MatériasPortuguês

O que são radicais de origem grega? Lista, definição e exemplos.

O que são radicais de origem gregaO que são radicais de origem grega

As palavras não são simplesmente um aglomerado de letras, elas são formadas por elementos com função específica que se unem. O radical é um desses elementos. A língua portuguesa, por sua vez, é recheada de radicais de origem grega e é sobre eles que iremos tratar. Leia nosso artigo e entenda melhor o que são radicais de origem grega, suas características e exemplos.

Neste texto sobre radicais de origem grega, você encontrará os tópicos abaixo. Clique em um deles para ir diretamente ao conteúdo:

  1. O que são radicais de origem grega?
  2. Qual a diferença entre raiz e radical?
  3. Exemplo detalhado de um radical com sua família de vocábulos.
  4. Lista de radicais de origem grega no início da palavra.
  5. Lista de radicais de origem grega no final da palavra.
  • Após estudar sobre radicais de origem grega, você pode praticar com o Simulado Beduka! O melhor do Brasil!

O que são radicais de origem grega?

Antes de respondermos essa pergunta, é importante explorarmos algumas outras questões. Isso facilitará o entendimento de uma forma geral. Vamos lá?

Comecemos pelo léxico. Essa palavra de origem grega refere-se às palavras que compõem uma língua. A língua portuguesa é composta por um léxico, ou seja, todas as palavras que usamos fazem parte dele, uma espécie de acervo de vocábulos.

Esse léxico possui uma composição morfológica, mas afinal, que composição é essa? 

As letras que vemos ou a divisão silábica que aprendemos na escola, não foram unificadas ao acaso. 

Ninguém olhou para um objeto e falou “Esse é o nome do objeto, simples assim”. É bem mais complexo. Possui uma história, como consequência, uma evolução. 

Esses elementos morfológicos são chamados de morfemas e são pequenas unidades de significação da palavra. O radical é um desses elementos que se une a outros para formar o vocábulo.

Caso você queira conhecer outros desses elementos, nós temos diversos artigos sobre o assunto. Entre essas unidades mínimas de significação, estão as desinências, os sufixos, a vogal temática.

No que se refere ao radical, ele carrega consigo a raiz e por vezes se confunde com ela. Veremos isso mais a frente. Devido ao radical ser o elemento base do vocábulo, isto é, aquele que carrega consigo o significado principal, ele está diretamente ligado à diacronia.

Isso nada mais é do que a história, a origem. Parece louco, mas a língua portuguesa é resultado de um processo que perdurou milhares de anos. Por ter nascido do latim, seus radicais estão diretamente ligados a ele.

Mas onde os radicais de origem grega entram nesse processo diacrônico, nessa origem? Apesar de ter uma interligação principal em seu surgimento, a língua acaba por sofrer outras interações no decorrer do tempo.

As interações com os vocábulos gregos foram bastante significativas no surgimento da língua portuguesa. Portanto, os radicais de origem grega disputam, lado a lado, com os radicais de origem latina o grau de presença nos vocábulos.

Entendeu a importância desse estudo para uma prova tão relevante quanto a do Enem?

Devido a tudo que mencionamos, os radicais podem ser considerados os alicerces da palavra, sempre carregando consigo a raiz, ou seja, a diacronia (história). No caso dos radicais de origem grega, a história está diretamente ligada ao grego.

Recapitulando…

Agora, você já sabe responder o que são radicais de origem grega!

São morfemas básicos, pois carregam consigo o significado primordial da palavra. Podem conter só a raiz, ou serem acrescidos de afixos derivacionais ( veja no próximo tópico). Os radicais da língua portuguesa são principalmente de origem latina.

Diferença entre raiz e radical

Raiz e radical por vezes se confundem, mas há algo que os diferencia. O radical contém a raiz, a base da significação, mas ele muitas vezes também apresentará o acréscimo de um afixo derivacional.

Certo, mas o que é um afixo derivacional? Também é um morfema, mas nesse caso, a função é se unir à palavra modificando o sentido (relacionado ao contexto)  no qual o radical será empregado. Esse processo faz surgir um novo vocábulo. Ex: o -an de antipatia.

Derivacional vem do fato de derivar um outro sentido à palavra. No exemplo citado, o -an é um prefixo, ou seja, um afixo que vem no início do vocábulo.Se antes era empatia (afeição, compreensão…), agora há uma falta de empatia. Há uma antipatia, uma aversão ao outro.

Já a raiz é única e exclusivamente a base de significação. Nunca levará consigo, nem afixos flexionais e nem os derivacionais.

Outro aspecto relevante que vale a pena destacar, é que o radical funciona como base estrutural, e faz surgir várias outras palavras. Isso representa uma sincronia. A coexistência numa mesma época de palavras de uma mesma família.

Lembrando que, se desconsiderarmos o fato de que a raiz está presente no radical, o mesmo apresentaria apenas um processo sincrônico. Sendo assim, descartaríamos a história que o trouxe até o léxico português atual. 

Neste artigo sobre radicais de origem grega, resolvemos levar em consideração que a origem remete a outras línguas. Isso acaba por refletir em um  processo que as agregou à língua portuguesa por meio de milhares de anos.

Devido a isso, este artigo apresentou a diacronia para facilitar a compreensão e memorização em relação aos radicais de origem grega.

Exemplo detalhado de um radical com sua família de vocábulos.

Ao chegar aqui, você já descobriu que radical é um pedaço da palavra que funciona como base de significado. Por conter esse significado principal, irá originar várias outras palavras que pertencem a uma mesma família.

Essas palavras irão coexistir em contextos diferentes, mas o significado principal continuará sendo invariável. 

Para que possamos entender melhor esse processo que envolve a constituição de uma família de vocábulos com radical em comum, utilizaremos como exemplo, a palavra Pedra. 

Observe que nesse caso, o radical não possui afixo, sendo também um exemplo de palavras que coincidem em raiz e radical (- pedr). Portanto, todas as outras palavras que serão originadas desse radical, irão invariavelmente se referir a algo composto por pedra.

Veja as palavras originadas desse radical:

  • pedreira
  • pedregulho
  • pedraria
  • pedrada

Em situações e ambientes diferentes, os três exemplos estão relacionados à pedra. Agora, veja que interessante:

No fundo do meu quintal que se encontra em reforma, há muitos pedregulhos, pedaços de pedras que restaram e estão amontoadas. O filho do vizinho levou uma pedrada do amigo enquanto brincavam na rua de casa.

A minha tia possui uma coleção de pedrarias raras e muito caras. 

São contextos que divergem entre si, mas acabam esbarrando numa base em comum: no meio de todas essas situações havia uma pedra. 

É como Drummond já dizia “Há uma pedra no meio do caminho”…

Veja uma lista de Radicais de origem Grega que aparecem no início das palavras.

Você já sabe que uma grande quantidade de palavras da língua portuguesa são de origem grega. Mas para conhecê-los e identificá-los no vocábulo de forma ainda mais eficiente, a tabela abaixo é fundamental.

Observe os radicais de origem Grega que constam no início das palavras.

Veja uma lista de Radicais de origem Grega que aparecem no fim das palavras.

A teoria é importante, mas observar esses radicais na prática é fundamental. Por isso, o Beduka preparou uma tabela com os principais radicais de origem grega. Vamos conhecê-los?

A seguir, observe os radicais de origem grega que constam no final das palavras.

Você gostou do nosso artigo sobre radicais de origem grega? Então, o Beduka tem uma infinidade de artigos com assuntos simplificados de forma eficiente, isso facilitará sua vida! 

Você já tem certeza da profissão que quer seguir pelo resto da vida? É muito tempo, né? O  Raio X do Beduka pode te ajudar a escolher o caminho certo, sem perder tempo! É mais que um teste vocacional, através dele você vai poder se conhecer e se planejar melhor. Isso fará toda a diferença!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador