Português

Quais são os pronomes pessoais? Veja a definição, tipos, exemplos e dicas!

Quais são os pronomes pessoais - tudo sobre!Quais são os pronomes pessoais - tudo sobre!

Os pronomes pessoais são aqueles que se referem diretamente às três pessoas do discurso, seja no singular ou plural (Eu, Tu, Ele, …). Pense a partir do nome: são chamados pessoais porque se referem às pessoas. Contudo, há vários casos em que desempenham diferentes papéis sintáticos, portanto há diferentes tipos de pronomes pessoais. Fique conosco para saber mais sobre quais são os pronomes pessoais!

Neste artigo sobre quais são os pronomes pessoais, você encontrará:

  1. O que são pronomes pessoais
  2. Quais são os pronomes pessoais: tabela
  3. Pronome pessoal do caso reto
  4. Pronome pessoal do caso oblíquo: átono e tônico
  5. Dicas e detalhes importantes
  6. Pronomes de Tratamento
  • Conheça nosso Simulado gratuito, que pode ser personalizado com as matérias que você mais precisa!

O que são pronomes pessoais

Os pronomes são uma classe gramatical que têm a função de substituir ou determinar substantivos. Os substantivos podem aparecer com várias funções nas frases, portanto, há vários tipos de pronomes para acompanhar cada caso.

Os ditos Pronomes Pessoais são responsáveis por se referir diretamente às pessoas do discurso, ou seja, aos substantivos que estão fortemente relacionados à ação. Portanto, eles podem se referir a quem fala (1.ª pessoa), com quem se fala (2.ª pessoa) e de quem se fala (3.ª pessoa).

Eles variam em gênero e número e são classificados de acordo com a função sintática que exercem e sua tonicidade. Sobre esta classificação, existem 2 tipos: Pronomes Pessoais do caso Reto e Pronomes Pessoais do caso Oblíquo.

No próximo tópico veremos uma tabela mostrando quais são os pronomes e a classificação deles. Depois, faremos uma explicação detalhada sobre cada um e suas particularidades.

Não perca!

Quais são os pronomes pessoais

Veja na tabela abaixo quais são os pronomes pessoais, ela está completa e seguiremos com as explicações destrinchando cada tipo!

Tabela-de-pronomes-pessoais

Pronome Pessoal do caso Reto

Tabela-dos-pronomes-pessoais-do-caso-reto

Os Pronomes Pessoais do caso Reto são aqueles que desempenham função de Sujeito (pratica ou sofre a ação) ou Predicativo do Sujeito (presença do Verbo de Ligação).

  • Exemplo da função de predicativo do sujeito:

Frase original: Minha motivação é Alice.

Frase com pronome: Minha motivação é ela.

  • Exemplo da função de sujeito:

Frase original: João e Fábio foram os primeiros a vencer o campeonato.

Frase com pronome: Eles foram os primeiros a vencer o campeonato.

Outro detalhe é que nem sempre o Pronome Reto estará explícito. Pode haver omissão do pronome porque as desinências verbais indicam as pessoas. Veja:

“Falaram de mim” (eles)

“Trouxemos presentes.” (nós)

Pronome Pessoal do caso Oblíquo

Os Pronomes Pessoais do caso Oblíquo são aqueles que desempenham função de complemento verbal (objeto direto ou indireto) ou complemento nominal. 

Na língua formal, os Pronomes Pessoais Retos não podem ser usados como complementos verbais. Ou seja, não são corretas frases como:

 “Vi ela na rua”

 “Encontrei ele na praça”

Carregaram eu até aqui” 

Pela regra gramatical, o correto uso dos pronomes seria do tipo Pessoal Oblíquo:

Vi-a na rua”

Encontrei-o na praça”

Carregaram-me até aqui”.

  • Contudo, ainda podem ser subdivididos em 2 tipos, de acordo com a tonicidade: Átonos ou Tônicos. Veja as explicações a seguir!

Pronome Pessoal Oblíquo Átono

Quais-são-os-pronomes-pessoais-do-caso-oblíquo-átono-1

Os pronomes átonos não possuem acentuação própria (por isso têm esse nome), assim, sujeitam-se à tonicidade dos verbos. Sua principal característica é que não são precedidos por preposição. 

Alguns desses pronomes só podem ser usados em contextos específicos:

  • O pronome “lhe” sempre terá a função de objeto indireto.
  • Os pronomes “me, te, se, nos e vos” podem ser objetos diretos ou indiretos.
  • Os pronomes “o, a, os e as” sempre terão a função de objetos diretos.
  • Os pronomes “me, te, lhe, nos, vos, lhes,” podem funcionar como Complemento 
  • Nominal quando completarem o sentido de: adjetivos, advérbios ou substantivos abstratos.

Exemplos

“Respeite-a.” (objeto direto)

“Obedeceremos-lhe quando provar lealdade.” (objeto indireto) 

“Chamo-te, ó morte, pois não há nada que possa ser feito; (objeto direito) Obedeço-te, pois és minha única saída.” (objeto indireto)

“Tenha-me amor e darei minha vida.” (complemento nominal)

Modificação dos verbos com Pronomes Oblíquos Átonos

Existem certos tipos verbos que sofrerão modificações ao serem combinados com Pronomes Oblíquos Átonos:

  • Se o verbo terminar em: “m, ão ou õe”, os pronomes “o, a, os e as” se transformarão em:  “no, na, nos e nas”. 

Exemplo: 

“Quando visitarem George, avisem-no sobre o nascimento de sua sobrinha.” (avisem + o)

  • Se o verbo terminar em “r, s ou z”, estas terminações são eliminadas e os pronomes “o, a e os”, transformar-se-ão em “lo, la, los e las”. 

Exemplo: 

“Porque reclamas do bolo? Fi-lo com tanta dedicação.” (fazer + o)

  • Se o verbo terminar em “mos” e for seguido de ‘nos ou de vos’, o “s” da terminação será retirado. 

Exemplo: 

“Abraçamo-nos ontem, logo após o desembarque.” (abraçamos + nos)

  • Se o verbo for transitivo indireto e houver terminação “s”, sendo seguido dos pronomes “lhe ou lhes”, não haverá modificações. 

Exemplo:  

– Chefe, o que faremos com o funcionário novo?

– Agora, agradecemos-lhe pelo serviço e prosseguimos. (agradecemos + lhe)

Combinação de Pronomes Oblíquos Átonos

Em alguns contextos, os pronomes “me, te, lhe, nos, vos e lhes” podem combinar-se com os pronomes “o, os, a, as”. 

Assim, originam as formas “mo, mos, ma, mas; to, tos, ta, tas; lho, lhos, lha, lhas; no-lo, no-los, no-la, no-las, vo-lo, vo-los, vo-la, vo-las.” 

Exemplos:

– Entregaste-me o pedido?

– Sim, entreguei-to mais cedo, esqueceu?

– Não vos contei sobre o acontecido?

– Não, não no-lo contaram.

  • No português do Brasil, essas combinações não são muito comuns, mas você poderá se esbarrar com elas ao ler clássicos como os de Machado de Assis.

Pronome Pessoal Oblíquo Tônico

Quais-são-os-pronomes-pessoais-do-caso-oblíquo-tônico-2

Os pronomes tônicos possuem acentuação própria e sua principal característica é que são precedidos por preposições. 

Exemplo:

“Disseram para mim, mas não falarei a mais ninguém.” (para e mim)

Por esta característica, quando pensamos em colocar um pronome depois da preposição, automaticamente pensamos que será Pronome Pessoal Oblíquo Tônico. 

Contudo, se o pronome for colocado depois de preposição e antes de um verbo no infinitivo, o correto é utilizar Pronome Pessoal do caso Reto, pois, nesse caso, estará desempenhando a função de sujeito da oração.

Exemplos:

Frase errada: Essa torta é para mim comer

Frase correta: Essa torta é para eu comer

Frase errada: Alice deixou o pote para mim abrir.

Frase correta: Alice deixou o pote para eu abrir.

Frase errada: Pegue o bebê para mim ir alí

Frase correta: Pegue o bebê para eu ir alí.

Junção de Preposição com Pronome Oblíquo Tônico

Observe que as formas dos Pronomes Pessoais Oblíquos Tônicos “comigo, contigo, conosco e convosco” resultam da junção da preposição “com” e os pronomes “mim, ti, nos e vos”.

Exemplo: na linguagem formal, é incorreto falar: “ele vai com nós”, portanto, falamos:

“Ele vai conosco ao Pico da Bandeira.” (com + nos)

No entanto, existe uma situação em que “conosco” e “convosco” são substituídas por “com nós” e “com vós”. Isso ocorre quando os pronomes estão acompanhados de certas palavras, como: outros, mesmos, próprios, todos, ambos ou por algum numeral. 

Exemplos:

“Minha única certeza era que ele morreria com nós três.”

“A condição que propus era de ir com nós todos, então, ele não quis.”

O que são os Pronomes de Tratamento

tabela-dos-pronomes-de-tratamento-pronomes-pessoais

Os Pronomes de Tratamento são formas de reverência, ou seja, nomes específicos para se referir às pessoas, de acordo com seus atributos ou cargos que ocupam. Por isso, eles podem ser ligados à classificação de Pronomes Pessoais.

Os pronomes de tratamento podem ser usados tanto para dirigir-se à pessoa quanto para referir-se a ela, mas os verbos sempre estarão conjugados na 3ª pessoa. Observe:

  • Dirigindo à pessoa: 

Vossa Excelência já preparou o discurso para a cerimônia de posse?”

  • Referindo à pessoa: 

Vossa Santidade, o Papa, deixará o Vaticano para reunir-se com os grandes líderes mundiais na semana que vem.”

ATENÇÃO!

No Brasil, é comum que, ao falar com uma pessoa, utilizemos o pronome de tratamento “você”. Reflita sobre isso: 

Gramaticalmente, para falar com uma pessoa, devemos utilizar o discurso da segunda pessoa (tu ou vós). Por esta informação, você pode pensar que deveríamos utilizar a conjugação verbal de segunda pessoa quando utilizamos o Pronome de Tratamento “você”. 

Contudo, a regra diz: todos os Pronomes de Tratamento sempre são conjugados em terceira pessoa. Por isso, ambas as afirmações abaixo estão corretas:

Tufoste à Biblioteca Nacional?

Vocêfoi à Biblioteca Nacional?

Gostou do nosso artigo sobre quais são os Pronomes Pessoais? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

2 Comentários

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador