Português

Aprenda o que é Função conotativa e como identificá-la em um texto 

o que é função conotativao que é função conotativa

A função conotativa ou apelativa está bastante relacionada com o objetivo da mensagem que, nesse caso, é convencer o leitor sobre alguma coisa. 

Ela costuma ser usada em circunstâncias muito específicas. Como em sermões religiosos e propagandas.

Aqui, vamos te contar quais são elas. Dessa forma, você vai conseguir entender o que é função conotativa e a reconhecê-la em questões do Enem.

Preparamos este artigo incrível para você que deseja aprender sobre o  que é função conotativa. Tem bastante conteúdo pela frente, então, clique em um dos tópicos para ir diretamente ao que deseja:

  1. O que é função conotativa?
  2. Quais são as características da função conotativa?
  3. 4 exemplos de função conotativa para você nunca mais esquecer
  4. Qual a diferença entre função conotativa e denotativa?

Tenho certeza que com este artigo você vai entender tudo sobre função conotativa. Depois disso, que tal praticar com o Simulado Beduka? Ele é 100% gratuito e vai te ajudar a fixar esse e outros conteúdos.

O que é função conotativa e apelativa?

A função conotativa ou apelativa é aquela que trabalha com o intuito de influenciar. Ela, por diversas vezes, realmente apela ao tentar convencer o destinatário (quem lê a mensagem) a aceitar, fazer ou adquirir alguma coisa.

É uma função da linguagem muito utilizada na elaboração de mensagens publicitárias, discursos políticos e sermões religiosos. Por isso, é bastante vinculada à oratória (ao falar bem, ser convincente, demonstrar domínio do discurso e envolver o público). 

Talvez seja uma das funções da linguagem mais difíceis de serem produzidas. Pois, exige de quem vai produzir a mensagem um estudo a respeito de quem vai recebê-la. 

Sua característica mais fácil de detectar é a função do imperativo, um tempo verbal que emite uma ordem, uma recomendação, uma súplica. “Faça isso, por favor!”, “Vote com consciência!”, “Compre antes que o produto se esgote”. Mensagens como essa são carregadas de conotação.

Abaixo, observe como o verbo o imperativo funciona e como ele se relaciona com a função conotativa:

“…Pense, fale, compre, beba

Leia, vote, não se esqueça

Use, seja, ouça, diga

Tenha, more, gaste, viva

Pense, fale, compre, beba

Leia, vote, não se esqueça

Use, seja, ouça, diga…”

Letra de Admirável chip novo, Pitty

A música acima é uma crítica ao modo como muitas vezes essa função da linguagem é empregada. E nela, podemos observar não somente o que é função conotativa, mas como ela está presente de forma marcante no nosso dia a dia. 

Para entender melhor sobre esse assunto e conhecer os outros 5 tipos de função da linguagem, veja nossos exercícios sobre funções da linguagem com gabarito.

Quais são as principais características da função conotativa ou apelativa?

Não é difícil entender o que é função conotativa porque ela tem aspectos muito marcantes. Além de passar muito longe de se assemelhar a qualquer uma das outras funções da linguagem. 

Abaixo, veja uma lista de características que vai te ajudar a identificar esse tipo de mensagem:

  • Verbo no imperativo;
  • Presença do vocativo;
  • Uso de imagens que impactem quem está vendo a mensagem;
  • Verbos na segunda ou terceira pessoa do singular;
  • Argumentos explícitos;
  • Presença de ambiguidade com o intuito de despertar a curiosidade do leitor. 

A respeito da utilização do verbo na segunda e terceira pessoa do singular, isso ocorre porque a produção de uma mensagem conotativa se desvincula totalmente do “eu”. Como assim?

Quem produz a mensagem deve pensar em quem vai recebê-la. Ou seja, o protagonista é aquele que o autor do discurso deseja convencer.

4 exemplos de função conotativa para você nunca mais esquecer

Para aprender sobre o que é função conotativa ou apelativa, nada melhor que exemplos. Então, veja 4 que vão tirar definitivamente suas dúvidas.

1 – Mensagem conotativa em propaganda 

Observe que, para convencer o público, a propaganda apresenta três aspectos diferentes: uma imagem, o verbo no imperativo (“Morde”) e, por fim, um diálogo com a vida do destinatário (“ Tá com raiva do namorado?”).

Quando a identificação é gerada, o cliente fica mais suscetível a atender ao comando fornecido pelo verbo no imperativo.

2 – Mensagem conotativa presente em um livro de auto-ajuda

“Você pode ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo. Só você pode evitar que ela vá à falência. Há muitas pessoas que precisam, admiram e torcem por você.

É importante que você sempre se lembre de que ser feliz não é ter um céu sem tempestades, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem decepções. Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros”.

Augusto Cury ( trecho do livro “Dez Leis para Ser Feliz”)

Observe como a mensagem é totalmente centrada em quem a recebe. Além disso, no decorrer do parágrafo, o autor vai dando um direcionamento sobre o modo de vida que o leitor deve seguir. 

Aqui, há um aspecto muito interessante! Quanto melhor um texto conotativo é elaborado, mais difícil é identificá-lo. Pois ele se torna sutil ( te diz o que fazer sem que isso pareça uma ordem). 

3 – Mensagem conotativa em horóscopos

“Permanecerá tendo algumas diferenças com algumas pessoas, mas irá superar se for alguém de pensamento menos complexo e combatente. O bom relacionamento que você pode ter neste momento uma influência positiva do elemento Água, mas talvez não consiga chegar às suas metas pretendidas. Pensamentos autodestrutivos irão ganhar um pouco mais de espaço na sua vida, mas poderá evitar esse tipo estranho de constrangimento caso feche os olhos e reveja as suas qualidades e ressalte-as o máximo que puder. Emoções aprofundadas demais só irão te prejudicar, então faça o possível para chegar aonde pretende já faz um bom tempo”.

Horóscopo Diário – (Previsões do 15/01/2018 para o signo de Câncer)

Função conotativa é um assunto bastante interessante. Ela nos ajuda demais a entender como funciona o processo comunicativo, e isso também contribui na produção de bases argumentativas.

4 – Mensagem conotativa em discursos políticos

“Pode orgulhar-se a nação capaz de dominar as suas mais graves crises políticas na ordem da Lei. Sábio é o povo que, na conquista e preservação de sua própria liberdade, expressa veemência no calor das ruas e na serenidade dos seus atos.”

Trecho de discurso feito por Itamar Franco,  em 30 de dezembro de 1992.

E foi assim que muitos políticos levaram o povo às ruas. Viu como nada é escrito sem um árduo trabalho mental?

Qual a diferença entre função conotativa e função denotativa?

Não é difícil diferenciá-las, pois uma foca no destinatário e a outra foca no contexto. A função conotativa vai tentar levar o leitor a praticar uma ação usando mecanismos bem específicos: suas emoções, o verbo no imperativo, a ambiguidade para gerar impacto e assim por diante.

Já a função denotativa vai apresentar dados, argumentos embasados na ciência (seja ela social, política, biológica, etc). Ela se estrutura no estudo da realidade. 

Um belo exemplo de onde podemos encontrar a função denotativa é nos textos dissertativos-argumentativos

E com certeza você já deve ter percebido que as redações nota 1000 tem argumentos muito bem embasados, elas até usam o recurso da autoridade (citam filósofos, cientistas, escritores entre outros). 

Tudo isso passa por um treino árduo de quem produz. Afinal, é preciso muito estudo e reflexão para criar boas  propostas de intervenção e desenvolver bons argumentos. 

Se quiser, você pode consultar o Guia Completo de Redação do Beduka. Lá você aprende várias técnicas para entregar uma redação nota mil. É só praticar.    

Que bom que chegamos até aqui, espero que nosso artigo o que é função conotativa tenha te ajudado.

Qualquer dúvida ou pedido sobre algum tema que a gente ainda não tenha escrito, é só mandar um direct no Instagram. Estamos prontos para te ajudar! 

Redação Beduka
Redação Beduka
Este conteúdo foi criado e validado por uma equipe multidisciplinar, formada por especialistas em cada área do conhecimento. O Beduka está presente no Instagram, YouTube, LinkedIn e em diversos outros ambientes digitais. O site foi criado em 2017 e, desde a sua fundação, atua para fornecer materiais de qualidade para facilitar a vida de estudantes de todo o Brasil, ajudando-os a se preparar para os principais vestibulares e o Enem.