Redação

O que é a proposta de intervenção na redação do Enem e como fazer?

TUDO SOBRE A PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA REDAÇÃO DO ENEMTUDO SOBRE A PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA REDAÇÃO DO ENEM

A proposta de intervenção é a quinta competência avaliada na Redação Dissertativa Argumentativa do Enem. Ela corresponde a uma intervenção do problema apresentado, deve respeitar os direitos humanos e ser factível, ou seja, realizável.

Neste resumo, você encontrará os tópicos abaixo. Se quiser, clique em um deles para ir diretamente ao conteúdo:

  1. Quais são as competências da redação do Enem?
  2. O que é a proposta de intervenção?
  3. Como propor uma intervenção?
  4. Perguntas que precisam ser respondidas na intervenção
  5. Elementos da proposta de intervenção social da redação Enem
  6. As 5 dicas infalíveis para você alcançar 200 pontos na sua intervenção
  7. Exemplos de proposta de intervenção no Enem

Vamos te explicar o que é e como fazer a proposta de intervenção, afinal há várias dicas para sua elaboração.

Saiba que já temos um Guia Completo da Redação Dissertativa Argumentativa. Nele explicamos passo a passo como fazer a redação e damos dicas para sua introdução, desenvolvimento e conclusão.

Quais são as competências da redação Enem?

Antes de aprendermos mais sobre a proposta de intervenção, competência 5 da redação Enem, vamos relembrar quais são as demais competências.

É fundamental estar ciente de todas as competências da redação Enem pois com base nelas o avaliador irá determinar a sua nota. Por isso, esteja atento para atender aos requisitos dessas competências a fim de obter a nota máxima de cada uma que vai de 0 a 200.

  • Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa.
  • Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.
  • Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
  • Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
  • Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Além de treinar para a redação, faça simulados. O Beduka tem um gratuito e online para você usar quantas vezes quiser. Experimente!

O que é a proposta de intervenção?

A quinta competência de avaliação da redação Enem é uma proposta de intervenção que solucione o problema em questão. Ela vale 200 pontos!

Você precisa elaborar uma proposta de intervenção social para os problemas abordados. Nela é necessário sugerir ações que possam amenizar ou até mesmo solucionar os problemas abordados no tema da redação.

Como propor uma intervenção?

Intervir significa agir diretamente ou agir decidindo. Logo, sua “proposta de intervenção Enem” deve estar vinculada ao posicionamento que você tomou ao longo do texto, para manter a coerência.

Sua forma de amenizar, ou solucionar de vez o problema da proposta de redação, deve ser possível e deve se relacionar com o que você escreveu ao longo do texto.

POR EXEMPLO: Suponha que alguém escreveu uma redação e não abordou em momento algum de sua argumentação o papel da família ou da escola, porém, na proposta de intervenção, diz que a família ou a escola possui a responsabilidade de resolver o problema. Ora, não é coerente. Faltou continuidade.

Para elaborar uma proposta de intervenção social no Enem você deve resgatar o que já aprendeu em diversas disciplinas e unir as coisas. Deve se lembrar do que leu em jornais e revistas ou assistiu nos telejornais. Recorde-se também das reportagens que viu no Google. Ah, e cuidado com as informações falsas!

Além disso, a proposta pode unir profissionais de diferentes áreas do saber. Você precisa demonstrar ser alguém atento à realidade, com boa capacidade de reflexão e que saiba enxergar soluções.

Sua proposta deve ser possível, deve estar ancorada na realidade, respeitar a cultura da sua sociedade, os valores, a tradição comum. As propostas não devem ser ofensivas ou revolucionárias. São atitudes que se executadas melhorarão a vida das pessoas.

Perguntas que você PRECISA responder na sua intervenção

Siga este roteiro. Respondendo a todas estas quatro perguntas, certamente não perderá pontos na quinta competência.

  1. O que deve ser feito?
  2. Quem deve fazer?
  3. Como deve ser feito?
  4. Quais os resultados podem ser alcançados com essas ações?

Na proposta de intervenção Enem o avaliador analisa o seu conhecimento de mundo, a abrangência do seu conhecimento e sua habilidade em enxergar meios de se enfrentar dificuldades reais.

Por isso suas propostas devem ser concretas, reais, práticas.

Elementos da proposta de intervenção social do Enem

Os seguintes elementos estão presentes quando você responde as 4 perguntas que conversamos no último tópico. Por isso, tenha certeza que esses elementos estejam presentes na sua intervenção.

  1. Ação. Isso responde ao que deve ser feito.
  2. Agente. Isso responde a quem deve fazê-lo.
  3. Modo ou meio. Isso responde a como deve ser feito.
  4. Finalidade. Isso responde a quais objetivos serão alcançados com a ação.

Vamos ver esses elementos em conjunto com as perguntas que devem ser respondidas:

1 – O que deve ser feito? Qual é a AÇÃO?

Escreva uma síntese. Deixe bem claro porque sua proposta é uma boa interferência na sociedade e o que deve ser feito concretamente.

2 – Quem deve fazê-lo? Quem é o AGENTE?

Com certeza não são agentes secretos! Esses tais agentes sociais serão os responsáveis pela transformação de atitudes. Eles colocarão a proposta em prática. Podem ser:

  • Cada pessoa;
  • A família;
  • A comunidade;
  • Secretarias municipais ou estaduais de saúde ou de educação, etc;
  • Algum ministério do governo;
  • Ongs;

E muitos outros tipos dependendo de qual é o problema abordado.

3 – Como deve ser feito? Qual é o MODO ou MEIO?

Essa é a implementação, a parte em que você diz como será feito o que você propõe. Do que será necessário?

Exemplos de meios: campanhas publicitárias, palestras, programa de governo, assistentes sociais, livros didáticos, recursos, entre outros.

Você entende os possíveis custos da sua proposta? Indique-os. Isso é muito bom! Assim você demonstra compreender diferentes mecanismos como impostos, verbas públicas ou privadas, taxas, fundos monetários, iniciativa privada. Informe-se mais a respeito, pois será muito útil.

4 – Quais são os objetivos da proposta? Qual é a FINALIDADE?

Você identificou qual é o problema, quem pode resolvê-lo e como será resolvido. A última questão é saber se você sabe qual será o resultado da sua proposta.

Ao propor uma intervenção social você deve saber quais serão seus frutos, quais serão suas consequências. Se você propor sem saber isso, será como um tiro no escuro.

Exemplo: “através das medidas abordadas, tal problema será amenizado e a sociedade será mais harmônica”.

5 dicas infalíveis para alcançar 200 pontos na sua intervenção

Faça uma proposta detalhada

Além de responder às perguntas vistas anteriormente juntamente com os elementos necessários, não deixe de detalhar a proposta. Escolha agentes que realmente sejam capazes de resolver o problema. Também dê detalhes sobre como colocar em ação a sua proposta de intervenção Enem. Se você disser que as pessoas devem tomar mais consciência de algo, não pare por aí. Como elas serão conscientizadas? Será pelas mídias sociais? Campanhas, panfletos, jornais, revistas? Detalhe os métodos.

A proposta não deve ficar somente no campo das ideias, deve ser colocada em prática.

Alguns professores até recomendam que a proposta contenha duas ações. Uma para a problemática do seu primeiro parágrafo de argumentação e outra para o segundo parágrafo de argumentação. No entanto, se não couber, detalhe somente uma de forma impecável.

Entenda que proposta de intervenção é diferente de ponto de vista

O texto da redação deve ser dissertativo e argumentativo, ou seja, seus argumentos devem ser impessoais. Você realiza uma defesa de algo que considera ser melhor e mais correto, contudo sem deixar impressões de que apenas se trata da sua opinião.

Não basta apresentar um proposta, você deve convencer os leitores de que a sua proposta é boa e funcionará. Para isso precisará de argumentos para provar o que diz e não apenas indicar o que pensa e esperar de boa vontade que acreditem.

Seu posicionamento é a sua tese sobre o assunto e ele deve ser claro. Suas informações devem poder ser provadas objetivamente, ou seja, por meio de pesquisas, porcentagens, reportagens, citações, etc.

Sua proposta de intervenção social deve focar em como resolver o problema a partir de agora, a partir do momento em que se lê e toma-se conhecimento dele.

Faça uma intervenção, não uma solução

É de se esperar que um aluno enfrente o problema. Isso basta. A obrigação do aluno é apresentar uma proposta, uma sugestão. É impossível que um aluno consiga de fato, solucionar um problema. Afinal muitas vezes são apresentados problemas que os governantes por gerações ainda têm tentado resolver.

Esse peso não é colocado nos ombros de um estudante que não tem experiência.

Sua proposta também não precisa ser original ou inédita. Os avaliadores sabem o tanto que isso é difícil, ainda mais para um aluno. O que ela precisa ser é coerente, que esteja acompanhada de bons argumentos e detalhes. Podem ser medidas que já foram tomadas no passado ou a ampliação de medidas que já estão sendo adotadas.

Saiba respeitar os direitos humanos

Nada na sua ideia pode ser injusto para alguém. Os direitos humanos são invioláveis. Por exemplo podemos citar o direito à vida, à liberdade, à saúde, etc.

Leia mais sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos pela Organização das Nações Unidas. Ela foi promulgada após a Segunda Guerra Mundial. Também é um ótimo documento para você citar na sua redação.

Organize seu tempo estudando com o nosso plano de estudos gratuito.

Respeite o corpo social

Preocupe-se em respeitar cada pessoa em sua integridade e ao mesmo tempo todo corpo social. Algumas questões sociais apenas se resolvem quando cada um começa a mudar sua atitude. Pense nisso! Sua argumentação tem de mostrar esse caminho, essa construção do pensamento, caso necessário.

Reflita em como sua proposta afeta cada nível desses, o individual e o social.

Exemplos de propostas de intervenção social no Enem

Veja algumas intervenções que atendem a todos os critérios necessários:

Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil

“Considerando os aspectos mencionados, é evidente a necessidade de medidas para sanar a dificuldade educacional dos surdos. O Ministério da Educação (agente) deve investir na formação dos futuros docentes (ação interventiva), que discutam a inclusão de surdos nas escolas e preparem professores e alunos ouvintes para recebê-los, por meio da licenciatura ou por meio de cursos ou palestras (modo/meio). Dessa forma, será garantida uma educação integradora de indivíduos (efeito). Só assim a sociedade promoverá a igualdade de direitos (detalhamento do efeito).”

Manipulação do Comportamento na internet

“Considerando os aspectos mencionados, é evidente a necessidade de medidas para assegurar ao internauta os meios de garantir sua privacidade. Os vereadores e demais políticos competentes (agente) devem assegurar leis que protejam os dados (ação interventiva), e assim, votando e também mobilizando as pessoas para que procurem aprender sobre como se proteger por iniciativa privada usando técnicas, cuidados, softwares e outros, evitar-se-á a perda da liberdade e da privacidade no mundo virtual (modo/meio). Dessa forma, será garantido um uso não manipulado da internet (efeito). Só assim os dados coletados online não afetarão os direitos de cada um (detalhamento do efeito).”

Veja a proposta de intervenção de uma redação nota 1000:

“O Estado, por seu caráter socializante e abarcativo deverá promover políticas públicas que visem garantir uma maior autonomia religiosa e através dos 3 poderes deverá garantir, efetivamente, a liberdade de culto e proteção; a escola, formadora de caráter, deverá incluir matérias como religião em todos os anos da vida escolar; a mídia, quarto poder, deverá veicular campanhas de diversidade religiosa e respeito às diferenças. Somente assim, tirando as pedras do meio do caminho, construir-se-á um Brasil mais tolerante.”

Essa redação já foi analisada parte por parte. Confira aqui.

Percebeu a alusão neste último trecho de uma redação nota 1000? O aluno mencionou pedras no meio do caminho, referindo-se a um famoso poema de Carlos Drummond de Andrade. Ficou muito bom.

Aprenda a fazer alusão histórica e citação filosófica

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por profissionais de várias formações (professores, jornalistas, filósofos), sempre prontos a oferecer os melhores conteúdos educacionais com foco no Enem e colaborar com a formação de todos os alunos. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador