Redação

Tudo sobre dissertação: o que você precisa para saber como fazer uma dissertação perfeita!

Como fazer uma dissertação.Como fazer uma dissertação.

Entenda de uma vez por todas o gênero textual chamado dissertação e suas características! Sabe como fazer uma dissertação? Seja a resposta sim ou não, preparamos um passo a passo completo com todas as características, dicas e instruções sobre o assunto! Além de informações sobre o que não se deve fazer!

Neste artigo sobre como fazer uma dissertação, você encontrará:

  1. O que é uma dissertação?
  2. Diferença entre dissertação argumentativa e expositiva
  3. Tipo de dissertação mais cobrada nos vestibulares
  4. Como fazer uma dissertação? Detalhes e explicações

O que é uma dissertação?

O ato de dissertar refere-se a apresentar idéias, desenvolver raciocínios e analisar contextos. Neste caso, isso deve se dar por meio de frases, uma clara organização de palavras e a construção textual.

Para produzir um texto dissertativo é necessário ter domínio da escrita (ortografia, construção sintática, etc) e bom conhecimento do tema proposto, a fim de o expor de forma satisfatória. Só aquele que conhece bem algo, pode falar de forma clara sobre o assunto.

Diferença entre dissertação argumentativa e expositiva

Agora que já sabemos a macro concepção, podemos abordar as suas subdivisões. Existem dois tipos de dissertação, que veremos a seguir!

Dissertação expositiva

Este tipo de dissertação tem como objetivo expor um tema, de forma bem objetiva, explanando sobre ele sem defender um ponto de vista sobre o assunto.

Normalmente, refere-se aos temas presentes nos principais meios de comunicação: mídia, jornais, revistas; que já são familiares às pessoas, portanto, não há uma clara necessidade em se criar um debate em cima disso. Este debate pode até ser feito, mas se tornaria do tipo dissertação argumentativa, que veremos adiante. 

Fato é que o objetivo da dissertação expositiva é que o leitor se informe sobre o assunto da forma mais imparcial possível, e chegue às suas próprias conclusões.

Dissertação argumentativa

O objetivo deste tipo de dissertação é expor e defender um ponto de vista. Há uma tentativa de conduzir o raciocínio do leitor para o posicionamento de quem escreveu.

Embora deva ser convincente, a finalidade não é fazer com que o leitor pense igual, mas que enxergue que este posicionamento foi assumido pelo leitor e é bem fundamentado, ou seja, é válido.

Essa elaboração de pensamento deve se dar por meio do desenvolvimento de argumentos desenvolvidos com dados, exemplificações e bem entrelaçados, sem deixar lacunas vagas.

Tipo de dissertação mais cobrada nos vestibulares

Como-fazer-uma-dissertação-da-forma-como-é-cobrada-no-vestibular-ou-seja-emitindo-opinião

O gênero Dissertativo argumentativo é o mais comum nos vestibulares tradicionais e o que é pedido no Enem, portanto, o nosso passo a passo será baseado neste tipo textual. 

Isso acontece principalmente porque a dissertação argumentativa é propícia para a avaliação da linguagem formal, da organização de ideias, do senso crítico, do embasamento e das habilidades argumentativas.

Contudo, em alguns vestibulares pode haver variações. Há vestibulares como o da Unicamp que pedem cartas argumentativas, gêneros jornalísticos e até campanhas publicitárias. Saiba mais sobre os vestibulares da Fuvest e da Unesp também!

Portanto, é necessário focar no gênero textual mais cobrado sem deixar de dar uma olhadinha nos demais tipos!

Como fazer uma dissertação?

Agora que você já sabe todos os conceitos, vamos aprender como fazer uma dissertação! A redação dissertativa costuma ter um tamanho padrão nos vestibulares: mínimo de 7 linhas e máximo de 30. 

Normalmente os alunos apresentam dúvidas em como iniciar o texto. Isso ocorre porque não tem ainda um mapa mental. Portanto, antes de escrever, trace um esqueleto do texto na sua cabeça ou no cantinho da folha, com palavras-chave do que fará. Sabendo o objetivo, é mais fácil traçar o caminho.

 Além disso, é sempre avaliada com três estágios de desenvolvimento do texto! Os exemplos utilizados serão com base no tema da redação Enem 2019: Democratização do acesso ao cinema.

Introdução:

Esse é o momento de apresentar de forma bem objetiva, qual é o tema proposto e a sua tese sobre ele. É a hora de citar o posicionamento e contextualizá-lo de forma breve, dando pistas de como o desenvolverá. Sugerimos um parágrafo de 3 a 6 linhas. 

Exemplo: 

“O cinema é um espaço de grande apreço popular devido ao seu caráter lúdico e aos afagos que causa na mente humana, imersa na dureza do cotidiano. Embora admirado por muitos, são poucos os que possuem acesso às salas, frequentemente. Esse cenário é reflexo do contexto elitista no qual se originou e, apesar do efeito positivo de lazer, é desperdiçado enquanto modificador de realidades sociais; motivo pelo qual deve ser democratizado no Brasil.”

  • Contextualização do tema: nas duas primeiras linhas
  • Tese do autor: ” […]são poucos os que possuem acesso às salas, frequentemente”
  • Dois pontos em que se fundamentará: ” reflexo do contexto elitista no qual se originou […]” e “modificador de realidades sociais[…]”

Desenvolvimento: 

Normalmente, trata-se dos 2 parágrafos centrais. É o momento de desenvolver os argumentos, ou seja, as pistas que você sugeriu na introdução para fundamentar a sua tese. É a hora de demonstrar suas artimanhas, seu poder de convencimento! Articule bem e relacione de forma coesa os exemplos, dados e argumentos para fundamentar seu ponto de vista.

Exemplo:

  • Neste primeiro parágrafo, o autor desenvolve o que foi citado na introdução: “cenário elitista no qual se originou” e comprova a sua tese “ são poucos os que possuem acesso, frequentemente”

“ Em primeira análise, cabe investigar a origem dessa invenção. O cinema foi desenvolvido no contexto do progresso tecnológico, no século XIX. Assim como a produção científica, iniciou-se em meio à burguesia; elaborado pelos que possuíam alta renda e condição de adquirir o maquinário. Produzido pela elite, consequentemente, apresenta um conteúdo voltado para ela, traços que ainda são conservados atualmente. Prova disso é o exercício da observação, que permite identificar a maior concentração desses estabelecimentos em shoppings centers ou bairros famosos, dificultando o acesso da população de baixa renda.”

  • No segundo parágrafo, o autor desenvolve o outro ponto proposto: “ modificador de realidades sociais”.

“Em segunda análise, é importante ressaltar a capacidade transformadora que os cinemas possuem. Após a invenção dos modelos de produção de alto rendimento, como o fordismo, muitas críticas surgiram às condições degradantes vividas pelos operários. Charles Chaplin, ícone mundial do cinema, utilizou o espaço cinematográfico para denunciar essa situação por meio do humor e da ironia. Dessa forma, o cinema pode ser utilizado como veículo de denúncia social ao transmitir crítica por meio do filme e aproximar fisicamente as pessoas, que saem da sessão comentando e discutindo sobre o que foi visto.”

Conclusão:

Este é o desfecho do texto, dê sequência final retomando a tese e conclua da forma que quiser: ou um resumo reafirmando sua posição, ou uma solução para o problema apresentado (mais indicado). Essa solução deve ter agente, objeto, forma, finalidade e detalhamento(quem, como, o quê, para quê), e deve ser feita no último parágrafo. Saiba tudo sobre a proposta de intervenção no Enem ou como fazer uma boa conclusão!

Exemplo:

  • Neste parágrafo, o autor retoma os pontos citados na introdução e no desenvolvimento, para deixar o texto bem coeso e relacionado, concluindo com uma proposta de solução bem fundamentada.

Visto a origem segregacionista do cinema, seu potencial transformador e baixo acesso a ele, conclui-se que sua democratização é necessária. Para que o acesso às salas seja realidade possível a todo brasileiro e promova alteridade social, é quisto que a Secretaria Especial da Cultura, associada às gestões estaduais, crie uma política nacional de emancipação do cinema. Isso se dará por meio da instalação de salas públicas em periferias – gratuitas ou de custo simbólico – cujas produções serão advindas dos cursos de cinema em universidade públicas. Assim, múltiplas realidades sociais serão expressadas, concretizando a democratização.”

  • O agente (quem?): “Secretaria Especial da Cultura”
  • O objeto proposto (o que?): “Criar uma política nacional […]”
  • O modo como deve ser feito (como?): “Por meio da instalação de […]”
  • A finalidade (para quê?): “Para que o acesso […]”
  • O detalhamento: “associadas às gestões [..]” e “gratuitas ou de custo simbólico […]”

Detalhes importantes

  • Utilize conjunções e conectores para iniciar parágrafos e frases. Eles devem dar ideia de continuidade no texto. Observe o exemplo de redação acima: “ Em primeira análise”, “Em segunda análise”, “ Dessa forma”, “Assim como”, etc.
  • Cite fatos históricos e pessoas famosas nacionalmente ou internacionalmente, para fundamentar seus exemplos. Na redação acima foi citado: o Fordismo, O Charles Chaplin, as revoluções burguesas do século XIX, etc.
  • Os verbos devem estar em terceira pessoa, ou seja, referindo-se a: ele, ela, etc. Não use expressões como “ eu acho” e “penso que”.
  • A linguagem é formal,ou seja, obedecem à norma culta. Não use expressões coloquiais ou gírias!
  • As frases devem ser objetivas e claras, não muito longas nem muito curtas desconectadas. 
  • Lembre-se das divisões dos parágrafos e de calcular mais ou menos 7 linhas para cada, no máximo!
  • Quer ler uma matéria completa sobre a redação do Enem? Fizemos o guia da redação dissertativa, com dicas sobre como se preparar para ela, o que fazer na hora da prova, exemplos de redações prontas e muito mais!

Gostou do nosso artigo sobre como fazer uma dissertação? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador