Sisu 2024

Como funciona o Sisu 2024? Respostas para as 14 dúvidas mais comuns!

Como funciona o SisuComo funciona o Sisu

Você provavelmente já ouviu falar sobre o Sistema de Seleção Unificada, um programa que faz jus ao nome que recebeu. Afinal, por meio dele o estudante faz apenas um único “vestibular” (o Enem) e ganha a oportunidade concorrer a uma vaga em qualquer universidade pública do país.

Todo processo é online e 100% gratuito, ou seja, sem cobrança de taxas. Há apenas algumas regrinhas, como não ter zerado a redação. Também vale lembrar que a concorrência é feita por meio da sua nota, então é preciso estar a altura dos concorrentes.

Nós listamos as 14 principais dúvidas que os candidatos têm sobre essa seleção e vamos respondê-las para te ajudar a conquistar seu sonho! Leia até o final e entenda como funciona o Sisu 2024, quem pode participar, como olhar o resultado e muito mais neste guia completo sobre o assunto. Boa leitura!

Durante a leitura, você encontrará todos os tópicos abaixo. Clique em um deles para ir diretamente ao assunto:

  1. O que é o Sisu?
  2. Como funciona o Sisu?
  3. Eu posso participar do Sisu?
  4. Quanto custa para fazer a inscrição?
  5. Como eu faço para me inscrever no Sisu?
  6. Tem cotas?
  7. Como acontece o processo seletivo do Sisu?
  8. Tem nota mínima para entrar no programa?
  9. Então, o que é a nota de corte?
  10. O Sisu tem segunda chamada?
  11. Como funciona a lista de espera?
  12. E como eu olho o resultado do Sisu?
  13. Fui aprovado, e agora?
  14. Não consegui passar, o que posso fazer?
  15. Tem como participar do Sisu e do Prouni ao mesmo tempo?
  16. Quais instituições participam do Sistema de Seleção Unificada?
  17. Conquiste uma bolsa de estudo e comece 2024 com pé direito!

Você sabia que é possível entrar no curso dos seus sonhos sem precisar da nota do Enem? Com o Beduka Bolsas você garante bolsas de estudos de até 65% na mensalidade + matrícula gratuita. Acesse agora mesmo uma jornada de transformação!

O que é o Sisu?

O Sistema de Seleção Unificada foi criado pelo Ministério da Educação (MEC), o órgão do Governo Federal que cuida dos assuntos relacionados aos alunos, professores e instituições de ensino.

O objetivo do programa é democratizar o acesso às vagas oferecidas pelas instituições de ensino superior públicas. Em outras palavras, ele facilita a entrada em uma universidade estadual ou federal (sem mensalidades pagas pelos universitários).

Mas para poder participar é preciso ter feito o Enem, pois a seleção é por meio da pontuação final conquistada no Exame. Após submeter a nota, automaticamente o participante concorrerá às vagas em instituições do Brasil inteiro.

O processo é totalmente feito pela internet, então você pode concorrer a uma vaga em universidades de outros estados sem ter que viajar! Também há a ausência de taxas de inscrição o que aumenta significativamente a chance de mais pessoas ingressarem em uma graduação.

Isso beneficia, principalmente, os estudantes de baixa renda que não teriam recursos para cobrir todos os gastos de uma inscrição ou viagem. Dessa forma, o Sistema de Seleção Unificada tem um papel importante na democratização da educação.

Como funciona o Sisu?

O Sisu é uma plataforma na qual é possível escolher até 2 cursos de graduação por vez, em diferentes instituições federais e estaduais de todo o país.

A inscrição é online e não há nenhuma taxa para participação. 

O processo seletivo do programa ocorria duas vezes ao ano – uma no primeiro semestre e outra no segundo -, mas sofreu uma alteração em 2023 e passou a ser apenas uma vez, no primeiro semestre a paritr de 2024. As pessoas interessadas em concorrer à uma vaga tem um prazo para se inscrever no sistema e escolher ou mudar o curso e instituição.

Ao final de cada um desses três dias, são liberadas notas de corte parciais (previsões do mínimo necessário para ser aprovado naquele curso e instituição).

Assim, os candidatos podem ver se estariam entre os selecionados ou não, mudando de opção a tempo. Encerrado o processo, são liberadas as listas de candidatos selecionados e os que ficaram na lista de espera.

Nesse momento deve estar surgindo várias perguntas na sua cabeça relacionadas a como funciona o Sisu: sobre inscrição, notas, valor, quais são as datas… Calma!

Pode ficar tranquilo que já respondemos tudo isso ao longo do artigo. Antes de tudo isso, você precisa saber se você pode se cadastrar no sistema:

Eu posso participar do Sisu?

Talvez sim, talvez não… 

Para ter certeza, você precisa pertencer ao grupo das pessoas que:

  • Fizeram a última edição do Enem;
  • Tiraram acima de zero na redação.

Nesta edição de 2024 você tem que ter feito a prova do Enem 2023!

Se você perdeu o Exame Nacional do Ensino Médio deste ano, tudo bem. Ainda é possível ingressar em uma faculdade e iniciar uma mudança na sua vida. O Beduka Bolsas te dá um desconto de 65% no curso dos seus sonhos! É sempre bom lembrar que os estudos podem te levar a lugares inimagináveis e transformar a vida de quem está a sua volta.

Por isso, não perca essa chance!

Quem não pode participar do Sisu?

Por lógica, você já consegue deduzir: quem tirou zero na redação ou só tem nota das edições mais antigas do Enem não poderá participar do programa. 

Além disso, há muitos estudantes que fazem o Enem como “treineiro, ou seja, que ainda não concluíram o ensino médio. Estes não poderão participar ainda que cumpram as outras condições.

Quantas vezes posso me inscrever no Sistema de Seleção Unificada?

Na verdade, não há um limite. Você pode se inscrever todas as vezes que quiser. Viu como é importante saber como funciona o Sisu? Mas vamos deixar ainda mais claro:

Ou seja, um candidato que se inscreveu em alguma edição do ano anterior pode participar de uma nova edição do programa… Desde que cumpra as condições que falamos aí em cima!

Quem já fez faculdade pode fazer o Sisu?

Sim! Se você já tem uma graduação (seja particular ou pública), você pode tentar outra pelo Sistema de Seleção Unificada. Lembrando que deve estar dentro das condições de participação.

Só tem um detalhe importantíssimo: a lei 12.089, de 11 de novembro de 2009 diz que uma pessoa não pode ocupar duas vagas em instituições públicas superiores ao mesmo tempo. 

Então, se você está (neste momento) cursando algo em uma universidade pública, precisa terminar esse curso para entrar no Sisu.

Quanto custa para entrar no Sisu?

Nadica de nada! O Sistema de Seleção Unificada é um programa do governo e é totalmente online, então não há gastos extras para serem cobertos.

A única parte em que você terá que gastar é quando for fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio, mas aí é um processo anterior.

Falando nisso, o que o Enem tem a ver com o programa? Tudo! Olha só:

Como eu faço para me inscrever no Sisu 2024 usando o Enem?

O sistema é todo informatizado, você só consegue se cadastrar por meio da internet. O primeiro passo para isso é ter um login no site do governo.

Depois, você vai precisar informar o número de inscrição do Enem e a senha cadastrada. É a nota da prova do Exame que será levada em conta no processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada.

Esse sistema é como um site de buscas. Então aparecem todas as oportunidades de cursos e as vagas em cada instituição, turno e modalidade. Aí você terá que selecionar até duas opções.

Já adiantamos que:

  • Existe um prazo para fazer a inscrição. Na edição do Sisu 2024, ele será de 22 a 25 de janeiro.
  • Você só pode mudar as opções durante esse prazo;
  • Se você não passar na primeira opção, automaticamente concorrerá na segunda;
  • Se você passar na primeira, a segunda será descartada.

Para mais detalhes de como funciona o Sisu e de como se inscrever, leia nosso artigo com o passo passo da inscrição no Sisu

Agora já vamos te contar sobre o processo seletivo e mostraremos o cronograma logo depois!

O Sisu tem cotas?

Tem sim. O programa conta com políticas de ações afirmativas para grupos minoritários (pretos, pardos, indígenas e pessoas de baixa renda). Cada instituição tem uma porcentagem de vagas destinada a essas pessoas.

Porém, se você for aprovado usando a modalidade de cotas, você precisará comprovar que faz parte desse grupo. Portanto, não minta!

Conheça quais são os tipos de cotas do Sisu e veja se você tem direito a elas.

Como funciona a seleção do Sisu 2024?

Assim que você entra na plataforma do Sistema e se inscrever, a sua nota do Enem da última edição é automaticamente cadastrada. Eles fazem uma média aritmética com todas as áreas e lançam uma nota única.

Aí você vai ter que escolher duas opções de cursos que gostaria de fazer.

Para cada opção de curso, você terá que selecionar a instituição, a unidade, o turno e a modalidade (cota ou não). Já que a seleção é totalmente online, o próprio sistema começa a rankear as notas de acordo com o número de vagas disponíveis.

Acontece que você só concorre com quem fez as mesmas escolhas que você. Então, se houver 30 vagas para o curso de medicina na UFMG unidade central turno da manhã sem cotas, as 30 maiores notas serão as selecionadas.

É importante lembrar que, a cada dia, novas pessoas vão colocando notas. Então se você foi “aprovado” no primeiro dia, pode ser que não esteja no seguinte. Essa é a classificação parcial, mas o que vale é a classificação final contada quando as inscrições se encerram.

Por isso, você pode mudar suas opções de curso somente até o último dia do prazo de inscrições. Se for aprovado na primeira opção, a segunda estará automaticamente descartada.

Ah, um último detalhe: algumas universidades podem dar pesos diferentes a cada área do enem. Aí a nota única será o resultado de uma média ponderada, não da média aritmética.

Tem nota mínima para entrar no Sisu?

Não existe uma nota mínima para participar do programa. Porém… algumas instituições podem exigir uma média para que você selecione uma opção de curso

Você achou que já tinha acabado de aprender sobre como funciona o Sisu né? Estamos quase lá, vamos continuar:

Então, o que é a nota de corte?

Lembra quando falamos sobre a classificação parcial no tópico do processo seletivo? Pois é, a nota de corte mostra qual é a nota do candidato que ocupa a última vaga daquela opção de curso.

Então, da forma como funciona o Sisu hoje, existe a nota de corte parcial que vai sendo divulgada no final de cada dia e a nota de corte final que é definitiva. 

É uma boa ficar de olho na nota de corte parcial para dar tempo de mudar de opção de curso caso você esteja ficando por fora… Também é importante consultar a nota de corte final do ano anterior para você ter uma noção de quanto precisa tirar, mais ou menos.

O Sisu tem segunda chamada?

Não! Após o encerramento do prazo de inscrições será divulgado apenas um resultado convocando os aprovados 

Então, se você não foi aprovado, a sua única outra chance é ir direto para a lista de espera:

Como funciona a lista de espera do Sisu?

A lista de espera é uma outra oportunidade que os não-classificados têm. Ela existe para preencher as vagas que não forem ocupadas na primeira chamada, já que muita gente desiste ou perde o prazo.

Só que ela não acontece automaticamente. Será aberto um prazo em que o interessado deve clicar no botão “tenho interesse de participar da lista de espera”. Aí sim poderá concorrer a ela.

E detalhe: quem quer participar não pode ter sido selecionado para nenhuma das duas opções de curso.

Na edição do Sisu 2024, você terá do dia 30 de janeiro ao dia 07 de fevereiro para manifestar o interesse de participar da lista. A convocação é feita pelas próprias universidades, então é preciso estar atento aos editais delas.

E o resultado do Sisu 2024?

Os resultados da chamada regular do programa são mostrados na própria página do candidato. Então, quando der o dia que sair o resultado, você entrará na sua página e ela te dirá se você conseguiu ou não!

A lista de aprovados no Sistema de Seleção Unificada 2024 será divulgada em 30 de janeiro. Mas continue nos acompanhando que o manteremos constantemente atualizado.

Para a lista de espera é diferente. O Sistema não mostra nada, é a própria instituição de ensino. Então, se esse for o seu caso, você precisa estar acompanhando os meios de comunicação da faculdade.

Como saber se foi aprovado no Sisu?

Como dissemos aí em cima, você precisa entrar na página do Sisu para ver se foi aprovado. Mas essa informação só estará disponível quando chegar o dia que o resultado for divulgado. 

Além disso, algumas instituições também divulgam listas com nomes.

Quando sai o resultado do Sistema de Seleção Unificada?

Isso depende… em cada ano a data é uma! Normalmente ele demora um pouco para sair, então você precisa segurar a ansiedade por algumas semanas após o prazo de inscrição se encerrar.

A boa notícia é que as datas para edição 2024 já foram divulgadas e o resultado saíra dia 30 de janeiro!

Quer o calendário completo do Sisu? Confira:

  • Inscrições: 22 a 25 de janeiro
  • Resultado: 30 de janeiro
  • Matrículas da chamada regular: 01 a 07 de fevereiro
  • Lista de espera: 30 de janeiro a 07 de janeiro
  • Convocação dos candidatos da lista de espera pela instituição: depende de cada instituição.

Para mais informações, consulte o site oficial do programa.

Fui aprovado. O que devo fazer?

Uhul, primeiramente parabéns!!!  

Agora, você deve receber um email da instituição em que foi aprovado. Se isso não acontecer, vá até ela ou ligue pedindo informações. Isso é importante porque você precisa fazer a matrícula dentro do prazo e deve levar documentos específicos para isso.

Só assim a sua vaga estará garantida.

Não passei no Sisu. Quais são as outras alternativas?

É sempre importante saber o que fazer se nada der certo. Não se desespere ou desanime! 

Primeiro que o Sisu acontece duas vezes ao ano e o Enem acontece todo ano. Então é sempre possível tentar de novo!

Uma boa forma de treinar é usando o Simulado Enem Gratuito do Beduka. Ele conta com questões do próprio Enem, correção TRI e é personalizável com as matérias que você quiser!

Se você estiver com um pouquinho de pressa, pode tentar se inscrever no Fies ou no Prouni.

Além disso, o Beduka é o seu maior parceiro quando o assunto é entrar na faculdade. Aqui você encontra as melhores ferramentas para ficar mais perto do curso dos seus sonhos: resumos, simulado, teste vocacional, entre outras…

Mas sabe qual é a melhor de todas? O Beduka Bolsas!

Uma plataforma onde você ganha uma bolsa de estudos de até 65% de desconto para estudar em uma das melhores universidades do Brasil!

É isso mesmo! Temos mais de 90 opções de cursos para você escolher em 8 instituições parceiras. 

É possível se candidatar ao Prouni e ao Sisu ao mesmo tempo?

Claro que sim! O Sisu acontece primeiro, então você pode se inscrever nele tranquilamente. Enquanto ele está acontecendo, pode ser que o Prouni abra as inscrições e você também poderá se cadastrar nele.

Só que tem um porém: se você for realmente aprovado e convocado nos dois programas, deverá escolher somente um.

Quais instituições participam do Sistema de Seleção Unificada?

Não adianta saber como funciona o Sisu, sem conhecer as universidades que aderiram a ele. A boa notícia é que a maioria das instituições já fazem parte do programa, já que esse sistema é federal e torna o ingresso no ensino superior muito mais prático.

As principais universidades públicas que ainda não aderiram são Unicamp, USP, ITA e Unesp.

Abaixo você poderá conferir a lista completa das que participam do Sisu, por estado:

Norte

  • Universidade Federal do Acre (UFAC)
  • Universidade Federal do Amazonas (UFAM)
  • Universidade Federal do Amapá (UNIFAP)
  • Universidade Federal do Pará (UFPA)
  • Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA)
  • Universidade Federal de Rondônia (UNIR)
  • Universidade Federal de Roraima (UFRR)
  • Fundação Universidade Federal do Tocantins (UFT)
  • Universidade do Estado do Pará (UEPA)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre (IFAC)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá (IFAP)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO)

Nordeste

  • Universidade Federal de Alagoas (UFAL)
  • Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  • Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB)
  • Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB)
  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB)
  • Universidade Federal do Ceará (UFC)
  • Universidade Federal do Cariri (UFCA)
  • Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB)
  • Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
  • Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)
  • Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
  • Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)
  • Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF)
  • Universidade Federal do Piauí (UFPI)
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)
  • Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA)
  • Universidade Federal do Sergipe (UFS)
  • Universidade Estadual de Alagoas (UNEAL)
  • Universidade do Estado da Bahia (UNEB)
  • Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)
  • Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)
  • Universidade Estadual do Ceará (UECE)
  • Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
  • Universidade de Pernambuco (UPE)
  • Universidade Estadual do Piauí (UESPI)
  • Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas (IFAL)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IFBaiano)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sergipe (IFS)

Centro-Oeste

  • Universidade de Brasília (UNB)
  • Universidade Federal de Goiás (UFG)
  • Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)
  • Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)
  • Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS)
  • Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS)
  • Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (IF Goiano)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS)

Sudeste

  • Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
  • Universidade Federal de Lavras (UFLA)
  • Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL)
  • Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI)
  • Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)
  • Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ)
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM)
  • Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
  • Universidade Federal de Viçosa (UFV)
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM)
  • Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)
  • Universidade Federal Fluminense (UFF)
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)
  • Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
  • Universidade Federal do ABC (UFABC)
  • Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR)
  • Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG)
  • Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)
  • Universidade Estadual Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF)
  • Universidade de São Paulo (USP)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (IFES)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IF Sul de Minas)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (IFTM)
  • Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFF)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ)
  • Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET-RJ)

Sul

  • Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
  • Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA)
  • Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • Universidade Federal de Pelotas (UFPEL)
  • Universidade Federal do Rio Grande (FURG)
  • Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA)
  • Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
  • Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)
  • Universidade Estadual de Londrina (UEL)
  • Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP)
  • Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO)
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná  (UNIOESTE)
  • Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS)
  • Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná (IFPR)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-Grandense (IFSUL)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha (IF Farroupilha)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IFSC)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense (IFC)

Gostou de saber o que é e como funciona o Sisu? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para os vestibulares da melhor maneira!

Conquiste uma bolsa de estudo e comece 2024 com pé direito!

O Beduka é o seu maior parceiro quando o assunto é entrar na faculdade. Aqui você encontra as melhores ferramentas para ficar mais perto do curso dos seus sonhos: resumos, listas de exercícios, simulado, teste vocacional, entre outras…

Mas sabe qual é a melhor de todas? O Beduka Bolsas!

Uma plataforma onde você ganha uma bolsa de estudos de até 65% de desconto para estudar em uma das melhores universidades do Brasil!

É isso mesmo! Temos mais de 90 opções de cursos para você escolher em 8 instituições parceiras. 

Siga-nos o também no Pinterest e no Instagram e receba conteúdos gratuitos sobre o Enem e outros vestibulares todos os dias. 

Obrigada por ler nosso artigo sobre como funciona o Sisu. Sucesso e bons estudos!

Redação Beduka
Redação Beduka
Este conteúdo foi criado e validado por uma equipe multidisciplinar, formada por especialistas em cada área do conhecimento. O Beduka está presente no Instagram, YouTube, LinkedIn e em diversos outros ambientes digitais. O site foi criado em 2017 e, desde a sua fundação, atua para fornecer materiais de qualidade para facilitar a vida de estudantes de todo o Brasil, ajudando-os a se preparar para os principais vestibulares e o Enem.