Sisu

Tudo sobre as cotas do Sisu

Cotas do SisuCotas do Sisu

Cotas são reservas de vagas em instituições públicas ou privadas para grupos específicos, como: pessoas que concluíram o ensino médio em escola pública, negros, pardos e indígenas.

Você sabia que algumas pessoas podem se inscrever no Sisu através do sistema de cotas? Ainda não sabe o que isso significa? O Beduka te explica! Fizemos um artigo completo sobre as cotas do Sisu.

Nesse artigo você vai descobrir quais os tipos de cotas do Sisu, como provar que você é cotista, como se candidatar no sistema através das cotas e muito mais! Não perca, tendo mais conhecimento sobre o Sisu você não ficará perdido na hora de fazer a sua inscrição!

Está estudando para o Enem? Saiba mais sobre o Exame aqui e aproveite para se preparar com o Simulado do Beduka. É grátis!

O que são as cotas do Sisu?

As cotas surgiram nos Estados Unidos, em 1960, com o intuito de diminuir a desigualdade social entre negros e brancos. 

No Brasil, as cotas foram consolidadas principalmente com a lei nº 12.711, de agosto de 2012, conhecida também como Lei de Cotas. Ela estabelece que até agosto de 2016 todas as instituições de ensino superior devem destinar metade de suas vagas nos processos seletivos para estudantes egressos de escolas públicas

A distribuição dessas vagas também leva em conta critérios raciais e sociais, pois considera fatores econômicos. Embora elas ainda causem muita polêmica, esse sistema tem levado cada vez mais pessoas para dentro das universidades públicas e particulares.

Quais os tipos de cota do Sisu?

Quais os tipos de cota do Sisu

As vagas reservadas pela Lei de Cotas servem para atender uma parcela da sociedade que é, de alguma maneira, menos favorecida em relação ao acesso às universidades

Sabendo disso, é importante saber que 50% das vagas das universidades que são reservadas pela Lei de Cotas apresentam também subdivisões que incluem outros grupos, sendo sempre obrigatório preencher o requisito de ter completado o Ensino Médio em escolas públicas.

Essas três subdivisões são:

Cotas para pessoas de baixa renda

O Sisu considera como pessoas de baixa renda aqueles estudantes que têm renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa. Metade das vagas reservadas pela Lei de Cotas para quem cursou o ensino médio em escolas públicas está destinada aos candidatos de baixa renda.

Cotas para pessoas autodeclaradas pretas, pardas ou indígenas

A Lei de Cotas também leva em conta critérios de cor ou raça para o preenchimento das vagas reservadas. Uma parte das vagas são reservadas para os estudante autodeclarados pretos, pardos ou indígenas. 

A quantidade de vagas disponíveis para essas cotas é proporcional à população de pessoas pretas, pardas e indígenas naquele estado, de acordo com o último censo do IBGE. Ou seja, se no Rio de Janeiro existem mais pretos, pardos e indígenas do que no Rio Grande do Sul, as universidades do Rio de Janeiro terão mais vagas reservadas para esses casos.

Cotas para pessoas com deficiência, quilombolas e outras ações afirmativas

O Sisu permite que cada universidade reserve uma quantidade de vagas para ações afirmativas específicas da instituição. Algumas instituições reservam vagas para quilombolas, pessoas portadoras de deficiência e outras ações afirmativas do tipo.

Como provar que você é cotista?

Agora que você já sabe quais as cotas do Sisu, é importante que também saiba que o estudante que se inscrever pela Lei de Cotas deve ter certeza que cumpre as exigências e possui os documentos necessários para comprovar sua condição quando fizer a matrícula ou quando for solicitado.

A lista de documentos que deve ser apresentada caso o candidato seja selecionado, será informada no boletim do candidato, na página do Sisu. Além disso, de acordo com a Lei de Cotas, os critérios de cor e raça são autodeclaratórios. 

Isso significa que o candidato que se declarar preto, pardo ou indígena tem que apresentar documentos para comprovar sua condição.

Já para o critério de renda, cada instituição de ensino pode exigir uma série de documentos para comprovação da condição. Essa informação, inclusive, está presente para o candidato quando ele se inscreve no Sisu. 

A mesma coisa acontece para as vagas de ações afirmativas. As universidades definem a documentação que deverá ser apresentada e a lista aparece na página no Sisu no momento da inscrição. 

Como me candidatar através das cotas?

Como me candidatar através das cotas

Quando você estiver fazendo sua inscrição no Sisu, você poderá selecionar se quer participar na ampla concorrência ou se quer participar através do sistema de cotas.

Se optar pela ampla concorrência, você vai concorrer com todos os inscritos que não se encaixam nas cotas. Mas se optar pelas cotas, então a disputa será com outras pessoas que também se encaixam nessa situação.

No site beduka.com você pode conferir a variação das notas de corte do ano anterior segundo o critério das cotas.

Como funciona a concorrência das cotas do Sisu?

Quem optar por se inscrever no Sisu através do sistema de cotas participará de uma modalidade de concorrência específica e disputará a vaga somente com outros candidatos que têm a mesma condição. 

Ou seja, se você tentar uma vaga destinada a candidatos autodeclarados pardos, por exemplo, concorrerá com outros candidatos autodeclarados pardos para a mesma vaga, no mesmo curso, turno e universidade.

Gostou de saber sobre as cotas do Sisu? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador