Filosofia

Questões sobre Kant com gabarito + Resumo

Questões sobre Kant com gabarito + ResumoQuestões sobre Kant com gabarito + Resumo

Filósofo alemão do século XVIII, Immanuel Kant é considerado um dos principais pensadores da filosofia moderna. Ele questionava sobre alguns temas morais, da natureza do espaço e do tempo. Leia o resumo e responda as questões sobre Kant.

A prova de Ciências Humanas e suas tecnologias tem cobrado entre 6 e 10 questões de filosofia nos últimos anos. Não se dê o luxo de perder esses pontos, pois é quase um terço da prova. Veja aqui quais são os filósofos que mais caem no Enem.

Resumo sobre Immanuel Kant (1724 – 1804)

Questões-sobre-Kant-com-gabarito

Immanuel Kant é um filósofo que nasceu em 22 de abril de 1724,em Königsberg, na Prússia Oriental – atual Kaliningrado, parte de Rússia, e morreu em 1804, em Königsberg. 

Kant contribuiu com importantes temas na filosofia, como por exemplo o conhecimento. Ele fez questionamentos como, onde começa e termina o conhecimento, como é possível usar esse conhecimento, etc.

Kant também levantou questionamentos sobre as ações humanas, como as razões que agimos, a relação delas com a moral, o modo como agimos, os motivos das ações, como devemos nos comportar, relacionar, etc. 

Além disso, ele tentava encontrar uma forma para a felicidade e o bem supremo serem alcançados. 

Kant, acreditava que existia uma diferença entre os conhecimentos, separando eles em conhecimento experimental e conhecimento puro. Em seu livro Crítica da Razão Pura, ele argumenta sobre essas diferenças entre conhecimentos.

Conhecimento experimental e puro

O conhecimento experimental ou a posteriori, é aquele que só é possível ter a partir das sensações. Um exemplo é o conhecimento da queimadura, você só tem ele quando sente o fogo e sabe que ele é capaz de queimar, por meio do calor experimentado. Ele defende que que esse conhecimento não pode ser entendido individualmente, mas sim relacionado com as impressões sensoriais presentes no ser.

Já o conhecimento puro ou a priori, diferente do experimental, não precisa da experiência sensorial para ser adquirido. Kant defendia que esse conhecimento é essencial e é aplicado a tudo e a todo. Um exemplo é o conhecimento de que o triângulo é formado por três lados, independente do tamanho, tipo e tempo.

Dessa forma, ele acreditava que o conhecimento puro era geral e o conhecimento experimental não era caracterizado por ter um juízo universal, sendo ele subjetivo.

As principais obras de Kant

  • Crítica da Razão Pura; 
  • Crítica da Razão Prática; 
  • O que É Esclarecimento?; 
  • Metafísica dos Costumes.

Neste artigo, fizemos um breve resumo sobre as ideias de Kant. Agora teste seus conhecimentos com as questões sobre Kant e confira as respostas no gabarito.

Questões sobre Kant 

1 – ENEM 2012 – Esclarecimento é a saída do homem de sua menoridade, da qual ele próprio é culpado. A menoridade é a incapacidade de fazer uso de seu entendimento sem a direção de outro indivíduo. O homem é o próprio culpado dessa menoridade se a causa dela não se encontra na falta de entendimento, mas na falta de decisão e coragem de servir-se de si mesmo sem a direção de outrem. Tem coragem de fazer uso de teu próprio entendimento, tal é o lema do esclarecimento. A preguiça e a covardia são as causas pelas quais uma tão grande parte dos homens, depois que a natureza de há muito os libertou de uma condição estranha, continuem, no entanto, de bom grado menores durante toda a vida.

KANT, I. Resposta à pergunta: o que é esclarecimento? Petrópolis: Vozes, 1985 (adaptado).

Kant destaca no texto o conceito de Esclarecimento, fundamental para a compreensão do contexto filosófico da Modernidade. Esclarecimento, no sentido empregado por Kant, representa

a) a reivindicação de autonomia da capacidade racional como expressão da maioridade.

b) o exercício da racionalidade como pressuposto menor diante das verdades eternas.

c) a imposição de verdades matemáticas, com caráter objetivo, de forma heterônoma.

d) a compreensão de verdades religiosas que libertam o homem da falta de entendimento.

e) a emancipação da subjetividade humana de ideologias produzidas pela própria razão.

2 – ENEM/2013 – Até hoje admitia-se que nosso conhecimento se devia regular pelos objetos; porém, todas as tentativas para descobrir, mediante conceitos, algo que ampliasse nosso conhecimento malogravam-se com esse pressuposto. Tentemos, pois, uma vez, experimentar se não se resolverão melhor as tarefas da metafísica, admitindo que os objetos se deveriam regular pelo nosso conhecimento. 

(KANT, I. Crítica da razão pura. Lisboa: Calouste-Guibenkian, 1994 [adaptado].)

O trecho em questão é uma referência ao que ficou conhecido como revolução copernicana da filosofia. Nele, confrontam-se duas posições filosóficas que:

a) Assumem pontos de vista opostos acerca da natureza do conhecimento.

b) Defendem que o conhecimento é impossível, restando-nos somente o ceticismo.

c) Revelam a relação de interdependência entre os dados da experiência e a reflexão filosófica.

d) Apostam, no que diz respeito às tarefas da filosofia, na primazia das ideias em relação aos objetos.

e) Refutam-se mutuamente quanto à natureza do nosso conhecimento e são ambas recusadas por Kant.

3 – (Uncisal/2011) – No século XVIII, o filósofo Emanuel Kant formulou as hipóteses de seu idealismo transcendental. Segundo Kant, todo conhecimento logicamente válido inicia-se pela experiência, mas é construído internamente por meio das formas a priori da sensibilidade (espaço e tempo) e pelas categorias lógicas do entendimento. Dessa maneira, para Kant, não é o objeto que possui uma verdade a ser conhecida pelo sujeito cognoscente, mas sim o sujeito que, ao conhecer o objeto, nele inscreve suas próprias coordenadas sensíveis e intelectuais. 

De acordo com a filosofia kantiana, pode-se afirmar que:

a) A mente humana é como uma “tabula rasa”, uma folha em branco que recebe todos os seus conteúdos da experiência.

b) Os conhecimentos são revelados por Deus para os homens.

c) Todos os conhecimentos são inatos, não dependendo da experiência.

d) Kant foi um filósofo da antiguidade.

e) Para Kant, o centro do processo de conhecimento é o sujeito, não o objeto.

Baixe o melhor plano de estudos gratuito que você encontrará na internet.

4 – (Enem 2017) – Uma pessoa vê-se forçada pela necessidade a pedir dinheiro emprestado. Sabe muito bem que não poderá pagar, mas vê também que não lhe emprestarão nada se não prometer firmemente pagar em prazo determinado. Sente a tentação de fazer a promessa; mas tem ainda consciência bastante para perguntar a si mesma: não é proibido e contrário ao dever livrar-se de apuros desta maneira? Admitindo que se decida a fazê-lo, a sua máxima de ação seria: quando julgo estar em apuros de dinheiro, vou pedi-lo emprestado e prometo pagá-lo, embora saiba que tal nunca sucederá.

KANT, I. Fundamentação da metafísica dos costumes. São Paulo: Abril Cultural, 1980.

De acordo com a moral kantiana, a “falsa promessa de pagamento” representada no texto

a) assegura que a ação seja aceita por todos a partir da livre discussão participativa.   

b) garante que os efeitos das ações não destruam a possibilidade da vida futura na terra.   

c) opõe-se ao princípio de que toda ação do homem possa valer como norma universal.   

d) materializa-se no entendimento de que os fins da ação humana podem justificar os meios.   

e) permite que a ação individual produza a mais ampla felicidade para as pessoas envolvidas.  

5 – (Enem PPL 2016) – Os ricos adquiriram uma obrigação relativamente à coisa pública, uma vez que devem sua existência ao ato de submissão à sua proteção e zelo, o que necessitam para viver; o Estado então fundamenta o seu direito de contribuição do que é deles nessa obrigação, visando a manutenção de seus concidadãos. Isso pode ser realizado pela imposição de um imposto sobre a propriedade ou a atividade comercial dos cidadãos, ou pelo estabelecimento de fundos e de uso dos juros obtidos a partir deles, não para suprir as necessidades do Estado (uma vez que este é rico), mas para suprir as necessidades do povo.

KANT, I. A metafísica dos costumes. Bauru: Edipro, 2003.

Segundo esse texto de Kant, o Estado

a) deve sustentar todas as pessoas que vivem sob seu poder, a fim de que a distribuição seja paritária.   

b) está autorizado a cobrar impostos dos cidadãos ricos para suprir as necessidades dos cidadãos pobres.   

c) dispõe de poucos recursos e, por esse motivo, é obrigado a cobrar impostos idênticos dos seus membros.   

d) delega aos cidadãos o dever de suprir as necessidades do Estado, por causa do seu elevado custo de manutenção.   

e) tem a incumbência de proteger os ricos das imposições pecuniárias dos pobres, pois os ricos pagam mais tributos.  

Respostas dos Questões sobre Kant 

Exercício resolvido da questão 1 –

a) a reivindicação de autonomia da capacidade racional como expressão da maioridade.

Exercício resolvido da questão 2 –

a) Assumem pontos de vista opostos acerca da natureza do conhecimento.

Exercício resolvido da questão 3 –

e) Para Kant, o centro do processo de conhecimento é o sujeito, não o objeto.

Exercício resolvido da questão 4 –

c) opõe-se ao princípio de que toda ação do homem possa valer como norma universal.   

Exercício resolvido da questão 5 –

b) está autorizado a cobrar impostos dos cidadãos ricos para suprir as necessidades dos cidadãos pobres.   

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Gostou das nossas questões sobre Kant com gabarito? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por pessoas de várias formações, sempre prontas a aprender sobre tudo para publicar os melhores textos e colaborar com a formação de todos os leitores. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador