História

Exercícios sobre Mercantilismo

Exercícios sobre Mercantilismo Exercícios sobre Mercantilismo

O mercantilismo ou também chamado de capitalismo comercial, foi uma união de práticas que marcou a economia das principais nações europeias durante os séculos XV e XVIII. Leia o resumo e faça os exercícios sobre mercantilismo.

No ENEM, no caderno de Ciências Humanas e suas Tecnologias podem cair exercícios sobre mercantilismo, leia o resumo abaixo e responda as questões.

Mercantilismo

Mercantilismo é uma política econômica que foi implementada na Europa durante o Antigo Regime. O Absolutismo era um tipo de governo que tinha como principal objetivo acumular riquezas, com o objetivo de desenvolver a economia, por isso as questões econômicas sofriam bastante interferência do governo. 

moedas-mercantilismo - Exercícios sobre Mercantilismo

O governo absolutista seguia um ideal, segundo o qual, quanto maior as riquezas dentro de um reino, maior seria o seu prestígio e respeito em todo o mundo.

Principais características do Mercantilismo

  • Metalismo: Para que uma nação fosse rica, era necessário grande quantidade de ouro e prata, pois assim seriam poderosas;
  • Os governos acumulavam os metais preciosos para aumentarem as riquezas;
  • O comércio externo, a exploração de territórios e outros métodos traziam riquezas para dentro dos países;
  • Industrialização: Os países eram incentivados a desenvolver empresas;
  • Protecionismo Alfandegário: Haviam taxas absurdas para quem quisesse transportar produtos do interior;
  • Pacto Colonial: comércio era permitido somente entre metrópoles.

Principais pensadores que defendiam o mercantilismo

  • Jean-Baptiste Colbert;
  • William Petty;
  • Robert Walpole.

Principais opositores do mercantilismo

  • David Hume;
  • Adam Smith.

Agora faça os Exercícios sobre Mercantilismo e confira as respostas no gabarito.

Exercícios sobre Mercantilismo

Baixe o melhor plano de estudos gratuito que você encontrará na internet.

1 – (FGV) – O mercantilismo correspondeu a:

a) um conjunto de práticas e ideias econômicas baseadas em princípios protecionistas.

b) uma teoria econômica defensora das livres práticas comerciais entre os diversos países.

c) um movimento do século XVII que defendia a mercantilização dos escravos africanos.

d) uma doutrina econômica defensora da não intervenção do Estado na economia.

e) uma política econômica, especificamente ibérica, de defesa de seus interesses coloniais.

2 – (UFV) – Mercantilismo é um termo que foi criado pelos economistas alemães da segunda metade do século XIX para denominar o conjunto de práticas econômicas dos Estados europeus nos séculos XVI e XVII. Das alternativas abaixo, assinale aquela que NÃO indica uma característica do mercantilismo.

a) Busca de uma balança comercial favorável, ou seja, a superação contábil das importações pelas exportações.

b) Intervencionismo do Estado nas práticas econômicas, através de políticas monopolistas e fiscais rígidas.

c) Crença em que a acumulação de metais preciosos era a principal forma de enriquecimento dos Estados.

d) Aplicação de capitais excedentes em outros países para aumentar a oferta de matérias-primas necessárias à industrialização.

e) Exploração de domínios localizados em outros continentes, com o objetivo de complementar a economia metropolitana.

3 – (CESGRANRIO) – A política econômica do Estado Absolutista, o Mercantilismo, reuniu práticas e doutrinas que, em suas diversas modalidades entre os séculos XVI e XVII, caracterizou-se por um (a):

a) liberalismo econômico como forma de manutenção da aliança política do Rei com os segmentos burgueses.

b) protecionismo alfandegário por meio de proibições das exportações que visava ao equilíbrio da balança comercial do Estado.

c) intervencionismo estatal nas atividades comerciais lucrativas que proibiu a concessão de monopólios a grupos privados.

d) expansão do poderio naval como garantia das comunicações marítimas entre as metrópoles e seus impérios coloniais.

e) restrição dos privilégios senhoriais relacionados à participação da nobreza no comércio ultramarino e nas companhias comerciais do Estado, tais como a Companhia das Índias Orientais e das Índias Ocidentais.

4 – (UFRS) – Considere as seguintes afirmações a respeito do mercantilismo:

I – Por mercantilismo entende-se um conjunto de ideias e práticas econômicas adotadas pelo Estado Absolutista.

II – O estímulo à expansão marítima e colonial e o estabelecimento de monopólios caracterizam as políticas mercantilistas.

III – Portugal, Espanha, França, Holanda e Inglaterra são países nos quais a política mercantilista alcançou grande desenvolvimento.

Quais estão corretas?

a) apenas I

b) apenas II

c) apenas III

d) apenas II e III

e) I, II e III

5 – (CESGRANRIO) – A característica mais conhecida do chamado “mercantilismo francês” é:

a) a importância atribuída à expansão colonial;

b) o industrialismo estritamente regulamentado;

c) a grande importância dada ao tráfico de escravos;

d) a política anti-inglesa;

e) o amparo à agricultura.

6 – (UFRN) – O sistema de colonização objetivado pela política mercantilista tinha em mira:

a) criar condições para a implantação do absolutismo;

b) permitir a economia metropolitana o máximo de auto-suficiência e situá-la vantajosamente no comércio internacional, pela criação de complementos à economia nacional;

c) evitar conflitos internos, resultantes dos choques entre feudalismo e capitalismo, que entravavam o desenvolvimento dos países europeus;

d) ganhar prestígio internacional;

e) obter garantias de acesso às fontes de matérias-primas e aos mercados consumidores no ultramar.

7 – (UFGO) – Parte integrante da política econômica mercantilista, a concepção monetária preconizava, acima de tudo:

a) a livre circulação de mercadorias;

b) uma política industrialista e protecionista;

c) a proibição quanto a saída de ouro e prata do país;

d) a exploração das colônias e o desenvolvimento do comércio;

e) a realização de reformas monetárias e o desenvolvimento do sistema de crédito.

8 – (MACK) – O período de predomínio do mercantilismo caracteriza-se:

a) pela extinção das empresas monopolistas;

b) pela luta entre mercadores e manufaturadores;

c) pela grande acumulação de metais preciosos;

d) pelo desaparecimento das guildas;

e) pelo surgimento dos primeiros socialistas.

9 – (MACK) – Pode ser considerada uma característica do Sistema Colonial:

a) a adoção, por parte das metrópoles, uma política liberal que facilitou a emancipação das colônias;

b) a não-intervenção do Estado na economia e o incentivo às atividades naturais;

c) o monopólio comercial metropolitano e a sua influência no aquecimento da burguesia e no desenvolvimento do capitalismo;

d) a extinção do trabalho escravo e o desenvolvimento econômico das áreas coloniais;

e) a economia voltada para o mercado interno e para a acumulação capitalista no setor colonial.

10 – (FGV) – Leia atentamente as afirmações abaixo, sobre mercantilismo, e assinale a alternativa correta.

I. São característica essenciais do mercantilismo: o monopólio, o protecionismo e a balança comercial favorável.

II. O objetivo fundamental do mercantilismo, como política de acumulação de capitais, é a livre concorrência sem a intervenção do Estado-nação.

III. As medidas da política econômica mercantilista foram idênticas em todos os países da Europa durante os séculos XVI, XVII e XVIII.

IV. O pacto colonial está no contexto das práticas mercantilistas.

V. O insucesso da política mercantilista expressa-se pela permanência da política bulionista por três séculos.

a) Apenas I e III estão corretas.

b) Apenas II e IV estão corretas.

c) Apenas II e V estão corretas.

d) Apenas III e V estão corretas.

e) Apenas I e IV estão corretas.

11 – (Faap-1996) – O mercantilismo, política econômica praticada pelos monarcas europeus, na época moderna, teve como característica a (o):

a) liberdade do comércio colonial

b) estímulo às importações de manufaturados

c) manutenção da balança comercial favorável

d) estímulo à agricultura

e) combate à escravidão

12 – UPF 2017 – Entende-se por mercantilismo o conjunto de ideias e práticas econômicas dominantes na Europa entre os séculos XV e XVII. Seu período de dominação corresponde à fase de transição do feudalismo para o capitalismo e ficou marcado pela intervenção estatal na economia, caracterizado:

a) Pela limitação das atividades das companhias comerciais privadas, em função dos privilégios concedidos às empresas estatais.

b) Pela preocupação com o enriquecimento da burguesia em detrimento da nobreza feudal, garantindo a aliança de burgueses de vários países.

c) Pelo monopólio metropolitano sobre as colônias da América, o qual passou a estimular as disputas entre as grandes empresas comerciais de propriedade da burguesia.

d) Pelas teorias metalistas, que, ao defender práticas protecionistas, promoveram grande rivalidade entre as nações europeias.

e) Pelo controle exclusivo externo, em contraposição à livre concorrência interna, tanto nas áreas coloniais quanto nas metropolitanas.

13 – (PUC PR-2017) – “Acontece que Luís XIV provavelmente tinha excelente faro para os negócios — sem falar que o monarca devia achar muito sem graça ver todo mundo vestido de preto constantemente —, pois ele convocou seu Ministro das Finanças, Jean-Baptiste Colbert, para uma conversinha sobre indumentárias. Aconselhado pelo político, o rei proibiu a importação de tecidos estrangeiros e estabeleceu uma gigantesca indústria têxtil no país para suprir as necessidades da população mais abastada. Além disso, Luís XIV e Colbert determinaram que novos modelos de roupas fossem criados duas vezes ao ano com teci-dos inéditos. Assim, os costureiros que atendiam à nobreza passaram a apresentar uma coleção de roupas no inverno e outra no verão — sem se esquecer de incluir acessórios como leques, capas, sombrinhas, casacos etc. entre os itens. O rei decretou ainda que os nobres que desejassem visitá-lo no Palácio de Versalhes deveriam se vestir apenas com modelos da última moda, e teve a ideia de financiar a produção de catálogos que apresentavam as novas coleções. Dessa forma, a aristocracia francesa e do resto da Europa podia selecionar os itens que desejava comprar.”

Você sabia que Rei Luís XIV da França foi o inventor da alta costura? Por Maria Luciana Rincon

Disponível em: http://www.megacurioso.com.br/personalidades/75642-voce-sabia-que-rei-luis-xiv-da-franca-foi-o-inventor-da-alta-costura.htm. Acesso em: 12 fev 2017. 

O Mercantilismo foi uma série de práticas de enriquecimento dos Estados Nacionais entre os séculos XV e XVIII, como exemplo, na França o Rei Luís XIV e seu ministro Colbert tentaram ampliar os ganhos da coroa com o aumento de taxas e também do comércio de artigos de luxo, o chamado Colbertismo. Acerca das práticas mercantilistas dos Estados Nacionais, marque a afirmativa CORRETA:

a) O protecionismo era aumentar as taxas dos produtos exportados e diminuir dos importados, assim ganharia mais com a venda e facilitaria a compra.

b) Uma das práticas do Mercantilismo, usada ainda hoje para equilibrar as finanças dos países, é a balança comercial favorável que consiste em exportar mais do que importar para evitar o endivida-mento e aumentar os ganhos.

c) Espanha e Portugal foram as primeiras a conquistar colônias e extrair metais para enriquecer, assim conseguiram um excedente que propiciou serem pioneiras no investimento industrial.

d) O metalismo foi uma prática portuguesa que consistia em acumular metais através da extração de ouro e prata das colônias ultramar, primeiramente descobertos no Brasil.

e) A Inglaterra e a França se destacaram no comércio de artigos luxuosos, enquanto os ingleses produziam os ricos tecidos, os franceses os compravam para usar em suas roupas, uma espécie de colaboracionismo que perdurou durante todo o período.

Respostas dos Exercícios sobre Mercantilismo

Exercício resolvido da questão 1 –

a) um conjunto de práticas e ideias econômicas baseadas em princípios protecionistas.

Exercício resolvido da questão 2 –

d) Aplicação de capitais excedentes em outros países para aumentar a oferta de matérias-primas necessárias à industrialização.

Exercício resolvido da questão 3 –

c) intervencionismo estatal nas atividades comerciais lucrativas que proibiu a concessão de monopólios a grupos privados.

Exercício resolvido da questão 4 –

e) I, II e III

Exercício resolvido da questão 5 –

b) o industrialismo estritamente regulamentado;

Exercício resolvido da questão 6 –

b) permitir a economia metropolitana o máximo de auto-suficiência e situá-la vantajosamente no comércio internacional, pela criação de complementos à economia nacional;

Exercício resolvido da questão 7 –

c) a proibição quanto a saída de ouro e prata do país;

Exercício resolvido da questão 8 –

c) pela grande acumulação de metais preciosos;

Exercício resolvido da questão 9 –

c) o monopólio comercial metropolitano e a sua influência no aquecimento da burguesia e no desenvolvimento do capitalismo;

Exercício resolvido da questão 10 –

e) Apenas I e IV estão corretas.

Exercício resolvido da questão 11 –

c) manutenção da balança comercial favorável

Exercício resolvido da questão 12 –

c) Pelo monopólio metropolitano sobre as colônias da América, o qual passou a estimular as disputas entre as grandes empresas comerciais de propriedade da burguesia.

Exercício resolvido da questão 13 –

b) Uma das práticas do Mercantilismo, usada ainda hoje para equilibrar as finanças dos países, é a balança comercial favorável que consiste em exportar mais do que importar para evitar o endivida-mento e aumentar os ganhos.

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Gostou dos nossos Exercícios sobre Mercantilismo? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador