História

Questões sobre Absolutismo

Questões sobre AbsolutismoQuestões sobre Absolutismo

Absolutismo é definido como uma teoria política que defende que um monarca deve ter o poder absoluto, sendo mais poderoso que qualquer outro órgão. Leia o resumo e faça a lista de questões sobre absolutismo.

Relembre a matéria com o nosso resumo sobre Absolutismo, que foi uma importante fase na história e que costuma cair no caderno de Ciências Humanas e suas tecnologias do ENEM e de outros principais vestibulares. 

O Beduka também já preparou outros artigos de história que podem te ajudar a se preparar para o vestibular. Já explicamos o que foi a Reforma Protestante, fizemos um resumo da conjuração baiana e também explicamos o que foi iluminismo.

O que é Absolutismo?

Absolutismo defendia o poder absoluto do rei, ou seja, o governo absolutista muito comum na Europa durante os séculos XVI e XIX , defendia a ideia de que os monarcas possuiam poder ilimitado, eram autoridades com supremacia absoluta.

O absolutismo vem do absoluto, sendo assim um monarca absoluto exercia enorme poder político sem limitações diante do Estado e do seu povo. Os monarcas não precisavam seguir e ser regulares com as leis, religiões, os órgãos judiciais, entre outros, pois nada estava acima deles.

Thomas Hobbes (1588-1679) e Jacques Bossuet (1627-1704), foram grandes pensadores da época, que foram considerados os principais teóricos dessa fase. Thomas Hobbes baseava a sua teoria em uma ideia radical e pessimista da humanidade, pois defendia que os homens nascem ruins e egoístas. Já Jacques Bossuet, ligou a política com a religião, que sustentava a mensagem de poder absoluto dos monarcas.

Quais são as principais características do Absolutismo?

  • O rei possuía todos os poderes, tinha a liberdade de criar leis sem que houvesse a aprovação social, novos impostos e tributos;
  • A intervenção do monarca em questões religiosas era permitida, ao contrária do que acontecia na Idade Média;
  • As pessoas que eram contra o rei, sofriam violentamente;
  • As pessoas mais pobres mantinham os luxos e as riquezas do rei;
  • Sistema econômico do absolutismo: mercantilismo;
  • O poder era hereditário, assim ele era concentrado em poucas famílias;
  • Os nobres eram mantidos pelo rei, o que evita conflitos com essa classe social;
  • O Palácio de Versalhes, criado por Luis XIV, da França era o lugar em que os nobres viviam;
  • Na França e na Inglaterra, o absolutismo teve um atraso por por causa da Guerra dos Cem Anos e das guerras civis e religiosas;
  • Os teóricos da época foram: Thomas Hobbes, Jacques Bossuet e Nicolau Maquiavel.
Luis-XIV rei absolutista

Teste seus conhecimentos com as Questões sobre Absolutismo e confira as respostas no gabarito!

Questões sobre Absolutismo

Baixe o melhor plano de estudos gratuito que você encontrará na internet.

1 – (UFNR) – O pensamento político e econômico europeu, em fins do século XVII e no século XVIII, apresentou uma vertente de crítica ao Absolutismo e ao Mercantilismo, predominantes na Europa, na Idade Moderna. Qual das ideias abaixo caracteriza essa nova corrente de pensamento?

a) É necessária a regulamentação minuciosa de todos os aspectos da vida econômica para garantir a prosperidade nacional e o acúmulo metalista.

b) O Estado, com função de polícia e justiça, deve ser governado por um rei, cuja autoridade é sagrada e absoluta porque emana de Deus.

c) A fim de proteger a economia nacional, cada governo deve intervir no mercado, estimulando as exportações e restringindo as importações.

d) O poder do soberano era ilimitado, porque fora fruto do consentimento espontâneo dos indivíduos para evitar a anarquia e a violência do estado natural.

e) O Estado, simples guardião da lei, deve interferir pouco, apenas para garantir as liberdades públicas e as propriedades dos cidadãos.

2 – (Fuvest) – “É praticamente impossível treinar todos os súditos de um [Estado] nas artes da guerra e ao mesmo tempo mantê-los obedientes às leis e aos magistrados.” (Jean Bodin, teórico do absolutismo, em 1578).

Essa afirmação revela que a razão principal de as monarquias europeias recorrerem ao recrutamento de mercenários estrangeiros, em grande escala, devia-se à necessidade de:

a) conseguir mais soldados provenientes da burguesia, a classe que apoiava o rei.

b) completar as fileiras dos exércitos com soldados profissionais mais eficientes.

c) desarmar a nobreza e impedir que esta liderasse as demais classes contra o rei.

d) manter desarmados camponeses e trabalhadores urbanos e evitar revoltas.

e) desarmar a burguesia e controlar a luta de classes entre esta e a nobreza.

3 – (Cesgranrio – 1990) – A frase de Luís, “L’Etat c’est moi” (o estado sou eu), como definição da natureza do absolutismo monárquico, significava:

a) A unidade do poder estatal, civil e religioso, com a criação de uma igreja Francesa (nacional).

b) A superioridade do príncipe em relação a todas as classes sociais, reduzindo a um lugar humilde a burguesia enriquecida.

c) A submissão da nobreza feudal pela eliminação de todos os seus privilégios fiscais.

d) A centralização do poder real e absoluto do monarca na sua pessoa, sem quaisquer limites institucionais reconhecidos.

e) O desejo régio de garantir ao Estado um papel de juiz imparcial no conflito entre a aristocracia e campesinato.

4 – (Faap – 1996) – Principalmente a partir do século XVI vários autores passaram a desenvolver teorias, justificando o poder real. São os legistas, que através de doutrinas leigas ou religiosas, tentam legalizar o absolutismo. Um deles é Maquiavel: afirma que a obrigação suprema do governante é manter o poder e a segurança do país que governa. 

Para isso deve usar de todos os meios disponíveis, pois que “os fins justificam os meios” professou suas ideias na famosa obra:

a) “Leviatã”

b) “Do direito da paz e da Guerra”

c) “República”

d) “Política Segundo as Sagradas Escrituras”

e) “O Príncipe”

5 – (UFV-MG) – A formação dos Estados Nacionais da Europa ocidental, durante a Época Moderna (século XV ao XVIII), embora tenha seguido uma dinâmica própria em cada país, apresentou semelhanças em seu processo de constituição. Sobre essas semelhanças é incorreto afirmar:

a) politicamente, o regime instituído é a monarquia absoluta, da qual a França é o modelo clássico.

b) o clero e a nobreza tinham posição e prestígio assegurados pela posse de terras e estavam sempre juntos na defesa de seus interesses.

c) em termos sociais, esse período se caracterizou pela lenta afirmação da burguesia, que estava à frente de quase todos os empreendimentos da época.

d) para fortalecer o Estado, os reis adotaram um conjunto de medidas para acumular riquezas e desenvolver a economia nacional, denominado de mercantilismo.

e) a centralização do poder político na Itália ocorreu devido à grande influência da burguesia mercantil de Gênova e Veneza.

6 – (FATEC-SP) – 

A França é uma monarquia. O rei representa a nação inteira, e cada pessoa não representa outra coisa senão um só indivíduo ante o rei. Em consequência, todo poder, toda autoridade, reside nas mãos do rei, e só deve haver no reino a autoridade que ele estabelece. Deve ser o dono, pode escutar os conselhos, consultá-los, mas deve decidir. Deus que fez o rei dar-lhe-á as luzes necessárias, contanto que mostre boas intenções.

Luís XIV – Memórias sobre a arte de governar.

Podemos caracterizar o absolutismo monárquico posto em prática nos países europeus durante a Idade Moderna como:

a) uma aliança entre um monarca absolutista e a burguesia mercantil, a fim de dominar e excluir o poder da nobreza.

b) uma aliança bem-sucedida entre a burguesia e o proletariado.

c) uma forma de governo autoritária, cujo poder estava centralizado nas mãos de uma pessoa que exercia todas as funções do Estado.

d) um sinônimo de tirania exercida pelo monarca sobre seus súditos.

e) um poder total concentrado nas mãos da nobreza, no qual cabia aos juízes e deputados a tarefa de julgar e legislar.

7 – (Fgv) – A chamada Guerra dos Trinta Anos (1618-1648) foi considerada como a última grande guerra de religião da Época Moderna. A seu respeito é correto afirmar:

a) O conflito levou ao enfraquecimento do império Habsburgo e ao estabelecimento de uma nova situação internacional com o fortalecimento do reino francês.

b) O conflito iniciou-se com a proclamação da independência das Províncias Unidas, que se separavam, assim, dos domínios do império Habsburgo.

c) O conflito marcou a vitória definitiva dos huguenotes sobre os católicos na França, apoiados pelo monarca Henrique de Bourbon, desde o final do século XVI.

d) O conflito estimulou a reação dos Estados Ibéricos que, em aliança com o papado, desencadearam a chamada Contrarreforma Católica.

e) O conflito caracterizou-se pelas intervenções inglesas no continente europeu, através de tropas formadas por grupos populares enviadas por Oliver Cromwell.

8 – (FUVEST) – No processo de formação dos Estados Nacionais da França e da Inglaterra podem ser identificados os seguintes aspectos:

a) fortalecimento do poder da nobreza e retardamento da formação do Estado Moderno

b) ampliação da dependência do rei em relação aos senhores feudais e à Igreja

c) desagregação do feudalismo e centralização política

d) diminuição do poder real e crise do capitalismo comercial

e) enfraquecimento da burguesia e equilíbrio entre o Estado e a Igreja

9 – (FUVEST) – O Estado Moderno Absolutista atingiu seu maior poder de atuação no século XVII. Na arte e na economia suas expressões foram respectivamente:

a) rococó e liberalismo.

b) renascentismo e capitalismo.

c) barroco e mercantilismo.

d) maneirismo e colonialismo.

e) classicismo e economicismo.

10 – (Mackenzie) – O florentino Nicolau Maquiavel (1469 – 1527) rompeu com a religiosidade medieval, estabelecendo nítida distinção entre a moral individual e a moral pública. Em seu livro “O Príncipe” preconizava que:

a) o chefe de Estado deve ser um chefe de exército. O Estado em guerra deve renunciar a todo sentimento de humanidade… O equilíbrio das forças está inscrito nos tratados. Mas os chefes de Estado não devem hesitar em trair sua palavra ou violar sua assinatura no interesse do Estado.

b) somente a autoridade ilimitada do soberano poderia manter a ordem interna de uma nação. A ordem política internacional é a mais importante; sem ela se estabeleceria o caos e a turbulência política.

c) na transformação do Estado Natural para o Estado Civil, legitima-se o poder absoluto do rei, uma vez que o segundo monta-se a partir do indivíduo, que cede seus direitos em troca de proteção contra a violência e o caos do primeiro.

d) o trono real não é o trono de um homem, mas o trono do próprio Deus… Os reis… são deuses e participam de alguma maneira da independência divina. O rei vê mais longe e de mais alto; deve-se acreditar que ele vê melhor…

e) há três espécies de governo: o republicano, o monárquico e o despótico… A liberdade política não se encontra senão nos governos moderados… Para que não se possa abusar do poder, é preciso que pela disposição das coisas, o poder faça parar o poder.

11 – (Puccamp) – Como características gerais dos Estados Modernos, que se organizavam na Europa Ocidental no período que vai do século XV ao XVIII, pode-se mencionar entre outros, a

a) consolidação da burguesia industrial no poder e a descentralização administrativa.

b) centralização e unificação administrativa, bem como o desenvolvimento do mercantilismo.

c) confirmação das obrigações feudais e o estímulo à produção urbano-industrial.

d) superação das relações feudais e a não intervenção na economia.

e) consolidação do localismo político e a montagem de um exército nacional.

12 – (Pucmg) – Oriundo da crise do feudalismo, o Estado Absolutista representou a organização política dominante na sociedade europeia entre os séculos XV e XVIII, podendo ser caracterizado pela:

a) supressão dos monopólios comerciais, possibilitando o desenvolvimento das manufaturas nacionais.

b) quebra das barreiras regionalistas do feudo e da comuna, agilizando e integrando a economia nacional.

c) abolição das formas de exploração das terras típicas do feudalismo, tornando a sociedade mais dinâmica.

d) ascensão política do grupo burguês, que passa a gerir o Estado segundo seus interesses particulares.

e) ausência efetiva de instrumento de controle, quer no plano moral ou temporal, sobre o poder do rei.

Respostas dos Questões sobre Absolutismo

Exercício resolvido da questão 1 –

e) O Estado, simples guardião da lei, deve interferir pouco, apenas para garantir as liberdades públicas e as propriedades dos cidadãos.

Exercício resolvido da questão 2 –

d) manter desarmados camponeses e trabalhadores urbanos e evitar revoltas.

Exercício resolvido da questão 3 –

d) A centralização do poder real e absoluto do monarca na sua pessoa, sem quaisquer limites institucionais reconhecidos.

Exercício resolvido da questão 4 –

e) “O Príncipe”

Exercício resolvido da questão 5 –

e) a centralização do poder político na Itália ocorreu devido à grande influência da burguesia mercantil de Gênova e Veneza.

Exercício resolvido da questão 6 –

c) uma forma de governo autoritária, cujo poder estava centralizado nas mãos de uma pessoa que exercia todas as funções do Estado.

Exercício resolvido da questão 7 –

a) O conflito levou ao enfraquecimento do império Habsburgo e ao estabelecimento de uma nova situação internacional com o fortalecimento do reino francês.

Exercício resolvido da questão 8 –

c) desagregação do feudalismo e centralização política

Exercício resolvido da questão 9 –

c) barroco e mercantilismo.

Exercício resolvido da questão 10 –

a) o chefe de Estado deve ser um chefe de exército. O Estado em guerra deve renunciar a todo sentimento de humanidade… O equilíbrio das forças está inscrito nos tratados. Mas os chefes de Estado não devem hesitar em trair sua palavra ou violar sua assinatura no interesse do Estado.

Exercício resolvido da questão 11 –

b) centralização e unificação administrativa, bem como o desenvolvimento do mercantilismo.

Exercício resolvido da questão 12 –

b) quebra das barreiras regionalistas do feudo e da comuna, agilizando e integrando a economia nacional.

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Gostou dos nossos Questões sobre Absolutismo? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador