e que é padronizado, posteriormente, para facilitar a comunicação daquele povo. 

Por isso, para aprender o inglês ou qualquer língua, primeiro devemos entender a história que carrega e depois suas regras. Assim também se dá a nossa alfabetização e não há método mais natural!

1- Motivos, objetivos, planejamento e rotina!

Antes de fazer qualquer coisa na nossa vida, é sempre importante saber porquê, para quê e como. Só quando pensamos a respeito é que conseguimos  traçar um planejamento para alcançar o objetivo. Tendo essas coisas em mente, é mais tranquilo saber por onde começar e ter motivação para perseverar.

Com base nas respostas dessas perguntinhas, trace uma rotina: quantos minutos vou treinar? Por quantos dias? De quais formas? 

Organize-se e lembre-se que o cérebro é um músculo como qualquer outro: não consegue carregar uma carga pesada de uma só vez e precisa treinar todos os dias com cargas leves para ter um trabalho de sucesso.

Depois disso, você começará a se preparar para saber como estudar inglês sozinho.

2- Universalidade da língua e seus sotaques

Muitas pessoas que estão iniciando no inglês, que tem uma forma muito diferente de pronunciar em relação a nossa língua, ficam envergonhadas ou intimidadas por não falar com o sotaque de um americano. 

Não fique estressado, se acalme! Precisamos sim nos dedicar ao máximo, mas de forma que seja saudável. No começo, não fique preso à perfeição da pronúncia, foque em compreender a mensagem que está sendo transmitida, afinal, a primeira função da língua é essa.

O aperfeiçoamento da pronúncia surge posteriormente, de forma bem natural, depois de muita escuta. Em um tópico mais para frente falaremos sobre como treinar isso!

Lembre-se que o Inglês é um idioma falado em todo o mundo e os falantes de cada país dão um sotaque especial à língua. Procure vídeos de pessoas de diferentes nacionalidades falando em inglês para ver que isso não é um problema, desde que a mensagem seja corretamente transmitida e entendida!

3- Aplicativos para iniciantes

Existem pessoas que já tiveram algum contato com o inglês, e as próximas dicas serão para elas. Mas para aquelas não sabem absolutamente nada, que não tiveram nenhum contato, temos uma dica muito útil: os aplicativos de celular e sites de internet.

O Duolingo é um aplicativo leve, versátil e gratuito, que ensina o beabá do inglês. Ele mesmo te lembra de treinar cada dia, traça um cronograma de atividades para fazer. É acompanhado de figuras e áudio, das palavras mais básicas as mais comuns.

Você pode baixá-lo no celular e “jogar” quando estiver esperando o ônibus, no intervalo de suas aulas ou do seu trabalho, e até no horário de almoço. Não toma mais que 20 minutos e em algumas semanas você já estará familiarizado com a língua.

4- Assista filmes e séries, em inglês, para se familiarizar

Se proponha a não assistir filmes dublados! Como dissemos anteriormente, para aprender uma língua, é importante familiarização. Ela carrega o contexto em que seus falantes se inserem e só assim entenderemos algumas expressões que não podem ser traduzidas literalmente.

Temos uma dica para cada nível de aprendizagem, confira:

  1. Se você é um completo iniciante, comece com o aúdio em inglês e a legenda em portugûes, assim você vai treinando a capacidade auditiva, associando sons e entonação com as situações.
  1. Para aqueles que já tem prática de ler no inglês, proponha-se a colocar a legenda também no idioma, assim, você treina listening e reading ao mesmo tempo.
  1. Para os que se preparam para os diálogos, não ponha legendas e tente assistir os filmes em inglês, como se estivesse assistindo algo na sua própria língua! Comece por um filme que você já conhece e depois se aventure!

5- Traduza e cante músicas

Nossa cultura já é muito permeada pelas influências americanas, todo mundo tem alguma música em inglês que gosta bastante de cantar ou dançar! Aproveite esse prazer para tentar aprender também!

Quando estiver ouvindo música na rádio, tente traduzir a letra. Se não conseguir, leia a letra original na internet, depois, consulte a tradução. Vá fazendo esse processo repetidas vezes, no seu dia a dia, e verá que, com o tempo, o seu vocabulário terá aumentado bastante, e a sua pronúncia também.

Você aprenderá sem ter percebido!

6- Pratique nas situações do seu cotidiano 

Quando estiver passeando pelos locais, reparando as pessoas e a paisagem, lendo um livro, ou qualquer coisa do tipo; tente traduzir tudo para o inglês. 

Existe uma voz na nossa cabeça enquanto observamos as coisas e pensamos. Mude o idioma dessa voz e veja a mágica acontecer! Aos poucos, você verá o que consegue ou não fazer, identificará seus pontos fortes e fracos de vocabulário. Quando for necessário, consulte a internet, mas sempre exercite a língua no seu dia a dia.

Converse consigo mesmo em inglês e, se tiver um amigo que fale o idioma, experimente conversar com ele ou até trocar mensagens e passar bilhetes somente em inglês. Um pode ir ajudando outro e se habituando ao uso da língua.

7- Altere o idioma dos jogos e aparelhos eletrônicos

Mude a língua do seu celular. Tire o Português e coloque o Inglês.

Uma coisa muito comum para os jovens é ficar um bom tempo em aparelhos eletrônicos. Mude o idioma nas configurações do seu aparelho para o Inglês.  À medida que for tendo necessidade, pesquise os significados; mas, em breve, já estará entendendo os comandos, as instruções e as informações. 

Você terá um contato diário com a língua sem perceber direito e logo estará com tudo decoradinho! Aplique isso no seu celular, no seu computador, nos jogos virtuais e até os de tabuleiro! Brinque de adedanha ou stop em inglês e verá como é divertido treinar!

8- Videoaulas

Quando você já estiver habituado com o vocabulário do dia a dia e o nome das coisas, comece a assistir videoaulas de gramática, gratuitamente, no Youtube. Você encontrará regrinhas que irão te ajudar a estruturar as frases corretamente. 

Uma vez que você já conhece o significado de algumas palavras, fica mais fácil interpretar a frase e organizá-la. É um processo quase intuitivo.

No Youtube, você pode procurar um professor que explique do jeito que você goste, pode decidir quais matérias ver, e até quais quer rever se já estudou antes mas esqueceu.

  • Nós indicamos começar pelo verbo “to be”, que funciona como os verbos “ser e estar”, um dos que mais usamos no dia dia para falar das pessoas e objetos.
  • Depois, passe para as frases que expressam negação, para saber dizer o contrário das coisas.
  • Continue com o aumentativo e o diminutivo das coisas.
  • Vá para os tempos do passado, futuro e presente, o gerúndio, o subjuntivo, e todas essas modalidades.
  • Estude as expressões que designam os cumprimentos e as cordialidades: obrigada, por favor, bom dia, boa noite, empresta-me, dá-me, olá, tchau, desculpe-me, etc.

Só não vale ter preguiça!

9- Inove sempre, mas não deixe totalmente de lado o tradicional

É muito importante variar as formas de aprendizagem, mas não podemos nos esquecer que a escrita e a leitura são partes fundamentais na vida de qualquer estudante. 

Quando escrevermos à mão, o cérebro trabalha mais áreas de atividade e memória, pois exige mais trabalho. E, para ter uma boa escrita, é bom ter experiência com leitura. Portanto, faça ambas as atividades juntas!

Baixe textos com perguntas na internet, resolva ao menos um por semana, escreva suas respostas numa folha à mão e depois corrija. 

Compre livros pequenos com histórias divertidas em inglês, ou ainda um livro que você goste muito e já conheça a história. 

Exercícios são importantes para fixar o que aprendemos. Conheça nosso Simulado gratuito, que pode ser personalizado com as matérias que você mais precisa!

10- Entenda seu nível de conhecimento e teste suas habilidades

Você sabe em qual profundidade conhece o idioma hoje? Existe um quadro que é referência mundial para saber em qual nível o aluno está, que vai do A1(básico) até o C2 (fluente). 

Para saber em qual nível você está – que é importante para traçar um objetivo, ter ciência dos pontos a melhorar e aplicar os conteúdos vistos – você pode fazer testes que aponte esse referencial. 

Há os que são muito confiáveis e valem como certificado para estudar e trabalhar fora, como o TOEFL, o TOEIC e o Cambridge. Mas há também outros de internet menos confiáveis, mas que podem servir de experiência para você. Aprenda qual é a diferença entre eles.

A Cambridge English tem um teste gratuito e de qualidade disponível em seu site, outros pagos e muito material para quem quer aprender!

Procure também em outros sites, aprender inglês está ao seu alcance!

Gostou do nosso artigo sobre como estudar inglês sozinho? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador