Geografia

O que é a linha de Greenwich? Entenda como ela foi definida e a sua importância

o que é a linha de Greenwicho que é a linha de Greenwich?

O nosso planeta é dividido por linhas imaginárias que definem a localização geográfica de cada ponto dele, além dos fusos horários. As principais são a Linha do Equador e a de Greenwich. Elas são tema recorrente na prova do Enem, então os alunos costumam estudar bastante a respeito. Neste texto vamos explicar o que é a Linha de Greenwich, então leia até o final se quiser uma boa nota.

Se você quiser ir diretamente para alguma parte do texto, clique em um dos tópicos abaixo:

O Enem tem muitas questões que citam os paralelos e os meridianos. Prepare-se para respondê-las com as edições antigas do exame no Simulado Beduka! Ele é gratuito e personalizável.

O que é a linha de greenwich?

A linha ou meridiano de Greenwich é uma linha imaginária, que corta o nosso planeta de norte a sul e o divide em dois hemisférios: ocidental e oriental. Ela é considerada o marco zero para contar os demais meridianos e definir a posição longitudinal.

Seu nome vem do bairro Greenwich Park, que fica em Londres. Nele está presente o Observatório Real de Greenwich, instituição fundada no século XVII que está sob a linha.

É por meio do meridiano de Greenwich que definimos o fuso horário de cada região. Vamos ver como isso funciona.

Qual é a relação entre a linha de Greenwich e o fuso horário?

Você já deve ter percebido que nos telejornais os apresentadores sempre falam em “horário de Brasília”. Isso acontece porque no Brasil nós temos quatro fusos diferentes, graças à grande extensão do nosso território e à forma como a terra gira.

A diferença de fuso horário é definida pela distância em longitude entre um ponto qualquer da Terra e a linha de Greenwich. Assim, ela é o marco zero dos horários e os relógios mostram as horas com ela de referência.

O estabelecimento da Linha de Greenwich como referência aconteceu no final do século XIX, em uma reunião que contou com representantes de 25 países, em Washington. Nela, o planeta foi dividido em 24 fusos, que são intervalos de 15º de longitude.

O cálculo para isso foi bem simples. Como um dia tem 24h e a Terra faz um giro completo neste intervalo de tempo (360º), era só dividir 360 por 24 que chegaríamos a 15º equivalentes a 1 hora.

Como a Terra se movimenta do oeste para o leste (sentido anti-horário), a cada linha para leste há uma hora a mais, com a contagem iniciando em Greenwich. Os que estiverem a oeste, têm uma hora a menos.

Devido a seu tamanho, o Brasil tem regiões que estão mais a oeste de Greenwich que outras. Assim, ele possui 4 fusos: o de Fernando de Noronha, o de Brasília (que abrange a maior parte do país), o do Amazonas e o do Acre.

Saber o que é a linha de greenwich é muito importante para estudos cartográficos. Entenda mais sobre isso com nosso texto sobre o que é cartografia.

Quando a linha de Greenwich se tornou referência?

Nem sempre a linha de Greenwich foi a referência internacional para a longitude e os fusos. Por muito tempo os países usaram seus próprios marcos de referência, o que causava muita confusão nos transportes.

Em 1851, George Biddel Airy propôs a utilização de Greenwich como marco zero para definição das coordenadas do mundo inteiro. Mas foi somente em 1884 que isso aconteceu.

O presidente dos Estados Unidos reuniu em uma conferência representantes de 25 países, entre eles o Brasil, para definir o meridiano de Greenwich como referência. Havia outras linhas como o meridiano de Paris e de Cádiz, mas Greenwich venceu com a maioria dos votos.

O representante brasileiro se absteve de votar e, mesmo sendo os anfitriões, os americanos não compareceram.

Porém, a adoção do meridiano de Greenwich como marco não aconteceu de imediato. Em Portugal, os relógios só o tomaram como referência em 1912.

Sabendo o que é a linha de Greenwich podemos conhecer melhor a posição dos lugares. Entenda melhor este assunto com nosso texto sobre posições geográficas.

Quais são os locais que a linha de Greenwich corta?

De norte a sul, a linha de Greenwich passa pelos seguintes lugares:

  • Oceano Ártico
  • Mar da Groenlândia
  • Mar da Noruega
  • Mar do Norte
  • Reino Unido
  • Canal da Mancha
  • França
  • Espanha
  • Mar Mediterrâneo
  • Argélia
  • Mali
  • Burkina Faso
  • Togo
  • Gana
  • Oceano Atlântico
  • Antártida

Teste seus conhecimentos sobre o meridiano de Greenwich com nossa lista de exercícios sobre fuso horários.

Meridianos e paralelos

Vimos mais acima o que é a linha de Greenwich e que ela pode ser chamada também de meridiano. Mas por que usamos esse nome?

É que as linhas que dividem a Terra entre leste e oeste, com intervalos de 15 graus são conhecidas como meridianos. Enquanto as que cortam entre Norte e Sul são chamadas de paralelos. Entre os paralelos, o principal é o do Equador.

O Beduka te conecta à faculdade!

Você sabia que há uma forma de entrar no curso dos seus sonhos sem precisar ficar meses estudando para o Enem e demais vestibulares?

Sim! Conheça o Beduka Bolsas.

O Beduka Bolsas é a plataforma do Beduka que te conecta a bolsas de estudo em universidades de excelência.

E o melhor: sua matrícula sai gratuita e os descontos podem chegar a até 65% do valor da mensalidade!

São mais de 90 opções de cursos, em todos os tipos de formação: bacharelado, licenciatura e cursos tecnológicos!

Realize agora seu sonho e garanta uma vaga na faculdade. Acesse o Beduka Bolsas!

Siga o Beduka nas redes sociais! No Instagram postamos tudo que pode cair no Enem e no Pinterest você encontra os melhores resumos sobre todas as matérias. Estamos te esperando!

Obrigada por ler nosso resumo sobre a linha de Greenwich!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador