Geografia

Quais são as Camadas da Terra?

Quais são as Camadas da TerraQuais são as Camadas da Terra?

O planeta em que vivemos possui três camadas: a Crosta terrestre, o Manto e o Núcleo. Cada uma dessas camadas tem características distintas. Além disso, quanto mais próximo do Núcleo, mais altas são as temperaturas.

Você sabia que a Terra é constituída por 3 camadas? Esse é um tema muito importante para a matéria de Geografia e que pode te ajudar a garantir mais alguns pontos no caderno de Ciências Humanas e suas tecnologias do ENEM e outros vestibulares. 

Pensando nisso, o Beduka preparou um artigo completo para te explicar sobre a estrutura terrestre. Nesse artigo você encontrará:

  1. Quais são as camadas da Terra;
  2. O que é a Crosta Terrestre;
  3. O que é o Manto;
  4. O que é o Núcleo.

Aproveite e teste seus conhecimentos para o vestibular com o Simulado do Beduka. É grátis!

Quais são as Camadas da Terra?

Quais são as Camadas da Terra

Durante muito tempo, os seres humanos acreditaram que a parte de dentro do planeta Terra era maciça, composta basicamente por rochas. Atualmente, sabe-se que, na verdade, apenas uma camada muito fina da superfície apresenta essa característica.

A Terra é formada por 3 camadas: a Crosta Terrestre, o Manto e o Núcleo. Cada uma dessas camadas apresentam características e temperaturas diferentes. A medida que se aproxima do núcleo, as temperaturas aumentam.

O ser humano nunca foi capaz de chegar ao manto e ao núcleo da Terra, porém o estudo da estrutura interna do nosso planeta é possível devido aos estudos dos geofísicos – que se dedicam ao estudo da sismologia. 

Através do estudo da sismologia, os geofísicos observam os fenômenos das ondas sísmicas e, com a ajuda de alguns aparelhos especializados, conseguem definir as características de cada camada. 

Além das três camadas principais já citadas, há também duas continuidades. Continuidades são estruturas encontradas entre uma camada e outra. 

Aproveite e teste os seus conhecimentos com os Exercícios sobre Camadas da Terra!

Veja a seguir as informações sobre cada camada terrestre.

O que é a Crosta Terrestre?

O que é a Crosta terrestre

A Crosta Terrestre é a parte mais externa da Terra e envolve toda a parte em que vivemos. É  a menor das estruturas do planeta, porém é a mais importante para as atividades humanas. Essa camada é composta fundamentalmente por rochas leves. Essas rochas têm como minerais predominantes o silício, o alumínio e o magnésio.

Essa camada pode ter até 40 km de espessura, variando entre as partes continentais e oceânicas. Além disso, a Crosta é formada por grandes porções sólidas chamadas placas tectônicas, que se movem lentamente sobre o Manto Terrestre.

É importante ressaltar que Crosta Terrestre e as placas tectônicas não são a mesma coisa. Existem 12 placas tectônicas na formação continental atual da Terra. As placas flutuam sobre o magma pastoso e devido ao formato geóide do planeta, se encontram muitas vezes. O deslocamento resulta das forças que provêm do núcleo terrestre.

A parte oceânica da Crosta Terrestre recobre cerca de 60% da superfície de nosso planeta e possui pelo menos 180 milhões de anos. É a parte mais jovem das camadas da Terra. A sua espessura não ultrapassa 20 km em direção ao núcleo, sendo formada, principalmente por basalto.

Já a parte continental é formada principalmente por granito. A Crosta continental tem pelo menos 2 bilhões de anos e recobre 40% da superfície terrestre. Sua espessura chega a pelo menos 50 km em direção ao núcleo.

Abaixo da Crosta Terrestre encontra-se a Descontinuidade de Mohorovicic ou, simplesmente Moho. Nessa parte, as variações sísmicas costumam ser mais rápidas e mais fluidas em relação à sua composição externa. Essa parte separa a Crosta do Manto Terrestre. 

O que é o Manto?

O que é o Manto

O Manto é a camada mais extensa da Terra, localizado abaixo da Crosta Terrestre. Essa camada é formada por diferentes tipos de rocha, como silício e magnésio, que permanecem em estado líquido devido ao calor emanado pelo Núcleo. 

O Manto apresenta profundidades que vão dos 30 km abaixo da superfície da Terra até 2900 km, ocupando 80% do volume total do planeta. As temperaturas internas podem alcançar os 2000 °C e é por isso que as rochas permanecem em estado líquido e se transformam em magma. 

O Manto Terrestre é composto por silicatos de ferro e de magnésio. No Manto Interno o material é mais líquido devido ao fato de estar mais próximo ao Núcleo. Já no Manto Externo, o material magmático é mais pastoso.

Abaixo do Manto encontra-se outra descontinuidade. A Descontinuidade de Wiechert-Gutenberg, também conhecida somente como Descontinuidade de Gutenberg, encontra-se totalmente em estado líquido e apresenta temperaturas maiores que as do Manto. 

O que é o Núcleo?

O que é o Núcleo

A terceira e última camada da Terra é o Núcleo. O Núcleo corresponde à quase um terço de toda a massa terrestre. Não se sabe ao certo qual a composição dessa camada, mas há fortes indícios de que ele seja composto por uma liga de ferro e níquel.  Por isso, o núcleo também pode ser chamado de NIFE devido à essa combinação. 

Essa camada é dividida entre Núcleo Interno e Núcleo Externo. O Núcleo Externo apresenta entre 2900 e 5100 km, suas temperaturas variam entre 3000°C e 3800°C. Ele se encontra no estado líquido. 

Já o Núcleo Interno possui entre 5100 e 6370 km. Apesar da parte interna do núcleo possuir temperaturas mais elevadas, ele é sólido devido à influência da pressão interna do planeta sobre ele.

Apenas em 2013 os cientistas foram capazes de medir com precisão a temperatura da parte interna do Núcleo da Terra. Essa temperatura pode chegar até a 6000°C, a mesma temperatura do Sol

Segundo os cientistas, a temperatura do núcleo terrestre é tão alta que o ferro pode ser levado ao estado líquido. Porém, o material volta para o estado sólido em decorrência da pressão, que o faz se agrupar novamente.

Atualmente também é possível saber que o Núcleo terrestre gira a uma velocidade maior do que o próprio movimento de rotação do planeta. Isso ocorre pois, como o Núcleo Externo é líquido, o Núcleo Interno fica imerso nessa verdadeira “câmara” de magma derretido, que o isola das camadas restantes. O fato de ele girar em grandes velocidades indica que o planeta também girava mais rápido em tempos remotos.

Como o estudo do interior da Terra é feito?

O ser humano nunca foi capaz de chegar ao interior do nosso planeta. O ponto mais profundo já escavado foram 12 km de profundidade. Esse ponto foi nomeado de Poço Superprofundo de Kola, na Rússia. 

Atualmente, há um trabalho em desenvolvimento que fará uma perfuração que tem como objetivo alcançar o Manto da Terra. As informações que existem atualmente sobre as camadas internas da Terra são provenientes de estudos das propagações sísmicas. 

As propagações sísmicas que ocorrem nas camadas internas são captadas por um aparelho chamado sismógrafo – o mesmo que mede a intensidade dos terremotos. 

A precisão do sismógrafo é muito alta e torna-se cada vez melhor à medida que os avanços tecnológicos acontecem. Esse estudo nos oferece dados cada vez mais precisos sobre como as camadas internas da Terra funcionam e quais as suas características. 

Gostou de aprender quais são as camadas da Terra? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por pessoas de várias formações, sempre prontas a aprender sobre tudo para publicar os melhores textos e colaborar com a formação de todos os leitores. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador