MatériasPortuguês

O que é vogal temática? Veja Definição, características e exemplos.

O que é vogal temáticaO que é vogal temática

Há um motivo e uma explicação para a existência de cada pedacinho da palavra (unidade), os chamados elementos mórficos. A vogal temática é um desses elementos. Um morfema possui o papel de interligar os radicais às desinências. Leia nosso artigo e descubra o que é vogal temática, sua definição, tipos, características e exemplos.

Neste texto sobre o que é vogal temática, você encontrará os tópicos abaixo. Clique em um deles para ir diretamente ao conteúdo:

  1. O que é Vogal Temática?
  2. O que é Vogal Temática Nominal?
  3. O que é Vogal Temática Verbal?

Após estudar sobre esse morfema, você pode praticar com o Simulado Beduka! O melhor simulado enem do Brasil!

O que é Vogal Temática?

Geralmente quando falamos, não focamos em entender as estruturas das palavras e nem o complexo contexto que envolve os mecanismos de comunicação. Não é mesmo?

Desejamos somente entender e sermos entendidos. Mas, quando adentramos no universo do conhecimento, torna-se necessário analisar minuciosamente aquilo que estamos estudando.

É exatamente isso que ocorre com as unidades que formam uma palavra. Há um motivo que devemos conhecer.

Essas unidades são estruturas que se interligam, denominadas elementos mórficos. Cada elemento tem uma função específica para o significado do vocábulo. Entre eles estão o radical, a raiz, o tema, os afixos, as desinências, entre outros.

Se você quiser se aprofundar mais em algum desses outros elementos, basta clicar na palavra.

Ela funciona como uma espécie de aliança, um elo que interliga radical e desinência. É um morfema fundamental, assim como todos os outros. Afinal, a palavra sem uma parte perde seu real significado.

Devido a isso, também pode ser denominada “unidade mínima de significação”.

Lembre-se! Vogal temática é um morfema que possui a função de ligar o radical à desinência. Isso você já sabe. 

Essa interligação é denominada tema! Ou seja, radical + vogal temática. O tema é acrescido no final pelas desinências. 

O que é Vogal Temática Nominal?

Se você já acompanha nossos artigos, sabe que o Beduka está sempre encontrando meios de simplificar de forma eficiente o conteúdo para você. Não será diferente neste artigo sobre o que é vogal temática.

Associação é uma forma muito eficiente de não esquecer um conteúdo. Utilizaremos uma bem simples para que você não esqueça a diferenciação de vogal temática nominal e vogal temática verbal.

Pois bem, o que é mais forte? O nome, ou a ação?

A ação! Você pode eventualmente esquecer o nome de uma pessoa. Mas garanto que o bem ou o mal que ela ocasionou a você, será improvável de esquecer.

Há vogais pronunciadas de uma forma mais fraca (associação ao nome), as átonas. Elas representam o nome. Ou seja, são nominais e encontram-se no final das palavras.

As desinências as quais se juntam são as indicadoras de plural (número do substantivo). Isto é, desinências nominais de número.

Observe os exemplos:

  • Casa(s) – Sendo o “a” uma vogal temática e o “s” uma desinência.

Antes de apresentar a você outros exemplos, é importante que você aprenda detalhadamente um. Essa é a função deste artigo sobre o que é vogal temática: fazê-lo compreender o assunto abordado.

Lembra do que foi dito anteriormente? Sobre a função da vogal temática na ligação do radical à desinência? Então observe mais uma vez o exemplo.

O -a, vogal temática, está entre o radical -cas e a desinência -s. Fica evidente, portanto, o seu papel de interligação. Perceba que cada elemento mórfico, por menor que seja, é indispensável na formação estrutural e de significância da palavra.

Sabendo disso, analise por meio deste artigo sobre o que é vogal temática, os demais exemplos:

  • escola(s)
  • cadeira(s)

Trata-se do mesmo processo de formação do exemplo anteriormente detalhado. Mas vale ressaltar um aspecto, os substantivos acima sofrem apenas flexão de número, e não de gênero (feminino e masculino).

Portanto, essas vogais temáticas representadas pela letra -a, não podem ser confundidas com desinências nominais. 

Como tudo na vida, na gramática também há exceção! Então, fique atento às palavras “Pará”, “toró” e “chulé”, que são terminadas em vogais tônicas, portanto, não são exemplos de vocábulos que possuem vogal temática.

O que é Vogal Temática Verbal?

Agora , é hora de entender o que é como funciona as vogais temáticas que são relacionadas ao verbo.

Vamos lá?

Bom, como o nome já diz, as vogais temáticas verbais interligam o radical e a desinência de um verbo. São três os tipos de vogais temáticas verbais.

Sua função é indicar a conjugação verbal.

Sabendo que elas referem-se às conjugações verbais. Veja a seguir quais são:

  • A que se refere à 1ª conjugação, representada pela letra “- a”. Exemplos: andar, rastejar, silenciar, amar, falar.
  • A que se refere à 2ª conjugação, representada pela letra “-e”. Exemplos: vender, ver, comer.
  • A que se refere à 3ª conjugação, representada pela letra  “-i”. Exemplos: rir, sair, partir, dormir, sentir.

Neste tópico também abordaremos as exceções existentes na gramática da língua portuguesa. 

São verbos cujas vogais não representam uma vogal temática. Essas exceções são também chamadas de atemáticas.

Veja a seguir, quais são os casos atemáticos:

O referente a 1ª conjugação do verbo cantar: cante – cant/e.

O referente a 2ª conjugação do verbo vender: venda – vend/a.

O referente a 3ª conjugação do verbo partir: parta – part/a.

Observe alguns exemplos de verbos com suas devidas vogais temáticas demarcadas:

Referente à primeira conjugação

admirar

derrubar

acordar

Referente à segunda conjugação

saber

padecer

rever

Referente à terceira conjugação

ouvir

banir

dividir

  • As letras -a, -e, -i , são vogais temáticas porque tematizam o final dos vocábulos verbais, representados pelas terminações das conjugações verbais: -ar, -er, -ir.

Agora, um exemplo um pouco mais complexo para que você entenda o que é vogal temática: verbo “assistir” . 

Analisaremos ele na primeira pessoa do plural, futuro: “assistiremos”; e na primeira pessoa do plural, pretérito imperfeito: “assistíamos”.

Por meio desses verbos conjugados, podemos identificar e compreender os elementos mórficos que integram a palavra. Consequentemente, a devida função que a vogal temática representa entre eles.

Nesses exemplos temos o – ass, que compreende ao radical. 

A letra “-i”, representando a vogal temática. 

O elemento mórfico -mos, presente nas duas conjugações verbais. Uma desinência número-pessoal, pois nos revela que o verbo pertence a primeira pessoa do plural (número), o nós.

Sendo assim, as vogais temáticas sempre serão encontradas após um radical, e antes de uma desinência. Neste caso, não há exceção.

Gostou do nosso artigo sobre o que é vogal temática? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! 

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador