Literatura

Quem foi Fernando Pessoa? Biografia, características e obras

Quem foi Fernando PessoaQuem foi Fernando Pessoa?
Simulado Beduka

Fernando Pessoa é conhecido pela versatilidade de sua poesia e pelos heterônimos com os quais assinava seus poemas. Boa parte de sua obra reflete dramas existenciais, isolamento e preocupações espirituais. Saiba quem foi Fernando Pessoa e as características de sua literatura.

Se você quiser ir diretamente para alguma parte do texto, clique em  um dos tópicos abaixo:

Está estudando para o Enem? Teste seus conhecimentos com o Simulado do Beduka. Corre, é gratuito!

Quem foi Fernando Pessoa?

Fernando Antônio Nogueira Pessoa foi um importante poeta, tradutor e crítico literário português. Ele nasceu no dia 13 de junho de 1888, em Lisboa, e recebeu o nome em homenagem a Santo Antônio festejado pelos católicos neste dia.

Seus pais eram descendentes de ramos aristocráticos, inclusive alegando ligação com a família do próprio santo Antônio.

O pai de Fernando Pessoa era funcionário público e crítico literário. Ele ocupava cargos importantes do então império português. Sua mãe havia recebido uma ótima educação, tendo como tutor o preceptor dos príncipes portugueses.

Assim, Pessoa nasceu numa família tradicional e de posses. Logo cedo, ele demonstrou dotes artísticos e escreveu seu primeiro poema aos 6 anos, intitulado À minha querida mamã.

Em 1893 o pai de Fernando morreu por complicações de uma tuberculose. Isso fez sua família entrar em decadência financeira, obrigando a mãe a vender parte da mobília. Mas a situação não permaneceria assim por muito tempo, pois ela se casou novamente em 1895 com um comandante militar, João Miguel Rosa.

Fernando Pessoa foi com sua mãe e Rosa para a África do Sul um tempo depois do casamento, pois o padrasto foi nomeado cônsul português neste país.

Lá, ele recebeu uma educação inglesa, que o influenciou na sua escrita. Teve contato com obras de Shakespeare, Edgar Allan Poe, John Milton e outros. Além disso, seus primeiros poemas desse período foram escritos em língua inglesa.

Tentou em 1903 entrar na Universidade do Cabo da Boa Esperança, mas não conseguiu pontos suficientes para classificar-se. Porém, tirou a melhor nota entre 899 candidatos no ensaio de estilo inglês.

Quem foi Fernando Pessoa em Portugal?

Fernando Pessoa retornou a Portugal em 1905 de modo definitivo. Antes, ele tinha ido apenas em visitas de férias. No ano seguinte, ingressou no Curso Superior de Letras em Lisboa, mas não o concluiu.

Neste período, conheceu diversos escritores e jornalistas portugueses e despertou o interesse pela obra de Cesário Verde e do Padre Antônio Vieira.

Em 1907, recebeu uma pequena herança de sua avó, que usou para montar uma tipografia. Mas logo, ele foi à falência e passou a trabalhar como tradutor de correspondência comercial, atividade a que se dedicou o restante da vida inteira.

Também iniciou nesse período a colaboração de artigos de crítica literária e dramática em diversos jornais dirigidos por José Boavida Portugal.

Pessoa era adepto de ideias futuristas e modernistas e às defendeu em ensaios publicados em revistas como “A Águia” e “Orpheu”. Esta última teve vida curta, devido aos escândalos causados por poemas que chocavam a sociedade da época.

Em 1924 lançou a revista Athena, onde apareciam os dramas de seus heterônimos. Morreu em 1935 devido a complicações de uma pancreatite.

Quais são as características literárias de Fernando Pessoa?

As características literárias de Fernando Pessoa possuem uma diversidade muito grande, vista na quantidade de heterônimos que ele manteve. Cada uma das personalidades que tomava tinha um modo de ser poeta e características próprias.

A obra que carrega seu nome ortônimo (no caso, o seu original Fernando Pessoa), tem ligações com um patriotismo sebastianista influenciado por doutrinas ocultistas.

Assim, sua poesia tem um jeito heróico, mítico e trágico. Seu modo de escrever é simbolista e modernista.

Seu único livro publicado em língua portuguesa enquanto ainda estava vivo (os outros foram em inglês) foi Mensagem. Nele, aparecem personagens da história portuguesa e a ideia de restauração do império português com o retorno de Dom Sebastião, rei morto em 1578 na batalha de Marrocos.

Agora que você já sabe quem foi Fernando Pessoa, vamos ver as personalidades que ele criou: os heterônimos.

Quais são os heterônimos de Fernando Pessoa?

Os heterônimos são uma grande marca da obra de Fernando Pessoa. Diferente do pseudônimo (apenas um outro nome), os heterônimos são personalidades poéticas completas, identidades diversas da do autor original.

O primeiro heterónimo de pessoa foi o Chevalier de Pas, a quem ele deu existência ainda na infância. Os demais são quatro: Alberto Caeiro, Álvaro de Campos, Bernardo Soares e Ricardo Reis. Vamos conhecer um pouco mais de cada um.

Quem foi o heterônimo de Fernando Pessoa: Alberto Caeiro?

Caeiro nasceu em Lisboa e viveu como camponês quase a vida inteira, tendo apenas a educação primária. Contudo, ele é considerado o mestre dos demais.

Ele era considerado um poeta filósofo, mas rejeitava o rótulo e não gostava de metafísica. Tinha uma linguagem direta, concreta e simples, com versificação livre e sem rimas. Não escrevia em prosa, pois para ele apenas a poesia podia expressar a realidade.

Sua poesia ficou reunida na coletânea Poemas Completos de Alberto Caeiro.

Quem foi o heterônimo de Fernando Pessoa: Álvaro de Campos?

Álvaro de Campos era um engenheiro de origem portuguesa, mas de educação inglesa. Porém, sentia-se um estrangeiro em qualquer parte do mundo.

Ele foi o único dos heterônimos que passou por diversas fases poéticas. Começou como decadentista e posteriormente aderiu ao futurismo. Era influenciado pelo Niilismo, que expressa no poema Tabacaria e em Lisbon Revisited (1923).

Quem foi o heterônimo de Fernando Pessoa: Bernardo Soares?

Bernardo Soares era um ajudante de guarda-livros em Lisboa, como é dito no seu próprio Livro do Desassossego. Ele conheceu Fernando Pessoa em um restaurante e lhe deu seu livro.

O livro é escrito em prosa e traz reflexões sobre a vida humana de modo fragmentário.

Fernando Pessoa o considerava um semi-heterônimo, muito próximo dele mesmo. Nesse caso, a personalidade de Bernardo não é completamente construída, com uma história própria muito profunda e diferente do autor original.

Quem foi o heterônimo de Fernando Pessoa: Ricardo Reis?

Reis era um médico monarquista e estudioso de Latim. Isso o teria levado a se mudar para o Brasil quando houve o golpe republicano em Portugal em 1910.

Ele representa a herança clássica entre os heterônimos, que se expressa na simetria, na harmonia, no bucolismo e no uso da mitologia não cristã.

Obras de Fernando Pessoa

Devido a sua morte precoce aos 47 anos, Fernando Pessoa teve poucos poemas publicados em livros ainda vivo. Assim, boa parte de sua obra foi postumamente publicada. Vamos ver quais são.

Obras publicadas em Vida

  • 35 Sonnets (1918)
  • Antinous (1918)
  • English Poems, I, II e III (1921)
  • Mensagem (1934)

Algumas Obras Póstumas

  • Poesias de Fernando Pessoa (1942)
  • A Nova Poesia Portuguesa (1944)
  • Poemas Dramáticos (1952)
  • Novas Poesias Inéditas (1973)
  • Poemas Ingleses Publicados por Fernando Pessoa (1974)
  • Cartas de Amor de Fernando Pessoa (1978)
  • Sobre Portugal (1979)
  • Textos de Crítica e de Intervenção (1980)
  • Obra Poética de Fernando Pessoa (1986)
  • Primeiro Fausto (1986)

Poemas de Fernando Pessoa

Como os heterônimos tinham uma forma própria de escrever, vamos selecionar alguns poemas de cada um.

Alberto Caiero

O pastor amoroso perdeu o cajado,

O pastor amoroso perdeu o cajado,

E as ovelhas tresmalharam-se pela encosta,

E, de tanto pensar, nem tocou a flauta que trouxe para tocar.

Ninguém lhe apareceu ou desapareceu. Nunca mais encontrou o cajado.

Outros, praguejando contra ele, recolheram-lhe as ovelhas.

Beduka Bolsas Direito

Ninguém o tinha amado, afinal.

Quando se ergueu da encosta e da verdade falsa, viu tudo;

Os grandes vales cheios dos mesmos verdes de sempre,

As grandes montanhas longe, mais reais que qualquer sentimento,

A realidade toda, com o céu e o ar e os campos que existem, estão presentes.

(E de novo o ar, que lhe faltara tanto tempo, lhe entrou fresco nos pulmões)

E sentiu que de novo o ar lhe abria, mas com dor, uma liberdade no peito.

Álvaro de Campos

A água de aqui é boa, não é?

A água de aqui é boa, não é?

Se é! Quantos vinhos que julguei melhores bebi!

A água de aqui — a verdade!

A verdade não — a melhor aparência dela…

Quando, em grandes praças de eu distra[ído],

Apregoam em torno de mim os jornais todos e eu durm[o]

Ricardo Reis

A cada qual, como a estatura, é dada

A cada qual, como a estatura, é dada

        A justiça: uns faz altos

        O fado, outros felizes.

Nada é prémio: sucede o que acontece.

        Nada, Lídia, devemos

        Ao fado, senão tê-lo.

Fernando Pessoa (original)

SACADURA CABRAL

No frio mar do alheio Norte,

        Morto, quedou,

Servo da Sorte infiel que a sorte

        Deu e tirou.

Brilha alto a chama que se apaga.

        A noite o encheu.

De estranho mar que estranha plaga,

        Nosso, o acolheu ?

Floriu, murchou na extrema haste;

        Jóia do ousar,

Que teve por eterno engaste

        O céu e o mar.

Entre na faculdade com o Beduka!

Esperamos que esse texto sobre quem foi Fernando Pessoa tenha te ajudado.

Quando o assunto é entrar na faculdade, o Beduka é seu parceiro número 1. Queremos mesmo ver você indo bem e conquistando uma vaga no seu curso dos sonhos.

Para isso, além dos conteúdos que trazemos diariamente aqui no blog e nas nossas redes sociais, temos uma ferramenta que te permite comprar bolsas de estudo.

É o Beduka Bolsas, uma plataforma feita com o objetivo de ofertar bolsas de até 65% em faculdades de excelência pelo Brasil!

Ela fica aberta 24 horas por dia. Se você quiser pode comprar uma bolsa agora mesmo. Não é legal?

Além disso, você pode conseguir mais de 3 mil reais de economia dependendo do seu caso. É uma oportunidade única!.

As datas do Enem estão sendo divulgadas. Se você seguir o Beduka no Instagram te deixamos a par do cronograma do Enem. Então nos siga nas redes sociais. 

Obrigado por ter lido até aqui!

Simulado Beduka

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador