Redação

O que é introdução de texto? Veja 6 passos fáceis para criar um início perfeito

O que é introdução de texto?O que é introdução de texto?
Mude de vida com Beduka Bolsas

A introdução, como o próprio nome já diz, é a parte inicial de um texto. É nela que o leitor será inserido ao contexto do assunto e saberá como o tema será abordado. 

Pode ser considerada a parte mais importante, pois é a introdução que tem o poder de fisgar o leitor ou avaliador e convencê-lo a ler até o final. 

Aqui, além de te contar o que é introdução de texto, vamos te ensinar detalhadamente a fazer uma perfeita, seguindo 6 passos que vão revolucionar a sua escrita .

Este artigo vai te ajudar a aprender o que é introdução de um texto. Tem bastante conteúdo pela frente, então, clique em um dos tópicos para ir diretamente ao que deseja:

  1. O que é introdução de um texto?
  2. Como fazer uma introdução? Crie uma perfeita em 6 passos fáceis
  3. 5 palavras/expressões para iniciar uma introdução
  4. O que evitar em uma introdução?

Além de contar com a ajuda deste artigo sobre o que é introdução de texto, você pode acessar o completo e exclusivo Guia de Redação do Beduka. Ele é gratuito e vai te dar toda a orientação necessária para alcançar uma excelente nota no Enem.

O que é introdução de texto?

Introdução é parte inicial do texto, aquela que insere o leitor no universo do que será abordado. Pode revelar sobre o que será escrito, sobre o que será defendido, argumentado ou até mesmo narrado.

Apesar disso, não é papel da introdução nos contar tudo. Mas sim de nos contextualizar e nos deixar a par do assunto do texto.

Qual a relevância de fazer uma boa introdução?

Uma introdução pode fazer o leitor seguir adiante na leitura ou simplesmente desistir dela. Não necessariamente essa desistência vai ocorrer porque ela foi mal escrita. Lembre-se que a introdução traz o tema abordado.

Às vezes o conteúdo só não é de interesse de quem está lendo. Deve-se pensar nisso na hora de criar uma. 

Imagine produzir um primeiro parágrafo capaz de fazer com que uma pessoa sem interesse no tema abordado, dê sequência a leitura?! Sensacional, né? Esse é um dos papéis da introdução: instigar, gerar interesse, curiosidade. 

Mas uma boa introdução tem características distintas dependendo do tipo de produção textual. 

Na dissertação, por exemplo, o avaliador não espera que você o deixe curioso, mas sim ciente da sua segurança em relação ao tema proposto e da linha que será seguida.

Iremos tratar detalhadamente sobre isso nos próximos tópicos deste artigo sobre o que é introdução de texto.

6 passos para criar uma introdução perfeita

Já explicamos o que é introdução de texto, mas como fazer uma? Para elaborar um bom começo, é preciso pensar. Você não conseguirá fazer isso sem entender as estruturas básicas que a compõem.

Pensando nisso, neste artigo sobre o que é introdução de texto, preparamos 6 passos infalíveis na hora de criar um primeiro parágrafo capaz de alcançar nota 1000 no Enem

1 – Pense na pessoa que seu texto deseja alcançar

Se formos parar para pensar, todo texto é produzido com o intuito de ser lido por alguém. E essa pessoa sempre terá características específicas. 

Isso acontece até em relação ao avaliador do Enem. Tenha em mente o que ele espera de você. Um texto que siga a tipologia textual dissertativa, linguagem culta e domínio do assunto.

Pronto! Quando você pensa na pessoa para quem o seu texto está sendo escrito, você descobre o que ele precisará ter. 

2 – Tenha em mente o objetivo do seu texto e a linha que você irá seguir

Nessa parte, seu foco será o conteúdo e não a pessoa. Então, você precisará pensar em como o tema será abordado.

Você apresentará estatísticas? Citações? Algum filósofo ou cientista? Qual posição você vai seguir?

A última pergunta é a parte mais importante. Todo texto, por mais impessoal que o autor tente deixá-lo, terá uma posição. E, em alguns casos (como na redação do Enem), ela deve ser deixada bem clara.

Por exemplo, digamos que o tema proposto seja “Escola Inclusiva”. Você precisará decidir se seguirá a linha contra ou a favor, para depois estabelecer suas bases argumentativas.

Outros textos, como os jornalísticos, já tem uma maior flexibilidade e tendem a apresentar mais de uma visão na mesma produção. 

Em todo caso, toda produção textual exige uma reflexão sobre o objetivo e a linha que será seguida. Isso faz parte do questionamento sobre o que é introdução de texto e deve constar nela.

3 – Faça uma contextualização

Se você jogar o assunto do nada, você não terá introduzido coisa alguma, apenas terá dado um “spoiler” do que será dito.

Introduzir também remete a contextualizar, ou seja, é preciso criar um enredo referente ao assunto abordado. Tipo aquelas fábulas para crianças: “Era uma vez, em um lugar muito distante, um menino que queria aprender a voar”. 

Ao ler esse trecho, sabemos que a história se tratará de um sonho quase inalcançável, mas isso é nos dito pela contextualização do tempo, do desejo e do personagem. Primeiro somos levados a entender a história, para depois desvendar sobre o que ela trata.

Em uma dissertação argumentativa, você pode fazer isso por meio de alusões históricas (um acontecimento histórico que conversa direta ou indiretamente com seu tema), enredos de livros, filmes ou séries ou citando filósofos, cientistas etc. 

Veja no exemplo a seguir:

“Aristóteles, grande pensador da Antiguidade, defendia a importância do conhecimento para a obtenção da plenitude da essência humana. Para o filósofo, sem a cultura e a sabedoria, nada separa a espécie humana do restante dos animais. Nesse contexto, destaca-se a importância do cinema, desde a sua criação, no século XIX, até a atualidade, para a construção de uma sociedade mais culta. No entanto, há ainda diversos obstáculos que impedem a democratização do acesso a esse recurso no Brasil, centrados na elitização do espaço público e causadores da insuficiência intelectual presente na sociedade. Com isso, faz-se necessária uma intervenção que busque garantir o acesso pleno ao cinema para todos os cidadãos brasileiros.”

Redação escrita por Augusto Scapini, Enem 2019 – Tema: Democratização do acesso ao cinema no Brasil

Acima, temos um excelente exemplo de o que é introdução de texto dissertativo-argumentativo, pois é feita uma junção de alusão histórica (Grécia Antiga) e argumento de autoridade (a afirmação de um filósofo) para inserir o leitor (avaliador) ao universo do tema proposto. 

Perceba que isso também contribui para a aceitação da linha defendida por parte de quem recebe a mensagem. Ou seja, desde a Grécia Antiga já havia consciência da importância da democratização da cultura para a espécie humana.

Então, ao pensar sobre o que é introdução de texto, deve-se ter em mente como ele será construído e contextualizá-lo de acordo com o modelo dessa criação.

4 – Crie uma boa tese

A tese é quase um mega resumo de tudo que você vai apresentar no texto por meio de uma ou duas linhas, é a síntese do seu pensamento.

Basta pensar no tema e em como você irá defendê-lo. Pronto. 

Bdeuka Bolsas de Ano Novo

Observe a redação do aluno Daniel Gomes, Enem 2019 e veja como é fácil: 

“O filme ‘’Cine Hollywood’’ narra a chegada da primeira sala de cinema na cidade de Crato, interior do Ceará. Na obra, os moradores do até então vilarejo nordestino têm suas vidas modificadas pela modernidade que, naquele contexto, se traduzia na exibição de obras cinematográficas. De maneira análoga à história fictícia, a questão da democratização do acesso ao cinema, no Brasil, ainda enfrenta problemas no que diz respeito à exclusão da parcela socialmente vulnerável da sociedade. Assim, é lícito afirmar que a postura do Estado em relação à cultura e a negligência de parte das empresas que trabalham com a ‘’sétima arte’’ contribuem para a perpetuação desse cenário negativo.”

Na parte em negrito, é possível verificar as principais características de uma tese: a exposição de uma questão que necessita ser estudada, defendida ou questionada.  

A tese sempre será algo dito sobre o tema. E é esse algo que norteará o resto do seu texto.

Quer saber mais? Leia um artigo exclusivo e detalhado sobre como elaborar uma tese, acesse: O que é tese na redação?

5 – Apresente o tema

Antes de continuarmos, pense que o tema é o assunto “nu e cru”, é sobre o que você irá escrever. Já a tese é algo que você fala em relação a ele, é sua linha de pesquisa, de defesa. 

Sabendo disso, fique ciente que muitas vezes eles podem se misturar e até deixar um pouco difícil a identificação. 

Em “…a questão da democratização do acesso ao cinema, no Brasil, ainda enfrenta problemas no que diz respeito à exclusão da parcela socialmente vulnerável da sociedade”, redação do aluno Daniel Gomes, Enem 2019, podemos notar como ocorre a interligação de ambos: tese e tema.

O tema proposto do Enem 2019 foi: “Democratização do acesso ao cinema no Brasil”. Agora, volte ao trecho da redação e observe como ele consta na íntegra (todas as palavras do tema estão presentes): “…a questão da democratização do acesso ao cinema, no Brasil,…”.

Depois disso, foi feita uma afirmação sobre ele (a tese): “…ainda enfrenta problemas no que diz respeito à exclusão da parcela socialmente vulnerável da sociedade”.

Eles não aparecem necessariamente nessa ordem, a tese também pode anteceder o tema. O importante é que, principalmente em dissertações argumentativas, você não deixe de apresentar os dois. Para fazer isso, a dica é: Coloque o tema proposto na íntegra e afirme algo sobre ele.

Aplicar essa técnica é uma das partes mais importantes deste artigo sobre o que é introdução de texto.

6 – Utilize uma linguagem apropriada

Esse é o último passo só para que você não esqueça de jeito nenhum. Mas, na verdade, deve ser a preocupação top 1 de quem escreve. 

Quando falamos em introdução, referimo-nos principalmente a textos mais formais, acadêmicos, escolares, como dissertações, TCC e artigos científicos. Logo, o que se espera do aluno é que ele utilize a linguagem culta nas suas produções.

Sem gírias, em concordância com a gramática normativa (aquela que padroniza o idioma), sem chavões, sem contrações e seguindo as mudanças estabelecidas pelo novo acordo ortográfico.

Esses passos não só te ajudam a entender o que é introdução de um texto, como também te auxiliam a criar uma ideal.

5 palavras/expressões para usar numa introdução

Todo mundo sabe que começar é a parte mais difícil na hora de escrever. Depois que as primeiras palavras surgem, parece que um peso se vai, né?

Acontece, em algum momento, com quase todo mundo. Por isso, separamos 5 inícios de introdução que podem te ajudar a vencer esse bloqueio. Veja a seguir:

1 – É fato que…

2 – Segundo o filósofo… 

3 – Na obra…

4 – Segundo as palavras do célebre…

5 – Nos últimos anos…

Você pode aprender ainda mais com nosso artigo Como começar uma redação: 8 frases + exemplos nota 1000

O que evitar em uma introdução?

Entender o que é introdução de texto também passa por saber o que devemos evitar fazer em relação a ela. Veja abaixo uma lista do que você deve passar longe na hora de criar uma:

  • Ir direto ao tema;
  • Exagerar nas informações;
  • Falar sobre um assunto que não seja o foco do seu texto;
  • Ser vago em relação a linha que será seguida;
  • Usar linguagem inadequada;
  • Usar a primeira pessoa (exceto em primeiro parágrafos de textos narrativos).

Quem pode negar que escrever é uma arte?! São muitos detalhes e às vezes levamos uma vida inteira para dominá-la.

Gostou de saber o que é introdução de texto? O Guia Completo de Redação Beduka pode te ajudar a acelerar esse processo. Ele é gratuito!
Já é hora de você aprender a produzir uma dissertação digna de 1000 pontos no Enem.

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador