Português

Verbos Transitivos e Intransitivos

Verbos Transitivos e IntransitivosVerbos Transitivos e Intransitivos

Os Verbos Transitivos são os verbos que precisam de um objeto como complemento para que possuam sentido completo, podendo ser transitivos diretos ou transitivos indiretos. Os Verbos Intransitivos são aqueles que não precisam de complemento pois possuem sentido completo sozinhos.

O Beduka preparou esse artigo para tirar suas dúvidas sobre os Verbos Transitivos e Intransitivos e te ajudar a se preparar para o ENEM e outros vestibulares.

Entender sobre essa matéria também é importante na hora de escrever a redação no ENEM. Aproveite e veja o Guia Completo da Redação Dissertativa Argumentativa, onde explicamos tudo que você precisa saber para fazer um bom texto na hora da prova.

Confira o artigo completo sobre Verbos.

Nesse artigo vamos falar sobre:

  • O que são Verbos Transitivos e Intransitivos;
  • Classificação dos Verbos Transitivos;
  • O que é Objeto Direto e Indireto.

O que são Verbos?

Verbo é a classe de palavras que indica ação, situação, fenômeno ou mudança de estados, por exemplo. Os verbos possuem uma característica marcante, que é a capacidade de serem flexionados em pessoa, número, modo, tempo e voz. Os verbos também podem ser classificados quanto à conjugação, semântica e quanto à morfologia.

Não deixe de conferir nossos exercícios sobre Verbos.

Verbos Transitivos e Intransitivos

Verbos Transitivos

Os verbos transitivos são aqueles que precisam de um complemento para que a oração em que ele está faça sentido completo. Esse complemento é chamado de objeto, que pode ser direto ou indireto. Os verbos transitivos podem ser classificado em:

Verbo Transitivo Direto

Os verbos transitivos diretos são aqueles que precisam de um objeto direto para completar o sentido da oração, não sendo necessário o uso de preposição. O objeto direto indica qual elemento sofre a ação verbal, respondendo as perguntas “o que?” e “quem?”.

Exemplo:

exemplo verbo transitivo direto

No exemplo acima, o verbo amar pede um complemento para concluir a informação. Quem ama, ama algo ou alguém (responde às perguntas “quem” ou “o quê”?). O complemento observado acima é o termo “café”, que exerce a função de objeto direto, pois não precisa de preposição.

Aprenda mais detalhadamente o que é objeto direto.

Objeto Direto

O objeto direto pode ser representado por:

Substantivos ou palavras substantivadas

  • A família deixou a casa.
  • Não esperei ele chegar.

Aprenda também quais são os substantivos.

Pronomes Substantivos

  • Vou fazer o que puder.
  • Não quero mais aquilo!

Pronomes Oblíquos

  • Deixei-a no trabalho mais cedo.
  • Explique-me essa situação.

Aprenda tudo sobre quais são os pronomes

Oração Subordinada Substantiva

  • Espero que elas cheguem logo. (que elas cheguem logo = objeto direto)
  • Já conferi que eles não vieram. (que eles não vieram = objeto direto)

Verbo Transitivo Indireto

Os verbos transitivos indiretos são aqueles que precisam de um objeto indireto para completar o sentido da oração, sendo obrigatório o uso de preposição. O objeto indireto indica qual elemento sofre a ação verbal, respondendo as perguntas “de que?” ou “de quem?”, como também “para quem?” ou “para quem?”, ou ainda “com quem” ou “com o quê?”. 

Em resumo, o verbo transitivo indireto é aquele que precisa de um complemento precedido de uma preposição (o objeto indireto).

Aprenda também o que é uma proposição.

Exemplo:

exemplo verbo transitivo indireto

No exemplo acima, o verbo gostar pede um complemento para concluir a informação. Quem gosta, gosta de algo ou de alguém (responde às perguntas “de quem” ou “de quê”?). O complemento observado acima é o termo “de café”, que exerce a função de objeto indireto, pois precisa obrigatoriamente de preposição.

São preposições: 

preoposições
Objeto Indireto

O objeto direto pode ser representado por:

Substantivos ou palavras substantivadas

  • Ela duvidou da palavra da menina.
  • O estudante respondeu ao teste ontem.

Pronomes Oblíquos

  • Enviei-lhes todos os relatórios.
  • Respondeu-me assim que pôde.

Oração Subordinada Substantiva

  • O presidente da corporação precisa de que todos estejam na reunião.
  • Rafael comunicou que não poderia estar presente hoje.

Confira o artigo completo sobre o que é objeto indireto.

Verbos Transitivos Diretos e Indiretos

Os verbos transitivos direto e indiretos são aqueles que exigem dois complementos para completar o sentido da oração. Nesse caso, um dos complementos não possui preposição enquanto o outro sim.

Os objetos indicam quais elementos sofrem a ação verbal, respondendo as perguntas “o que e para que?” ou ainda “o que e para quem?”, por exemplo.

Em resumo, o verbo transitivo direto e indireto é aquele que precisa de um objeto direto e um objeto indireto.

Exemplo:

verbo transitivo direto e indireto

No exemplo acima, o verbo levar pede dois complementos para concluir a informação. Quem leva, leva algo para alguém (responde às perguntas “o quê?” e “para”?). Os complementos observados acima são os termo “café” e “para mim”, que exercem a função de objeto direto e indireto, respectivamente.

Verbo Intransitivo

Os verbos intransitivos são aqueles que não precisam de complemento algum, pois sozinhos já são suficientes para dar sentido à oração. Os verbos intransitivos podem ser acompanhados de adjunto adverbial

O adjunto adverbial é o termo da oração que representa uma circunstância, podendo dar a ideia de tempo, lugar, modo, finalidade, causa, etc. O adjunto adverbial sempre irá acompanhar e modificar o sentido de um verbo ou de um advérbio.

No entanto, o adjunto adverbial não é necessário para que o verbo tenha sentido. Este possui sentido completo sozinho, o adjunto pode modificá-lo, mas não é obrigatório como nos verbos transitivos.

Aprenda mais detalhadamente o que é Adjunto Adverbial.

Principais características dos Verbos Intransitivos:

  • Apresenta ação;
  • Aceita ponto final após o verbo;
  • Possui sentido completo;
  • Geralmente se apresenta juntamente com adjuntos adverbiais.

Exemplos:

  • O neném nasceu;
  • Bruno mentiu.

Exemplos com Adjuntos Adverbiais:

  • O neném nasceu ontem (adjunto adverbial de tempo);
  • Bruno mentiu descaradamente (adjunto adverbial de modo).

Além de aprender sobre Verbos Transitivos e Intransitivos, você pode testar seus conhecimentos de outras matérias respondendo algumas questões que caíram em edições antigas do Exame em nosso simulado gratuito.

Gostou de aprender sobre Verbos Transitivos e Intransitivos? Queremos te ajudar também a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.
Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador