Português

Descubra o que são Conjunções

O que são Conjunções?O que são Conjunções?

Conjunções são palavras que exercem a função de ligação entre termos de mesma função sintática de uma oração, ou entre duas orações, estabelecendo relações de coordenação ou de subordinação.

O Beduka preparou esse artigo para tirar suas dúvidas sobre o que são Conjunções e te ajudar a se preparar para o ENEM e outros vestibulares.

Entender sobre essa matéria também é importante na hora de escrever a redação no ENEM. Aproveite e veja o Guia Completo da Redação Dissertativa Argumentativa, onde explicamos tudo que você precisa saber para fazer um bom texto na hora da prova.

Confira o artigo completo sobre o que são Classes Gramaticais.

Nesse artigo vamos falar sobre:

  • O que são Conjunções;
  • Classificação das Conjunções;
  • Conjunções Coordenativas e Conjunções Subordinativas.

O que são Conjunções?

Conjunção é a classe gramatical de palavras invariáveis que tem a função de atuar como elemento de ligação entre orações, ou dois termos de mesma função sintática. Ao conectar essas orações (ou termos), a conjunção estabelece entre eles uma relação de coordenação ou de subordinação.

Aproveite e teste os seus conhecimentos com os exercícios sobre Conjunções.

Classificação das Conjunções

classificação-das-conjunções

Conjunções Coordenativas

As conjunções coordenativas são as que conectam as orações coordenadas. Estas orações são chamadas assim pois seu significado não depende sintaticamente das outras. As conjunções coordenativas também conectam termos que possuem a mesma função gramatical.

Aprenda tudo sobre o que são Orações Coordenadas.

Conjunções Aditivas

São as conjunções que expressam uma soma, adição de pensamentos.

São elas: e, nem, também, bem como, como também, não só… mas também, não só… como também, não só… mas ainda, não somente… mas também, não somente… como também.

Exemplo: 

  • Eu gosto de comer pizza e hambúrgueres.
  • Ele não só foi até lá como também levou duas pessoas.

Conjunções Adversativas

São conjunções que expressam oposição, contraste de pensamentos.

São elas: mas, porém, contudo, todavia, senão, entretanto, no entanto, não obstante, ainda assim, apesar disso, mesmo assim.

Exemplos:

  • Tentei ir ao banco hoje, mas não consegui.
  • Até gostaria de ir à festa, porém estou doente.

Aprenda também o que é uma preposição.

Conjunções Alternativas

São conjunções que exprimem a ideia de alternância, de poder de escolha, de opções.

São elas: ou, ou…ou, ora…ora, quer…quer, seja…seja, nem…nem, já…já, talvez…talvez.

Exemplos: 

  • Irei à festa ou de ônibus ou de táxi.
  • Vou falar com ele quer você queira, quer não.

Conjunções Conclusivas

São conjunções que expressam a ideia de conclusão de pensamento.

São elas: logo, pois (depois do verbo), portanto, assim, então, por isso, por conseguinte, por consequência, consequentemente.

Exemplos:

  • Fui preparada para prova, por isso não fiquei ansiosa.
  • Não recebi meu salário hoje, consequentemente não paguei as contas.

Aprenda tudo sobre quais são os pronomes

Conjunções Explicativas

São conjunções que conectam duas orações, em que a segunda oração explica a ideia iniciada na primeira.

São elas: porque, pois (antes do verbo), porquanto, que, já que, visto que, dado que, uma vez que, isto é, ou seja, na verdade, a saber.

Exemplos:

  • Não se atrase porque podemos perder o filme. 
  • Fui sozinha uma vez que ele não quis ir comigo.

Conjunções Subordinativas

São as conjunções que conectam duas orações, e que uma delas é dependente da outra (orações subordinadas). 

Aprenda tudo sobre o que são Orações Subordinadas.

Conjunções Integrantes

São as conjunções que introduzem orações substantivas, isto é, orações que exercem a função de substantivo na frase. 

São elas: que, se

Exemplos: 

  • É importante que você esteja presente.
  • Espero que você consiga.

Conjunções Causais

São conjunções que exprimem a ideia de causa.

São elas: porque, que, porquanto, visto que, uma vez que, já que, pois que, desde que, como.

Exemplos:

  • Perdi a paciência porque estava muito cansada.
  • Não cheguei à tempo visto que o trânsito estava agarrado.

Aprenda também quais são as funções da linguagem.

Conjunções Comparativas

São as conjunções que introduzem as orações subordinadas, expressando a ideia de comparação entre elas.

São elas: como, assim como, tal como, como se, (tão)… como, tanto como, tanto quanto, do que, quanto, tal, qual, tal qual, que nem, que (combinado com menos ou mais).

Exemplos: 

  • A sua roupa é tão bonita quanto a dela.
  • Não gosto de matemática assim como não gosto de química.

Conjunções Concessivas

São conjunções que iniciam orações subordinadas que expressam um fato contrário ao da oração principal.

São elas: embora, ainda que, apesar de que, se bem que, mesmo que, por mais que, posto que, conquanto.

Exemplos: 

  • Vamos à praia, embora esteja chovendo.
  • Vou te ajudar ainda que não seja minha obrigação.

Conjunções Condicionais

São conjunções que iniciam orações subordinadas que expressam a ideia de hipótese ou condição para que o fato da oração principal aconteça ou não.

São elas: se, caso, contanto que, salvo se, a não ser que, desde que, a menos que, sem que.

Exemplos:

  • Se ele for lá, eu não vou.
  • Não me ligue, a não ser que aconteça alguma emergência.

Aprenda também quais são os substantivos.

Conjunções Conformativas

São conjunções que iniciam orações subordinadas que expressam acordo, concordância de um fato com outro.

São elas: conforme, como, consoante, segundo.

Exemplos: 

  • Os relatórios estão sendo enviados conforme as normas estabelecida.
  • Tudo aconteceu como tínhamos planejado.

Conjunções Consecutivas

São conjunções que iniciam orações subordinadas que expressam a consequência ou o efeito de algo ocorrido ou declarado na oração principal.

São elas: que, tanto que, tão que, tal que, tamanho que, de forma que, de modo que, de sorte que, de tal forma que.

Exemplos: 

  • Tudo aconteceu tão rápido que não consegui nem acompanhar.
  • Ele correu muito, tanto que ficou exausto depois.

Conjunções Temporais

São as conjunções que iniciam orações subordinadas que exprimem a ideia de tempo.

São elas: quando, enquanto, antes que, depois que, logo que, todas as vezes que, desde que, sempre que, assim que, agora que, mal (significando “assim que”).

Exemplos: 

  • Saí correndo assim que a briga começou.
  • Conheço ele desde que me entendo por gente.

Conjunções Finais

São conjunções que iniciam orações subordinadas que expressam uma finalidade.

São elas: a fim de que, para que, que, porque (significando “para que”).

Exemplos: 

  • Tudo foi bem planejado para que não houvesse surpresas no dia.
  • Conversamos duas horas a fim de que tudo se resolvesse.

Conjunções Proporcionais

São as conjunções que iniciam orações subordinadas que expressam concomitância, simultaneidade.

São elas: à proporção que, à medida que, ao passo que, quanto mais… mais, quanto menos… menos.

Exemplos:

  • Isso fica mais difícil à medida que o tempo passa.
  • Quanto mais você agradece, mais coisas boas acontecem.

Além de aprender sobre o que são Conjunções, você pode testar seus conhecimentos de outras matérias respondendo algumas questões que caíram em edições antigas do Exame em nosso simulado gratuito.

Gostou de aprender sobre o que são Conjunções? Queremos te ajudar também a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora! 

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por pessoas de várias formações, sempre prontas a aprender sobre tudo para publicar os melhores textos e colaborar com a formação de todos os leitores. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador