MatériasPortuguês

O que são desvios linguísticos? Veja 13 exemplos e nunca mais cometa esses erros!

O QUE SÃO DESVIOS LINGUÍSTICOSO QUE SÃO DESVIOS LINGUÍSTICOS

É muito importante dominar todos os níveis da língua portuguesa, especialmente a norma padrão. O nível mais formal da língua portuguesa é muito comum em ambientes acadêmicos e profissionais. Por isso, vamos te explicar o que são os desvios linguísticos, quais são os principais e como evitar eles!

Neste resumo, você encontrará os tópicos abaixo. Se quiser, clique em um deles para ir diretamente ao conteúdo:

1. O que são os desvios linguísticos?

2. Como identificar?

3. Veja os 13 tipos de desvios linguísticos!

4. Questão do Enem sobre desvios da linguagem

Dificuldades para escolher a profissão da sua vida? Faça o Raio X do Beduka! Um teste vocacional para nortear a sua carreira. 

A língua portuguesa é complexa e possui diversos níveis de linguagem. Nesse artigo, vamos falar sobre os desvios cometidos na norma padrão, isto é, o nível mais formal da língua portuguesa. Vamos entender agora o que são os desvios linguísticos!

O que são desvios de linguagem?

Os desvios linguísticos são situações em que o falante foge da norma culta da língua portuguesa. 

Os desvios envolvem, principalmente, problemas com acentuação, concordância nominal e verbal, pontuação, crase, gramática, entre outros. 

Os desvios da linguagem são mais frequentes em  ambientes formais, quando o falante não segue uma determinada regra gramatical. 

Por conta disso, é fundamental verificar se a linguagem está de acordo com o ambiente e, se necessário, usar a norma culta em ambientes acadêmicos ou formais. Alguns desses ambientes não permitem desvios. As normas gramaticais impactam diretamente na qualidade do seu desempenho linguístico.

Como identificar os desvios linguísticos?

Os desvios linguísticos acontecem tanto na fala quanto na escrita. Para que você consiga identificar melhor os desvios linguísticos na fala, aprimore os seus conhecimentos em gramática. Dessa forma, será possível identificar os desvios da linguagem e corrigi-los. 

Se você precisar identificar o desvio linguístico no texto, e não na fala, leia o texto com muita atenção e foque na gramática do texto. Além disso, você pode sempre ter um dicionário em mãos ou um bom livro de gramática. 

A internet também é um ótimo recurso para você confirmar se determinada palavra ou frase está correta. 

Além do estudo da gramática, também é importante conhecer os desvios linguísticos mais comuns. Isso irá te ajudar a identificá-los. Vamos lá!

Quais são os tipos de desvios linguísticos?

1) Estrangeirismo, francesismo, e germanismo

Acontece quando são empregadas expressões que pertencem a outro idioma. Essas expressões acabam sendo incorporadas no cotidiano, mas ainda assim fogem à norma culta. 

Exemplo de estrangeirismo: Ei, brother, me ajude aqui!

A palavra ‘’brother” vem do inglês e significa “irmão”. O mais adequado seria utilizar a palavra na língua portuguesa. 

2) Cacografia 

Uma frase ou expressão em que o emissor comete algum erro ortográfico. Acontece com muita frequência e pode ser exemplificado quando se troca o “z” pelo “s”, ou “g” por “j”, “x” por “ch”, entre outros. 

Exemplo: Essa fraze é muito bonita. É uma excesão encontrar frazes desse geito.

As palavras sublinhadas seriam escritas corretamente da seguinte forma: 

  • Frase
  • Exceção 
  • Jeito

3) Solecismo 

São desvios das regras relacionadas à sintaxe. A sintaxe é o estudo da construção das frases e sentenças considerando a disposição e ordem das palavras. O desvio conhecido como solecismo possui três níveis. O nível de regência, concordância e colocação. Veja:

Regência: Vou no banheiro. (O correto seria: vou ao banheiro.)

Concordância: Fazem dias que não vou te visitar. (O correto seria: Faz dias que não vou te visitar.)

Colocação: Não enganei-me com sua atitude. (O correto seria: não me enganei com sua atitude.)

4) Silabada 

São os desvios caracterizados pela pronúncia inadequada da sílaba tônica de determinada palavra. 

Exemplo: Nesse interím não fiz nada. (A forma correta seria ínterim.) 

5) Ambiguidade ou anfibologia 

Acontece quando a sentença não fica clara e deixa espaço para mais de uma interpretação.

Exemplo: Ela sentou na cadeira e quebrou o braço. 

Ficaria mais claro assim: Ela sentou e o braço da cadeira quebrou. 

6) Cacofonia 

É um desvio linguístico em que a junção de sílabas diferentes resulta em um efeito sonoro ruim e estranho. 

Exemplo: Eu vi ela ontem ( Forma correta: Eu a vi ontem- dessa forma não parece com a palavra “viela”.) 

7) Pleonasmo vicioso 

É o emprego de termos desnecessários, visto que não acrescentam nada à ideia inicial pois esta já estava clara o suficiente. É também considerado um vício de linguagem.

Exemplo: Vamos descer lá para baixo! (Forma correta: Vamos lá para baixo ou Vamos descer!)

8) Plebeísmo 

Acontece quando é empregado algum termo que demonstra falta de conhecimento ou cultura por parte do falante. Também envolvem as palavras de baixo calão e gírias. 

Exemplo: “Ele é um mané!” ou “Estou ferrado!”

9) Barbarismo 

É o desvio linguístico em que o falante erra o emprego das palavras considerando a grafia, semântica ou pronúncia.

Exemplo: A “conzinha” está uma bagunça ou Sua “sombrancelha” é bonita.

10) Eco 

Quando há repetição de palavras com o mesmo som na mesma frase para enfatizar determinada ideia. 

Exemplo: Ladrão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão.

11) Uso de letra maiúscula e minúscula 

Existem regras que devem ser seguidas no uso de letras minúsculas e maiúsculas. Quando essas regras não são seguidas, consideramos um desvio linguístico. 

Exemplo: ele está feliz com ana. (A forma correta seria: Ele está feliz com Ana.)

12) Emprego da pontuação

Também existem regras sobre o uso da pontuação. Se elas não são seguidas, é considerado um desvio linguístico. 

Exemplo: Tais medidas, devem ser tomadas. Agora. (A forma correta seria: Tais medidas devem ser tomadas agora.)

13) Emprego da Crase 

O acento grave é muito importante e gera muitas dúvidas. Entenda as regras do uso da crase para não cometer esse desvio. 

Exemplo: Ela foi a Itália. ( O correto seria: Ela foi à Itália.)

Conhecer os desvios linguísticos te ajudará muito a não identificá-los e não cometê-los. É sempre importante lembrar que o uso correto da norma padrão nos ambientes necessários é muito útil para causar uma boa impressão e efetivar a boa comunicação.

Questão do Enem sobre desvios da linguagem

(Enem 2014- adaptada) 

Quais são as regras de etiqueta para o uso de elevadores? 

“Adorei a pergunta, darling! Tem muita gente que não sabe se comportar no elevador do prédio onde mora nem no da empresa em que trabalha. Anote as minhas dicas para o bom convívio de todos: entre e saia rapidamente (nada de segurar a porta para terminar o bate-papo com a sua amiga); ao embarcar, cumprimente os que já estão presentes; encerre a conversa com seu colega ao lado ou no celular antes de entrar, não entre se o elevador estiver cheio (o ambiente fica insuportável para todos): espere para embarcar, pois a preferência é sempre de quem está desembarcando; se você sair com o seu pet ou carregar objetos grandes, espere até que esteja vazio ou use as escadas.”

Ana Maria, 20 jan.2012

Nas regras de etiqueta, a linguagem coloquial promove maior proximidade do leitor com o texto. Um recurso para a produção desse efeito constitui um desvio à variedade padrão da língua portuguesa. Trata-se do uso

A) de palavras estrangeiras, como “darling” e “pet”, pois afrontam a identidade nacional.

B) do verbo “ter”, que foi utilizado em lugar de “haver” com o sentido de “existir”. 

C) da forma verbal “adorei”, uma expressão exagerada de emoção e sentimento. 

D) do modo imperativo, típico das conversas informais. 

E) do substantivo “bate-papo”, que é uma gíria inadequada para regras de etiqueta. 

Resposta correta

Em primeiro lugar, é fundamental se atentar à ideia central da questão. Nesse sentido, a questão é referente ao uso da linguagem coloquial e culta e exige uma análise linguística do texto. 

O texto imprime maior coloquialismo e o enunciado pede pela identificação do desvio à variedade padrão da língua portuguesa. Nessa forma, descartamos as alternativas A, C e E.

A alternativa D não apresenta um desvio à norma padrão, pois o modo imperativo é normal e usado dentro da linguagem culta. 

Portanto, a alternativa correta é a letra C.

Gostou de conhecer mais sobre o que são os desvios linguísticos? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o vestibular da melhor maneira!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais. Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador