Vestibulares

Tudo sobre a prova da Unesp: Veja como ela funciona, quais são os conteúdos, como é a correção e dicas!

Prova da UnespProva da Unesp

A prova da Universidade Estadual Paulista (Unesp) é uma dentre as mais disputadas do país. Por apresentar um estilo próprio de vestibular, surgem algumas dúvidas a respeito de como ela deve ser feita e quais as diferenças em relação aos outros vestibulares. Por isso, o Beduka preparou uma artigo completo sobre a prova da Unesp, para você saber como arrasar na hora da prova!

Neste artigo você encontrará:

  1. Aspectos gerais da prova: primeira e segunda fase, método de correção
  2. O que levar no dia da prova?
  3. Assuntos que mais caem na prova da Unesp (por matéria)
  4. Sobre a redação: como é, dicas e passos.

Achou pouco?

  • Confira também nosso artigo sobre a prova da Fuvest: como é e principais matérias.
  • Procurando sobre a Unicamp? Confira aqui e tire suas dúvidas!
  • Faça nosso simulado totalmente gratuito e online, que pode ser personalizado de acordo com as matérias que você mais precisa!

Aspectos gerais da prova da Unesp

Esta prova é composta por 2 etapas distintas. Fique por dentro das informações características que separamos para você ter uma boa noção de cada uma delas:

Primeira fase

Tipo de prova: conhecimentos gerais

Tempo de duração: 5 horas para resolver 

Quantidade de questões: 90 

Tipo de questão: múltipla escolha (fechada), com 5 alternativas

Há quem diga que a primeira fase da prova é a queridinha dos que têm facilidade em humanas e linguagens, pois Matemática e Ciência da Natureza correspondem a, apenas, um terço do exame.

De modo geral, as questões cobram conteúdos essenciais aos alunos de ensino médio e têm nível mais fácil que o identificado na prova da primeira fase da Fuvest. Mas não é tão distante assim, então, não relaxe na hora de estudar!

Segunda fase

Tipo de prova: conhecimentos específicos

Tempo de duração: 4 horas e 30 minutos

Quantidade de questões: 36 

Tipo de questão: discursiva (aberta)

Observação: A prova possui uma redação dissertativa e é realizada em 2 dias.

No primeiro dia, são 24 questões: 12 de Ciências Humanas (história, geografia, filosofia e sociologia) e 12 de Ciências da Natureza e Matemática (biologia, química, física e matemática).

No segundo dia, são apenas 12 questões de Linguagens e Códigos (língua portuguesa e literatura, língua inglesa, educação física e arte) e a redação dissertativa.

As habilidades de escrita são essenciais nesta segunda fase, além disso, é imprescindível organizar e esquematizar corretamente os cálculos nas questões de exatas.

Como se dá a pontuação na prova da Unesp

Diferentemente do Enem, o modo de correção da prova da Unesp não é pautado na TRI (Teoria de Resposta ao Item). Logo, todas as questões têm o mesmo valor. 

A clássica estratégia de responder primeiro as questões fáceis e depois as difíceis é muito importante. Por ser uma prova extensa, é bom que o máximo de pontos seja garantido o quanto antes, e que não se perca tempo com questões mais trabalhosas que valem o mesmo.

O candidato será desclassificado se:

  • Não comparecer em uma das provas 
  • Obtiver nota igual ou inferior a 20 na prova de conhecimentos gerais
  • Obtiver zero na prova de conhecimentos específicos 
  • Obtiver zero na redação

Correção da primeira fase 

Esta nota é dada por:  

(nº de respostas certas multiplicado por 100) / 90

Portanto, a maior pontuação que se pode fazer é de 100 pontos.

Para os candidatos que realizaram o Enem, seu desempenho pode ser aproveitado de acordo com a fórmula:

NF = [(4 x CG) + (1 X ENEM)] ÷ 5 , se ENEM > CG ou NF = CG, se ENEM ≤ CG

CG: nota da Prova de Conhecimentos Gerais do Vestibular da Unesp (escala 0-100 pontos).

ENEM: média do percentual de acertos da parte objetiva da prova.

NF: nota final da Prova de Conhecimentos Gerais da Unesp (escala 0-100 pontos).

Correção da segunda fase

Na correção das questões discursivas, há critérios que podem atribuir 0,00 / 0,50 / 1,00 / 1,50 ou  2,00 pontos para as respostas. Depois, a nota é obtida pela soma dos pontos, podendo chegar ao valor máximos de 72 pontos.

A nota máxima na redação é de 100 pontos.

Nota final da prova da Unesp

A nota final é composta pela média aritmética simples das notas de todas as provas:

[(Prova de Conhecimentos Gerais) + (Prova de Conhecimentos Específicos e Redação)] ÷ 2

Para os cursos que exigem exame próprio de habilidades, a nota será inserida no cálculo final.

Critérios de desempate

Caso haja empate entre os candidatos da prova da Unesp, há uma lista com 5 critérios de desempate:

  • maior nota na 2ª fase;
  • maior nota na Redação;
  • maior nota em Ciências da Natureza e Matemática da Prova de Conhecimentos Específicos;
  • maior nota em Ciências Humanas da Prova de Conhecimentos Específicos;
  • idade mais elevada (considerando-se os anos, meses e dias a partir do nascimento

Não sabe o que levar no dia da prova?

O que levar na prova da Unesp

Sempre bate aquela dúvida do que devemos ou não levar no dia de fazer a prova da Unesp. Por isso, temos um artigo específico para o assunto, confira!

Assuntos que mais caem na prova da Unesp (por matéria)

Todo mundo sabe que, para arrasar na hora da prova, é necessário estar por dentro das matérias que são cobradas. Por isso, o Beduka  preparou esse checklist para você saber o que estudar, não perca!

Não se esqueça de preparar uma revisão para os dias finais que antecedem a prova! Saiba aqui como fazer um resumo para esse momento!.

Saiba também, quais são os assuntos que mais caem no ENEM

Matemática na Unesp

Atenção!

Como sempre, matemática requer treino, treino e treino! Revise as questões, resolva as fáceis e as que você tem certeza primeiro. Refaça as provas anteriores sem preguiça e corrija as que você errar com os vídeos da internet! 

Aprenda como estudar matemática sozinho!

Biologia na Unesp

  • Ecologia: dinâmica de populações, relações ecológicas, fluxo de energia, cadeias alimentares
  • Genética mendeliana: 1ª lei de Mendel e grupos sanguíneos
  • Genética molecular: DNA, RNA, síntese proteica e mutações
  • Citologia: organelas celulares e divisão celular
  • Metabolismo energético: fotossíntese, respiração e fermentação
  • Botânica
  • Fisiologia humana
  • Parasitologia
  • Evolução
  • Reinos animais

Atenção!

A prova de biologia não se baseia apenas na teoria. Estude com gráficos, imagens e faça exercícios.

Química na Unesp

Física na Unesp

  • Velocidade média, aceleração e gráficos 
  • Leis de Newton 
  • Resultante centrípeta
  • Trabalho e potência
  • Conservação da energia mecânica
  • Conservação da quantidade de movimento e colisões
  • Equilíbrio estático 
  • Gravitação
  • Densidade, pressão e empuxo
  • Escalas termométricas, dilatação térmica de sólidos, calor sensível e latente, gases perfeitos
  • Reflexão e refração da luz
  • Conservação da carga elétrica, campo elétrico, trabalho e energia elétrica
  • Corrente elétrica e 1ª lei de Ohm
  • Potência em circuitos elétricos
  • Campos magnéticos (ímãs) e força magnética
  • Ondas, equação fundamental da ondulatória e interferência de ondas

Língua portuguesa na Unesp

Atenção!

Estude análise do discurso, domine a prática de isolar núcleos do texto e sua função semântica. Reveja figuração de linguagem e sua presença em canções populares.

Também revise morfologia e sintaxe, além dos clássicos sobre regência e concordância. Essas matérias devem estar fresquinhas antes da prova.

Literatura na UnesP

Atenção!

Em se tratando de escolar literárias, sempre fique atento ao contexto histórico ao qual pertencem. Não decore suas características, entenda e interprete. Além disso, saiba como foram os períodos de transição de uma para outra, quais características se perdem ou se sobrepõe.

Esteja atento aos grandes autores da MPB, como Chico Buarque, Rita Lee, Caetano Veloso. Eles sempre aparecem nos movimentos musicais brasileiros dos anos 60.

Língua Inglesa na Unesp

  • Interpretação de textos;
  • Linking words;
  • Anomalous verbs;
  • Vocabulário;
  • Referência pronominal;
  • Inferência.

História na Unesp

Geral:

Brasil:

Geografia na Unesp

  • Cartografia
  • Relevo
  • Clima
  • Vegetação
  • Água: distribuição, consumo, a dinâmica do ciclo hidrológico e seus conflitos
  • Questão da terra: a posse sobre a terra, sistemas agropecuários, evolução, a concentração fundiária e fome
  • Populações
  • A indústria
  • Questões ambientais
  • Recursos minerais e energéticos no Brasil e mundo
  • Urbanização e transportes no Brasil e mundo
  • Regionalização do Brasil
  • Geopolítica e mundo atual: as transformações do capitalismo e de seus antagonistas, a formação de blocos econômicos, os movimentos sociais, lutas reivindicatórias e a questão da identidade.

Atenção:

Na prova, a geografia física é bem específica, pedindo classificação, zona de ocorrência e interação com o meio social. Além disso, entenda bem os fenômenos naturais como o El niño.

As perguntas sobre questões ambientais tem sido destaque nas provas. Estude as principais convenções e conferências e suas reivindicações.

Nas provas não há uma separação clara entre estes temas, além disso, há questões conceituais e interpretativas.

Os temas mais recorrentes nas questões conceituais são:

  • Idealismo, racionalismo e empirismo (enfoque no pensamento de Platão, Descartes e dos empiristas ingleses)
  • Liberalismo, individualismo, coletivismo e utilitarismo
  • Teorias socialistas: socialismo utópico, marxismo e anarquismo 

Os temas mais recorrentes nas questões interpretativas são:

  • Racionalismo x dogmatismo / Mitologia x filosofia;
  • Evolucionismo x criacionismo;
  • Desdobramentos da modernidade: sociedade x natureza;
  • Objetividade x subjetividade;
  • Mercantilização da sociedade x Autonomia criativa da arte (indústria cultural);
  • Proibicionismo x liberdades individuais;
  • Críticas ao cientificismo radical.

Redação

Redação-Unesp

Saber como se deu a correção das provas anteriores é muito importante, portanto, analise as redações de maior pontuação e as de menor, para ver o que é erro e o que é acerto. Treine você mesmo e busque seguir os critérios de correção, caso não esteja fazendo um cursinho para ter alguém para corrigi-lo.

O texto dissertativo requer uma argumentação por meio do desenvolvimento de uma ideia, problema ou questão. Além disso, deve haver uma consideração final sobre o que foi dito. É importante demonstrar domínio sobre o assunto, com argumentos e contra argumentos.

A banca avalia se você foi capaz de ler e compreender o tema proposto, como o encaixa no texto e como o relaciona com seu ponto de vista e reflexão desenvolvidos. É claro que os corretores também analisam se você utilizou a norma culta da língua, os elementos de coesão, e as demais exigências gramaticais.

Além disso, assuntos da atualidade são uma forte tendência, portanto, é importante acompanhar o que está sendo discutido pela mídia, governo e sociedade brasileira.

A redação só é anulada em casos de:

  • Fuga ao tema
  • Letra ilegível
  • Texto com menos de sete linhas
  • Identificação da autoria da redação em qualquer ponto da folha.

Os 5 últimos temas:

  • 2015: O legado da escravidão e o preconceito contra os negros no Brasil
  • 2016: Publicação de imagens trágicas: banalização do sofrimento ou forma de sensibilização?
  • 2017: A riqueza de poucos beneficia a sociedade inteira?
  • 2018: O voto deveria ser facultativo no Brasil?
  • 2019: Compro, logo, existo?

 7 passos para uma boa redação

  1. Ler e grifar as instruções e os textos-base da proposta de redação.
  2. Definir a sua tese e as ideias centrais de cada parágrafo argumentativo. 
  3. Retornar aos comandos grifados e defina os argumentos que serão utilizados
  4. Traçar o esqueleto do texto, considerando introdução (apresentação da tese), no desenvolvimento (argumentação) e na conclusão (reafirmação da tese).
  5. Fazer o rascunho trabalhando a coesão e a coerência do texto.
  6. Corrigir o rascunho
  7. Transcrever a redação para a folha definitiva

Cuidado com esses 3 elementos:

  • Posicionamentos extremistas: devem haver argumento e posições claras, racionais e, principalmente, respeitosas. Evite usar termos como “nunca”, “sempre”, “jamais”.
  • Clichês, provérbios, expressões populares e gírias: pode acabar errando o autor da expressão ou não encaixar no contexto, dando um sentido contrário ao planejado. 
  • Palavras demasiadamente rebuscadas: linguagem formal não é sinônimo de linguagem complicada, priorize a clareza e a objetividade. Saiba quais são as melhores palavras para enriquecer sua redação, sem estragá-las.

Gostou do nosso artigo sobre a prova da Unesp? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por pessoas de várias formações, sempre prontas a aprender sobre tudo para publicar os melhores textos e colaborar com a formação de todos os leitores. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador