Fies

Descubra como conseguir um financiamento de faculdade pelo governo

Descubra como conseguir um financiamento de faculdade pelo governoDescubra como conseguir um financiamento de faculdade pelo governo

Sem dinheiro para fazer uma graduação? Tudo bem! Pois vamos te explicar como ter um financiamento de faculdade pelo governo. Desse jeito, você terá parte das suas mensalidades pagas, sem preocupação.

Neste texto vamos te informar tudo que é preciso saber. Tem bastante conteúdo pela frente, então clique em um dos tópicos para ir diretamente ao que deseja saber:

  1. Como conseguir um financiamento de faculdade pelo Governo?
  2. O que é Fies?
  3. Quais são as modalidades do Fies?
  4. O que é necessário para se inscrever no Fies?  
  5. Quer estudar em uma faculdade financiada pelo governo? Veja o passo a passo
  6. Conheça outros meios de estudar em faculdades que dão bolsa integral

Se você chegou a esse artigo é porque pretende fazer uma graduação! Então, é bom descobrir em qual área de atuação seu perfil melhor se encaixa. Acesse o Raio X do Beduka e tire a dúvida!

Como conseguir um financiamento de faculdade pelo governo?

O governo brasileiro possui um Fundo de Financiamento Estudantil, o Fies. Por meio dele é possível financiar parte do valor das suas mensalidades. 

Há vários detalhes sobre isso que você precisa conhecer, vamos te explicar todos eles.

De início, saiba que esse programa é bastante significativo para todas as pessoas que querem conseguir financiamento de faculdade pelo governo. 

E, o melhor! É justamente para aqueles que não têm renda suficiente para adquirir financiamentos bancários convencionais. 

A seguir, entenda melhor o que é o Fies.

O que é Fies?

O Fies é um programa governamental que disponibiliza financiamentos a futuros universitários. É o chamado Fundo de Financiamento Estudantil.

Ele é voltado para aqueles alunos que não têm condições de bancar integralmente um nível superior. Logo, se responsabiliza por arcar com parte do valor da mensalidade. 

É muito semelhante a outros financiamentos bancários, só que por ser governamental, alcança aqueles com baixas condições financeiras. 

Quer conseguir um financiamento de faculdade pelo governo? Fique atento aos pré-requisitos fundamentais para participar.

Os três primeiros são: 

  • O curso precisa ser presencial; 
  • O curso deve ser devidamente regularizado;
  • O curso deve ter uma avaliação positiva do MEC. 

Existe um porém, esses são só os critérios iniciais. Há outras características nas quais os inscritos devem se encaixar. Você conhecerá todos esses pré-requisitos.

Quando será necessário devolver o valor do financiamento?

Antes de te informarmos sobre isso, conheça a porcentagem de auxílio oferecida para aqueles que querem conseguir um financiamento de faculdade pelo governo. 

Essa “ajuda de custo” vai de 10% a 100% do valor das suas mensalidades. 

Claro que em algum momento será preciso devolver esse dinheiro. Afinal, financiamentos são espécies de empréstimos.

Você só vai começar a devolução desses valores quando concluir a graduação, tudo em longas parcelas.

Se quando isso acontecer você já estiver trabalhando e com carteira assinada, terá a parcela do Fies descontada em folha (diretamente no seu salário). Caso não esteja, será cobrado um valor mínimo que deverá ser pago pelo aluno.

Importante! Depois de terminar a graduação, você terá até 14 anos para quitar o valor total desse financiamento.

Também temos outras matérias para você que quer conhecer um pouco mais sobre o Fies. Para saber mais, basta acessar os links abaixo: 

Quais as vantagens do Fies?

Se você quer um  financiamento de faculdade pelo governo, saiba que há muitas vantagens. Os juros são mais baixos e as exigências acessíveis, bem diferente de empréstimos e financiamentos bancários.

Por falar em juros baixos, os alunos da modalidade 1 não pagam juros. Tudo vai depender da renda familiar.

Quais as desvantagens do Fies?

É um pouco complicado falar em desvantagens. Pois, se você precisa de um  financiamento de faculdade pelo governo, vai ter que recorrer a algum lugar.

Só que por outros meios, há muitas exigências em relação à renda, os juros são mais elevados e as condições de pagamento mais difíceis. 

Devido ao Fies ser um programa governamental, todos esses fatores foram facilitados. Porém, como tudo na vida, o Fies também tem suas desvantagens. Veja quais são:

Todo semestre será preciso enfrentar procedimentos burocráticos para a renovação do financiamento.

A CGU (Controladoria Geral da União) divulgou que quem faz faculdade pelo Fies, paga em média 10.500 reais a mais no valor final do curso. Isso ocorre porque a mensalidade de alunos que possuem financiamento geralmente é mais cara.

Caso você não consiga um emprego durante ou logo após terminar o curso, ainda terá de pagar a dívida, se não seu nome pode para no Serasa como inadimplente. Isso significa que não poderá financiar uma casa, um automóvel e não poderá ter cartão de crédito. 

Além disso, mesmo que você desista do curso no meio do caminho, a dívida ainda precisará ser paga.  

Quais são as modalidades do Fies?

O financiamento oferecido pelo Fies foi dividido em duas modalidades. Elas são referentes à renda familiar daqueles que querem participar do programa. 

Modalidade 1

Essa modalidade determina que os candidatos que querem uma vaga em faculdade financiada pelo Fies, estejam enquadrados no seguinte perfil: possuir renda familiar de até três salários mínimos por pessoa.

Fora isso, as prestações não devem ultrapassar 10% da renda familiar. Tudo pensado para não prejudicar o orçamento referente a necessidades primordiais dessas famílias.

Nela não há cobrança de juros.

Modalidade 2

Essa segunda modalidade é destinada aos candidatos que estejam enquadrados na seguinte característica: possuir renda familiar de até cinco salários mínimos e morarem nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Os juros cobrados nas prestações podem ser de até 3% com correção monetária. As prestações também não podem representar mais do que 10% da renda familiar. 

Se você quer conseguir um financiamento de faculdade pelo governo, saiba que o Fies sofreu alterações ao longo do tempo, mas não precisa ficar preocupado. Basta ler os artigos abaixo para se informar de tudo. 

O que é necessário para estudar em uma universidade financiada pelo Fies? 

Os dois primeiros requisitos básicos para que você consiga um financiamento de faculdade pelo governo são: estar matriculado em uma faculdade particular e que o curso escolhido seja presencial. Porém, não é só isso! 

Há outros pré-requisitos para se cadastrar no Fies, são eles:

1- Ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), qualquer edição realizada a partir de 2010.

2-  Além de ter feito o Enem, o candidato precisa de uma  nota superior a 450 pontos e não ter zerado a redação.

3 – Possuir uma renda familiar de até 3 salários mínimos.

Quer conseguir um financiamento de faculdade pelo governo? Conheça o passo a passo

1 –  Acesse o site do Fies disponibilizado pelo Mec e realize a inscrição. Basta clicar em :

Se você quiser conseguir um financiamento de faculdade pelo governo, é importante ficar atento! Pois, as inscrições ocorrem duas vezes ao ano. Sempre antes do início de cada semestre. 

Outro fator importante é que você vai precisar de uma conta gov.br para poder acessar o portal.

Caso você ainda não tenha essa conta, pode criar uma agora mesmo clicando no link abaixo:

2 –  Confira o resultado da pré-seleção

O resultado para aqueles que tentaram um financiamento de faculdade pelo governo é disponibilizado no site do Fies. Logo, basta prestar atenção às datas de divulgação. Lembrando que elas são informadas no edital.

3 – Foi aprovado na pré-seleção? Parabéns, basta concluir o cadastro!

Depois de ter sido selecionado o resto é bem simples. Você terá um cadastro para complementar. Para fazer isso basta acessar o link abaixo:

4 – Não foi selecionado? Ainda tem uma segunda chance

Não é necessário se preocupar caso o seu nome não tenha aparecido na lista de convocação do Fies. Haverá uma espécie de segunda chamada! 

Nela, as vagas não preenchidas são disponibilizadas novamente. São as chamadas vagas remanescentes do Fies.

E o mais importante: não é necessário uma nova inscrição. O processo é justamente para aqueles alunos que já estavam cadastrados mas não foram selecionados.

Funciona assim: os inscritos não contemplados são colocados em uma lista de espera de forma automática, bem semelhante a de outros vestibulares. Então, basta aguardar.

Estude em faculdades que dão bolsa de 100% com ajuda do Beduka

Caso você não tenha conseguido o financiamento, tenha calma. Nem tudo está perdido.Hoje existem muitas excelentes oportunidades de entrar na faculdade. E, eu vou te contar uma que é totalmente desvinculada do Enem (não é preciso ter realizado as provas e nem se preocupar com as vagas do Fies) 

É uma oportunidade imperdível que o Beduka vai te dar!

Estou falando do Vale Bolsa Beduka! Nesse evento, você tem chance de ganhar bolsas de 75% ou 100% para vários cursos, cidades e modalidades.

Basta realizar sua inscrição (que é gratuita) e fazer uma prova de 100 questões na data anunciada. O conteúdo segue a mesma base do Enem, então você pode aproveitar o que já estudou durante o ano. 

Temos até um canal no Telegram para quem quer receber conteúdo diário e se preparar melhor para conquistar a bolsa!

Quer saber de algum conteúdo estudantil? Procura que a gente tem. E se não tiver é só mandar um direct no Instagram que a gente providencia!

Espero que nosso artigo para você que quer conseguir um financiamento de faculdade pelo governo, tenha ajudado!

No mais, ainda queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador