Química

Organização da Tabela Periódica

Organização da Tabela PeriódicaOrganização da Tabela Periódica

A organização da tabela periódica consiste na forma de organizar e apresentar informações sobre todos elementos químicos que existem. A organização é feita com base na ordem crescente do número atômico, na configuração eletrônica dos átomos dos elementos, e de acordo com propriedades químicas semelhantes.

Você sabe como é a Organização da Tabela Periódica? O Beduka preparou esse artigo para você entender melhor como funciona a tabela que é um dos princípios base de toda a Química.

Entendendo melhor como é  a organização da Tabela Periódica, você com certeza irá conseguir se preparar para o ENEM e outros vestibulares.

Aproveite e se prepare ainda mais com os exercícios sobre tabela periódica.

História da Tabela Periódica

A Tabela Periódica mais completa foi elaborada pelo químico russo Dmitri Mendeleiev em 1869, e foi organizada em função da massa atômica dos elementos. Mendeleiev organizou os elementos de acordo com as propriedades semelhantes e deixou espaços vazios para os elementos que ele acreditava que ainda seriam descobertos.

A Tabela Periódica atual foi elaborada por Henry Moseley em 1913, que realizou experimentos com raios X e descobriu o número atômico (Z) dos elementos químicos, ou seja, a quantidade de prótons que há no núcleo dos átomos de cada elemento. Moseley provou que as propriedades dos elementos tinham relação com o número atômico, e não com a massa atômica, como dizia Mendeleiev.

William Ramsay descobriu os elementos neônio, argônio, criptônio e xenônio. Esses elementos juntamente com hélio e radônio incluíram a família dos gases nobres na Tabela Periódica. Glenn Seaborg descobriu os elementos transurânicos (do número 94 a 102) e em 1944 propôs a reconfiguração da Tabela Periódica.

A tabela periódica completa 150 anos em 2019 e foi criada uma resolução das Nações Unidas e da UNESCO para que esse seja o Ano Internacional da Tabela Periódica dos Elementos Químicos como forma de reconhecimento a uma das criações mais influentes e importantes da ciência.

Organização da Tabela Periódica

A Tabela Periódica atual é organizada em linhas horizontais em ordem crescente de número atômico. Sendo o primeiro elemento químico que aparece da esquerda para a direita na parte superior o hidrogênio, que possui o menor número atômico (1).

Após ele, observa-se o hélio, que possui número atômico igual a 2, depois o lítio, com número atômico igual a 3, seguido do berílio, Be, de número atômico igual a 4, e assim por diante.

A classificação crescente de números atômicos permite organizar os elementos em grupos que possuem propriedades semelhantes, e que revelam particularidades a respeito dos átomos dos elementos.

Grupos ou famílias – Colunas

As colunas são chamadas de grupos ou famílias. Os elementos pertencentes a um mesmo grupo ou a uma mesma família da Tabela Periódica possuem propriedades físicas e químicas semelhantes. Os elementos químicos que estão em uma mesma coluna possuem a mesma quantidade de elétrons na camada de valência, isto é, na última camada eletrônica:

famílias tabela periódica

Segundo a IUPAC (União Internacional da Química Pura e Aplicada), as famílias da Tabela Periódica devem ser ordenadas de 1 a 18. Algumas dessas possuem nomes específicos:

  • Família 1: Metais alcalinos;
  • Família 2: Metais alcalino terrosos;
  • Família 16: Calcogênios;
  • Família 17: Halogênios;
  • Família 18: Gases Nobres.

Elementos Representativos

Antigamente eram todos os membros das famílias que tinham o número acompanhado da letra “A” (1A, 2A, 3A, 4A, 5A, 6A, 7A e 8A). Atualmente, eles estão nas famílias 1, 2, 13 a 18 e possuem o seu elétron mais energético situado nos subníveis “s” ou “p”.

Elementos de Transição

Antigamente eram todos os membros das famílias que tinham o número acompanhado da letra “B” (1B, 2B, 3B, 4B, 5B, 6B, 7B e 8B). Atualmente, eles são os membros das famílias 3 a 12. Esses elementos estão representados na região central da Tabela e possuem o seu elétron mais energético situado nos subníveis “d” ou “f”.

  • Elementos de transição externa: São os elementos que estão expostos regularmente como os demais elementos na Tabela Periódica. Eles estão representados na região central da Tabela. Seus elétrons mais energéticos ficam no subnível “d”.
  • Elementos de transição interna: Esses elementos estão abaixo do corpo principal da Tabela e são divididos em duas séries: a série dos lantanídeos e a série dos actinídeos. Seus elétrons mais energéticos ficam no subnível “f”.

Períodos – Linhas

As sete linhas horizontais da Tabela Periódica são chamadas de períodos. Eles indicam a quantidade de camadas eletrônicas que os átomos que os elementos pertencentes a eles possuem.

Tomando como exemplo todos os elementos do primeiro período (primeira linha) da Tabela Periódica, observa-se que eles possuem apenas uma camada eletrônica, a camada K. Já os elementos do segundo período possuem duas camadas eletrônicas, as camadas K e L, e assim por diante.

Além de aprender a Organização da Tabela Periódica, você pode testar seus conhecimentos de outras matérias respondendo algumas questões que caíram em edições antigas do Exame em nosso simulado gratuito.

Gostou de aprender a Organização da Tabela Periódica? Queremos te ajudar também a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por pessoas de várias formações, sempre prontas a aprender sobre tudo para publicar os melhores textos e colaborar com a formação de todos os leitores. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador