Artes

Resumo do Pós Impressionismo na História da Arte!

Descubra a história e características do Pós Impressionismo!Descubra a história e características do Pós Impressionismo!
Kit Aprovação Enem 2022

O Pós impressionismo é um estilo artístico que surgiu na Europa no final do século XIX, existindo até o início das vanguardas. Esse movimento marcou a história da arte com Van Gogh e Cèzanne, pois romperam os padrões estéticos do Impressionismo, colocando muita emoção e subjetividade nas obras!

Neste artigo sobre Pós impressionismo, você encontrará:

  1. O que é Pós impressionismo e porque recebeu esse nome
  2. Diferença entre Impressionismo e Pós Impressionismo
  3. Principais características na pintura, arquitetura e escultura
  4. Divisão do Pós Impressionismo em 2 campos
  5. Artistas importantes e obras

O que é Pós Impressionismo na arte?

O Pós Impressionismo é um estilo artístico que surgiu na Europa, tendo a França como berço. Foi no final do século XIX e início do século XX, uma época de inovações em Paris pela construção da Torre Eiffel em homenagem à Revolução Francesa.

Mais precisamente, dizemos que ele se iniciou com a última exposição do movimento impressionista em 1886. Sua duração foi até a primeira década do século XX, quando os movimentos das Vanguardas surgiram (como o Cubismo, em 1907). 

Apesar de ter durado pouco, o Pós Impressionismo foi marcante na história da arte mundial por causa das novidades. Ele influenciou movimentos da arte moderna e até hoje inspira algumas artes contemporâneas. 

Esse movimento se expressou mais na pintura, mas também afetou a escultura e até a arquitetura! Os artistas desse estilo se tornaram muito famosos, tanto que você já deve ter ouvido falar do Van Gogh….

Por que o nome Pós Impressionismo?

O Pós Impressionismo começou logo depois da última exposição de arte Impressionista, então recebeu esse nome (pós = após, depois). Mas não é só por isso…

Na realidade, essa tendência artística manteve algumas características do Impressionismo, ao mesmo tempo em que não seguia seus padrões. 

Os representantes pós-impressionistas se organizaram espontaneamente, inspirando-se e se confrontando ao mesmo tempo. Tanto é que alguns dos artistas pós-impressionistas inicialmente eram do Impressionismo.

O termo Pós Impressionismo foi utilizado pela primeira vez pelo britânico Roger Eliot Fry (1866-1934). Ele era um crítico de arte que queria se referir às obras expostas na Grafton Galleries, Londres, em 1910. Essa exposição envolvia nomes como Van Gogh e Cézanne.

  • Você é uma daquelas pessoas que tem fome de conhecimento? Então siga o Beduka no Instagram para conteúdos diários!

Qual a diferença entre o Impressionismo e o Pós Impressionismo?

diferença entre impressionismo e pos impressionismo quadros de monet e cezanne

A principal diferença entre o Impressionismo e o Pós Impressionismo é: o primeiro valorizava questões técnicas, como a luz natural e a pintura ao ar livre. O segundo buscava a expressividade e a emoção além da técnica, no momento da criação.

Se pensarmos apenas na técnica, um estilo é considerado extensão do outro (observe o efeito das pinceladas). Mas sabemos que são diferentes porque o Impressionismo foca no padrão estético (aparência) enquanto o Pós Impressionismo busca novidades e subjetividade (sentido).

Os pós-impressionistas viam o movimento anterior como algo superficial, frio, que não retratava os acontecimentos sociais e não expressava o íntimo do autor. Por isso, eles buscaram novos conceitos e formas, aprofundando nos temas e emoções. 

Ressaltamos que o Pós Impressionismo não deixa a técnica de lado. Eles continuaram usando dela, embora não fosse o único elemento que buscavam destacar. 

Principais características do Pós Impressionismo

O pós-impressionismo foi marcado pela heterogeneidade, o que significa muita variedade entre os autores. Isso aconteceu porque seus artistas não seguiam sempre os padrões estéticos e buscavam a subjetividade.

Até mesmo os impressionistas foram considerados “solitários” por raramente se reunirem e nem sempre compartilharem uma mesma opinião. Imagine então os pós-impressionistas, que não foram bem aceitos nem pelo Salão de Paris (local para expor obras)!

Por conta de tudo isso, eles criavam suas próprias exposições individuais e não havia aquele intercâmbio intenso como ocorre em galerias com vários artistas.

Mesmo com uma grande variedade de estilos e técnicas, podemos citar algumas características que se repetiram muito nesse movimento:

  • Forte presença do que é subjetivo e da simbologia
  • Cenas políticas, sociais e cotidianas
  • Liberdade no uso de cores
  • Valorização de texturas e luminosidade
  • Contorno mais delimitado
  • Uso da técnica pontilhista (muitos pontinhos para compor a figura)
  • Valorização da bidimensionalidade (duas dimensões, não três como enxergamos)

Na escultura, buscavam criar figuras harmoniosas e em equilíbrio com o ambiente. Um dos destaques foi Aristide Maillol, escultor que admirava a Grécia primitiva. Em suas obras, usava nudismo e misturava a emoção com a sobriedade.

Beduka Bolsas Direito

Na arquitetura, em torno do rio Sena de Paris, os prédios tinham estruturas metálicas cobertas por fachadas de pedra. Haviam tetos amplos com saguões que abrigavam exposições temporárias. Também a Torre Eiffel é outro exemplo.

Divisão do Pós-impressionismo em dois campos

Mesmo que o Pós Impressionismo já tenha sido um rompimento, podemos subdividi-lo em dois campos. O primeiro era mais tímido em relação à temática mas trazia liberdade nas cores, pontos e planos. O Segundo já focava nos sentimentos e rompia com a objetividade:

  • Coordenado por Seurat e Cézanne: desenho formal e científico que usava a teoria dos pontos e planos de cor.
  • Coordenado por Lautrec e Van Gogh: expressão dos sentimentos e das emoções, usando cor e da luz.

Artistas importantes do pós-impressionismo

artistas do pos impressionismo - vicent van gogh, paul gauguin - paul cezanne - george pierre

Alguns dos principais representantes dessa corrente artística foram:

  • Vincent Van Gogh
  • Paul Cèzanne
  • Paul Gaguin
  • Georges-Pierre Seurat
  • Charles Angrand 
  • Édouard Vuillard 
  • Henri Rousseau
  • Henri de Toulouse-Lautrec
  • René Schützenberger

Fique tranquilo, você não precisa saber o nome de todos eles. Nós vamos te contar um pouquinho sobre os 4 principais:

Georges-Pierre Seurat (1859-1891)

Georges-Pierre Seurat Domingo à Tarde na Ilha de La Grande Jatte

Para alguns estudiosos, o pintor francês Georges-Pierre Seurat foi o primeiro artista a romper com o Impressionismo e se tornar um pós-impressionista.

Conhecido por empregar a técnica do pontilhismo, ele explorou novos conceitos em relação à representatividade da cor. Assim, ele conseguiu chamar a atenção não só do público e dos críticos, mas também de diversos artistas da época.

Algumas de suas obras foram:

  • Banhistas em Asnières (1884)
  • Domingo à Tarde na Ilha de La Grande Jatte (1884–1886)
  • A Torre Eiffel (1889)
  • O Can-can (1890)

Vincent van Gogh (1853-1890)

Vincent van Gogh Amendoeira em flor

Vincent van Gogh foi um holandês astuto! Ele rejeitou os padrões rígidos e o acabamento perfeito, tornando-se o maior representante do Pós-impressionismo, e um dos artistas mais famosos na história da arte.

Usava cores saturadas (que se aproximam do tom puro, intenso) e pinceladas únicas. Criou obras cheias de emoção e subjetivismo que até hoje são interpretadas e reinterpretadas por críticos de arte de todo o mundo!

A sua obra Noite estrelada (1889) é um ícone até nas redes sociais, mas há outras:

  • Amendoeira em flor (1890)
  • Autorretrato com a orelha cortada (1889)
  • O quarto (1888)

Paul Gauguin (1848-1903)

Paul Gauguin Vincent Van Gogh pinta girassóis

Paul Gauguin tornou-se um grande amigo de Van Gogh, chegando a dividir um estúdio em 1888. 

Ambos admiravam o simbolismo que uma obra de arte podia apresentar e, inspirado nisso, Gauguin desenvolveu a teoria do sintetismo (sentimentos do artista em foco e estética  definida por sua forma pura).

Em seu trabalho, quase não usava o sombreamento, preferindo cores puras, linhas fortes e bidimensionalidade para provocar um impacto emocional intenso.

Suas principais obras são:

  • Vincent Van Gogh pinta girassóis (1888)
  • Autorretrato em auréola (1889)
  • O Cristo amarelo (1889)
  • Duas taitianas com flores de manga (1899)

Paul Cézanne (1839-1906)

Paul Cézanne Os jogadores de cartas

Cèzanne foi um pintor que focou em explorar a estrutura formal de naturezas-mortas, retratos e paisagens. 

Ele foi tão importante que influenciou artistas de outros movimentos, como Henri Matisse e Pablo Picasso. Desenvolveu seu próprio estilo e é considerado a ponte entre o Impressionismo e o Cubismo.

Em vez de retratar a impressão geral de uma cena, fazia uma organização diferente ao mostrar paisagens construídas por elementos geométricos simples. Pintava paisagens a partir da sua imaginação!

  • A orgia (1864)
  • O negro Cipião (1867)
  • A tentação de Santo Antônio (1870)
  • A casa do enforcado (1873)
  • Os jogadores de cartas (1892)

Gostou do nosso artigo sobre Pós impressionismo? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Instagram do Beduka

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador