Literatura

Resumo do livro A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo

Resumo do livro A Moreninha de joaquim manuel de macedoResumo do livro A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo

A Moreninha é um romance de Joaquim Manuel de Macedo, publicada em 1844. Esse livro é um dos mais cotados para cair no ENEM. Leia nosso resumo e análise e se prepare!

Conheça a primeira obra do romantismo brasileiro por meio do nosso resumo do livro A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo (1820-1882). Obra de 1844 que teve um forte impacto na cultura da época.

Acompanhe não só o resumo, mas também uma análise dos aspectos literários do livro e algumas curiosidades.

Já temos vários resumos escritos, todos de obras que são cobradas nos principais vestibulares do país e outras também no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Confira alguns abaixo:

Vamos então começar o nosso resumo do livro A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo. É uma história e tanto, você vai gostar de conhecer.

Resumo do livro A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo

Somos apresentados a 4 jovens estudantes de medicina: Felipe, Augusto, Fabrício e Leopoldo.

Felipe, Augusto, Fabrício e Leopoldo no resumo do livro A moreninha

Felipe tem uma avó chamada Dona Ana que vive em uma ilha próxima ao Rio de Janeiro. Ele convida seus amigos para aproveitarem a festa de Sant’Ana lá, na casa dela. Inicialmente Augusto recusa, não quer viajar com os amigos, mas é incentivado a aceitar por pressão de uma aposta.

A aposta de Filipe é que os amigos irão se interessar por suas primas e pelas amigas delas. São elas: Joaninha, Quinquina e suas amigas, Gabriela e Clementina. Há ainda Carolina, irmã de Filipe e uma das personagens principais que destacamos neste resumo do livro A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo.

Especialmente Augusto é desafiado a não se apaixonar por nenhuma mulher por mais de 15 dias. Ele aceita a aposta e se não conseguisse vencer, escreveria um romance contando sua paixão. Sua fama era a de um jovem namorador e inconstante no amor. Seus relacionamentos nunca duravam muito.

Na ilha ele conhece Carolina, a moreninha, irmã de Felipe, e começa a se envolver com ela.

Início do conflito – A paixão da infância

Augusto e Carolina em A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo

Perturbado por uma discussão à mesa com os amigos e desprezado pelas moças que descobriram que ele era inconstante, Augusto se junta à Dona Ana, a avó de Carolina. Ela era uma amável senhora de sessenta anos, e ouviu o desabafo de Augusto. Eles estavam em uma gruta e ele explicou porque era inconstante no amor. Carolina estava escutando, mas ele não sabia.

Disse que quando era criança, se apaixonou por uma menina que ele conheceu na praia. Os dois haviam ajudado um pobre velho moribundo que, agradecido, profetizou o casamento dos dois no futuro. Este idoso até mesmo os casou simbolicamente, por meio de uma troca de presentes.

Este episódio é um dos mais marcantes que ressaltamos neste resumo do livro A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo.

O homem deu a Augusto o botão de esmeralda da menina, envolvido numa fita branca e deu à menina o camafeu de Augusto, envolvido numa fita verde. Eles nunca revelaram seus nomes e se despediram como “meu marido” e “minha esposa”.

Augusto diz também que jurou lealdade a essa menina e por isso não poderia ter nenhuma outra.

Nessa conversa com Dona Ana ele ouve a lenda que envolve a água que há na gruta, que é dita ser milagrosa. Quem dela bebia adivinhava os segredos dos outros.

A lenda que envolve a água da gruta

Reza a lenda que uma bela índia tamoia não era notada por seu amado. Desprezada, ela perde a alegria de viver, pois estava cansada de ser ignorada. Muito triste ela chorou sobre o rochedo até formar uma fonte.

O índio tendo ido dormir na gruta, bebeu das lágrimas dela e a percebeu no rochedo, ouviu seu canto e, por fim, se apaixonou.

Augusto volta nesta fonte com as quatro moças para se declarar a uma delas e finge adivinhar seus segredos a partir do que tinha bisbilhotado de cada uma. Porém, Carolina bebe também e começa a contar os segredos de Augusto, indo embora antes dele se declarar.

O camafeu de Augusto entregue por Carolina em A moreninha

CONCLUSÃO do resumo do livro A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo

Resumo de A moreninha de Manuel de Macedo

O período da festa de Sant’Ana passa e ele volta a cidade sem conseguir se esquecer de Carolina. Eles mantém encontros, mas o pai o proíbe de voltar a vê-la porque acha que os estudos estão sendo afetados. Sua intenção é que o filho fique estudando, trancado no quarto.

A tristeza de Augusto foi tão grande que ele caiu doente e o pai atendeu à sua vontade.

Augusto voltou à Ilha para se declarar a Carolina. Ela o testa e lhe recorda a promessa que tinha feito na infância, junto ao leito do velho moribundo.

Repreende-o por quebrar a promessa a quem ele um dia chamou de “sua mulher”. Angustiado, ele a contesta, afirmando se tratar de um juramento do tempo da infância e que desconhecia o paradeiro da menina.

Ainda assim, ficou confuso e preocupado, até que Carolina mostrou o seu camafeu. O mistério é desfeito, e, para pagar a aposta, Augusto escreve o livro A Moreninha para contar como encontrou, casou-se e foi feliz com sua amada.

Análise do livro A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo

o primeiro romance brasileiro A Moreninha

Esta é uma belíssima obra de romantismo exagerado, com muita carga sentimental. São 23 capítulos e um epílogo em A Moreninha, que juntos são o início da ficção do romantismo brasileiro.

Os hábitos comuns da sociedade burguesa do Rio de Janeiro em meados do século 19 são muito bem retratados em um romance do tipo:

Romance folhetim

Este nome foi dado por ter atendido ao gosto do leitor da época, retratando bem o cotidiano e a cultura da juventude carioca.

Ressaltamos neste resumo do livro A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo, que somos apresentados aos costumes e à organização daquela sociedade em formação no século XIX no Rio de Janeiro.

Notamos elementos típicos como os estudantes de medicina, os bailes, a tradição da festa de Sant’Ana, o flerte das moças etc.

Acrescente-se a isso a idealização do amor puro, que nasce na infância e permanece apesar do tempo. É um ideal amoroso, não há traição, nem adultério.

Essa pureza é uma das principais características que enquadram a obra como romântica.

Além disso seu enredo envolve:

  • Namoro difícil
  • Comicidade
  • Dúvida entre desejo e dever
  • Revelação surpreendente
  • Linguagem em tom coloquial
  • Amor “açucarado”
  • Um pouco de suspense
  • Final feliz

Aspectos técnicos

A narração se dá em terceira pessoa e o narrador é do tipo onisciente. Porém há momentos em que o narrador é Augusto, pois é ele quem relata a aposta que fez com Filipe. Vale ressaltar que o narrador é intrometido em alguns momentos da história.

Esse tipo de narrador nos ajuda a ter uma compreensão mais aprofundada dos aspectos psicológicos das personagens, já que descreve também como se sentem, o que pensam, seus conflitos, etc.

Durante a leitura do resumo do livro A moreninha de Joaquim Manuel de Macedo, deve ter sido possível perceber que os ambientes são nacionais.

O tempo usado por Joaquim Manuel de Macedo foi o cronológico. Todo o acontecimento retratado em A Moreninha ocorre em três semanas e meia.

Tudo acontece no Rio de Janeiro e na ilha próxima a ele. Essa tal ilha paradisíaca, onde o romance se passa, se encontra à uma pequena distância do Rio de Janeiro.

A história causa a impressão de acontecer no durante a leitura, como que simultaneamente, pois há muitos diálogos entre as personagens.

Personagens principais: Felipe, Augusto, Carolina (a moreninha), Fabrício, Leopoldo e Dona Ana.

Curiosidades destaques deste resumo do livro A moreninha de Joaquim Manuel de Macedo:

  • A obra possui adaptação para o cinema a para a novela. A Moreninha foi adaptada para cinema em dois momentos: 1915 e 1970. E não parou por aí, o romance também inspirou a criação de duas telenovelas, uma que estreou em 1965 e outra, em 1975.

Confira o trailer:

  • O nome da ilha não é dito na obra, porém a descrição da ilha e alguns dados de sua biografia levam a crer que se trata da ilha de Paquetá. O romance e o escritor foram tão importantes e o impacto da obra foi tão grande para a ilha de Paquetá, que uma de suas praias recebeu justamente o nome de “Moreninha”.
  • A cultura nacional se fez também presente em relação às origens indígenas, através da lenda da gruta. Como vimos no resumo do livro A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo, o choro de uma índia que se apaixonou por um índio e não foi correspondida se transformou na fonte que corre na gruta.
Ilha de Paqueta no Resumo e Análise de A Moreninha

Esperamos ter ajudado com essa análise do livro A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo. Seu feedback é muito importante. Diga pra gente o que achou.

Siga o Beduka, buscador de faculdades, no Facebook e no Instagram para não perder nada. Nossa plataforma encontra a melhor faculdade para você.

Rapidamente é possível descobrir onde estão as melhores faculdades que oferecem seu curso, as notas que elas receberam do MEC, os valores das mensalidades, as modalidades dos cursos e muito mais.

Não deixe de acessar Beduka.com

Veja também:

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por pessoas de várias formações, sempre prontas a aprender sobre tudo para publicar os melhores textos e colaborar com a formação de todos os leitores. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador