Biologia

Aprenda tudo sobre o que é Material Genético

O que é Material GenéticoO que é Material Genético?

Material genético são todas as informações que são responsáveis por determinar as a síntese de proteínas, formação de moléculas, e todas as características de um ser. O material genético é transmitido de geração em geração, através da divisão celular.

No caderno de Ciências da Natureza e suas tecnologias do ENEM, questões relacionadas à Genética sempre são frequentes. Dentro dessa matéria, entender o que é material genético é essencial para responder questões que surgem sobre o tema.

Não deixe de conferir nossos exercícios sobre Genética e o artigo completo sobre Bioquímica.

Nesse artigo vamos falar sobre:

  • O que é Material Genético;
  • Genes dominantes e recessivos;
  • Conceitos básicos de genética.

O que é Material Genético?

O material genético consiste em informações que determinam as características de um indivíduo. Ele contém todas essas informações nos genes, sendo responsáveis pela síntese de proteínas, formação de moléculas, entre outras funções. Além disso, o material genético pode ser transmitido para os descendentes através da divisão celular.

Aprenda também o que é divisão celular.

Para entender melhor o que é material genético, devemos ter em mente que, nos seres humanos e na maioria dos demais seres vivos, o material genético é o DNA (Ácido Desoxirribonucleico).

Material Genético – Ácido Desoxirribonucleico (DNA)

A molécula de DNA possui relação direta com as características físicas e fisiológicas do nosso corpo e de outros seres vivos. Nos seres eucariontes, o DNA é encontrado no núcleo das células e nas mitocôndrias.

Nos seres procariontes, esse material está disperso no citoplasma da célula. O DNA apresenta dupla-hélice, diferentemente do RNA, que apresenta uma hélice simples.

O DNA também é formado por uma cadeia de nucleotídeos que possuem um grupo fosfato, uma pentose (açúcar) e uma base nitrogenada. A pentose do DNA é a desoxirribose, que possui um oxigênio a menos que a ribose. Por esse motivo, ele é chamado de ácido desoxirribonucleico.

Aprenda mais detalhadamente sobre o que são ácidos nucleicos.

Conceitos básicos sobre o que é Material Genético

Para entender o que é material genético, precisamos aprender alguns conceitos básicos da Genética.

Genética – Células Haplóides e Diplóides

celulas haploides e diploides

As células haplóides são aquelas que possuem apenas um conjunto de cromossomos. Desta forma, as células sexuais ou gametas dos animais são haplóides. Essas células possuem metade do número de cromossomos da espécie.

As células diplóides são aquelas que têm dois conjuntos de cromossomos, como o zigoto que possui um conjunto de cromossomos provenientes da mãe e outro conjunto proveniente do pai. São exemplos de células diplóides os neurônios, células da epiderme, dos ossos, etc.

Genética – Cromossomos

cromossomo

Os cromossomos são sequências da molécula de DNA, em forma de espiral, que apresentam genes e nucleotídeos. O número de cromossomos varia de uma espécie para outra, é representado por n.

Por exemplo, a espécie humana possui um número total de 46 cromossomos nas células diplóides e 23 nos gametas.

Cromossomos Homólogos

cromossomos homologos

No momento da fecundação, cada cromossomo presente no espermatozóide se encontra com os cromossomos correspondentes do óvulo. Pode-se dizer que os cromossomos de cada gameta são homólogos, visto que eles possuem genes que determinam uma mesma característica, organizados na mesma sequência em cada um deles.

Genética – Genes

genes

Os genes são fragmentos sequenciais do DNA que são responsáveis por codificar informações que determinam a produção de proteínas que atuam na composição das características de cada ser vivo. Eles são apontados como a unidade funcional da hereditariedade.

Os genes alelos são os que ocupam o mesmo local em cromossomos homólogos e estão envolvidos na definição de uma mesma característica, como por exemplo a cor do pelo nos coelhos, que possuem variações, determinando características diferente. Além disso, eles se apresentam aos pares, sendo um de origem materna e outro de origem paterna.

Alelos e Alelos Múltiplos

Os alelos são as formas alternativas de um determinado gene e que ocupam um mesmo local em cromossomos homólogos. Este local diz respeito à posição do gene no cromossomo; quando falamos em cromossomos homólogos, nos referimos a cromossomos que possuem genes para a mesma característica.

Os alelos múltiplos ou polialelia é a classificação usada para denominar os genes que possuem mais de dois alelos em sua formação, isto é, quando três ou mais alelos estão presentes na formação de uma única característica.

Quando os alelos múltiplos ocupam o mesmo local no cromossomo, aumenta a variabilidade genética da população. Pois a quantidade de combinações possíveis entre os alelos se torna maior.

Genética – Homozigotos e Heterozigotos

homozigoto e heterozigoto

Os seres homozigotos são aqueles que apresentam pares de genes alelos idênticos (AA/aa), ou seja, possuem genes alelos idênticos. Enquanto isso, os heterozigotos caracterizam os indivíduos que possuem dois genes alelos distintos (Aa).

Genética – Genes Dominantes e Recessivos

Quando um indivíduo heterozigoto possui um dos genes alelos que é dominante, ele se expressa determinando a característica desse alelo. Os genes dominantes são representados por letras maiúsculas (AA, BB, VV) e expressos fenotipicamente em heterozigose.

Quando o gene alelo está presente mas não se expressa nesse indivíduo, dizemos que se trata de um gene recessivo. Eles são representados por letras minúsculas (aa, bb, vv) e os fenótipos são expressos somente em homozigotos.

Fenótipo

O fenótipo diz respeito às características externas, morfológicas, fisiológicas e comportamentais dos indivíduos. Ou seja, pode-se dizer que o fenótipo é o responsável por definir a aparência de um ser humano, resultante da interação do meio e de seu conjunto de genes. Alguns exemplos de fenótipo são: cor dos olhos, tonalidade da pele, cor e textura do cabelo, etc.

Genótipo

O genótipo está relacionado com às características internas, isto é, à constituição genética do indivíduo. O conjunto de cromossomos ou sequência de genes provenientes dos pais, os quais somados às influências ambientais, determinam o fenótipo (características externas) do indivíduo.

Logo, pode-se dizer que o genótipo determina o fenótipo, sendo o primeiro um característica fixa do organismo e mantida durante toda a vida. Diferentemente do fenótipo, o genótipo não sofre alterações em contato com o meio ambiente.

genotipo e fenotipo

Além de aprender o que é material genético, você pode testar seus conhecimentos de outras matérias respondendo algumas questões que caíram em edições antigas do Exame em nosso simulado gratuito.

Gostou de aprender o que é material genético? Queremos te ajudar também a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por pessoas de várias formações, sempre prontas a aprender sobre tudo para publicar os melhores textos e colaborar com a formação de todos os leitores. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador