Literatura

Resumo do Simbolismo

Resumo do SimbolismoResumo do Simbolismo

Simbolismo é um movimento artístico e literário que surgiu na França, ao final do século XIX, como oposição ao Realismo, ao Naturalismo e ao positivismo da época.

Está estudando as Escolas Literárias? Então conheça o Simbolismo, um importante movimento literário que teve início no século XIX. 

Nesse artigo você encontrará:

  1. Um resumo do Simbolismo;
  2. O contexto histórico desse movimento;
  3. Principais características do Simbolismo;
  4. Como foi o Simbolismo no Brasil.

Vale lembrar que as Escolas Literárias são temas recorrentes no Enem e em outros diversos vestibulares. Por isso, leia sobre outros movimentos literários clicando aqui!

Estude com o simulado do Beduka. É grátis!

Resumo do Simbolismo

Confira também os Exercícios sobre Simbolismo para testar os seus conhecimentos sobre o assunto!

O Simbolismo é uma estética literária que surgiu na França no final do século XIX, como oposição ao Realismo, ao Naturalismo e ao positivismo da época. Seu marco inicial foi a publicação da obra “As Flores do Mal”, de Charles Baudelaire, em 1857.

Em resposta ao materialismo cientificista, os escritores do Simbolismo buscaram o resgate de alguns valores do Romantismo que foram esquecidos pelo Realismo. De acordo com o Simbolismo, a arte e a literatura não poderiam ser retratadas apenas sob o ponto de vista da realidade.

Ao contrário dos parnasianos que defendiam o rigor formal do verso, os simbolistas buscavam uma poesia voltada a efeitos sonoros, com certa musicalidade. Assim, eram comuns figuras de linguagem como assonância e aliteração. Os poetas simbolistas rejeitam o rigor e a disciplina parnasiana.

Esse movimento também existiu em outras formas de expressão nas artes, mas foi na literatura que teve mais destaque.

Nas artes plásticas, o Simbolismo desvalorizava a visão realista do Impressionismo e encorajava a expressão através de símbolos ou ideias. Desta forma, muitas vezes os artistas não pintavam olhando para um objeto, mas usavam a sua memória.

Contexto Histórico do Simbolismo

O Simbolismo é um movimento que ganhou força devido à perda de entusiasmo em relação às correntes materialistas e cientificistas, como o Realismo e o Naturalismo. 

Esse movimento acontece durante o auge da evolução da burguesa, com a disputa das grandes potências pela diversificação de mercados, de consumidores e matéria-prima.

O processo industrial é impulsionado pela unificação da Alemanha – em 1870 – e da Itália – em 1871. É nesse momento que o neocolonialismo surge fragmentando a África e a Ásia para as grandes potências mundiais. É nesse momento também que se projetam os fatores que irão desencadear a Primeira Guerra Mundial.

Nos últimos vinte anos pertencentes ao século XIX, é possível observar em grande parte dos autores realistas certo comportamento de desilusão e, até mesmo, de frustração, resultado das inúteis tentativas de mudar a sociedade burguesa industrial.

O Simbolismo reflete um momento histórico bastante complexo, que marca a mudança, a passagem para o século XX e a definição de um mundo novo.

Principais Características do Simbolismo

Principais Características do Simbolismo
“Noite Estrelada”, obra simbolista de Van Gogh

Veja as principais características do Simbolismo:

Ênfase em temas místicos

Na literatura simbolista, é muito comum a presença de temas místicos, imaginários e subjetivos. A intuição e os elementos que fazem parte do mundo espiritual também são usados.

A presença desses elementos tem a capacidade de afastar a literatura simbolista da realidade, tornando-a mais subjetiva.

Subjetivismo

O subjetivismo se apresenta de diversas maneiras no movimento simbolista. É possível ver essa característica no tipo de linguagem escolhida pelos autores, que muitas vezes é pouco precisa e com a influência de divagações e delírios.

Outro elemento que deixa essa característica mais explícita é a presença de elementos que fazem parte da imaginação e dos sentimentos mais íntimos do autor. 

É importante ressaltar que a subjetividade existente no movimento simbolista é diferente da que existia no Romantismo. No Simbolismo, ela é mais relacionada aos sentimentos sem lógica ou linha de raciocínio. Já o subjetivismo romântico tem origem no inconsciente do autor.

Estética marcada pela musicalidade

A literatura simbolista é marcada pela presença de musicalidade. Para conseguir esse efeito os autores usavam os próprios recursos da língua, como o uso de rimas e a repetição de letras e palavras com sonoridade parecida.

Uso de aliteração e assonância 

A aliteração e a assonância são duas figuras de linguagem ligadas à fonética das palavras e aos sons. A aliteração é caracterizada pela repetição de letras consoantes e a assonância pela repetição de letras vogais. 

O uso dessas figuras de linguagem faz com que o som produzido durante a leitura se torne mais importante do que a escrita. Em muitos casos a importância da sonoridade das palavras é mais importante do que o seu significado. 

Oposição ao Realismo e Naturalismo

A presença do misticismo e da subjetividade na literatura Simbolista é uma forma de negação de outros movimentos artísticos, principalmente do Realismo e do Naturalismo.

Essa oposição aparece na literatura simbolista como um certo desprezo do raciocínio mais lógico, do uso da razão em excesso, e de descrições muito fiéis da realidade, como acontecia na literatura realista.

Sinestesia

A sinestesia é uma figura de linguagem que usa expressões que transmitem sensações sensoriais: olfato, paladar, visão, tato e audição. Os autores misturavam todas as sensações na sua literatura.

Podem ser encontrados nos textos simbolistas expressões sobre o cheiro, o gosto ou a cor de um sentimento, por exemplo.

Simbolismo no Brasil

O marco inicial do Simbolismo no Brasil aconteceu em 1893 com a publicação de “Missal” e “Broquéis”, de Cruz e Souza, considerado o maior autor simbolista brasileiro. 

No Brasil, o Simbolismo encontrou resistência porque ainda era grande o prestígio da estética parnasiana, que possuía um maior número de seguidores.

O movimento simbolista na literatura brasileira teve força até o movimento modernista do começo da década de 1920.

Principais Autores do Simbolismo brasileiro

Os principais autores simbolistas do Brasil são:

Cruz e Souza (1861-1898)

Cruz e Souza

É considerado o precursor do Simbolismo no Brasil. Sua obra é marcada pela musicalidade e espiritualidade com temáticas individualistas, satânicas, sensuais.

Suas principais obras são: “Missal” (1893), “Broquéis” (1893), “Tropos e fantasias” (1885), “Faróis” (1900) e “Últimos Sonetos” (1905).

Alphonsus de Guimaraens (1870-1921)

Alphonsus de Guimaraens

É considerado um dos principais poetas simbolistas brasileiro. Sua obra é marcada pela sensibilidade, espiritualidade, misticismo, religiosidade. Sua temática é a morte, a solidão, o sofrimento e o amor.

Sua produção literária apresenta características neo-romântico, árcades e simbolistas. Suas principais obras: “Setenário das dores de Nossa Senhora” (1899), “Dona Mística” (1899), “Kyriale” (1902), “Pastoral aos crentes do amor e da morte” (1923).

Augusto dos Anjos (1884-1914)

Augusto dos Anjos

Foi um dos grandes poetas brasileiros simbolistas, embora, muitas vezes, sua obra apresente características pré-modernas.

Patrono da cadeira número 1 da Academia Paraibana de Letras, publicou um livro intitulado “Eu”, e foi chamado de “Poeta da morte”. Isso porque seus poemas exploram temas sombrios.

Gostou do nosso resumo do Simbolismo? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por pessoas de várias formações, sempre prontas a aprender sobre tudo para publicar os melhores textos e colaborar com a formação de todos os leitores. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador