ProUni

Como funciona o ProUni?

Como funciona o ProUni?Como funciona o ProUni?

O Programa Universidade Para Todos é um programa que oferece bolsas integrais e parciais para jovens. Ficou interessado? Veja quais são os requisitos para participar e tenha as principais dúvidas sanadas.

Você já ouviu falar no Programa Universidade para Todos (ProUni)? Esse é um programa do governo federal, que possui o objetivo de facilitar o acesso às universidades por meio de concessão de bolsas de estudo parciais e integrais em instituições superiores. Como funciona o ProUni? O que fazer para conquistar este benefício? Continue lendo este post e você ficará bem informado.

Criado em 2004, o ProUni permitiu o ingresso de milhares de jovens no ensino superior privado, ampliando a qualidade da mão de obra brasileira. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), cerca de 1.9 milhão de estudantes conquistaram uma bolsa de estudo.

O Programa Universidade para Todos concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em universidades e faculdades particulares. Estas instituições parceiras garantem isenção de tributos de acordo com a Lei nº 11.096.

Mas como funciona o ProUni? O que preciso fazer para conquistar uma destas bolsas de estudo?

Para participar do ProUni, o estudante deve realizar a prova anual do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), fazer a inscrição no programa e verificar a nota de corte para o curso desejado. Esta nota vai variando de acordo com os candidatos, determinada pelo limite de alunos inscritos para cada opção.

Estude com o Simulado para o Enem do Beduka. É gratuito! Confira também o Plano de Estudos.

As bolsas de estudo concedidas pelo ProUni são válidas para estudantes que já estão cursando ou aqueles que desejam iniciar os estudos em uma determinada área. O programa é destinado aos alunos que estudaram em escolas públicas ou privadas, desde que na condição de bolsista integral. Além disso, ele deve ter renda familiar per capita máxima de três salários mínimos.

O ProUni também concede bolsas de estudo para professores da rede pública de ensino básico que estejam nos quadros permanentes das suas escolas e que desejam vaga para cursos de licenciatura ou graduação em pedagogia.

Como funciona o ProUni?

Existem duas oportunidades para os alunos ingressarem no Programa Universidade para Todos.

Processo regular

Como funciona o prouni processo regular

Destinado aos candidatos que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) no último ano e conquistaram uma boa nota. A nota ideal vai variar de acordo com a concorrência do curso desejado e terá sua atualização de acordo com os inscritos.

A nota mínima para concorrer às bolsas do processo regular é 450 pontos e o estudante não pode ter zerado a redação.

Processo remanescente

como funciona o prouni processo remancescente

Podem participar desta fase estudantes já matriculados ou não em universidades e faculdades e professores da rede pública de ensino.

Os estudantes devem ter participado de alguma edição do ENEM desde 2010, com nota superior a 450 pontos e pontuação acima de zero na redação.

Não podem concorrer nesta fase os candidatos que participaram do processo regular, conquistaram uma bolsa, mas não se matricularam.

As bolsas do ProUni são destinadas aos brasileiros sem diploma de ensino superior.

Como funcionam as bolsas de estudo do ProUni?

As inscrições do Programa Universidade para Todos ocorrem duas vezes ao ano. Uma delas é destinada aos alunos que desejam ingressar no primeiro semestre do ano letivo ou que já estejam matriculados, já a outra seleção ocorre no segundo semestre, com uma oferta menor de bolsas de estudo.

O ProUni contempla alunos com bolsas integrais, correspondendo a 100% de desconto no curso, e outras parciais, com redução de 50% do valor da mensalidade.

Como funcionam as cotas do ProUni?

O ProUni reserva cotas nas bolsas de estudo de acordo com o que foi definido em Lei. Existem bolsas reservadas às pessoas com deficiência e aos autodeclarados indígenas, pardos ou pretos.

O percentual de cotas é estabelecido de acordo com o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O candidato cotista precisa se enquadrar nos demais critérios de seleção do ProUni: participar do ENEM, ter nota acima de zero na redação e pertencer ao indicador de renda familiar exigido no programa.

Como calcular a renda familiar por pessoa exigida no ProUni?

Além de participar do ENEM, alcançar uma boa nota, não tirar zero na redação, outro critério importante que deve ser cumprido pelo candidato é pertencer ao percentual de renda familiar exigido por cada tipo de bolsa de estudo concedida pelo ProUni.

Para concorrer às bolsas de estudo integrais, o candidato deve ter uma renda familiar máxima de até um salário mínimo e meio.

Estudantes com renda familiar maior que um salário mínimo e meio e inferior ou iguais a três salários mínimos podem concorrer às bolsas parciais de 50%.

É importante saber como funciona o ProUni para avaliar suas chances de conseguir uma bolsa de estudos. Vamos te ensinar a seguir como calcular a renda familiar.

Conte todas as pessoas do seu grupo familiar. Por exemplo, moram na mesma residência você, seu pai, sua mãe e mais dois irmãos, ou seja,cinco pessoas no total. Quem trabalha? Some os salários de todas as pessoas que trabalham ou tenham algum rendimento fixo. Pegue o valor total dos rendimentos e divida pelo total de pessoas que residem no imóvel. Desta forma você terá o valor da renda bruta familiar.

No exemplo acima temos cinco pessoas pertencentes ao núcleo familiar. Suponha que você trabalhe e tenha uma renda de R$ 1.500, seu pai tenha um salário de R$ 3 mil e sua mãe também ganhe R$ 3 mil. Somados, os valores dariam R$ 7 mil. Dividiremos então o valor total pelo número total de pessoas que formam esse grupo familiar. R$ 7.000 / 5 = temos uma renda média de R$ 1.400 por pessoa.

O salário mínimo oficial em 2018 é de R$ 954. Neste modelo apresentado, o estudante pode concorrer a uma das bolsas de estudo integrais, já que a renda média é abaixo de um salário e meio, que hoje está calculado em R$ 1.431.

Agora que você já entende melhor como funciona o ProUni, os tipos de bolsas de estudo e também os critérios socioeconômicos do programa, descubra aqui como passar no ENEM e as palavras que enriquecem uma redação.

Produzimos também uma série de conteúdos para ajudar os estudantes que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio:

Aqui no Beduka você compara faculdades particulares e públicas e seus cursos. Encontre uma relação completa de todas as instituições registradas no Ministério da Educação (MEC) e informações como endereços, avaliações e valores das mensalidades.

Entendeu como funciona o ProUni? Fique atento ao noticiário para saber as datas de inscrição e conquistar sua bolsa. Aproveite e veja também:

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!