ExercíciosPortuguês

Exercícios sobre Verbos Transitivos e Intransitivos RESOLVIDOS

Exercícios_sobre_Verbos_Transitivos_e_IntransitivosExercícios sobre Verbos Transitivos e Intransitivos
Instagram do Beduka

Verbos Transitivos e suas categorias

Verbos Transitivos e Intransitivos são verbos antes de tudo. Ou seja, representam ações de um sujeito e podem ser flexionados. Vejamos primeiro os tipos de verbos transitivos para você fazer os exercícios sobre verbos transitivos e intransitivos. 

Lembrando que verbos transitivos são todos aquele que precisam de um complemento para terem sentido completo e sem esse complemento a frase parece inacabada. 

Verbos Transitivos Diretos (VTD)

Como esses verbos são transitivos eles precisam de um complemento, que nesse caso, chamamos de objeto direto. Ele recebe esse nome porque ele se liga diretamente ao verbo, isso quer dizer: sem preposição

Exemplos: 

Júlio ama (ama o que?/quem?) Mariana. 

Mário constrói (constrói o que?) computadores.

Nos exemplos apresentados os verbos são transitivos diretos, pois se ligam a seus respectivos complementos “Mariana e computadores” sem precisar de preposição. Ou seja, de forma direta. 

Verbos Transitivos Indiretos (VTI)

Assim como os transitivos diretos, esses também precisam de um complemento para dar sentido ao que estão dizendo. Contudo, eles têm a desvantagem de não poderem se ligar diretamente aos seus complementos. Para fazer essa ponte, existem as preposições. 

Por causa dessas características, os complementos desses verbos são chamados de objetos indiretos.

Exemplos:

O engenheiro precisa (precisa de que?) de um martelo para trabalhar. 

O aluno respondeu (respondeu o que?/ a quem?/) ao professor. 

Os verbos nos exemplos são transitivos indiretos, pois sem as preposições como “de” ou “ao” eles não conseguiriam se unir a seus respectivos complementos: “martelo” e “professor” de forma aceitável. 

Verbos Transitivos Diretos e Indiretos (VTDI)

Sim, é possível um verbo ser transitivo direto e indireto ao mesmo tempo. Para isso acontecer ele precisa dos dois tipos de objeto (direto e indireto). Ou seja, ele responde duas perguntas ou projeta sua ação sobre dois elementos.

Exemplos: 

Maria emprestou (emprestou o que e para quem?) seu celular à sua irmã. 

Silvio pagou (pagou o que e para quem?) sua dívida ao banco.

Nos exemplos mostrados os verbos “emprestou e pagou” fazem duas perguntas como visto nos parênteses. Logo, eles pedem duas respostas. 

Uma delas é dada através de objetos diretos: “celular e dívida” que se ligam ao verbo sem precisar de preposição. A outra é dada com objetos indiretos: “irmã e banco” que precisam das preposições “à e ao” para se ligarem aos verbos. 

Verbos Intransitivos 

Os verbos intransitivos são aqueles totalmente independentes. Eles dão todo o sentido que a frase precisa sem precisar de nenhum complemento. Vamos ver sobre eles antes de você fazer os exercícios sobre verbos transitivos e intransitivos.

Às vezes eles vem acompanhados de adjunto adverbial. Ele serve para dar uma noção melhor de tempo, lugar, modo, etc. E eles podem modificar o sentido do verbo, mas o verbo intransitivo também não precisa dele. Isso porque a ideia do intransitivo é conseguir fazer tudo sozinho. 

Principais características dos verbos intransitivos

Características do verbo intransitivo
Características do verbo intransitivo

Exemplos: 

Meu gato morreu (sem adjunto adverbial)

Meu gato morreu no telhado (com adjunto adverbial de lugar)

Nossa causa vive (sem adjunto adverbial)  

Nossa causa ainda vive hoje (com adjunto adverbial de tempo) 

Perceba que a presença do adjunto adverbial não faz a menor diferença. As frases poderiam terminar logo no verbo e ainda assim você entenderia.  

Exercícios sobre Verbos Transitivos e Intransitivos

Agora você já pode fazer os exercícios sobre verbos transitivos e intransitivos. Faça também o Simulado Beduka e baixe nosso Plano de Estudos para ficar um passo a frente de seus concorrentes.  

1-(FCC) Jogadores e dirigentes incitam a violência com declarações impensadas.

A frase em que o verbo exige o mesmo tipo de complemento que o grifado acima é:

a) … como se todas as suas atitudes fossem ilícitas.

b) … que as mortes que ocorrem no futebol …

c) … que não contribui para a superação do problema.

d) … não apenas para torcer por suas cores.

e) … enquanto os demais exercem alguns dos seus direitos de cidadania.

2-(FCC-Adaptada) … mas nem todos entendem seu real significado.

O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que o grifado acima está também grifado em:

a) A pesquisa tratava da valorização de sentimentos até então vistos como negativos no ambiente de trabalho.

b) A manifestação de emoções positivas é geralmente bem aceita em qualquer ambiente.

c) Estudos recentes aludem à importância das emoções, sejam elas positivas ou negativas, na vida pessoal e profissional.

d) O local de trabalho nem sempre se torna propício à manifestação das próprias emoções.

e) Pesquisadores revelaram a existência de preconceitos enraizados contra a manifestação de emoções.

3-(UCMG-Adaptada)

  1. “A vergonha foi enorme.” – transitivo direto e indireto
  2. Procura insistentemente perturbar-me a memória.” – transitivo direto
  3. Fiquei, durante as férias, no sítio de meus avós.” – de ligação
  4. “Para conseguir o prêmio, Mário reconheceu-nos imediatamente.” – transitivo direto
  5. “Ela nos encontrará, portanto é só fazer o pedido.” – transitivo direto

A classificação dos verbos sublinhados, quanto à predicação, foi feita corretamente apenas em:

a) 1, 3 e 4

b) 2, 4 e 5

c) 1, 2, e 5

d) 2, 3,4 e 5

e) 1, 2 e 3

4-(FCMSCSP) Observe as seguintes frases:

I – Pedro pagou os tomates.

II – Pedro pagou os feirantes.

III – Pedro pagou os tomates ao feirante.

a) Estão corretas apenas a I e a II, pois o verbo PAGAR é transitivo direto.

b) A II está errada, porque, quando PAGAR tem por objeto um nome de pessoa é transitivo indireto (o certo seria “ao feirante”)

c) Apenas a I está correta.

d) A frase II é a única correta e PAGAR é transitivo direto nesta frase.

Beduka Bolsas Direito

e) Todas as frases estão construídas conforme as regras de regência do verbo PAGAR.

5-(FCC-Adaptada) Ele remonta pelo menos a Platão, no século V antes de Cristo.

A relação entre verbo e complemento, grifados acima, se reproduz na frase:

a) Mas isso é mesmo uma novidade?

b) … quais invenções aumentam a representação…

c) … quando você fala com alguém na sua frente…

d) … que o morto ou o longínquo esteja conosco…

e) O avanço da amizade on-line (…) desvaloriza a amizade presencial.

6-(PUC-MG) Considerando que verbo transitivo direto requer complemento verbal chamado objeto direto, assinale a alternativa em que esse termo ocorre:

a) O tostão é regateado com cerimônia.

b) Como viverei sem ti, meu bem?

c) Vamos… – disse Jesuíno.

d) Eram todos irmãos, felizmente.

e) E vão fazendo telhados.

7-(IFB) A análise da transitividade verbal não deve ser feita isoladamente, mas sim de acordo com o texto. O mesmo verbo pode estar empregado ora intransitivamente, ora transitivamente, ora com objeto direto, ora com objeto indireto. Dessa forma, indique a alternativa INCORRETA:

a) Perdoai sempre. (verbo intransitivo)

b) Perdoai as ofensas. (verbo transitivo direto)

c) Perdoais aos inimigos. (verbo transitivo indireto)

d) Por que sonhas, ó jovem poeta? (verbo transitivo direto)

e) Sonhei um sonho guinholesco. (verbo transitivo direto)

8-(FCC-Adaptada) Joaquim Serra, Juvenal Galeno e Bernardo Guimarães debulharam lágrimas de esguicho, quentes e sinceras.

O verbo transitivo empregado com o mesmo tipo de complemento com que foi empregado o verbo grifado acima está em:

a) É mentira!

b) A notícia chegou ao Instituto Histórico durante uma sessão presidida por d. Pedro II.

c) que estava vivo, bem vivo.

d) E morreu num naufrágio…

e) Entre exclamações, citou Horácio…

9-(UFV) Dependendo do contexto, um verbo normalmente intransitivo pode tornar-se transitivo. Assinale a alternativa em que ocorre um exemplo:

a) “Ponha intenções de quermesse em seus olhos…”

b) “…sorria lírios para quem passe debaixo da janela.”

c) ” beba licor de contos de fadas…”

d) “Ande como se o chão estivesse repleto de sons…”

e) “… e do céu descesse uma névoa de borboletas…”

Respostas dos Exercícios sobre Verbos Transitivo e Intransitivo

Exercício resolvido da questão 1 –

e) … enquanto os demais exercem alguns dos seus direitos de cidadania.

Exercício resolvido da questão 2 –

e) Pesquisadores revelaram a existência de preconceitos enraizados contra a manifestação de emoções.

Exercício resolvido da questão 3 –

b) 2, 4 e 5

Exercício resolvido da questão 4 –

b) A II está errada, porque, quando PAGAR tem por objeto um nome de pessoa é transitivo indireto (o certo seria “ao feirante”)

Exercício resolvido da questão 5 –

c) … quando você fala com alguém na sua frente…

Exercício resolvido da questão 6 –

e) E vão fazendo telhados.

Exercício resolvido da questão 7 –

d) Por que sonhas, ó jovem poeta? (verbo transitivo direto)

Exercício resolvido da questão 8 –

e) Entre exclamações, citou Horácio…

Exercício resolvido da questão 9 –

b) “…sorria lírios para quem passe debaixo da janela.”

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Gostou dos nossos Exercícios sobre Verbos Transitivos e Intransitivos? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador