Literatura

As 6 características do Realismo mais cobradas no Enem

As 6 características do Realismo mais cobradas do EnemAs 6 características do Realismo mais cobradas do Enem

Amor não correspondido? Quem se preocupa com isso quando há mães criando seus filhos sozinhas e pessoas cheias de defeitos tentando sobreviver aos dias? Era exatamente assim que os autores realistas pensavam. 

Por isso, deixaram de lado seus sentimentos e emoções e passaram a escrever sobre diversas esferas sociais, seus conflitos e mazelas. O Realismo surgiu no século XIX, na França, e olhou de forma mais objetiva para o que estava ao redor. Ele nos deu nomes como Machado de Assis e seu magnífico Memórias Póstumas de Brás Cubas. 

Mas há várias outras particularidades que o envolve e todas costumam ser bastante cobradas no Enem. Aqui, vamos te contar e explicar detalhadamente as 6 principais características do Realismo para que você consiga responder certo qualquer questão de vestibular. 

O que foi o Realismo?

O Realismo foi um movimento literário que surgiu no século XIX, na França. Ele impactou a arte ao deixar de lado todas as propostas da escola literária que o antecedeu, o Romantismo.  

Logo, idealizações, emoções, características subjetivas e individualistas foram esquecidas para que fosse possível contar histórias que se assemelham a experiências humanas reais. 

Madame Bovary, de Gustave Flaubert, é considerada a obra que inaugurou o movimento realista no mundo. Ela causou um imenso alvoroço na época ao tratar de assuntos como adulterio e suicídio. 

No Brasil, o marco inicial ficou a cargo de Memórias Póstumas de Brás Cubas, obra-prima de Machado de Assis. Nele, o autor foi mestre em fazer uma análise minuciosa do comportamento humano, desnudando, através de um protagonista irônico, a hipocrisia e a vaidade que permeavam a sociedade da época.

Ao se estudar as principais características do realismo, é fundamental que você também conheça um pouco sobre romantismo. Para isso, temos vários artigos que podem te ajudar a entender e diferenciar os dois movimentos. Confira:

Quais as principais características do Realismo?

Todo mundo sabe que o Realismo foi um movimento que descreveu a realidade. Mas, na hora do Enem, garanto que as perguntas não serão tão simples assim. 

Elas vão tentar te confundir!!! E, para que isso não aconteça, vamos te contar detalhadamente sobre cada uma das 6 principais características do Realismo.

1 – Foco na realidade

Ao contrário da escola que o antecedeu (o Romantismo), o Realismo não tinha como prioridade o sentimentalismo, as idealizações e o subjetivismo. Muito pelo contrário, os autores do período desconsideraram o lado interno e focaram na observação dos acontecimentos ao redor.

Então, não havia um filtro de embelezamento de lugares, situações ou pessoas, ou seja, eles passaram a ser retratados de forma “nua e crua”, exatamente como eram. Isso possibilitou a criação de obras que nos revelassem as complexidades da vida de maneira objetiva e autêntica. 

2 – Personagens comuns e cheio de defeitos

Até hoje, muitas obras literárias e filmes retratam heróis e suas trajetórias. E nem estou falando sobre os filmes da Marvel! Mas sim de obras que trazem pessoas com apenas características boas, como resiliência e altruísmo.

Sabemos que não é assim e que todos nós temos dois lados, um não muito agradável, cheio de defeitos e conflitos. Os escritores realistas também sabiam disso e ocuparam-se justamente em observar essa dualidade e escrever sobre personagens reais, retratando suas fraquezas, imperfeições e vícios. 

3 – Impessoalidade e objetividade

Impessoalidade e objetividade são uma das principais características do estilo literário realista. A primeira trata-se do distanciamento que o autor precisa fazer em relação a si mesmo para explorar e descrever o que acontece ao redor.

Logo, opiniões, crenças, emoções e julgamentos pessoais são deixados de lado. Ou seja, a história é sobre o outro, seja ele uma pessoa ou uma esfera social. 

A objetividade, por sua vez, nada mais é que a representação fiel dos acontecimentos e personagens, sem um olhar fantasioso ou idealizado. Assim as principais obras do realismo apresentam diálogos autênticos e enredos semelhantes à experiência humana comum. 

4 – Denúncias sociais

Não há como olhar para a realidade sem sentir o desejo de denunciar aquilo que consideramos absurdo. Essa era a exata sensação que os autores do realismo experimentaram. 

Afinal, a vida real tem miséria, tem conflitos políticos, tem desigualdade de classes, tem péssimas condições de trabalho e assim por diante… Tudo isso acabou virando tema das obras realistas de forma bem clara, sem receio e sem censura. 

Calma, estamos quase lá! Se você ainda está se perguntando quais são as principais características do Realismo, saiba que só faltam mais 2:

5 – Análise de conflitos psicológicos

A análise de conflitos psicológicos é sem dúvidas uma das principais características do Realismo. Afinal, foi justamente ela que permitiu a criação de personagens muito próximos a pessoas que conhecemos na vida real.

Logo, os autores exploraram todas as facetas internas de um indivíduo, como motivações, medos, angústias e dilemas psicológicos, deixando bem evidente as contradições da experiência humana.

Essa análise também possibilitou retratar temas como:

  • a solidão, 
  • a alienação, 
  • a insatisfação, 
  • a busca por identidade, 
  • as questões morais e éticas, 
  • entre outros aspectos. 

Ou seja, rompe-se com  a ideia simplista de bom ou mau. 

6 – Descrições detalhadas de ambientes e personagens

Detalhes são muito relevantes para que possamos sentir e entender ambientes e personagens. Imagine que alguém chegue para você e apenas diga “Essa família mora em uma casa humilde e passa muita necessidade”.

Agora, imagine que uma segunda chega e te diz:

“Na avenida 45, há uma casa com os muros repletos de lodo, ao redor, o mato cresce velozmente e parece que vai engoli-la a qualquer momento. De dentro dela, sempre sai uma jovem mãe enrugada, pele queimada e um olhar tão distante quanto sofrido. Segurando a barra de sua saia, há  três crianças, a menor segura uma velha mamadeira enquanto lágrimas e catarro se misturam em seu queixo”.

Qual das duas pessoas conseguiu impactá-lo com a realidade? Provavelmente, a segunda. Era isso que os realistas almejavam, eles não queriam simplesmente jogar a realidade ao leitor, mas sim fazê-lo senti-la. 

Para que o efeito desejado fosse alcançado, não poupavam os detalhes, nem os referentes aos ambientes, nem os referentes aos personagens. Os segundos ainda eram detalhados de forma interna, ou seja, através de análises psicológicas.

O Ateneu, de Raul Pompéia, talvez seja o melhor exemplo de detalhamento minucioso. Assim como você pode ver no trecho a seguir:

“Em frente, um gramal vastíssimo. Rodeava-o uma ala de galhardetes, contentes no espaço, com o pitoresco dos tons enérgicos cantando vivo sobre a harmoniosa surdina do verde das montanhas. Por todos os lados apinhava-se o povo. Voltando-me, divisei, ao longo do muro, duas linhas de estrado com cadeiras quase exclusivamente ocupadas por senhoras, fulgindo os vestuários, em violenta confusão de colorido. Algumas protegiam o olhar com a mão enluvada, com o leque, à altura da fronte, contra a rutilação do dia num bloco de nuvens que crescia do céu. Acima do estrado balouçavam docemente e sussurravam bosquetes de bambu, projetando franjas longuíssimas de sombra pelo campo de relva.”

Então, quando falamos sobre as principais características do realismo, é preciso ter em mente que a descrição de lugares e personagens presentes no enredo era uma ferramenta de alcance do autor. Com o objetivo de levar o leitor para dentro da história.   

Caso você queira conferir o RESUMO COMPLETO da obra, basta acessar:

Resumo de O Ateneu + análise completa.

Os 10 principais livros do Realismo que você não pode deixar de conhecer

Para entender melhor sobre as principais características do Realismo, é muito importante que você conheça as obras desse período. Elas vão te ajudar muito a entender qual era o objetivo dos autores e como eles o colocavam em prática. 

A seguir, confira as mais importantes:

Os 6 mais importantes autores do Realismo

Tem alguns autores realistas que você não pode chegar no Enem sem conhecer, são eles:

  • Gustave Flaubert;
  • Emile Zola;
  • Machado de Assis;
  • Raul Pompéia;
  • Aluísio de Azevedo;
  • Eça de Queiroz;

Caso queira saber detalhadamente sobre cada um deles, confira o artigo abaixo:

(incluir quando acabar de escrever)

O Beduka te ajuda a passar no Enem (Simulado e Plano de Estudos)

Você sente que estuda, estuda, estuda e não sai do lugar? Há dois fatores que podem estar fazendo isso e prejudicando seu avanço, são eles: não treinar e não ter um cronograma.

Por isso, criamos dois jeitos de te ajudar a resolver isso!

O primeiro é através do Simulado Beduka.  Ele tem questões do próprio Enem e utiliza o método TRI, aquele que leva em consideração o nível de dificuldade das questões.

Ou seja, a nota que você tirar no simulado será muito semelhante à que você tiraria na prova.  Além do fato de que treinar vai te ajudar a fixar os conteúdos e tirar todas as suas dúvidas.

Ainda não acabou! O segundo jeito é através do Plano de Estudos do Beduka! Nele, você encontra:

  • Tempo de estudo acessível;
  • O que e como estudar em cada dia;
  • Temas de redação para treinar;
  • Dicas de filmes úteis para o Enem;

Tem mais! Os assuntos que você deve estudar em cada dia sempre têm um link que te direciona para um artigo exclusivo! Baixe já e experimente a magia de ser aprovado! 

Qualquer dúvida, deixe um comentário por aqui ou nos mande um direct no Instagram. Nossa meta é te conectar à faculdade.

Obrigado por ler até o fim nosso texto com as principais características do Realismo. Sucesso e bons estudos!

Redação Beduka
Redação Beduka
Este conteúdo foi criado e validado por uma equipe multidisciplinar, formada por especialistas em cada área do conhecimento. O Beduka está presente no Instagram, YouTube, LinkedIn e em diversos outros ambientes digitais. O site foi criado em 2017 e, desde a sua fundação, atua para fornecer materiais de qualidade para facilitar a vida de estudantes de todo o Brasil, ajudando-os a se preparar para os principais vestibulares e o Enem.